Home Aviação de Transporte Quinto C-17 para a Austrália: Congresso dos EUA é notificado

Quinto C-17 para a Austrália: Congresso dos EUA é notificado

293
3

Na quarta-feira, 9 de março, a DSCA (Defense Security Cooperation Agency – Agência de Cooperação de Defesa dos EUA) notificou o Congresso dos Estados Unidos sobre uma possível venda de um C-17 Globemaster para a Austrália. O valor do negócio, via FMS (Foreign Military Sale – Venda Militar ao Estrangeiro), incluindo equipamentos, peças, treinamento e apoio logístico é estimado em 300 milhões de dólares (aproximadamente 496 milhões de reais).

A Austrália já opera quatro aeronaves do modelo.

A aeronave, conforme requisição do Governo da Austrália, deverá ser equipada com quatro motores Pratt & Whitney F117-PW-100 e um sistema LAIRCM (Large Aircraft Infrared Countermeasures – contramedidas infravermelhas para aeronave de grande porte) do tipo AN/AAQ-24V(13), e estão também no pacote peças de reposição e de reparo, equipamentos de suprimento e de testes, treinamento do pessoal e equipamentos de treinamento, publicações e documentação técnica, serviços de engenharia, logística e apoio técnico por parte do Governo dos EUA e da empresa contratante principal, a Boeing, além de outros elementos de apoio logístico.

A notificação ao Congresso dos EUA destaca a posição da Austrália como um dos mais importantes aliados dos Estados Unidos no Pacífico Ocidental, além dos esforços do país em operações no Iraque e na Enduring Freedom. Essa quinta aeronave deverá incrementar a capacidade da Austrália em apoio a operações globais em coalizão, assim como operações humanitárias e de manutenção da paz, como é o caso da resposta às inundações em Queensland, a ciclones e ao terremoto na Nova Zelândia.

Como de praxe em informes da DSCA, é destacada a capacidade do país em absorver e operar o equipamento. A frota de C-17 Australiana opera a partir da base da RAAF (Royal Australian Air Force – Força Aérea Real Australiana) em Amberley, de onde operam também os principais meios de transporte e de reabastecimento em voo no país. A base, atualmente, recebe melhorias na infraestrutura. E também, como de costume, a DSCA avisa que a venda não vai alterar o equilíbrio militar da região. Não estão incluídos acordos de offset (compensações).

FONTE: DSCA

FOTOS: Ministério da Defesa da Austrália

VEJA TAMBÉM:

3
Deixe um comentário

avatar
3 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
DarkmanIvanAntonio M Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Antonio M
Visitante
Member
Antonio M

Monstro voador ! rsrsrsr!!!

Ivan
Visitante
Ivan

Ainda sonho com uma solução logística integrada com Boeing C-17 e Embraer KC-390, tanto para a FAB como para oferecer no mercado internacional.

Se a US Air Force embarcasse nesta opção (o que é impossível) seria o melhor dos mundos… 🙂

Ainda bem que sonhar (ainda) é grátis… 🙂

Sds,
Ivan.

Darkman
Visitante
Darkman

Nossa seria ótimo um desses aqui um monstrão !!!!

Abs