Home Aviação de Transporte Embraer escolhe Sagem para fornecimento de atuadores dos compensadores horizontais

Embraer escolhe Sagem para fornecimento de atuadores dos compensadores horizontais

208
8

A empresa brasileira Embraer Defesa e Segurança escolheu o sistema de acionamento do compensadores dos estabilizadores horizontais (HSTS em inglês) produzidos pela empresa francesa Sagem (Safran Group) para equipar o futuro jato KC-390.

O sistema de acionamento dos compensadores permite ao piloto controlar o estabilizador horizontal da forma mais eficiente possível para manter a atitude da aeronave estável, ao mesmo tempo, minimizando as forças de controle aerodinâmico para pilotar o avião. O HSTS dá uma contribuição fundamental para a segurança de vôo, e a solução inovadora desenvolvida pela Sagem, com motor eléctrico, oferece controle mais eficiente.

Os fatores decisivos na escolha da Embraer deste sistema foram a competitividade da Sagem, o custo e a capacidade comprovada da empresa para produzir um sistema de alta performance.

FONTE: Sagen

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clésio Luiz
Clésio Luiz
8 anos atrás

Nossa, o pessoal de marketing da Sagem não podia ter sido mais eloquente no press-release de um simples atuador elétrico…

Vader
8 anos atrás

Off-topic URGENTE: mais uma que o “Rafalha” perdeu: 🙂

“Omã solicita oficialmente proposta para compra de 24 caças Eurofighter”

http://www.cavok.com.br/blog/?p=45365

Mauricio R.
Mauricio R.
8 anos atrás

Olha aí o “meu” avião dando a volta por cima, depois do insucesso suiço!!!
Mas e aquele F-16 fura zóio, aonde se meteu???

Nautilus
Nautilus
8 anos atrás

O Brasil já está compensando os franceses pela perda do contrato do F-X2, hehehe…

Vader
8 anos atrás

De fato, batia festa por causa de um motorzinho do compensador do profundor…

DrCockroach
DrCockroach
8 anos atrás

off-topic:

Primeiro os hungaros pediram, agora parece que os Suecos concordaram:

http://www.bbj.hu/politics/sweden-approves-10-year-extension-of-hungary-gripen-lease—paper_62472

[]s!

Roberto F Santana
Roberto F Santana
8 anos atrás

“Our system selected for this aircraft fully reflects the emerging concept of ’more electric’ aircraft.”

Nem tanto, Sagem.
De um simples Cessna ao imenso C-5 Galaxy, todos os motores de compensação são elétricos, junto com backups manuais.
E esse “emerging concept” vem emergindo desde o início dos anos quarenta, com o FW-190.
Duvido muito que o KC-390 vá ter dispositivos conhecidos como os clássicos compesadores, terá sim, como meio de compensar, estabilisadores móveis a frente dos profundores, como por exemplo, o A-4 e os grandes Boeings.