Home Aviação de Caça Não é bem assim…

Não é bem assim…

147
6

Primeiro Ministro francês desmente Ministro da Defesa sobre término do programa Rafale

A Dassault Aviation vai continuar a produção de seus aviões de combate Rafale e manter a suas “capacidades industriais”, informou o primeiro-ministro francês François Fillon.

“As capacidades extraordinárias do Rafale foram demonstradas na guerra na Líbia”, Fillon disse em um discurso na base aérea de Saint-Dizier, no leste da França. “A França não vai renunciar em nenhuma circunstância” à engenharia industrial e às competências desenvolvidas pela Dassault, disse ele, segundo uma cópia do discurso distribuída por e-mail pelo seu gabinete.

Ele acrescentou que a França ainda está buscando compradores externos para o Rafale na Índia, Emirados Árabes Unidos e Brasil.

As palavras de Fillon desmentem as informações dadas pelo ministro da Defesa, Gerard Longuet ao jornal Le Monde em 07 de dezembro, quando ele disse que a menos que o jato encontre um comprador no exterior, o governo vai parar de financiar a produção do Rafale, efetivamente matando o programa.

Durante a última década, a Dassault tem consistentemente perdido competições em países como Singapura, Coréia do Sul, Marrocos, e na semana passada, na Suíça. Embora produza um avião por mês para as Forças Armadas francesas, sem encomendas de exportação para ajudar a pagar o custo de produção, sua carga financeira recai inteiramente sobre a França.

FONTE: Bloomberg

TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO:
Poder Aéreo

VEJA TAMBÉM:

6
Deixe um comentário

avatar
6 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
6 Comment authors
ricardo_recifeDaglianCorsario137VaderMauricio R. Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Latino dark
Visitante
Member
Latino dark

Pra mim ,a guerra na Líbia foi uma tentativa de salvação comercial para o Rafale francês .que até agora não deu certo .

sds

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

Parece que a mão esqueda não sabe, e nem quer, saber o que a mão direita fez, faz ou fará.

Vader
Visitante
Member

A verdade é que o Rafale não é mais unanimidade nem mesmo no próprio governo francês.

A crise econômica européia vai definir o futuro de Le Jaquê, goste o PM ou não.

Aliás, PM na França é mais ou menos como Rei da Espanha: manda menos que o cabra que leva o cafezinho pro Anão.

Corsario137
Visitante
Corsario137

Exemplo clássico do “FOGO AMIGO” 😉

Daglian
Visitante
Daglian

Será que não existe comunicação interna na França??? Digo, são “erros’ muito grotescos estes, políticos de alto cargo divergindo em declarações no mínimo importantes (se não fundamentais) para a França e a Dassault.

Não sei o que acontece lá, mas isso certamente está estranho, ainda mais em um país europeu…

ricardo_recife
Visitante
Member
ricardo_recife

Se Serge Dassault não fosse o principal financiador do partido UMP eles já tinham mandado fechar a fabrica da Jaca.

A Dassault para vender o peixe afirmou que exportaria 400 Rafales em 10 anos, e até agora nada, nadinha. A capacidade da empresa é construir 40 jacas por anos, e estão em 11 para não fechar.

Fogo amigo não! Excesso de sinceridade.