Home Indústria Aeroespacial SELEX Galileo recebe novo contrato para o radar AESA PicoSAR

SELEX Galileo recebe novo contrato para o radar AESA PicoSAR

260
5

A SELEX Galileo informou nesta segunda-feira, 21 de fevereiro, que recebeu um novo contrato para seu radar AESA (de varredura eletrônica ativa) PicoSAR, de tecnologia de ponta.

O cliente não foi revelado pela SELEX Galileo, mas, segundo a empresa, trata-se de um cliente de exportação não pertencente à OTAN, que encomendou três unidades para avaliação, com possível entrada em produção em maior quantidade no caso dos testes serem bem-sucedidos.

Os radares serão integrados a sistemas aéreos não tripulados (UAS – Unmanned Aerial System) táticos e de baixo peso do cliente. A empresa destaca, no informe, que o PicoSAR emprega a tecnologia AESA em uma configuração pequena e compacta, com módulos transmissores e receptores de estado sólido e de baixo consumo de energia. O tamanho compacto e os baixos pesoe consumo permitem a instalação do radar em conjunto com sensores eletro-ópticos e de infravermelho, mesmo em plataformas de pequena carga útil. O PicoSAR foi testado em diversas plataformas de asas fixas e rotativas, e é empregado atualmente por 4 clientes.

O radar oferece imagens SAR (Synthetic Aperture Radar – abertura sintética) de alta resolução e capacidade de acompanhar alvos móveis no solo (Ground Moving Target Indication – GMTI), mapeamento do terreno e vigilância. O equipamento pertence a uma família de radares AESA que inclui o  Vixen (radares de controle de fogo) e o Seaspray (vigilância), em operação nos aviões HC-130H da Guarda Costeira do EUA, além de terem encomendas para instalação no Future Lynx, da Marinha Real (Reino Unido).

FONTE / FOTO: Selex Galileo

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antonio M
Antonio M
9 anos atrás

Enquanto isso por aqui, a Avibrás agoniza, nada de escolha no FX2, congelado o acordo militar com a Itália por causa de companheiro de causa …. Mas não se preocupem pois o governo está atuando em áreas sensíveis e estratégicas: “19/02/2011 – 13h53 União quer retirar baianas de acarajé das praias de Salvador Uma das maiores tradições culturais da Bahia — as baianas de acarajé que comercializam produtos típicos nas praias de Salvador — pode sumir das areias soteropolitanas. Na última quarta-feira (16), a Superintendência do Patrimônio da União (SPU), órgão ligado ao Ministério do Planejamento, encaminhou um ofício à… Read more »

Vader
9 anos atrás

Mais um radar AESA da Selex…

Observador
Observador
9 anos atrás

Antônio M:

Sabe o que é isto?

É muito cacique para pouco índio.

E como tem pouco índio, começam a mandar nas árvores, nas nuvens, nos passarinhos. Mandam onde não são necessários e esquecem de mandar onde é a sua responsabilidade.

Sobre o radar, é uma tecnologia cada vez mais distante de nós.

A Selex é só um braço do Grupo Finmeccanica, grupo empresarial italiano com produtos de alta tecnologia, na área de defesa, transporte, energia e outros. Estão na estrada já há uns sessenta anos.

Só em sonho vamos produzir um destes.

Renato Oliveira
Renato Oliveira
9 anos atrás

Observador, vc é muito otimista…

Antonio M
Antonio M
9 anos atrás

Pois é Observador ….

E quanto aos radares, li em algum lugar que o radar Seaspray foi oferecido como uma das opções para modernização dos Bandeirulhas.

Será um grande passo operar equipamento assim mas, como dissemos, investimento e desenvolvimento da industria nacional de defesa vai minguando ……