Home Noticiário Internacional Honduras fecha espaço aéreo

Honduras fecha espaço aéreo

131
239

vinheta-clippingO governo hondurenho mobilizou as tropas e mandou fechar o espaço aéreo. Esta foi a forma encontrada pelo novo Governo das Honduras para travar o regresso de Zelaya. E nem a suspensão da OEA demoveu o novo Governo.

O ministro interino dos Negócios Estrangeiros das Honduras, Enrique Ortez, afirmou, ontem, que o novo Governo do país não permitirá a entrada do avião no qual o presidente deposto, Manuel Zelaya, pretende retornar ao país. “Com o apoio do presidente da República e das Forças Armadas, como chanceler, dei instruções para que não deixem entrar o avião”, disse Ortez à Imprensa.

A Direcção de Aeronáutica e outras autoridades “têm instruções de não deixar entrar o avião, venha quem vier”. A proibição é válida para todos os aeroportos nacionais e internacionais do país, afirmou. “Estamos a notificar o Mundo para que não vá morrer um presidente da República ou que vá morrer um hondurenho simplesmente pelo capricho de uma organização”, disse Ortez, ao lembrar que “há ordem de captura” contra Zelaya.

Uma razão do impedimento é “a prudência, porque não podemos correr o risco de que comece a correr sangue”, disse. “Não devemos correr o risco entre capturar o presidente e criar um escândalo”, disse.

A polícia hondurenha fechou, ontem, os acessos ao aeroporto internacional Toncontín de Tegucigalpa, onde, anteontem, estiveram milhares de simpatizantes de Zelaya, num “acto simbólico” para ensaiar a recepção ao deposto presidente, prevista para hoje.

A Organização dos Estados Americanos (OEA) suspendeu, anteontem, o país como membro do Sistema Interamericano, por não restituir o governante Zelaya na presidência. Esta é a primeira vez, desde 1962, após a exclusão da ilha da Cuba de Fidel Castro pela sua adesão ao bloco sino-soviético, que a OEA suspende um dos seus membros.

Ontem, completou-se uma semana da queda de Zelaya pelos militares e sua expulsão à Costa Rica. Em Washington, e antes de partir Zelaya reafirmou que iria regressar , acompanhado do presidente da Assembleia Geral da ONU, Miguel D’Escoto. A hora de chegada a Tegucigalpa estava prevista para as 23 horas (horas de Portugal).

FONTE: JN

Subscribe
Notify of
guest
239 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Hornet
Hornet
11 anos atrás

É, deram um golpe de estado e agora não vão largar o osso tão cedo. Isso é vergonhoso para a América latina…Em pleno século XXI ainda temos que aturar este tipo de coisa em nosso continente. pelo o que foi noticiado pelas agências internacionais, o governo golpista matou 3 pessoas e feriu vários outros, hoje, no aeroporto de Tegulcigalpa. A tendência é o governo golpista endurecer ainda mais contra seu próprio povo. Pra quem já deu um golpe de estado, reprimir e matar pessoas na rua não é nada de anormal. Pra quem já está fora da lei mesmo e… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás

reformulando…algumas agências de notícias dizem 3 mortos, outras dizem 2…mas enfim…a barbárie é a mesma!

Hornet
Hornet
11 anos atrás

só pra complementar… segundo a agência France Presse: TEGUCIGALPA, Honduras (AFP) — Ao menos duas pessoas morreram e outras duas ficaram feridas em choques entre militares e partidários do presidente deposto, Manuel Zelaya, na zona do aeroporto internacional de Tegucigalpa, informou à AFP um oficial da polícia. “Temos dois mortos e dois feridos. A polícia não atirou. Foram os militares, porque os manifestantes estavam forçando a entrada na pista” do aeroporto, disse à AFP o comissário Mendoza. Um câmera da rede de televisão Al Jazeera, Alfredo de Lara, revelou à AFP que viu um menino com entre 10 e 13… Read more »

Sergio
Sergio
11 anos atrás

O avião com o Presidente deposto tentou pousar varias vezes, sobrevoando a pista do aeroporto da capital, mas os militares golpistas colocaram, caminhões e barricadas na pista, além de ameaçarem a tripulação da aeronave de derruba-la! No avião estavam representantes da ONU e OEA!
Acompanhei tudo pelo Twitter (Eduardo Guimaraes) e no blog dele.
A reação dos organismos internacionais e das nações tem agora que sair da retórica para uma ação mais efetiva! Estes golpistas tem que sentir o peso da Lei!

JC
JC
11 anos atrás

Meu apoio ao novo governo de Honduras. Abaixo Chaves e seus neocomunas!

madvad
madvad
11 anos atrás

hum….isso ainda vai dar m….

Já vejo até a imagem do presidente deposto voltando ao poder com o Marines Himm ao fundo rs

Clésio Luiz
Clésio Luiz
11 anos atrás

Acho que tem que ver o outro lado da moeda. E se esse Manuel Zelaya for um tremendo mala sem alça, que nem Collor, Sarney, FHC e Lula? E se ele for um tremendo corrupto que estava levando o país pras cucuias?
Seria bom ter dados do pessoal la de Honduras, pra ver o que a população acha.

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Ahahahahaha, num deixaram o avião cheio de bolivarianos, mais aquela biscatona argentina pousar? Hahaha, tinha mais é que ter derrubado rsrsrsrs… 🙂 Os caras lá não são bobos, saíram meio que “à francesa” da confusão que o tal Zelaya queria criar. Com três presidentes(as) de repúblicas bolivarianas à bordo, eles iriam arrumar confusão braba com a ALBA se deixassem o avião pousar para prender o safado. Um lindo dia para os inimigos dos bolivarianos e do Chavito “Boca de Chupar Pirulito”. Ganhei a semana com essa boa notícia. Uma pena que já tenha corrido sangue do povo por causa do… Read more »

Fábio Max
11 anos atrás

Já está comprovado que Zelaya tinha uma estratégia de tirar credibilidade das instituições e da Constituição com o intuito de conseguir um novo mandato na marra, mesmo com a proibição da carta magna e a negativa do Congresso em alterá-la. E o fazia com ajuda externa de Hugo Chaves. Tentaram promover na marra um plebiscito, com as cédulas e o material de propaganda todos impressos na Venezuela. E se o fizessem na marra, venceriam com larga margem e fariam uma grande campanha de marketing para forçar o Congresso e aceitar a alteração constitucional e, em último caso, dar um golpe… Read more »

Roberto CR
Roberto CR
11 anos atrás

Segue link sobre o ocorrido no fim de semana em Honduras.
É do jornal espanhol El País, que tem alguns jornalistas no local e relata o que não está aparecendo nos jornais sobre o golpe militar.

http://www.elpais.com/articulo/internacional/hondureno/muerto/durante/frustrado/regreso/Zelaya/elpepuint/20090706elpepuint_6/Tes

Henrique
Henrique
11 anos atrás

Calma lá pessoal. Governo ruim, fanfarrão, populista, corrupto. Isto é o que mais tem na América Latina. E se o cara é “Chavista” ou não, você não pode simplesmente detonar com a democracia do país. Quem perde é o povo. E a própria instituição. O Zelaya tava querendo distorcer as leis? Querendo fazer um plebiscito na marra? Que tivesse um julgamento como qualquer outro cidadão e fosse deposto. Como o Brasil fez com Collor. Mas olha o que os golpistas fizeram: – Expulsaram o presidente na calada da noite; – Ocuparam a cidade toda com o exército; – Fecharam rádios… Read more »

ivan
ivan
11 anos atrás

Todo o tipo de agitação que acontece na america central e do sul , tem ” O dedo” do Ditador Mor Hugo Chaves, agitando cutucando, ai sob a égide bolivariana, toma-se refinaria, fomenta distúrbio, financia os atos de agitação que estão acontecendo. Escudado nos Sukoi,ele agora quer brigar com todo mundo é bom nosso Governo ficar de olhos abertos, a Bolivia tomou refinarias, o Paraguai quer mais por Itaipú, de promessas o Brasil está Lotado do El Libertado Hugo Chaves.
cuidado!

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

Sou contra qualquer tipo de golpe que confronte preceitos constitucionais. Que Cuba e Venezuela vivem “cheretando” em Honduras já é de conhecimento de todos. Afinal, desde 1998 Cuba mantém em território Hondurenho agentes “para trabalhos socializantes”. Sei… Apesar de ser contrário qualquer tipo de golpismo, seja ele de “direita” ou “esquerda”, fico com a opinião extremamente acertada do amigo Henrique: Se o Presidente Zelaya quer distocer e confrontar a constituição do país, protegido pela Suprema Corte Hondurenha, que ele seja julgado e deposto constitucionalmente. Afinal, ao tomar posse da presidência ele fez um juramento perante ao povo e à Nação… Read more »

Red Flag
Red Flag
11 anos atrás

Tipo de notícia com poder para detonar novamente toda aquela baixaria entre correntes políticas aqui no blog…Vergonha a OEA condenar Honduras e admitir a volta de cuba para organização. Pior é o papelão que os EUA estão se prestando. O último baluarte será mesmo ISRAEL…e HONDURAS!!

Zeke A6M
Zeke A6M
11 anos atrás

Concordo com o Henrique e o Zero Uno. Não conheço o histórico do problema, mas acredito que haveria o caminho dos meios constitucionais.
Com o golpe, perde-se credibilidade e quem nunca ganha é o povo.
Abraços a todos

Harry
Harry
11 anos atrás

Quera ver Hugo Chaves cumprir o prometido?

Vou invadir Honduras se não colocarem Presidente Zelaya de volta
ao posto? He, He, He,…….

Abs. He,…

COMANDANTE MELK
COMANDANTE MELK
11 anos atrás

Senhores, é triste ver pessoas morrerem desta forma, totalmente indefesos, este é o retrato da face negra de pessoas que no proposito de defender seus intereses são capazes de “assasinar´´ outras pessoas. Não sou tolo, bem sei que existem pessoas que tambem para defender seus intereses são capazes de “enviar´´ outros para morrerem no seu lugar para atingir seus objetivos. Sabedores de tudo isso, cada país tem nas leis criadas por seus legisladores formas para coibir tais atos, oque se vê em Honduras é o total desrespeito as leis do país tanto pela junta golpista bem como do presidente deposto,… Read more »

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Harry, o Palhaço de Caracas não tem “cojones” nem para invadir as favelas de sua capital, quanto mais para invadir outro país…

Tem gente que vive no mundo da lua, defendendo princípios impraticáveis, e dando tratos à bola em nome de um ideal de democracia que, infelizmente, quando a coisa chega a esse ponto, os bolivarianos já mandaram pra cucuia faz tempo…

Dêem uma olhada no link abaixo e vejam como estava avançada a tomada de poder pelos bolivarianos do Eixo Havana-Caracas em Honduras. Essa caterva estava lá a fazer coisas de arrepiar os cabelos (em castelhano):

http://www.defesanet.com.br/04_09/eco_05jul09.htm

Grande abraço.

AJS
AJS
11 anos atrás

A tropa americana por lá, continua aquartelada?

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

COMANDANTE MELK em 06 jul, 2009 às 13:21

Belíssimo comentário COMANDANTE!!! Muito lúcido mesmo. Sem chingamentos, baixo nível verbal e extremamente equilibrado. Totalmente escrito no campo das idéias, sem os arroubos ideológicos daqueles que condenam os arroubos ideológicos contrários aos seus.

Se observar-mos bem, o discurso dessas pessoas são iguais…

Abraços.

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Eu vou reafirmar, pra não ser confundido aqui. Não apoio golpes de estado, não apoio repressão ao próprio povo, não apoio intervenção militar na vida política de um país, não apoio quebra das normas democráticas, não apoio censura aos meios de comunicação…portanto, não apoio o o governo golpista de Honduras. quero deixar bem claro isso pra não ser confundido aqui com quem apóia golpes de estado, quebra das normas dmocráticas e tudo o que eu falei. Pra mim a democracia é um valor que precisa ser respeitado – como está sendo respeitado pelos países membros da OEA ao expulsarem Honduras… Read more »

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

Hornet,

Tem o meu total apoio e concordância…

Abraços.

Patriota
Patriota
11 anos atrás

lamentavel que isto ocorra em pleno século XXI , o mundo não pode
permitir que um golpe militar destitua um regime democratico desta forma , isto é desrespeito aos direitos do povo de Honduras.

Os venezuelanos não precisam nem fazer uma guerra contra Honduras
basta colocar uns três sukhois para sobrevoar TEGUCIGALPA e os golpistas vão ficar apavorados

Rodrigo Marques
Rodrigo Marques
11 anos atrás

Eu debati esse assunto Honduras com o Hornet à exaustão, pensei que ontem tivesse sido meu último comentário (lá no poder terrestre). Prometo que este vai ser o primeiro e último sobre este assunto aqui no Aéreo. Acho que Zelaya provou do remédio que quis usar contra o Legislativo e a Suprema Corte de seu país. Quando a consulta foi recusada no Congresso e obteve parecer desfavorável na Suprema Corte, convocou o Exército para fazer valer sua vontade pela força. Só que se deu mal, pois o Comandante do Exército cumpriu seu dever que é garantir a constituição, principalmente quando… Read more »

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

Rodrigo Marques em 06 jul, 2009 às 17:11 Que o Sr. Zelaya queria fazer um plebiscito à força desobedecendo o Congresso e a Supre Corte Hodurenha, isso eu concordo contigo. Acontece que o Congresso desceu para o mesmo nível que o Sr. Zelaya. E isso é verdade. Esse negócio de dar razão para cometer um erro para justificar outro não existe numa democracia. Golpe é golpe e ponto final. Por que o Congresso Hondurenho não votou um Impeachment contra esse homem? Isto sim seria algo realmente democrático. Más não, preferiram o velho jeito vergonhoso latino-americano. Ao votar o Impeachment e… Read more »

Red Flag
Red Flag
11 anos atrás

O Sr Zelaya, além de não respeitar decisões do judiciário e legislativo de Honduras, ainda tentou usar o Exército para promover um golpe contra estas instituições e quando o comandante negou-se, o bolivariano o destituiu. Ainda, conspirou com chavez, um governante estrangeiro, para impor um plebiscito francamente inconstitucional já que claramente é proíbida a reeleição. O exército agiu contra o golpe do esquerdista e sua tropa bolivariana para a manutenção da ordem.

Rodrigo Marques
Rodrigo Marques
11 anos atrás

Ok Zero Uno,

Eu entendo as posições de quem acha exagerada e até criminosa, a destituição do Zelaya, mas reafirmo, acho que essa decisão só foi tomada após a tentativa dele primeiramente em acionar as Forças Armadas. A força foi usada contra ele após ele tentar usar esta força, ilegalmente, diga-se de passagem.

Abs!

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Outra análise extremamente interessante, do “Estado de São Paulo”, via defesa.net:

“O que é um golpe civil? É a subversão da democracia por meios democráticos, ou seja, o solapamento das instituições republicanas por meio de eleições. Tal prática corresponde à iniciativa dita bolivariana de instaurar na América Latina o “socialismo do século 21″.”

http://www.defesanet.com.br/notas/gb_1.htm

Sds.

Rodrigo
Rodrigo
11 anos atrás

Pelo que lí, não há muito o que fazer para resolver a questão, já que não existe a figura do impeachment na constituição hondurenha.

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Rodrigo Marques, fico com minha posição também…que aliás, é igual ao do amigo Zero Uno e igual a posição do resto do mundo. Golpe é golpe…isso é ilegal, é uma coisa fora da lei. A comunidade internacional e a OEA estão corretíssimas em não reconhecer o governo golpista de Honduras. Mas enfim …já debatemos um montão sobre isso, né? Não precisamos retornar aos mesmos argumentos…até porque, é como eu disse a vc no meu último comentário n oblog terrestre: contra a realidade não existe argumento. E a realidade é que um golpe de estado é uma quebra das normas democráticas.… Read more »

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

Rodrigo em 06 jul, 2009 às 17:58

Será? E como punir um presidente por crimes? Ele fica lá e tudo bem? Será mesmo. O Sr. Zelaya afrontou várias vezes a Constituição Hondurenha e deve ter um mecanismo para retira-lo do poder LEGALMENTE.

Luis Alberto
11 anos atrás

O presidente deposto, eleito pelo Partido Liberal, tornou-se chavista. Tendo à frente eleições em novembro, propôs alterar a constituição do país para concorrer à reeleição. A proposta foi rejeitada pelo Congresso. Ignorando o Congresso, decidiu convocar um plebiscito para substituir o sistema representativo por uma consulta direta “às ruas”. A convocação foi considerada ilegal por todos, do promotor e defensor dos direitos humanos, ao ministério público, ao Superior Tribunal Eleitoral e ao Supremo Tribunal Federal locais. O presidente Zelaya solenemente ignorou a todos e manteve o plebiscito. “A intervenção de Chávez foi alarmante. Mandou rodar as cédulas do plebiscito e… Read more »

Rodrigo Marques
Rodrigo Marques
11 anos atrás

Ok Hornet,

O que me preocupa é que as pessoas não se atentam que ele quis dar um golpe também, não aceitando as decisões do Legislativo e Judiciário. Ele demonstrou isso ao tentar usar o Exército.

Abraços!

Luis Alberto
11 anos atrás

Em tempo – O texto posto por Lui Alberto pertence ao ex-blog do Cesar Maia.
Grato pela atenção e desculpas pela falha.

Igor
Igor
11 anos atrás

Tem gente que apóia o golpe, impressionante!

Henrique
Henrique
11 anos atrás

Concordo com os pontos colocados pelo Hornet, pelo Zero Uno e pelo comandante MELK. Quanto a colocação, Rodrigo Marques, sobre o Collor: “Finalizando, acima citaram Collor, um notório corrupto, mas há uma questão importante. Ele não convocou o Exercito para impedir o Congresso de votar seu impeachment (ou ordenou e nao sabemos? ).” Como foi dito pelo Comandante MELK, nestes casos tem que prevalecer a vontade da INSTITUIÇÃO. E não das pessoas que estão lá. O exército brasileiro no episódio do Collor, foi exemplar, porque não acatou as possíveis ordens do presidente (possíveis, porque nem chegaram a acontecer), impedindo o… Read more »

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

Pessoal. Andei pesquisando porque este assunto é de extrema relevância… Olhem só o que achei: Artigo retirado da constituição Hondurenha. ARTICULO 239.- El ciudadano que haya desempeñado la titularidad del Poder Ejecutivo no podrá ser Presidente o Designado. El que quebrante esta disposición o proponga su reforma, así como aquellos que lo apoyen directa o indirectamente, cesarán de inmediato en el desempeño de sus respectivos cargos, y quedarán inhabilitados por diez años para el ejercicio de toda función pública. Eu traduzo: “O cidadão que tenha desempenhado a titularidade do Poder Executivo não poderá ser presidente ou indicado. Quem transgredir essa… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Rodrigo Marques, em primeiro lugar, não acho que plebiscito seja golpe. E nem a OEA e a ONU acham isso. Essa história de plebiscito ser golpe é discurso de golpista. E em segundo lugar, as normas democráticas deveriam ser seguidas a risca, inclusive pela cúpula das FAs, pela cúpula do Congresso e pela cúpula do judiciário em Honduras. E foram esses que orquestraram o golpe e, portanto, romperam com as normas democráticas (que supostamente queriam defender…mas quem é capaz de romper com as normas democráticas tão grosseiramente não tem moral para falar em democracia. Não tem moral nenhuma para falar… Read more »

Rodrigo Marques
Rodrigo Marques
11 anos atrás

Zero Uno, Então, segundo o Artigo 239, deve imediatamente ser removido do poder o presidente que apenas propuser a reforma e ficar inelegível por 10 anos. Henrique, Sobre o Exército brasileiro, concordamos, eles permitiram o Legislativo e o Judiciário trabalharem, Sobre a fraqueza das instituições hondurenhas também. Já sobre a atitude das Forças Armadas hondurenhas, cocorda que não é lógico formar uma fila de generais sendo demitidos um após o outro porque nao cumprem uma ordem ilegal? Nós estamos vendo Honduras dentro do nosso contexto, talvez nao percebendo a forte influência de Chavez neste processo, da enorme sucessão de ditadores… Read more »

Gunter
Gunter
11 anos atrás

Nós defensores da Democracia não estamos aqui discutindo se Zelais é de esquerda ou de direita. Citar Defesanet, Estadão, folha SP como fontes isentas de informação e ter estes meios como unicos meios para formar senso crítico só forma alienados retardados mentais! Aqui nós discutimos o direito dos povos que por centenas de anos foram espoliados por crápulas, a escolher o seu destino e não uns poucos cafagestes que defendem interesses não das nações em que vivem, mas de uma confraria,com intuito único e exclusivo de se locupletarem.Os bens de uma nação pertencem ao povo e não a uma elitizinha… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Amgo Zero, a consulta popular era para se saber se deveria ou não haver um plebiscito para se mudar a constituição. Até aí, não há nada de irregular. No entanto, mesmo supondo ser esse plebiscito para se ter um plebiscito algo irregular, a própria constituição de Honduras dá o caminho: “perderão imediatamente seus respectivos cargos e ficarão inabilitados por dez anos para o exercício de qualquer função pública.” Não diz nada sobre golpes de estado, proibição do presidente de pousar no aeroporto e essas coisas macabras. E quem assume, em caso de impedimento do presidente, deveria ser o vice-presidente…e não… Read more »

Henrique
Henrique
11 anos atrás

Olá, continuando com o debate bacana que só o blog permite. Rodrigo, respondendo a sua pergunta: “Já sobre a atitude das Forças Armadas hondurenhas, concorda que não é lógico formar uma fila de generais sendo demitidos um após o outro porque nao cumprem uma ordem ilegal?” Não e lógico. Mas aí o Judiciário e o legislativo tem que fazer a parte dele. Que é julgar o caso e aí sim ordenar alguma atitude. Esta é uma das funções dos outros poderes da democracia. Fiscalização mútua. Mas quando eu digo julgamento, eu quero dizer que tanto o que acusa, quanto o… Read more »

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

MUITO BOM ZERO UNO! EXCELENTE INTERVENÇÃO! ÓTIMA PESQUISA!

Vamos lá, para os que apoiariam o golpe bolivariano:

“Quem transgredir essa disposição ou propuser a sua reforma, assim como aqueles que o apoiarem direta ou indiretamente, PERDERÃO IMEDIATAMENTE seus respectivos cargos”

Precisa falar mais? Ou precisa desenhar? Acabou neh? Por favor, não me venham mais falar de legalidade ok? Não precisa ser advogado para saber ler…

Abraços.

Rodrigo Marques
Rodrigo Marques
11 anos atrás

Hornet, Escrevíamos ao mesmo tempo pelo visto. Olhe o Artigo 239 e veja se o Zelaya tinha que rodar ou não… ONU e OEA já provaram ser irrelevantes há tempos, infelizmente. O cerne do nosso “desentendimento” é esse, nas suas palavras: “”É como eu falei para vc antes, caso o presidente tenha cometido alguma falta grave, tão grave que merecesse tirá-lo do cargo, bastava entrar com um processo na justiça para tirá-lo do cargo”” Eu concordo com você nisso 100%, claro que a maneira civilizada é muito melhor, mas a constituição dos caras vai direto ao ponto: se propor mudar… Read more »

Tadeu
Tadeu
11 anos atrás

Existem uma serie de factoides criados pela grande imprensa que são tratados como fatos, meias verdades misturadas com meias mentiras, que se tornam mentiras inteiras.. Baseado no excelente texto de André Borges Lopes faço o resumo abaixo: -Factóide 1 Zelaya queria uma consulta popular que autorizasse uma reforma constitucional permitindo sua reeleição. ……. Ele nega e realmente, pensem senhores! Como seria possível uma reeleição, se as próximas eleições presidenciais são daqui a 5 meses? Se ele estava propondo uma consulta informal agora, para saber se na eleição presidencial de novembro, o povo hondurenho aprovaria ou não, a convocação de uma… Read more »

Wi
Wi
11 anos atrás

fica totalmete sem sentido, este argumento do Rodrigo Marques,

“se propor mudar a regra do mandato único, perde o cargo e fica inelegível por 10 anos,”

baseado nesta informação do texto da cedula que o Tadeu passou, o Zelaya não propõe nem de longe sua reeleição.

isto de reeleição, não passou de uma justificativa inventada para dar o golpe

Rodrigo Marques
Rodrigo Marques
11 anos atrás

Wi,

Isto não é um argumento, é o artigo 239 da constituição de Honduras…

“O cidadão que tenha desempenhado a titularidade do Poder Executivo não poderá ser presidente ou indicado. Quem transgredir essa disposição ou propuser a sua reforma, assim como aqueles que o apoiarem direta ou indiretamente, perderão imediatamente seus respectivos cargos e ficarão inabilitados por dez anos para o exercício de qualquer função pública.”

Gunter
Gunter
11 anos atrás

TADEU! Perfeito!

COMANDANTE MELK
COMANDANTE MELK
11 anos atrás

Senhores Zero Uno e Henrique, grato por sua atenção.

Hornet
Hornet
10 anos atrás

Rodrigo Marques e demais apoiadores do golpe de Honduras não tem o que contestar, o gope é ilegal. Não tem nada a ver com apoiar “golpe bolivariano” como disse o Felipe Cps ou mesmo desrespeitar a constituição de Honduras. Vcs podem esperniar, chorar, reclamar…mas estão errados. Tanto é que os EUA (e a OEA inteira) estão totalmente contra esse golpe de Honduras. “WASHINGTON – Os Estados Unidos descartaram, nesta segunda-feira, uma possível reunião com uma delegação do novo governo hondurenho em Washington. O encontro teria o objetivo de estabelecer diálogo com a Organização dos Estados Americanos (OEA). O porta-voz do… Read more »