Home Sistemas de Armas IAI e Airbus Military assinam parceria para desenvolver sistema de controle e...

IAI e Airbus Military assinam parceria para desenvolver sistema de controle e alerta

181
5

A Israel Aerospace Industries (IAI) e a Airbus Military anunciaram na última terça-feira (21), durante o Paris Air Show 2011, em Le Bourget (França), uma parceria para desenvolver e comercializar um sistema de Controle e Alerta Antecipado Aerotransportado (AEW&C). O resultado será uma nova versão da plataforma do Airbus Military C295, embarcado com o sistema AEW&C, produzido pela ELTA Systems, subsidiária da IAI. O principal sensor do sistema será a quarta geração do radar Active Electronically Scanned Array (AESA), da ELTA. O conjunto aeronave/radar receberá o nome de C295 AEW&C.

O novo sistema vem sendo concebido para proporcionar 360º de vigilância com alta qualidade, criando quadros situacionais marítimos e aéreos on line em tempo real, além de ordem eletrônica de combate. O quadro situacional pode, ainda, ser compartilhado com forças aliadas por meio de Network Centric data links.

De acordo com o presidente da ELTA Systems, Nissim Hadas, os conflitos emergentes em todo o mundo estão enfatizando a importância de frotas aéreas para missões especiais. “Temos certeza de que, unindo forças, poderemos oferecer ao mercado a solução ideal com a tecnologia certa”, comentou.

A nova geração do C295 é ideal para transporte militar e missões civis como ajuda humanitária, segurança nacional, de patrulha marítima e vigilância ambiental.
Empresa estatal, a IAI é a maior exportadora israelense de produtos de defesa. No Brasil ela é representada pela EAE Soluções Aeroespaciais, uma joint venture com o Grupo Synergy.

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
edcreek
edcreek
9 anos atrás

Olá,

Pessima noticia para Embraer seus E-99 que estão meio que encalhados, a concorrencia com a SAAB não era legal agora com Israelenses e Americanos a coisa vai complicar de vez.

Abraços,

Mauricio R.
Mauricio R.
9 anos atrás

A Embraer nunca foi “concorrência” neste mercado, mas somente uma opção, p/ aqueles clientes que demandavam uma plataforma c/ um outro nível de desempenho.
Com o fim da fabricação seriada da plataforma ERJ-145, seria interessante saber qual o futuro das ofertas da empresa no mercado ISR.

Nick
Nick
9 anos atrás

A Embraer tem agora no ERJ190 uma plataforma superior ao 145.

A questão é se vale a pena investir no desenvolvimento de um AEW&C, com tantas ofertas no mercado, como o Boeing Wedgtail e esse CN-295 AEW.

[]’s

Antonio M
Antonio M
9 anos atrás

Nem deveria concorrer, deveria aproveritar para fechar uma parceria oferecendo o ERJ190 como uma das plataformas.

Wagner
Wagner
9 anos atrás

E Israel vai direto daqui a uns anos comprar da Boeing… kkkkkkkk !!!