Caças bizarros que quase vingaram – parte 1

    1267
    57

    Lavochkin La-200B, o “caça de orelhas de elefante”

    Esta nova série histórica do Blog do Poder Aéreo vai mostrar estranhos projetos e protótipos de caças que foram levados a sério, participaram de concorrências, vôos de teste etc. Mas que felizmente, tanto para os pilotos que os voariam, quanto para a manutenção do bom gosto e do bom senso, perderam para projetos melhores e mais promissores.

    O primeiro da série é o Lavochkin La-200B, um projeto soviético dos anos 50, década bastante pródiga em novas experiências em design de caças a jato (e que certamente trará outros exemplos para esta série). Respondendo a um requerimento da NKAP de novembro de 1951, que especificava um interceptador para qualquer tempo equipado com um novo e volumoso radar (Sokol) e capacidade de combustível suficiente para patrulhas de duas horas e meia de duração no Norte da União Soviética, os OKBs Lavochkin e Yakovlev apresentaram propostas bem diferentes.

    Hoje, quando se pensa em caças bimotores e bipostos, a imagem que vem à mente costuma ser de aeronaves com assentos em tandem (um à frente do outro) e motores instalados lado a lado. Mesmo em 1951 esta seria uma configuração usual. Mas a idéia da Lavochkin buscou justamente o caminho inverso: assentos lado a lado (até aí, tudo bem) e… motores a jato em tandem! Essa configuração, que já vinha do não muito mais belo antecessor La-200 apresentado para um requerimento de 1949, aliada à necessidade de acomodar um grande domo de radar, levou a uma curiosa disposição das entradas de ar: o turbojato Klimov VK-1 de vante (motor similar ao dos belos Mig-15bis) era servido por uma tomada no queixo. Já o ar para o motor de trás, provinha de duas tomadas nos dois lados do nariz, logo apelidadas de “orelhas de elefante“. O bocal de saída do motor dianteiro ficava na barriga, escondido nas fotos desta matéria por dois grandes e desajeitados tanques subalares, indispensáveis para garantir a autonomia desejada. Se o modelo La-200 já não primava pela beleza, ao persistir na configuração com o La-200B a Lavochkin criou um autêntico Frankenstein…

    Apesar de tudo, e graças ao bom perfil das asasa enflexadas, o caça até que voou bem, participando de um programa de testes bastante extenso com seu competidor, e atingiu a respeitável velocidade máxima de 1030 km/h e o tempo de menos de 3 minutos para atingir 5.000 metros de altitude. Mas o modelo da Yakovlev, o Yak-120 (também conhecido como Yak-25, o que costuma gerar confusão com outro caça do bureau, mais antigo), ganhou a dura disputa com uma configuração mais simples, de assentos em tandem e motores nas asas, como se pode ver na última foto desta matéria. A mesma configuração do Yak-25 foi adotada em uma prolífica família que terminou no Yak-28P, produzido até 1967. Bem antes disso a Lavochkin, que se notabilizara na II Guerra Mundial com os excelentes caças a pistão La-5, se despediria do design de caças com o razoavelmente elegante, mas de desempenho sofrível e igualmente mal-sucedido La-250, de asas em delta.

    Na foto acima, o Yakovlev Yak-120 / Yak-25, que ganhou a concorrência.

    Para ver o próximo artigo desta série, clique aqui.

    Subscribe
    Notify of
    guest
    57 Comentários
    oldest
    newest most voted
    Inline Feedbacks
    View all comments
    Sergio
    Sergio
    11 anos atrás

    Parece que os russos estão voltando com este projeto, chama-se agora PAK-FA T-50.

    Wolfpack
    Wolfpack
    11 anos atrás

    Porque isso agora? O Wellington vai desejar o mostrinho no FX2… Puxa vida e têm gente que gosta destas coisas… O desenho de qquer máquina têm que ser funcional, limpo e elegante, que coisinha feia… Nem com photoshop dá jeito.

    Tomcat
    Tomcat
    11 anos atrás

    Meu Deus… Os russos realmente eram pródigos em fazer aviões feios… MiG 15, 17, 21… Voavam tão bem quanto eram horrorosos…
    Sõ foram melhorar nos MiG’s 23 e 25 para finalmente aprender a fazer aviões bonitos com os MiG’s 29/35 e nos Su’s 27/30/35

    Junior
    Junior
    11 anos atrás

    Esse é feio mesmo, hein?…. Mas será que só eu acho o mig 21 um belo caça???

    Hornet
    Hornet
    11 anos atrás

    Parece que levou um soco no nariz e ficou inchado…que coisinha horrenda!!! Não é o mais bizarro que eu já vi, mas vai pra lista dos Top 10. Ao menos dos Top 15…rs.rs.rs

    abraços a todos

    Tiago Jeronimo
    Tiago Jeronimo
    11 anos atrás

    Eu até simpatizei com o coitado hehehe

    Storm
    11 anos atrás

    Hahaha, acho que eles pensaram assim se o Dumbo voa porque o nosso “Orelha de elefante” não pode voar…

    Acredito que nesse bichinho aí nem o DR. Hollywood dava jeito…

    Feiuras a parte eu acho o MIG-15 um belo caça.

    welington
    welington
    11 anos atrás

    Que coisa horrível, meu Deus!
    Eu tenho que concordar que coisa horrível, eu acho o MIG 21 bonitinho, o F-86 sabre era igual ao MIG15, que eu particurlamente acho bonitos,e o MIG 17 também se assemelha aos dois, gosto é igual C* cada um tem o seu.
    Eu acho o X-32 horrível, ainda bem que não venceu a concorrência do F-35, ainda bem rsrssr, mas com certeza tem alguém que acha o mesmo bonitinho.

    Fábio Max
    11 anos atrás

    Que tareco!

    Flávio
    Flávio
    11 anos atrás

    Bem, fora a feiúra, acredito que esses motores em tandem deveriam ser um pesadelo para a turma da manutenção.
    Outro que eu acho que vai entrar na lista dos feiosos é o F-117 nigthawk.
    No outro lado da lista, entre as belezas, eu colocaria, entre outros, o F-15 eagle e o MIG-31 foxhound.
    Sds.

    Henrique Sousa
    Henrique Sousa
    11 anos atrás

    Até os projetistas “entenderem” a dinâmica dos fluidos, muitos monstros são gerados. Foi assim com os primeiros aviões a hélice, jato e stealth. Mas o harmonioso sempre vence, pq a natureza e assim (salvo raras excessões).

    Almirante
    Almirante
    11 anos atrás

    só comentando não sei se voces sabem mas existe um ditado que diz que se é feio é In gles , se é exquisito é frances e se é feio e esquisito é russo rsrsrsrsrs. não mais até que ele não é tão feio

    Fábio Max
    11 anos atrás

    O ME-262 (corrijam o número se eu estiver errado) era um avião bonito, mesmo sendo o primeiro jato da hostória. Da mesma forma, os Gloster Meteor, primeiros jatos ingleses.

    joaquim
    joaquim
    11 anos atrás

    Nossa!!! a gente não sabe se o nariz esta no caça ou o caça é que esta no nariz….kkkkkkkk

    Fábio Max
    11 anos atrás

    OFF TOPIC:

    Os desabrigados de SC precisam em regime de urgência de produtos de higiene pessoal, especialmente feminina e infantil:

    – absorventes íntimos;
    – fraldas descartáveis.

    Sei que muitos de vocês,que frequentam este blog já fizeram doações, mas, se alguém puder ajudar, nem que seja com um único pacote, acredite, será uma ENORME contribuição!

    TheSpiritofStLouis
    TheSpiritofStLouis
    11 anos atrás

    PAK-FA T-50 é um projeto belissimo na minha opinião… muito semelhante ao F-22…

    Mig-21 um belo avião também…

    agora esse coitado hummmmmmm… terrível.

    Almeida
    Almeida
    11 anos atrás

    Parecem uns torpedos com asas, que coisas feias! Ja o citado Me-262, que coisa linda! Parecia um tubarao voador!

    madvad
    madvad
    11 anos atrás

    “Os russos realmente eram pródigos em fazer aviões feios… MiG 15, 17, 21… Voavam tão bem quanto eram horrorosos…”

    Tomcat..vc pode até não simpatizar com o design deles….mas eles em vôo, eram (e são) formidáveis.

    Wolfpack
    Wolfpack
    11 anos atrás

    As turbinas do Yak-25 da foto não lembra as do Messerschmitt Me-262?
    O chefe de projetos do Lavochkin pede aos engenheiros:
    – Precisamos de mais alimentação de ar para a turbina;
    Resposta:
    – Mete três entradas ai depois ao redor deste bico e depois a gente vê no que vai dar…

    Nunão
    Nunão
    11 anos atrás

    Complementando o post: os motores a jato em Tandem também foram utilizados em outros protótipos da época, Mig e Sukhoi, para a mesma concorrência que foi ganha pelo antecessor do La-200B, o La-200. Era aquele interessante esquema soviético de uma solução aerodinâmica / design ser pesquisada por uma agência central e depois repassada aos diversos bureaus, que a utilizavam em seus projetos. Por essas e outras, esse antecessor La-200 chegou muito perto de ser produzido. Era bem parecido com o La-200B, com a diferença do radar ter diâmetro menor, permitindo que a a tomada de ar fosse única, no nariz,… Read more »

    Robson Br
    Robson Br
    11 anos atrás

    Wolfpack,
    Tanto os EEAA como a antiga URSS devem muito ao trabalho desenvolvido pelos alemães durante a 2ª guerra.

    Luciano Baqueiro
    Luciano Baqueiro
    11 anos atrás
    Vassily Zaitsev
    Vassily Zaitsev
    11 anos atrás

    O YAK-25 lembra o ME-262, esse sim, o melhor caça do mundo em 1945.

    Vassily Zaitsev
    Vassily Zaitsev
    11 anos atrás

    Imaginem a dor de cabeça para pousar esse negócio após 2 horas de vôo, uns 20 desses minutos com a adrenalina à 1000, pois estava fazendo PAC, avistara o inimigo e entrara em combate. Chegando à base, alinha com a cabeceira da pista e desce para o toque. Nesse exato momento, aquele enorme narigão entra na frente, ocupando todo o campo de visão do piloto. Para um piloto mais inexperiente, seria algo como “tiro de misericórdia”.

    Tomcat
    Tomcat
    11 anos atrás

    Madvad, foi o que eu havia dito mesmo: voavam muito bem e, na minha opinião, eram feios demais! 😉

    Um abraço!

    trackback
    11 anos atrás

    […] Para ver o artigo anterior desta série, clique aqui. […]

    Tencel Sakarov
    Tencel Sakarov
    11 anos atrás

    Poderiam deixar aquelas aeronaves voarem no cumprimento de de seu dever

    Sergio
    Sergio
    11 anos atrás

    Parece que os russos estão voltando com este projeto, chama-se agora PAK-FA T-50.

    Wolfpack
    Wolfpack
    11 anos atrás

    Porque isso agora? O Wellington vai desejar o mostrinho no FX2… Puxa vida e têm gente que gosta destas coisas… O desenho de qquer máquina têm que ser funcional, limpo e elegante, que coisinha feia… Nem com photoshop dá jeito.

    Vassily Zaitsev
    Vassily Zaitsev
    11 anos atrás

    O YAK-25 lembra o ME-262, esse sim, o melhor caça do mundo em 1945.

    Vassily Zaitsev
    Vassily Zaitsev
    11 anos atrás

    Imaginem a dor de cabeça para pousar esse negócio após 2 horas de vôo, uns 20 desses minutos com a adrenalina à 1000, pois estava fazendo PAC, avistara o inimigo e entrara em combate. Chegando à base, alinha com a cabeceira da pista e desce para o toque. Nesse exato momento, aquele enorme narigão entra na frente, ocupando todo o campo de visão do piloto. Para um piloto mais inexperiente, seria algo como “tiro de misericórdia”.

    Tomcat
    Tomcat
    11 anos atrás

    Meu Deus… Os russos realmente eram pródigos em fazer aviões feios… MiG 15, 17, 21… Voavam tão bem quanto eram horrorosos…
    Sõ foram melhorar nos MiG’s 23 e 25 para finalmente aprender a fazer aviões bonitos com os MiG’s 29/35 e nos Su’s 27/30/35

    Junior
    Junior
    11 anos atrás

    Esse é feio mesmo, hein?…. Mas será que só eu acho o mig 21 um belo caça???

    Hornet
    Hornet
    11 anos atrás

    Parece que levou um soco no nariz e ficou inchado…que coisinha horrenda!!! Não é o mais bizarro que eu já vi, mas vai pra lista dos Top 10. Ao menos dos Top 15…rs.rs.rs

    abraços a todos

    Tiago Jeronimo
    Tiago Jeronimo
    11 anos atrás

    Eu até simpatizei com o coitado hehehe

    Storm
    11 anos atrás

    Hahaha, acho que eles pensaram assim se o Dumbo voa porque o nosso “Orelha de elefante” não pode voar…

    Acredito que nesse bichinho aí nem o DR. Hollywood dava jeito…

    Feiuras a parte eu acho o MIG-15 um belo caça.

    welington
    welington
    11 anos atrás

    Que coisa horrível, meu Deus!
    Eu tenho que concordar que coisa horrível, eu acho o MIG 21 bonitinho, o F-86 sabre era igual ao MIG15, que eu particurlamente acho bonitos,e o MIG 17 também se assemelha aos dois, gosto é igual C* cada um tem o seu.
    Eu acho o X-32 horrível, ainda bem que não venceu a concorrência do F-35, ainda bem rsrssr, mas com certeza tem alguém que acha o mesmo bonitinho.

    Fábio Max
    11 anos atrás

    Que tareco!

    Flávio
    Flávio
    11 anos atrás

    Bem, fora a feiúra, acredito que esses motores em tandem deveriam ser um pesadelo para a turma da manutenção.
    Outro que eu acho que vai entrar na lista dos feiosos é o F-117 nigthawk.
    No outro lado da lista, entre as belezas, eu colocaria, entre outros, o F-15 eagle e o MIG-31 foxhound.
    Sds.

    Henrique Sousa
    Henrique Sousa
    11 anos atrás

    Até os projetistas “entenderem” a dinâmica dos fluidos, muitos monstros são gerados. Foi assim com os primeiros aviões a hélice, jato e stealth. Mas o harmonioso sempre vence, pq a natureza e assim (salvo raras excessões).

    Almirante
    Almirante
    11 anos atrás

    só comentando não sei se voces sabem mas existe um ditado que diz que se é feio é In gles , se é exquisito é frances e se é feio e esquisito é russo rsrsrsrsrs. não mais até que ele não é tão feio

    Fábio Max
    11 anos atrás

    O ME-262 (corrijam o número se eu estiver errado) era um avião bonito, mesmo sendo o primeiro jato da hostória. Da mesma forma, os Gloster Meteor, primeiros jatos ingleses.

    joaquim
    joaquim
    11 anos atrás

    Nossa!!! a gente não sabe se o nariz esta no caça ou o caça é que esta no nariz….kkkkkkkk

    Fábio Max
    11 anos atrás

    OFF TOPIC:

    Os desabrigados de SC precisam em regime de urgência de produtos de higiene pessoal, especialmente feminina e infantil:

    – absorventes íntimos;
    – fraldas descartáveis.

    Sei que muitos de vocês,que frequentam este blog já fizeram doações, mas, se alguém puder ajudar, nem que seja com um único pacote, acredite, será uma ENORME contribuição!

    TheSpiritofStLouis
    TheSpiritofStLouis
    11 anos atrás

    PAK-FA T-50 é um projeto belissimo na minha opinião… muito semelhante ao F-22…

    Mig-21 um belo avião também…

    agora esse coitado hummmmmmm… terrível.

    Almeida
    Almeida
    11 anos atrás

    Parecem uns torpedos com asas, que coisas feias! Ja o citado Me-262, que coisa linda! Parecia um tubarao voador!

    madvad
    madvad
    11 anos atrás

    “Os russos realmente eram pródigos em fazer aviões feios… MiG 15, 17, 21… Voavam tão bem quanto eram horrorosos…”

    Tomcat..vc pode até não simpatizar com o design deles….mas eles em vôo, eram (e são) formidáveis.

    Wolfpack
    Wolfpack
    11 anos atrás

    As turbinas do Yak-25 da foto não lembra as do Messerschmitt Me-262?
    O chefe de projetos do Lavochkin pede aos engenheiros:
    – Precisamos de mais alimentação de ar para a turbina;
    Resposta:
    – Mete três entradas ai depois ao redor deste bico e depois a gente vê no que vai dar…

    Nunão
    Nunão
    11 anos atrás

    Complementando o post: os motores a jato em Tandem também foram utilizados em outros protótipos da época, Mig e Sukhoi, para a mesma concorrência que foi ganha pelo antecessor do La-200B, o La-200. Era aquele interessante esquema soviético de uma solução aerodinâmica / design ser pesquisada por uma agência central e depois repassada aos diversos bureaus, que a utilizavam em seus projetos. Por essas e outras, esse antecessor La-200 chegou muito perto de ser produzido. Era bem parecido com o La-200B, com a diferença do radar ter diâmetro menor, permitindo que a a tomada de ar fosse única, no nariz,… Read more »

    Robson Br
    Robson Br
    11 anos atrás

    Wolfpack,
    Tanto os EEAA como a antiga URSS devem muito ao trabalho desenvolvido pelos alemães durante a 2ª guerra.