terça-feira, outubro 26, 2021

Gripen para o Brasil

FAB abre 130 vagas para o Curso Preparatório de Cadetes do Ar

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

São 110 vagas para candidatos do sexo masculino e 20 para feminino. As inscrições terão início no dia 07 e seguem até o dia 23 de abril de 2021

A Força Aérea Brasileira divulgou as Instruções Específicas para o Exame de Admissão ao Curso Preparatório de Cadetes do Ar para o ano de 2022, realizado na Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR), em Barbacena (MG).

Para este certame são disponibilizadas 130 vagas, sendo 110 para o sexo masculino e 20 para o sexo feminino. As inscrições terão início às 10 horas do dia 07 de abril e terminarão às 9 horas do dia 23 de abril de 2021, no horário de Brasília, no site www.fab.mil.br/ingresso. A taxa de inscrição é de R$ 60,00.

Para participar do Exame de Admissão o candidato deve ser voluntário, de ambos os sexos e cumprir todas as exigências previstas nas Instruções Específicas. Para ser habilitado à matrícula no curso não poderá possuir menos de 14 nem completar 19 anos de idade até o dia 31 de dezembro de 2022 e ter concluído o Ensino Fundamental do Sistema Nacional de Ensino na data da Concentração Final, ou seja, no dia 15 de janeiro de 2022, quando os aprovados se apresentarão na EPCAR para o início do curso, que tem duração de três anos.

O processo seletivo é composto de provas escritas de língua portuguesa, matemática, língua inglesa e redação, além de inspeção de saúde, exame de aptidão psicológica, teste de avaliação do condicionamento físico, procedimento de heteroidentificação complementar (para candidatos negros que optarem pelo sistema de reserva de vagas) e validação documental. As provas escritas ocorrerão no dia 04 de julho de 2021.

FONTE: Força Aérea Brasileira

- Advertisement -

10 Comments

Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Jefferson

Esses concursos militares é uma confusão absurda, acho tudo muito obscuro. O BR devia ter uma legislação mais clara acerca das carreiras, uma regulamentação federal aplicado as carreiras, isso transmitiria mais credibilidade. Eu por ser da área pública já vi muita gente deixar de fazer concurso militar por desconfiar das organizações, não por menos, já vi coisas absurdas acontecer. Enfim, acho tudo muito confuso, basta ver a questão de idade limite para ingresso nas carreiras, tem Estado que estabelece 23 anos, outros 24, outros 26, outros 28, outros 30, outros 32, outros 35 e outros não tem limite de idade.… Read more »

Rinaldo Nery

Qual a confusão nos concursos militares? Esses expostos acima? Seja mais específico. Esse da EPCAR: qual a confusão? ¨desconfiar das organizações¨? Quais?

Rinaldo Nery

Não estou criticando. Só quero entender melhor a tua postagem.

JORGE PETROLA FERREIRA

Amigo na boa tem nada de obscuro. Tem prova de português e matemática e um classificação. Funciona a mais de 60 anos.

As escolas militares recebem qualquer um que passar no exame classificatório.

Alexandre

O processo de seleção mais injusto que eu já vi, muita restrição. Lamentável, a FAB só sai perdendo com isso.

Leandro Costa

Por que acha isso?

JORGE PETROLA FERREIRA

Pois é cheio de restrição médica e de aptidão, tudo descrito no edital.

Luiz

Uma dúvida:

Esse número de vagas (110 + 20) sofreu alguma alteração em relação aos anos anteriores, e mesmo historicamente?

E quantas vagas são para o primeiro ano da AFA?

Rinaldo Nery

Sim, sempre sofreu. Na minha turma, em 1980, éramos 250. Mas, a média de aviadores formados na AFA são 120.

JORGE PETROLA FERREIRA

Já na minha turma éramos 220 na EPCAR, 180 na AFA e 98 formandos. A peneira é grande.

Últimas Notícias

Saab apresenta resultado de janeiro a setembro de 2021

Em relatório trimestral, Saab apresenta resultados de janeiro a setembro de 2021. No período, a empresa registrou uma carteira...
- Advertisement -
- Advertisement -