segunda-feira, agosto 2, 2021

Gripen para o Brasil

Últimas unidades de produção do clássico MiG-29

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

A RSK MiG começou a pisar no freio na produção dos seus “clássicos” MiG-29, com o início dos trabalhos no lote final para Mianmar.

As plantas da empresa em Moscou, Nizhny Novgorod e Lukhovitsy passarão a produzir a nova versão unificada MiG-29K/KUB/M1/M2/35.

Na última visita à planta de produção, o fabricante mostrou 24 fuselagens na linha de montagem final na fábrica de Moscou, durante uma visita no dia 03 de agosto.

A maioria eram células incompletas para Mianmar, enquanto dois eram caças da Força Aérea Indiana em vias de modernização para a configuração do MiG-29upg.

A RSK MiG informou que três aviões foram entregues a Mianmar, com mais três sendo enviados para o cliente e o último deve chegar em 2012.

A Rússia solicitou “cerca de vinte MiGs na versão clássica, principalmente MiG-29SE monopostos e alguns MiG-29UBs”, disse Vladimir Barkovsky, chefe do centro de engenharia da empresa.

O processo de produção da empresa foi modernizado para atender a essa programação de entrega, com várias inovações tendo reduzido o tempo de espera em um ano.

“Vamos continuar a inovar em nossos métodos de fabricação para aumentar a produção [anual da planta Moscou para] 12-24”, disse o diretor de design geral – Sergey Korotkov.

O “backlog” atual da empresa para o tipo é de cinco anos, acrescentou, observando que alguns clientes “não querem esperar tanto tempo para os seus novos aviões”.

A RSK MiG também está realizando upgrades para quatro países, incluindo Índia e Peru, que engloba cerca de 60 interceptores.

Do pacote indiano, seis destes serão modificados na Rússia, e o restante na Índia.

Dois monoposto e um biposto já estão em fase de testes de vôo no aeródromo Zkukovsky perto de Moscou.

O MiG-29upg apresenta um novo radar, que se acredita ser o Phazotron Zhuk-ME, além de MFD no cockpit, um tanque de combustível ventral maior e a capacidade de usar modernas armas ar-ar.

Korotkov disse que 11 caças MiG-29K/KUB foram entregues para a Marinha Indiana, com restantes de um total de 16 aeronaves para serem entregues até o final deste ano.

Um contrato de follow-on para mais 29 aeronaves foi assinado no início deste ano, com entregas a partir de 2012.

Korotkov disse que a Índia está “completamente satisfeita” com o desempenho dos seus MiG-29K/KUBs, acumulando mais de 1.000 horas de vôo durante os ensaios operacionais ao longo de um período de um ano.

A Marinha russa também demonstrou interesse no modelo K / KUB, disse ele, com um pedido inicial de 12-14 aeronaves que pode ser assinado durante a MAKS 2011 em Moscou.

FONTE: flightglobal

TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: Poder Aéreo

- Advertisement -

3 Comments

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mauricio R.

OFF TOPIC…

…mas nem tanto:

Que bonitinhas, juntas cooperando!!!

(http://www.flightglobal.com/articles/2011/08/11/360562/mig-and-sukhoi-to-join-forces-on-russian-ucav.html)

Em tempos de vacas magras, a união faz a força e ajuda a manter os negócios fluindo.

Juliano

Seria um excelente equipamento para “espinha dorsal” tupiniquim, ainda mais com essas versões avançadas e o fantástico sensor de calor que algumas versões possui. Mas o preconceito é muito grande….

JohnyHGT

Lendario MIG-29 Fulcrum, um otimo aviao com muita performance e equipamentos de interceptacao que infelizmente nao conseguiu superar os preconceitos politicos nos paises sobre influencia norte-americana…..

Últimas Notícias

Pilotos russos usaram receptores GPS feitos nos EUA durante missões de combate na Síria

Pilotos militares russos usaram receptores comerciais GPS de navegação por satélite durante suas operações de combate na Síria, de...
- Advertisement -
- Advertisement -