Home Aviação de Caça Caça jordaniano cai na Síria e piloto é capturado pelo Estado Islâmico

Caça jordaniano cai na Síria e piloto é capturado pelo Estado Islâmico

594
24

canopi de caça jordaniano derrubado - foto via BBC

Segundo reportagem da BBC publicada nesta quarta-feira, 24 de dezembro, foi confirmado pelas Forças Armadas da Jordânia que o Estado Islâmico capturou o piloto de um caça jordaniano que caiu no norte da Síria. O grupo jihadista alega que derrubou o jato com um míssil guiado por infravermelho, próximo à cidade de Raqqa, e publicou fotos mostrando o piloto, identificado como tenente Moaz Youssef al-Kasasbeh.

Trata-se do primeiro avião a ser perdido pela coalizão liderada pelos Estados Unidos sobre território do EI, desde que os ataques aéreos começaram em setembro, segundo a reportagem. A Jordânia é um de quatro estados Árabes que têm realizado ataques aéreos na Síria (os outros são os Emirados Árabes Unidos, a Arábia Saudita e o Bahrein). Muitos dos ataques tem ocorrido em Raqqa ou proximidades, que de fato é a capital do “califado” proclamado pelo Estado Islâmico em junho. Já contra alvos do EI no Iraque, participam forças aéreas da Austrália, Bélgica, Canadá, Dinamarca, França, Holanda e Reino Unido.

A confirmação da captura do piloto jordaniano foi dada em pronunciamento veiculado pela agência de notícias estatal jordaniana, Petra: “Durante uma missão na manhã de quarta-feira, realizada por diversos aviões da Força Aérea Real Jordaniana contra esconderijos da organização terrorista Estado Islâmico na região de Raqqa, uma das aeronaves caiu e seu piloto foi tomado como refém. A Jordânia considera que o grupo e seus apoiadores são responsáveis pela segurança do piloto e de sua vida”. Apesar da fonte não ter nomeado o piloto, a agência publicou uma foto do tenente Kasasbeh em sua nota.

captura piloto jordaniano - foto via BBC

Não se tem confirmação ainda se o avião teve uma falha de motor ou outro problema técnico, ou se realmente foi derrubado por defesas aéreas do EI, o qual se admite que tenha uma limitada capacidade de defesa aérea, em grande parte formada por estoques de sistemas de mísseis antiaéreos portáteis (MANPADS). No passado, os combatentes do EI já haviam derrubado aviões e helicópteros dos governos do Iraque e da Síria, assim como tomou diversas bases aéreas sírias. Não está claro se têm capacidade de operar sistemas mais sofisticados de origem soviética e russa.

A coalizão liderada pelos EUA monitora, permanentemente, a natureza da ameaça antiaérea e, se o caça jordaniano foi derrubado, qualquer potencial lição sobre o fato será adicionada à campanha aérea em andamento. Mais cedo o Observatório Sírio de Direitos Humanos, baseado no Reino Unido, disse que recebeu relatos de sua rede de ativistas de que membros do EI haviam tomado “um piloto árabe como prisioneiro após derrubar seu avião com um míssil antiaéreo perto da cidade de Raqqa.” O centro de mídia pró-EI, de Raqqa, também divulgou foto em sua página do facebook mostrando pessoal armado tirando o piloto do que parecia ser um lago ou rio. O homem aparentemente podia andar, mas estava bastante suado, sangrava na boca e vestia apenas uma camiseta. Uma legenda identificava-o como tenente Kasasbeh e, mais tarde, uma foto passou a mostrar seu cartão de identificação militar.

piloto jordaniano Moaz Youssef al-Kasasbeh - foto via BBC

O piloto está na Força Aérea Real Jordaniana há seis anos , tem 26 anos de idade e nasceu na cidade jordaniana de Karak. Tem sete irmãos e casou-se em julho, segundo a reportagem da BBC. Seu pai, Youssef al-Kasasbeh, confirmou que o piloto foi capturado na Síria em entrevista ao jornal jordaniano Saraya. Ele viu as notícias após o comandante da Força Aérea ter informado outro de seus filhos, e fez um apelo aos líderes do EI: “Que Alá coloque piedade em seus corações e soltem meu filho”.

FONTE / FOTOS: via BBC (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em inglês)

NOTA DO EDITOR: no caso de ser autêntica a imagem divulgada do canopi, trata-se de um F-16, que é o principal caça da Jordânia (do qual algumas dezenas foram recebidas dos estoques de aeronaves desativadas pelos EUA e países europeus, tendo passado por MLU – modernização de meia vida).

24
Deixe um comentário

avatar
24 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
15 Comment authors
Carlos Alberto SoaresHamadjreparroJustin CaseIvan Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Clésio Luiz
Visitante
Member
Clésio Luiz

Acabei de ver essa notícia em outro site. A foto do piloto está sem o borrão e tem imagens da identificação dele. Infelizmente já sabemos o trágico destino desse militar. Até cair nas mãos dos nazistas na Segunda Guerra seria melhor. Fico pensando agora no que passa na cabeça dos outros pilotos que agora estão por lá voando missões, especialmente naquela piloto que postaram a foto na internet. E fica também a mensagem para as forças armadas que estão operando por lá, para mostrar que voar missões de bases distantes não é o suficiente. É preciso botar o pé na… Read more »

joseboscojr
Visitante
Active Member
joseboscojr

É por isso que eu me calo quando dizem que o Super Tucano é o “ó” do borogodó!! O que um F-16 tava fazendo a baixa altitude? Jogando bomba burra? Atirando com canhão? Foguete? Há 100.000 manpads no mundo. A maioria na mão de organizações não governamentais (lê-se: terroristas). Com o preço de uma TV de LCD de 50 pol. dá pra comprar um SA-7 no mercado negro. Reclamam tanto da Congresso Americano e não dizem nada sobre os russos que vendem mísseis anti-aéreos até pra segurança de boate. Não dá mais pra uma força aérea digna do nome usar… Read more »

Clésio Luiz
Visitante
Member
Clésio Luiz

Bem, nada impede do ST lançar essas mesmas bombas voando alto, não é mesmo? E ainda por cima por uma fração dos custo de um caça de primeira linha.

Edcarlos Prudente
Visitante
Edcarlos Prudente

Qualquer um que voar a baixa altitude vai pagar alto preço nesse teatro, infelizmente para o aviador jordaniano é quase certo que será a vida dele o preço cobrado. Acredito que o F-16 foi abatido por fazer passagens baixas seguidas e o atirador do manpad só esperou o momento adequado para o abate.

Claudio Moreno
Visitante
Member
Claudio Moreno

Pois é… o piloto tinha 26 anos, deixa viuva e familiares!

Meus sentimentos aos familiares deste nobre militar e aos humanos que ainda resistem a essa sandice que é o EI criado pelos EUA, França e os demais lacaios ocidentais.

NOTA: Não sou e nunca jamais serei comunista ou simpatizante, não se iludam ou confundam meu repúdio ao EI, com o fato de que esta aberração foi o monstro criado pelo EUA lá atras…em 2003,

CM

joseboscojr
Visitante
Active Member
joseboscojr

Claudio,
Quando em 2003 que os EUA criaram o EI?

joseboscojr
Visitante
Active Member
joseboscojr

Como não há no mundo real a “geração espontânea” e não há nada que exista que seja incriado e tudo depende de um algo que lhe seja anterior, não duvido que alguma ação americana possa ter colocado em marcha o que se tornou o EI, mas daí pra dizer que foram os EUA que o criou é simplificar muito as coisas. Sem falar que tira da equação um monte de outros fatores e variáveis tão importantes quanto, pra dizer o mínimo. Há de se ter em mente que os muçulmanos não são seres inimputáveis e manipuláveis ao bel prazer de… Read more »

Augusto
Visitante
Augusto

Lembrei-me do que escrevi sobre os primeiros ataques de caças Rafale ao Estado Islâmico no Iraque a quase 4 meses:

“(…) quando comecei a ler o post, logo pensei em tudo o que deve se passar na cabeça de um piloto desses. O camarada vai para a missão rezando para não precisar ejetar, o que significaria uma morte quase certa por decapitação. Imagino que o Armé del’Air deva ter estabelecido um planejamento CSAR rápido e muito detalhado.

Ainda bem que o caça é biturbina!”

Aldo Ghisolfi
Visitante
Member
Aldo Ghisolfi

Os mestres que me perdoem, mas penso que para

combater o EI é preciso o trabalho rápido e avassalador do

US ARMY com fogo de barragem e saturação de área pela

sua poderosa artilharia + infantaria apoiada pelos seus

excelentes blindados. Como sempre foi…

HMS TIRELESS
Visitante
Member
HMS TIRELESS

Aposto mais em uma pane mecânica. O perfil de ataque da coalização certamente tem sido à media altitude, fora do alcance desse tipo de míssil

joao.filho
Visitante
joao.filho

“é preciso o trabalho rápido e avassalador do
US ARMY com fogo de barragem e saturação de área pela
sua poderosa artilharia + infantaria apoiada pelos seus
excelentes blindados. Como sempre foi…”
Assim como no Vietnã??? Ah, tudo bem então.

Vader
Visitante
Member

Bosco, sinto muito meu amigo, mas vou ter que abrir seus olhos: Foram os Estados Unidos que criaram o EI, há 11 anos atrás. Como foram eles que criaram a Al Qaeda, 30 anos atrás. E antes disso eles criaram o Viecongue. E os Sandinistas. E os Tonton Macuts. E o Apartheid. E o Sendero Luminoso. E o Komintern, e, antes, os Soviets. E, quase ao mesmo tempo, o NSDAP, a GESTAPO, a Waffen SS e o Partido Fascista. Mas antes, antes mesmo, os EUA criaram a Klu Klux Klan, a Maçonaria, e a Revolução Francesa. Se você não sabia,… Read more »

Nick
Visitante
Member
Nick

Será que o ST não teria algumas vantagens contra MANPADS?

Afinal não o escape das turbinas, além de menor atrito com ar por voar em velocidades menores. Apenas especulando…. 🙂

[]’s

joseboscojr
Visitante
Active Member
joseboscojr

Nick, Um F-16 a 1000 km/h ou um ST a 500 km/h não faz diferença para a temperatura do corpo. Se fosse questão de velocidade x temperatura os helicópteros não seriam os alvos perfeitos dos manpads guiados por calor, e também um míssil como o Penguin não atingiria um navio e uma pessoa não seria detectada a 3 ou 4 km por uma câmara térmica portátil. A maior defesa contra um míssil desse tipo é a capacidade que a aeronave deve ter de sair rapidamente do envelope cinemático dele, e nisso, um caça de alta performance leva vantagens. Quer dizer,… Read more »

joseboscojr
Visitante
Active Member
joseboscojr

Agora, dependendo da geração do míssil, aí sim pode ser que um avião turbo-hélice tenha maiores chances contra um míssil manpads.

eparro
Visitante
eparro

joseboscojr 24 de dezembro de 2014 at 11:58 # Olá joseboscojr, não entendi o motivo de você mencionar os MANPADS? Um ataque como o exposto costuma ocorrer ao alcance destes MANPADS? Ou teria havido um “vacilo” do piloto quanto a altitude, que o colocou em risco destes mísseis portáteis? Ou ainda, como o EI obteve controle de mais do que uma base aérea Síria, eles poderiam ter acesso a foguetes antiaéreos mais poderosos. Peço sua paciência, pois quando do caso do avião de passageiros derrubado na Ucrânia, imaginei um ataque com MANPADS e disseram-me que certamente teria sido um míssil… Read more »

joseboscojr
Visitante
Active Member
joseboscojr

Eparro, O próprio texto menciona a possibilidade de ser um manpads. Se o EI está de posse e capacitado a operar sistemas antiaéreos mais sofisticados e de média altitude, a coalizão já teria ficado sabendo, mesmo porque esses sistemas utilizam radar e a região deve estar sendo monitorada quanto às possíveis emissões de radar, principalmente se houvesse a possibilidade deles terem posto a mão em nesses sistemas. O mais comum é que é certo é que o EI está de posse de mísseis portáteis (manpads) e inclusive já foi comprovado o uso destes contra helicópteros. Daí ou o caça F-16… Read more »

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Onde fica Raqqa (ou Ar-Raqqah) ?

http://news.bbcimg.co.uk/media/images/77793000/gif/_77793779_syria_airstrikes_240914_624mapv2.gif

O mapa sempre ajuda.

Abç.,
Ivan.

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Uma curiosidade.

No inventário ‘internético’ sobre as armas da Real Força Aérea Jordaniana (Royal Jordanian Air Force – RJAF) consta bombas guiadas Joint Direct Attack Munition (JDAM) e GBU-12 Paveway II (guiadas a laser), assim como pods designadores de alvo Sniper (Sniper Advanced Targeting Pod).

Abç.,
Ivan.

Justin Case
Visitante
Member
Justin Case

Nick disse: 25 de dezembro de 2014 at 10:48 # Será que o ST não teria algumas vantagens contra MANPADS? Afinal não o escape das turbinas, além de menor atrito com ar por voar em velocidades menores. Apenas especulando…. 🙂 []’s Olá, Nick. Para fazer esse tipo de comparação, acho que você poderia considerar o princípio de conservação de energia. Em qualquer caso, aeronaves queimam querosene que, no final, vira calor. Esse calor pode estar na estrutura (pelo atrito ou aquecimento direto de partes) ou no ar em volta da aeronave. Assim, a assinatura IR da aeronave é proporcional ao… Read more »

eparro
Visitante
eparro

joseboscojr 26 de dezembro de 2014 at 0:44 #

Muito grato pela atenção e pela “aula”!
Saudaçõe.

Hamadjr
Visitante
Member
Hamadjr

Falar aqui no ocidente é como falar do lado escuro da lua, o Estado Islamico tem um objetivo como outros grupos tiveram e empregam em sua táticas as mesma que é conhecida por todos aqueles que pegam em armas quando falha a opção pela diplomacia.
Não existe diferença na morte promovida por bomba burra ou iscamabu da morte por um foguetinho do IE, ao qual é possível ter muita dúvida sobre o que derrubou não sabe qual aeronave, mais estranho é estar sozinho.

Carlos Alberto Soares
Visitante

“Justin Case
26 de dezembro de 2014 at 5:57 #”

Aula e do Bosco idem.

Tentaram um resgate, falhou.

A IDF avisou que não teriam sucesso.

A família do piloto esta apelando por sua vida na mídia da região.

Mais fácil perguntar onde a cabeça dele será deixada.

Carlos Alberto Soares
Visitante

“Hamadjr
26 de dezembro de 2014 at 17:00 #”

“…….. mais estranho é estar sozinho.”

Concordo, estranho ou muito mal apoiado.