segunda-feira, maio 23, 2022

Gripen para o Brasil

Concorrências de caças de 2011: os eliminados bem antes do final do ano…

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

…ou, já que estamos perto do Natal, os “perus que morreram de véspera”

Lockheed Martin F-16: eliminado na Índia

Boeing F-18: eliminado na Índia

Saab Gripen: eliminado na Índia

RAC MiG-35: eliminado na Índia

Esta matéria foi feita atendendo a questionamentos do leitor Observador.

- Advertisement -

2 Comments

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vader

“Morreram” porque a concorrência indiana é um belo de um lixo, bastante típico de um país que tem meio BILHÃO de miseráveis, e que a meros 40 anos atrás teve uma fome que matou quase cinco milhões de pessoas, e cuja classe dominante não tem a menor vergonha em perder tempo gastando verdadeiras fortunas com aviões de combate, sem sequer se dar ao despudor de antes de escolher perguntar o preço. Excelentes negociantes os hindus… 🙂 Aliás é histórico: eram tão estúpidos e desunidos que os portugueses dominaram seu comércio com menos de 10.000 combatentes, e os ingleses os colonizaram… Read more »

Almeida

Olha, derrotados entre aspas…

F-16 e F-18 emplacaram vendas este ano (Iraque e US Navy, que eu me lembre). Só quem não vende mesmo é o Mig-35 e o Rafale.

E falando em Índia, deixar pra escolher dois finalistas e ver o preço depois, numa concorrência alardeada como sendo baseada nos custos de aquisição e operação é, no mínimo, duvidoso. Escolher o mais barato entre os dois mais caros não faz sentido.

Últimas Notícias

Novas fotos do caça furtivo chinês J-35

Foram divulgadas novas fotos do caça furtivo J-35 de 5ª geração baseado em porta-aviões em desenvolvimento pela China. Baseado no...
- Advertisement -
- Advertisement -