segunda-feira, dezembro 5, 2022

Gripen para o Brasil

Pilotos ucranianos selecionados para treinar em caças ocidentais. F-15 e F-16 são as opções prováveis

Destaques

Guilherme Poggio
Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Uma dúzia de pilotos ucranianos já foram selecionados pela Força Aérea da Ucrânia para realizar treinamento em caças ocidentais.

Isso faz parte de acordo com o porta-voz da Força Aérea, Yuriy Ihnat.

Estes são jovens pilotos com conhecimento da língua inglesa e poderosa experiência de combate, diz o relatório.

Ihnat observou que a questão de fornecer à Ucrânia caças do tipo ocidental, possivelmente F-15 e F-16, continua urgente. Os pilotos ucranianos estão prontos para partir para o treino amanhã. Cabe aos parceiros ocidentais, que devem finalmente decidir sobre o tipo de aeronave que pode ser fornecida ao país em apuros.

“Infelizmente, a aviação de hoje – MiGs e Sukhois de origem soviética – não atende às ameaças militares representadas pela potência ocupante, que está bombardeando a Ucrânia com poderosos mísseis de cruzeiro. A liderança político-militar e a diplomacia estão trabalhando em todas as direções para acelerar o ritmo dessas entregas”, disse o porta-voz.

Como o Ukrinform relatou anteriormente, citando o porta-voz das Forças Armadas, mais de 300 drones de ataque de mão única Shahed-136 foram abatidos desde 13 de setembro.

FONTE: Ukrinform

- Advertisement -

46 Comments

Subscribe
Notify of
guest

46 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
737-800RJ

@Rinaldo Nery: quanto tempo até um piloto de caça soviético da era analógica se adaptar a um equipamento ocidental mais moderno? E quanto tempo a mais de voo, aproximadamente, pra se sentir “parte da aeronave”, com alta consciência situacional e em perfeita sintonia com o cockpit?

RenanZ

Olha, em uma aeronave civil de alta performance (entenda maior complexidade e mais sistemas) precisa de uma média de 2 semanas de treinamento intensivo para se estar em um nível operacional (suficientemente seguro, porém básico)

Creio que uma aeronave de combate talvez precise de mais tempo, considerando os inúmeros demais cenários. Agora, a urgência ucraniana talvez acelere algumas etapas

Rinaldo Nery

Desculpe, mas eu levei mais tempo no E195 e no A320. 2 semanas é o teórico. Mais 10 sessões de simulador, e, pelo menos, 50 horas em rota (o que é pouco). Pro caçador, teórico e simulador é quase a mesma coisa. Depois, vai ter q solar diurno e noturno, formatura básica e de combate, formatura básica noturna, emprego ar-solo, navegação a baixa altura, navegação em rota, tiro aéreo, combate aéreo (WVR e BVR), interceptação. Não daria, pelo menos, um ano? Meteorologia favorável pra não cancelar missão.

RenanZ

Eu também,
levei pro 737 algo entre 2 -3 meses entre teórico e pratico. Mas isso se deve às particularidades de operação 121, ter que cumprir todo o programa de treinamento (ou equivalente). Para 91 ou 135, mesmo em aeronaves “grandes” para a Aviação Geral, o programa de duas ou mais semanas é comum (CAE, Flight Safety, Flightsim, etc)

Rinaldo Nery

Pode ser. Mas pra aviação de combate é o que postei acima.

Rinaldo Nery

Dá até pra espremer pruns 6/7 meses.

737-800RJ

Rinaldo Nery e RenanZ, obrigado pelas respostas!

Oráculo

Diante de sua explicação, se os pilotos ucranianos começaram a treinar agora nos F-16, deverão estar aptos e operacionais no próximo verão europeu. Exatamente daqui a 6 ou 7 meses.

Ou seja, a OTAN já trabalha com a possibilidade dessa guerra não ter um fim tão cedo.

Péssima notícia.

nelio Conte

segundo o texto eles já são pilotos de combate experientes (“poderosa experiencia em combate”), obviamente em outros aviões. Isto não facilita o treinamento e reduz, e muito, o tempo estimado para se “formarem” em aviões ocidentais?

Rinaldo Nery

Reduz, obviamente. Mas não diria ¨muito¨. Temos caçadores experientes fazendo o curso do F-39 lá na Suécia, e o curso não é tão reduzido. Dá os 6/7 meses que postei, pelo menos.

Nonato

Numa guerra, não da tempo esperar.
Se o cara ja é piloto experiente, é aprender o teórico básico, fazer prática e partir para o abraço.
Na guerra não há tempo para “frescuras”.

Rinaldo Nery

E que “frescuras” seriam essas?

Paulo Brics

No caso desta dúzia de pilotos ucranianos com, segundo o porta-voz da Ucrânia, “poderosa experiência de combate” (LoL), incomparavelmente mais tempo do que passarão sentados nos cockpits até serem abatidos, alguns provavelmente na primeira missão.

Lembrando daquele SU-27 pilotado pelo experiente veterano ucraniano que foi abatido no centro de Kiev por um S-400 baseado em Belarus.
Será uma excelente propaganda para os sistemas AA russos abaterem F-15 e F-16.
No aguardo para este tira teima…

RPiletti

Boa comparação.
Su-27 cego e com dentadura contra F-16 que “funciona”. Sendo que provavelmente o F-16 será orientado pelos AWACS americanos…

Alecs

Além de poder estar armado com mísseis Harm, AMRAAM, Sidewinder 9X e Harpon para ataques antinavio. O pintor de rodapé e enxadrista 9d vai rasgar o fifó com as unhas de raiva! kkkkkkkkkkkkkkkk

Jagdverband#44

No mínimo block 52 pra cima.

Victor Filipe

Mas, com S-400 Dando cobertura, com “superioridade aérea” e com a força aérea ucraniana “destruída”

Porque os Russos continuam voando baixo, sendo alvos para manpads e caindo?

Felipe
Newton

Pilotar e ainda estar familiarizado com o emprego dos novos armamentos

SteelWing

falou o cara que só pilotou aeronaves militares no Ace combat… menosprezando os conhecimentos técnicos que alguém que dedica à vida a isto…

Last edited 1 mês atrás by SteelWing
SteelWing

não sei como este comentário do 737 puramente ofendendo o oficial passou,alguns meus comentários, por muito menos e coisas que até hoje nem entendi não foram autorizados.

Last edited 1 mês atrás by SteelWing
737-800RJ

Desculpe, mas acho que você confundiu os comentários. Eu só fiz uma pergunta direcionada ao Rinaldo Nery e de maneira respeitosa.

Rinaldo Nery

Acho que ninguém ofendeu ninguém.

Nei

Verdade. Isso é cabeça dele, sempre está nas alturas, não analisando claramente as coisas.

Fabio Araujo

Os Mig-29 e SU-27 são caças de 4 geração então devem ser tão modernos quanto as versões contemporâneas ocidentais, é claro que se pegar uma versão mais recente aí diferença tecnológica vai ser maior!

Victor Filipe

Não, eles não são, principalmente os Ucranianos.

Existe muita diferença principalmente em avionica.

Se você pega um F-15/F-16 mais moderno com Radar Aesa, data link 16, ECM moderno e etc é um universo de diferença se comparado com MiG-29 e Su-27 Ucranianos que tem radares PESA (no máximo) e sistemas bem mais ultrapassados.

naval762

Olha a oportunidade pro GRIPEN aí numa eventual reconstrução da Força Aérea da Ucrânia.

Underground

Ao término da guerra a Ucrânia será a própria OTAN.
Parabéns aí enxadrista 9D. Usa toys também?

Slow

Se a Ucrânia for Ucrânia até lá né ..

George

Se existir um Putin até lá né.

250 dias da guerra de três dias e contando.

Guilherme

Mais facil a Russia passar a se tornar uma provincia Ucraniana, a “Novoucraniya”

glasquis7

Ao término da guerra a Ucrânia será a própria OTAN.”

Isso se ainda tiver vida no planeta.

Victor Filipe

Depois que eles terminarem o treinamento, eu particularmente acredito que eles vão ajudar a treinar mais pilotos ucranianos para que os números subam exponencialmente

Alecs

Concordo! Vão ser instrutores melhores pois conhecem as qualidades e limitações atuais. No futuro não vai fazer diferença, mas em primeiro momento farão diferença. Acredito que também possa haver um rodízio de pilotos ucranianos nos Estados Unidos. Enquanto esses 12 vão para guerra outros iniciam o treinamento. Manter alguns para facilitar a vida nas instruções é, no meu entendimento de leigo, uma boa.

A6Mzero

Ter F16 ou F15 em operação seria uma tremenda mudança de paradigma para as forças ucranianas, possivelmente teria um resultado gigantesco, mais disruptivo e que traria mais mudanças ao front que os HIMARS.
Se isso se confirmar o cenário que já não se mostra tão positivo aos invasores pode ser tornar ainda pior…

Fabio Araujo

F-16 pode até ser, mas F-15 é pedir demais! Deviam pensar em versão usadas de Rafale, Eurofighter, Kfir e Gripen além é claro do F-16!

Leandro Costa

A linha logística tem que ser a mais eficiente possível. Aeronaves vindas de uma única fonte com o máximo de comunalidade e disponibilidade de peças. Para o que a Ucrânia precisa o Gripen seria perfeito, mas tem F-16 em qualquer canto do Mundo e uma infinidade de peças. Então acho que vai dar mais F-16, a menos que queiram um número limitado de F-15C/D’s.

Plinio Jr

Creio que vão de F-16s, mais simples, manutenção barata e produzido em grandes quantidades e alguns Block 40 disponiveis com a chegada dos F-35s em esquadrões da USAF são mais novos em comparação às células de F-15s.

Os ucranianos estão pensando no futuro , não creio que seja para agora, a não ser que o conflito se prolongue por muito tempo, anos e por aí vai ….no momento SAM´s seria uma boa opção em ameaçar a superioridade aérea russa e o tem feito dentro das suas possibilidades .

Anthony

F16? “Aspirador de pista”? Com as bases Ucrânianas sendo atacadas e em mal estado?

Creio q A29 ou A10 seriam melhor opção…

Nilson

Concordo, F-16 não parece ser a melhor opção para operar em pistas sujas e improvisadas, que são necessárias no front ucraniano para evitar que os recursos sejam alvo da inteligência e mísseis russos.

Agressor's

Pilotos ucranianos? Então esse povo deve estar brotando da terra igual como os orcs, viu. Porque eu não sei de onde aparece tanto “ucraniano” assim… ;D

LEONARDO BASTOS

Esses caças, se fornecidos à Ucrânia seriam uma verfadeira Declaração de Guerra da OTAN! E, caso atinjam os territórios incorporados pela Rússia, só aumentam o potencial de uma escalada nuclear…

Gilson Elano

Então, pra se evitar essa dita guerra nuclear, basta toda comunidade internacional exigir que os assaltantes russos, voltem para as suas fronteiras.

Hanibal

Pintem a bandeira e prefixos da força aérea ucraniana em duas dúzias de F16, coloquem pilotos da OTAN com uniformes ucra nianos neles, lhes ensinem algumas palavras na lingua nativa e pronto! Muito mais rápido! 😌
… façam o mesmo que os Ru ssos fizeram ao longo da História.

Inimigo do Estado

E vão voar em quê na Ucrânia? Em F-16 imaginários?

Last edited 1 mês atrás by Inimigo do Estado
Jose Carvalho

O mais recomendado seria uma migração gradual dos avionicos e armas dos MiG-29, algo que a Polônia já tem experiência em fazer. se não me engano a Elbit já modernizou migs 29 e 21 para algumas nações e inclusive já havia o projeto para se modernizar os MiG-29 ucranianos em Israel, um dos impasses era justamente o sistema de armas e a integração com o arsenal russo (que não vai ser mais um problema por razões de… voces sabem)… (alguém sabe como anda isso?)

Últimas Notícias

UAC entregou ao Ministério da Defesa russo um lote de novos caças Su-35S

A Komsomolsk-on-Amur Aviation Plant (KnAAZ) em homenagem à Gagarin United Aircraft Corporation (UAC, parte da Rostec) entregou ao Ministério...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -