ALTB destrói mísseis balísticos em teste

ALTB destrói mísseis balísticos em teste

237
4
SHARE
Embraer KC-390

ALTB 2

A Missile Defense Agency demonstrou o uso da energia direta na defesa contra mísseis balísticos, com testes do Airborne Laser Test Bed (ALTB) na destruição de mísseis na fase de lançamento.

O experimento foi conduzido no Point Mugu Naval Air Warfare Center-Weapons Division Sea Range, ao largo da costa central da Califórnia, servindo como prova de conceito da tecnologia de energia dirigida. O ALTB é o precursor do programa de energia dirigida dos EUA e sua potencial aplicação na defesa contra mísseis.

Ontem (11.01), às 8:44pm, um míssil balístico de curto alcance foi lançado por uma plataforma móvel no mar. Em segundos, o ALTB usou seus sensores para detectar o míssil durante o lançamento e usou um laser de baixa energia para rastreá-lo. O ALTB usou então um segundo laser de baixa energia para medir e compensar a perturbação atmosférica.

Finalmente, o ALTB disparou seu laser de alta energia na faixa de megawatt, aquecendo o míssil alvo até uma falha estrutural crítica. O engajamento total ocorreu em cerca de dois minutos desde o lançamento do míssil, enquanto seus motores ainda estavam em funcionamento.

Esta foi a primeira interceptação letal de energia dirigida contra um míssil balístico de combustível sólido feita por uma plataforma aérea. O revolucionário uso de energia dirigida é muito atraente para a defesa contra mísseis, com o potencial para atacar múltiplos alvos na velocidade da luz, ao alcance de centenas de quilômetros, com um baixo custo comparado com as tecnologias atuais.

Uma hora mais tarde, um segundo míssil balístico de curto alcance foi lançado de uma estação terrestre na ilha San Nicolas, Califórnia, e o ALTB engajou com sucesso o míssil na fase de lançamento, com o laser de alta energia.

O ALTB também destruiu um míssil de combustível sólido, idêntico ao segundo alvo, em voo no dia 3 de fevereiro de 2010.

Abaixo, o vídeo feito em infravermelho, mostrando um dos engajamentos.

FONTE e FOTO: Missile Defense Agency

SAIBA MAIS:

4 COMMENTS

  1. Seria interessante usar este laser como defesa anti-aérea, já que espaço para implantação do laser não iria faltar. A minha duvida seria quanto ao custo, se compensaria nesta função.

  2. Qual o raio de ação deste brinquedo?

    Pensando mais além, dependendo da situação esta aeronave precisaria de uma boa escolta para poder disparar esse laser.

Deixe uma resposta