Home Força Aérea Brasileira Nota oficial: FAB força pouso de aeronave suspeita de tráfico de drogas

Nota oficial: FAB força pouso de aeronave suspeita de tráfico de drogas

5526
21

PAMA-SP 2012 - 22set - A-29 Super Tucano FAB - foto Nunão - Poder Aéreo

Nota divulgada pela Força Aérea Brasileira nesta segunda-feira, 16 de novembro, às 19h45

A Força Aérea Brasileira (FAB) informa que, nesta segunda-feira (16/11), a aeronave Sêneca EMB-810C, matrícula PT-WHM, foi interceptada no nordeste do Mato Grosso do Sul e acompanhada por aeronaves da Força Aérea Brasileira até as proximidades da cidade de Araçatuba-SP, quando foi obrigada a pousar.

A interceptação seguiu os passos previstos no decreto nº 5.144, de 16/07/2004, inclusive com a realização do tiro de aviso, recurso que tem como objetivo alertar o piloto para a obrigação de atender as determinações dos caças da FAB.

Essas ações foram adotadas por se tratar de uma aeronave suspeita de tráfico de drogas que desobedeceu as orientações iniciais determinadas pela defesa aeroespacial brasileira.

Autoridades policiais investigam o caso.

Brasília, 16 de novembro de 2015.

Brigadeiro do Ar Pedro Luís Farcic
Chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica

FONTE: FAB – CECOMSAER

FOTO em caráter meramente ilustrativo

Subscribe
Notify of
guest
21 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Arnaldo Nenco
4 anos atrás

Se não atende o piloto do caça, Fogo neles!

Paula Tejando
Paula Tejando
4 anos atrás

Tá, e prenderam alguém?

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
4 anos atrás

Que que divulgue o nome do piloto, matrícula do A-29, nome do delegado da PF e do bandido? O que você acha? Mandou pousar só pra não cair em pane seca.

thaunobr
4 anos atrás

A FAB não tem que prender ninguém, este papel cabe aos autoridades policiais. E parabéns a FAB por seu árduo trabalho que com poucos recursos faz muito.

thaunobr
4 anos atrás

Acompanho o Cel. Rinaldo e assino embaixo.

Justin Case
Justin Case
4 anos atrás
Antonio Oliveira
4 anos atrás

Alguma coisa aconteceu. Ultimamente essas interceptações tem aparecido com maior frequência na mídia. Aumentaram a quantidade de voos ilícitos ou a FAB aumentou a eficiência nesse tipo de ação ou simplesmente resolveram noticiar mais.
Se for a eficiência maior, será reflexo da tentativa de enfraquecer o tráfico no Rio devido os Jogos Olímpicos no próximo ano?

Paula Tejando
Paula Tejando
4 anos atrás

Sem ferver, Rinaldo. Sem ferver.

Paula Tejando
Paula Tejando
4 anos atrás

Acredito que quando a pessoa nada tem a acrescentar deve se limitar a não tumultuar o espaço. É o mínimo da educação. Aproveitando, ótimo complemento, Justin.

Franco Ferreira
Franco Ferreira
4 anos atrás

Sr(a). Paula Tejando;

De fato, o seu lúcido comentário de 1711150512Z é correto. Exerça-o.

Franco Ferreira

vmax
vmax
4 anos atrás

Antonio Oliveira,
Meu ”parpite” é de que esses tais voos ilícitos realmente estão mais frequentes.
Moro em Jaú-SP e essa região é rodeada por canaviais recheados por pequenas pistas de pouso, fácil acesso às rodovias e muitas vicinais.
Recentemente observei por 2 semanas seguidas (final de tarde e início de noite), voos que com toda certeza estavam abaixo do FL mínimo permitido, luzes de navegação, anti colisão completamente apagadas.
Coisa boa não podia ser. Foi a primeira vez que vi algo assim.
inté

juarezmartinez
juarezmartinez
4 anos atrás

Alguém sabe se o ST estava operando deslocado?

G abraço

Marcos Algusto
Marcos Algusto
4 anos atrás

Acho que o ultimo video e fotos do aviao alvejado, influenciaram, viram que a FAB vai mesmo atirar…

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
4 anos atrás

A frequência de missões é a mesma. Estão noticiando mais de propósito. Em épocas de cortes orçamentários é bom a população lembrar pra que serve uma Força Aérea.
Juarez, normalmente, o A-29 do Flexa não precisa deslocar pra esse tipo de missão. Nem o E-99, naquela parte da fronteira.

Eziquiel Martins
Eziquiel Martins
4 anos atrás

A FAB prefere instalar telinha colorida em P-95 e C-98 e manter o elefante branco chamado base aéreo de Florianópolis que adquirir mais A-29 e manter um destacamento permanente no aeroporto de Chapecó, vai entender…

Sou do oeste catarinense e atualmente estudo em Florianópolis e posso dizer: No oeste temos traficantes operando em céu de brigadeiro e em Florianópolis temos o aeroclube mais bonito, grande e caro do Brasil.

GuiAmaral
GuiAmaral
4 anos atrás

Concordo com Eziquiel. Deveria sim ter mais um do 3º em Chapecó para cobrir aquela área da fronteira. Se não for possível a compra de um novo lote de A-29, o que seria desejável, seria muita viagem pensar na transferência do 5/8º para Chapecó e usar os Black Hawk como alerta para este tipo de interceptação? Não seria mais útil?

juarezmartinez
juarezmartinez
4 anos atrás

Eu perguntei justamente porque é normal o pessoal deslocar para o noroeste do Paraná, Cascavel ou Londrina, os 14 nos tempos do “Romanos” fazia isto com uma certa frequência.
Cel, o E 99 faz isto operando de Anápolis????

G abraço

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
4 anos atrás

Juarez, dá pra operar de Anapolis e recolher em Campo Grande, se necessário. A FAB desdobra seus meios nas Operações Agata, e já o fez em Chapeco, onde montou uma base de desdobramento com R-35, F-5EM, A-29 e H-60.

leandro moreira
4 anos atrás

Decisao acertada essa lei do abate, e ainda tem o reforco dos AH2 sabre. Parabens aos responsaveis.

Jose Carlos
Jose Carlos
4 anos atrás

Acredito q a medida certa seria rodar com todo o equipamento de forma a tornar toda e qualquer base operacional a qualquer momento. Caro? sim… importante??? muito…