Home Aviação de Ataque O Dassault Super Mirage 4000

O Dassault Super Mirage 4000

8199
71
Dassault Super Mirage 4000 com camuflagem de deserto e configurado para missão de interceptação com 6 mísseis Matra Magic

Por Alexandre Galante

O Super Mirage 4000 nasceu como um empreendimento privado da Dassault, basicamente um Mirage 2000 bimotor ampliado com canards.

Seria um interceptador e um caça-bombardeiro da classe de 20 toneladas, muito capaz e com grande potencial no mercado internacional, mas que acabou não entrando em produção por causa do preço elevado.

Seu projeto recebeu influência do avião de ataque Mirage F2 cancelado. O projeto do Super Mirage 4000 recebeu fundos da Arábia Saudita, mas perdeu a concorrência para o F-15 Eagle e o Tornado.

O protótipo voou no dia 9 de março de 1979 e bateu a barreira do som atingindo Mach 1.2. Equipado com dois motores Snecma M.53, o Super Mirage 4000 atingiu Mach 2.2 facilmente no seu sexto voo, em abril de 1979.

Para ser mais leve, o avião foi construído com uso extensivo de fibra de carbono e boro. O controle de voo era fly-by-wire, como no Mirage 2000.

Comparável ao F-15 e ao Su-27

O Super Mirage 4000 era comparável em tamanhoe performance ao F-15 Eagle dos Estados Unidos e foi projetado para ser um interceptador de longo alcance e um caça-bombardeiro capaz.

Em autonomia e razão de subida do Super Mirage 4000 também era comparável ao Sukhoi Su-27 Flanker.

A capacidade de armas chegava a 8.000 kg e na função de interceptador podia levar até 14 mísseis ar-ar.

A Dassault esperava que o Armée de l´air comprasse o Super Mirage 4000 para substituir os bombardeiros Mirage IV, mas a encomenda não se materializou.

O único protótipo acabou sendo usado como demonstrador de tecnologia para o sistema de controle de voo do Rafale.

Super Mirage 4000 decolando para o primeiro voo
Super Mirage 4000 e Mirage 2000
Super Mirage 4000 decolando para demonstração
Super Mirage 4000 em aproximação para o pouso com os freios aerodinâmicos abertos
Super Mirage 4000 recolhendo o trens de pouso logo após a decolagem
Super Mirage 4000 e Mirage 2000
Outro ângulo do Super Mirage 4000 configurado para missões ar-ar
Super Mirage 4000 e o protótipo do Rafale
Super Mirage 4000 com dois tanques alijáveis sob as asas
Super Mirage 4000 configurado como caça-bombardeiro
Super Mirage 4000 e o protótipo do Rafale armados como mísseis ar-ar
Super Mirage 4000 decola para demonstração com seus mísseis ar-ar
Super Mirage 4000 decola para demonstração com armas ar-ar, ar-solo, casulos e tanques suplementares

Super Mirage 4000 no museu de Le Bourget

Subscribe
Notify of
guest
71 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Eduardo Ramos
Eduardo Ramos
5 meses atrás

O governo francês sempre o primeiro a jogar a pá de terra nos projetos da Dassault

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Eduardo Ramos
5 meses atrás

Lembra o nosso governo, a Embraer ao longo dos anos deixou de lado bons projetos.

Last edited 5 meses atrás by Fabio Araujo
Karl Bonfim
Karl Bonfim
Reply to  Fabio Araujo
5 meses atrás

Verdade, no “desgoverno” FHC, no FX1 o mirage 2000-5 BR que seria feito em parceria com EMBRAER era um dos candidatos mais fortes para vencer a concorrência, mas sempre tem um governo para atrapalhar!
 

Last edited 5 meses atrás by Karl Bonfim
Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Karl Bonfim
5 meses atrás

Caro Karl. A FAB tinha preferência pelo F39C/D oferecidos. A Embraer cometeu um grande erro ao se associar à Dassault no FX porque ela seria de qualquer modo escolhida para participar da licitação. De qualquer modo, não se muda o passado, apenas o futuro. Bola pra frente.

pampapoker
pampapoker
Reply to  Camaergoer
5 meses atrás

Não se esqueça de um detalhe, na época Dassault tinha ações da Embraer.

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  pampapoker
5 meses atrás

Olá Pampa. Sim, você tem razão. Talvez (do verbo puroachismo) a FAB teria fechado a compra dos F39C/D que seriam montados e finalizados aqui). Às vezes tenho a impressão que a Embraer forçou a barra para a FAB adquirir os M2000-9 desnecessáriamente.

Maurício Veiga
Reply to  pampapoker
5 meses atrás

Compra de ações oportunista com o intuito de influenciar politicamente a concorrência do FX-1, não deu certo…

EduardoSP
EduardoSP
Reply to  Karl Bonfim
5 meses atrás

Na verdade a Dassault, junto com a Embraer, quis dar um golpe na FAB. Comprou ações da Embraer e passou a divulgar o Mirage 2000BR como a “solução nacional”. Fez um lobby danado, teve até frente parlamentar em defesa dessa “solução nacional”. E, na verdade, a Embraer seria parceira de qualquer fabricante escolhido pela FAB. Quando o F-X foi engavetado a Dassault rapidinho vendeu sua participação acionária na Embraer, e pouco depois encerrou a produção do Mirage 2000 na França. Ficou claro que se a FAB embarcasse no Mirage 2000, a linha de produção da aeronave, já em final de… Read more »

Marcos10
Marcos10
Reply to  EduardoSP
5 meses atrás

A Embraer, recém privatizada, tinha em seu portfólio uma última entrega do AMX e o ERJ145, com cadência de produção de uma unidade por mês e dinheiro em caixa até o final do mês. Só! A Embraer era algo que ninguém queria. Em entrevista ao Roda Viva, o então presidente da Embraer, Maurício Botelho, ao ser questionado pela escolha da Dassault, respondeu o seguinte: era muito mais vantajoso a Embraer impor a sua contra parte condições no início do processo do que aguardar a FAB decidir alguma coisa e ela simplesmente ter de acatar as condições oferecidas. Segundo o alto… Read more »

Lucianno
Lucianno
Reply to  Marcos10
5 meses atrás

Foi uma grande oportunidade desperdiçada pelo Brasil. Apesar do Mirage 2000 não ser mais um caça “de ponta” na ocasião do FX1, a linha de produção sabidamente seria encerrada na França e transferida para EMBRAER com transferência de tecnologia.

Cla
Cla
Reply to  Marcos10
5 meses atrás

Olá Marcos. O FX focava a aquisição de um esquadrão de caças para o GDA. Claro que ele determinaria as compras sucessivas da FAB até a padronização da frota. O M2000-9 era um excelente caça, contudo a Dassault escolheu (corretamente) priorizar o Rafale. Fico pensando se a Ìndia ou o Egito teriam adquirido o Rafale se eles pudessem adquirir o M2000. O que a FAB pedia desde o FX era acesso ao código fonte. De qualquer modo, olhando retrospectivamente, a escolha do F39E/F foi a melhor solução para a FAB, que teria sido o caminho natural caso a FAB tivesse… Read more »

Marcos10
Marcos10
Reply to  Karl Bonfim
5 meses atrás

A decisão pelo cancelamento do FX1 deu-se no governo seguinte.

m. wolf
m. wolf
Reply to  Karl Bonfim
5 meses atrás

foi a melhor coisa que aconteceu caso tivesse ido em frente hoje estaríamos com um caça mirage 2000 que já estaria quase ultrapassado.

J R
J R
Reply to  m. wolf
5 meses atrás

Sim, afinal já teriam praticamente 20 anos de bons serviços (os primeiros) e quem sabe já teríamos toda uma frota padronizada, desenvolvido hardware como tanques conformais, uma linha de produção nacional e até fornecendo serviços para Índia, Peru, Egito, a Embraer é boa em ganhar dinheiro…

Luiz Trindade
Luiz Trindade
Reply to  Eduardo Ramos
5 meses atrás

Não é rapaz… Kkkkkkkkkkkkkk

Roberto
Roberto
Reply to  Eduardo Ramos
5 meses atrás

Como pode os mirages 2000-5 de Taiwan já estarem quase aposentados ? foram comprados no final da década de 90 ?

Alfredo Araujo
Alfredo Araujo
Reply to  Roberto
5 meses atrás

Anos atrás, li em uma matéria sobre os Mirage de Taiwan… A materia citava o ar de Taiwan, que é rico em um tipo de mineral, q acentua o desgaste de tudo o q voa, principalmente as turbinas. A matéria citava a dificuldade da Dassault, e da FA local, em resolver esses problemas…

J R
J R
Reply to  Roberto
5 meses atrás

A última notícia que lí era que estavam contentes com o avião e que não tinham planos para aposentadoria…

EBS75
EBS75
5 meses atrás

Se tem alguém que sabe fazer avião bonito é essa Dassault !!

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  EBS75
5 meses atrás

E o mais legal: tudo tecnologia nacional! Se for para não ser assim, é melhor fazer iagual aos israelenses, comprar pronto, mudando apenas a avionica.

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  EBS75
5 meses atrás

Verdade!!! O que os engenheiros aeronáuticos franceses esbanjaram em charme os automobilísticos eram um desespero de feio.,, engraçado isto!!! Aviões lindos, carros horríveis

J R
J R
Reply to  Carvalho2008
5 meses atrás

Nunca vi um Bugatti feio…

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  J R
5 meses atrás

claro que não…olha o nome…pronuncie…Bugatti….Ettore Bugatti…design Italiano….rzrzrz

J R
J R
Reply to  carvalho2008
5 meses atrás

amigo, o fundador sim, mas jovem foi para a França, a Bugatti é tão francesa quanto o croissant.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  EBS75
5 meses atrás

Bonitos, de bons desempenhos, mas caros comparados com os similares.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Fabio Araujo
5 meses atrás

Esse conceito de caro é relativo, uma aeronave de última geração com toda tecnologia embarcada para mais de uma função nunca vai ser “barato” de operar, ou seja não existe material bélico ótimo e de custo baixo.
 

Last edited 5 meses atrás by Nilton L Junior
Karl Bonfim
Karl Bonfim
Reply to  EBS75
5 meses atrás

Bonitos, bons e “baratos”, basta ver os nossos velhos mirage III, usados até o osso pela FAB. E os nossos ex os miragens 2000, poderiam estar voando até hoje e muito bem, mas………..! Complicado!
 

Last edited 5 meses atrás by Karl Bonfim
Rico Zoho
Rico Zoho
Reply to  Karl Bonfim
5 meses atrás

Não foram “usados até o osso”. Na realidade nossos Mirage III foram até pouco usados. O problema é que a manutenção era complicada, a Dassault cobrava uma fortuna pelas peças e demorava muito para entrega-las para a FAB. Além disso as possíveis modernizações custariam muito caro. Foi mais barato deixar de voar os Mirage III e modernizar os F-5.

Lucianno
Lucianno
Reply to  Rico Zoho
5 meses atrás

A FAB usou o Mirage lll por longos 33 anos (até o osso!) o que atesta a qualidade do projeto. Os caças da década de 60 não foram planejados para durarem tanto tempo, os caças contemporâneos ao Mirage lll já tinham virado sucata enquanto o mesmo ainda estava ativo na FAB e em outras forças aéreas.
 

pampapoker
pampapoker
Reply to  Lucianno
5 meses atrás

Os miragens eram aeronaves com idade avançadas,mas com estrutura com médio uso.

J R
J R
Reply to  Rico Zoho
5 meses atrás

A aposentadoria do Mirage III foi mais para pressionar um desfecho rápido do FX-1, é um caça tão capaz que ainda hoje voa nas cores do Paquistão, caso tivesse recebido a mesma atenção dos F-5 (um caça realmente mais barato, mas ainda sim muito mais limitado) ainda hoje estaria prestando serviços no GDA a espera do Gripen.

Luiz Antonio
Luiz Antonio
5 meses atrás

O Delta mais bonito já construído na minha opinião. Uma tremenda nave. Seria um páreo duro para qualquer atacante.

Carvalho2008
Carvalho2008
5 meses atrás

Ja este modelo eu acho lógico que o Rafale tenha preenchido a lacuna.

O Mirage 2000 é que não deveria ter parado

J R
J R
Reply to  Carvalho2008
5 meses atrás

Concordo o Mirage-2000 era para ter percorrido o mesmo caminho que o F-16 percorreu até hoje, por fim, esse mercado caiu no colo da SAAB com o Gripen…

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  J R
5 meses atrás

Olá JR. Durante o FX, ainda durante FHC, a FAB iria adquiri um esquadrão de caças para o GDA (no teto de US$ 700 milhõs). Os candidatos mais fortes eram o F16, o M2000 e o F39C. A Dassault fez um acordo com a Embraer para montar o M2000 no Brasil. Naquela licitação, eu torcia pelo F39C, apesar de achar o M2000-9 muito mais bonito. No FX2, eu torcia pelo Rafale, mas sabia que o F39E/F seria mais adequado para a FAB. Eu lembro de falarem sobre uma triangulação com os Emirados, de tal modo que a Dassault fornceria os… Read more »

JS666
JS666
Reply to  Camaergoer
5 meses atrás

Camaergoer, só para enriquecer o debate:
 
Na época circulava nas revistas especializadas que o Su-35 era o preferido da FAB, a Sukhoi inclusive havia se associado a Avibras. Creio que ele o Mirage 2000 eram os favoritos, com o Gripen C correndo por fora.

J R
J R
Reply to  JS666
5 meses atrás

O que se comentava na época era que o Su-35 era o favorito dos pilotos e o Gripen dos brigadeiros, só acho.que se tudo tivesse se resolvido no Fx-1 o Brasil poderia estar recebendo já um segundo.lote só vencedor…

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  JS666
5 meses atrás

Foi divulgado o seguinte sobre os favoritos da FAB no FX1: 1) Su-35 2) Gripen C 3) F-16 4) Mirage 2000-5 BR 5) MiG-29   Ou seja, o Mirage não era favorito coisa nenhuma. Ficou em penúltimo lugar. A Dassault e a Thales compraram uma fatia na Embraer e a Embraer fazia lobby pelo Mirage 2000 porque tinham um acordo com a Dassault para a montagem dos caças aqui, nas instalações da Embraer.   A FAB não gostou. A FAB queria escolher o seu caça e DEPOIS a Embraer faria uma parceria para produção aqui. A Embraer foi convencida a… Read more »

Lucianno
Lucianno
Reply to  Camaergoer
5 meses atrás

O Mirage 2000-9 é uma versão customizada dos Emirados com parte dos equipamentos eletrônicos sendo fornecidos por uma empresa italiana conforme desejo do cliente.
O Mirage 2000 oferecido ao Brasil era a versão Mk.2 semelhante aos Mirage 2000-5 gregos.
Tanto o 2000-9 quanto o Mk.2 estão no mesmo patamar tecnológico.

Lucianno
Lucianno
Reply to  J R
5 meses atrás

A Dassault deveria ter continuado com o Mirage 2000. Poucos países conseguem comprar e manter um Rafale. Deixou todo um nicho de mercado para o F-16 que continua forte até hoje. Não dá para dizer que esse mercado caiu no colo da SAAB porque o Gripen simplesmente não vende!

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Lucianno
5 meses atrás

Não vejo assim Lucianno. Seu raciocínio seria válido caso o M2000 fosse barato, mas não é. Um M2000 hoje custaria quase o mesmo que um Rafale.   O F-16 evoluiu e custa quase o mesmo que um Rafale. Vende por causa da influência americana que é bem maior que a francesa.   O Rafale tem a garantia de compra de 11 unidades por ano do governo francês, caso não consiga exportação. Fazer o mesmo com o M2000 o governo francês não aceitaria.   O M2000 não é tão barato. Aliás, não tem nada de barato. É caro. Quase o mesmo… Read more »

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Luís Henrique
5 meses atrás

FX1 12 caças:
Mirage 2000 = 1,07 BI (1,259 bi com armas)
Gripen C = U$ 950
F-16 C = U$ 909 depois caiu para U$ 800 mi
MiG-29 = U$ 750 depois caiu para U$ 700 mi
Su-35 = U$ 800 mi depois caiu para U$ 680 mi

Luiz Antonio
Luiz Antonio
5 meses atrás
Clésio Luiz
Clésio Luiz
5 meses atrás

Interessante notar como o nariz, fuselagem dianteira e canopi do M4000 são semelhantes a do F-15.
 
A quarta imagem mostra um dos protótipos do Mirage 2000. As primeiras unidades possuiam uma deriva de aparência mais alta e o contorno da união asa/fuselagem diferente.

Carvalho2008
Carvalho2008
5 meses atrás

Mestre Galante, monta uma materia sobre o Folland Gnat!!!

Rico Zoho
Rico Zoho
Reply to  Carvalho2008
5 meses atrás

O AlfaJet antes do Alfajet.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Rico Zoho
5 meses atrás

isto…rzrzrz…do Gnat antes do Alphajet….kkk…
 
Mas se fizer do Alphajet, faz junto num mix o Pampa….são primos…

J R
J R
5 meses atrás

Fico imaginando o nível das propinas que chegaram nesse concorrência da Arábia Saudita, americanos e ingleses foram de uma eficiência impar, deve ter acontecido até um fundo próprio combinando as duas nações para dar conta…

Camargoer
Camargoer
5 meses atrás

Olá a todos. Acho o M2000 o caça mais lindo já construído, mas fico impressionado com as proporções do M4000. Há quem não goste, mas sou fã também do Lightining inglês, do Victor.. aliás, o carro mais lindo construído foi o Citroen DS da década de 50. O clássico seria azul claro, teto branco com os faróis amarelos.

Gabriel BR
Gabriel BR
5 meses atrás

Lindo demais!!!!!

Ivo
Ivo
5 meses atrás

No mínimo curioso ver um M2000 com pintura parecida com a do Mirage 3.Inclusive acho q renderia uma matéria interessante umas fotos dos Mirage 2000 configurados para missões Ar Solo. Não dos 2000D ou N e sim dos 2000C.

Ricardo Barbosa
Ricardo Barbosa
5 meses atrás

Para mim o mais bonito caça já projetado. Seria o F-15 francês.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
5 meses atrás

Bonitão o menino! Certamente o Rafale foi uma evolução.

J R
J R
Reply to  Ricardo Bigliazzi
5 meses atrás

Só acho que o radome do 4000 comportaria uma antena de radar bem maior e eficiênciente

josué de arimatéia
josué de arimatéia
5 meses atrás

Seria Mirage 4000 ou Rafale Beta?

TJLopes
TJLopes
5 meses atrás

Esse filho de F15 com o Mirage 2000 é uma das coisas mais belas a desafiar a gravidade, uma pena não ter tido sucesso.

DSC
DSC
Reply to  TJLopes
5 meses atrás

Como assim filho de F-15 [com Mirage 2000]?🤔
 
https://www.boeing.com/resources/boeingdotcom/defense/f-15_strike_eagle/images/f15-infographic.pdf
 comment image
 comment image
 comment image
 comment image
 
 
(F-15SA nas fotos)
 

Last edited 5 meses atrás by DSC
TJLopes
TJLopes
Reply to  DSC
5 meses atrás

A porção frontal do 4000 é praticamente idêntica a versão monoposto do F-15.

IMG_20200615_235918.jpg
Maurício.
Maurício.
5 meses atrás

Na minha opinião, no quesito beleza, o mirage 2000 é mais bonito, a fuselagem do 4000 atrás do piloto poderia ir até a divisão que fica mais próximo do assento, tipo é no 2000, mas acho que deixaram com o canopi mais prolongado para melhorar a visão do piloto.
Enfim, acho o canopy dele feio, e diferente do 2000, o 4000 abria para a lateral.comment image

Dexter
Dexter
Reply to  Maurício.
5 meses atrás

Gambiarra, longe de F15, SU27,etc…
Gambiarra linda mas… gambiarra…
Preço altíssimo (provável) , sem resultado!!!
Bibelô Francês!!!

Lucianno
Lucianno
Reply to  Dexter
5 meses atrás

Quanta inveja!

Jonata Noll
Jonata Noll
5 meses atrás

Legal.. mas, como as jacas francesas são caras hein!?

Luiz
Luiz
5 meses atrás

Off topic:
F-15 americano caiu na costa inglesa do Mar do Norte durante treinamento esta manhã

https://www.theguardian.com/uk-news/2020/jun/15/us-air-force-jet-crashes-into-north-sea-during-training-mission

Argos
Argos
Reply to  Luiz
5 meses atrás

Infelizmente o piloto morreu…

Teropode
5 meses atrás

Falando em Delta lembrei do YF108 destinado a abater bombardeiros , máquina formidável .

Jad Bal Ja
Jad Bal Ja
Reply to  Teropode
5 meses atrás

Vc deve estar se referindo ao XF-108 Rapier.

Ricardo da Silva
Ricardo da Silva
5 meses atrás

Na minha humilde opinião, o mais bonito avião de toda história.
Um dos poucos casos em que o “mundo da aviação” ficou “menos bonito” com sua ausência.
Teriam sido uma bela dupla 4000/2000. . . .

Welt
Welt
5 meses atrás

Obrigado pela matéria.
Não conhecia esse.
Somente o IV de bireator, das épocas de supertrunfo.Que também vale uma materia.
Ficou uma mistura de bico de F15 com jeitão de Rafale.

JuggerBR
JuggerBR
5 meses atrás

Que deriva gigante…

Eliakim
Eliakim
5 meses atrás

O ápice do design aeronáutico da Dassault!
 
Tanto o Mirage 2000 quanto o Mirage 4000 são belíssimos!
 
Elegantes e esbeltos.
 
 
É uma pena que o Rafale tenha ficado tão esquisito…

Jad Bal Ja
Jad Bal Ja
5 meses atrás

O próximo poderia ser o Atlas Carver, um projeto muito interessante, mas que não chegou à fase de protótipo.