Home Indústria Aeroespacial Piloto da Sierra Nevada diz porque USAF deve comprar Super Tucano

Piloto da Sierra Nevada diz porque USAF deve comprar Super Tucano

284
17

 

FONTE: thedewline via YouTube

Subscribe
Notify of
guest
17 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Observador
Observador
9 anos atrás

Óbvio:

O sujeito vai falar oquê? Que o avião da concorrência é o melhor?

Como fica o leite das crianças?

Lá os políticos também metem o seu bedelho onde não são chamados e a escolha pode sair por outros fundamentos, que não os técnicos.

Baschera
Baschera
9 anos atrás

Observador disse:
“Lá os políticos também metem o seu bedelho onde não são chamados e a escolha pode sair por outros fundamentos, que não os técnicos.”

Sim…. mas menos, muito menos do que em Banânia……embora lá o lobye seja muito mais visível que aqui… até por que lá, o mesmo é legal.

Lá, usa-se o equipamento em conflitos reais, os caras tomam a coisa à sério, pois quando começam a chegar os compatriotas naquele caixão de madeira cobertos com a bandeira nacional….motivado pela escolha do equipamento malfeita ou malandra……a coisa pega.

Sds.

Observador
Observador
9 anos atrás

Caro Bashera, Sim, é uma verdade. O lobby lá é uma atividade legal e devidamente regulada, sendo muito menos irresponsável do que aqui. Porém, exatamente por tudo que você falou (conflitos reais e jovens voltando para sua família dentro de caixões de madeira) é que o lobby deles, mesmo sendo muito mais limitado, também é muito mais perigoso. Sem querer puxar a sardinha para o ST pelo fato de sermos brasileiros, mas o fato é que o avião de ataque leva brasileiro é muito melhor do que o concorrente AT-6. Enquanto o primeiro foi aprimorado para esta função ao longo… Read more »

Baschera
Baschera
9 anos atrás

Caro Observador,

Muito bem “observado” ….. rsssss.

Tens toda a razão, mas mesmo assim creio que os militares americanos tem um grande poder de decisão, apesar do lobistas do poderoso complexo industrial militar.

Talvez a EMB tenha se associado à uma empresa menor e não tão poderosa ($$$$) naquele teatro…. pena se não vencer, pois até mesmo os militares americanos consideram o ST superior à “jaca” da Beechcraft.

Sds.

Baschera
Baschera
9 anos atrás

Atenção : El Salvador pode cancelar compra dos 8 ou 10 Super Tucanos EMB-314. “El presidente Mauricio Funes declaró que no comprará los aviones brasileños EMB-314 Súper Tucano por el momento y mientras el país tenga otras necesidades que requieran su atención e inversión. La nota de interés por parte del mandatario, y la del Ministerio de Defensa, causó una gran controversia. Se echan así al suelo los sueños de la FAS de modernizar su capacidad operativa y de intervención. En sus declaraciones a la prensa local, Funes dijo que el dinero para esos aviones no está incluido en el… Read more »

Rodrigo
Rodrigo
9 anos atrás

Apesar dos comunistas de festa apátridas nacionais continuarem tentando minar o negócio, a coisa vai seguindo lentamente o seu curso.

😉

Observador
Observador
9 anos atrás

Rodrigo, Você falou muito bem. Quem está no Poder no Brasil, ontem e hoje, são os sonhadores da “Revolução Mundial”, mais um delírio de Karl Marx, revolução esta pela qual o “proletariado” derrubaria o capitalismo em todos os países. O passo seguinte seria o comunismo apátrida, ou seja, o plano final era, além da eliminação da economia capitalista, o desaparecimento do Estado-nação. Neste contexto, fica fácil entender porque a Bolívia invade as refinarias da Petrobrás e continua tratada a pão-de-ló; porque o bisco/sátiro Fernando Lugo ameaça rever o tratado de Itaipu e o GF acha bem normal e revê o… Read more »

Mauricio R.
Mauricio R.
9 anos atrás

“…mas o fato é que o avião de ataque leva brasileiro é muito melhor do que o concorrente AT-6.” Somente pq foi empregado em uma operação, em que um mané das FARC morreu??? Menos, dia sim, dia não, integrantes do Talibã são mortos no Paquistão, por obra de algum UAV americano e ninguém faz festa. “…o segundo é um treinador adaptado às pressas para a concorrência,…” Interessante, aonde está no RfP do ACC da USAF, que isto é um demérito??? Ou será uma qualidade, dada a versatilidade do design??? Aliás de acordo c/ matéria de um ex-oficial-aviador da FAB e… Read more »

Observador
Observador
9 anos atrás

O ST fez bem mais do que eliminar o Rául Reyes. Mas vamos lá, basta aquele evento para mostrar a sua capacidade. Os ST colombinos lançaram bombas guiadas a laser sobre os alvos iluminados pelas forças especiais colombianas. Vários outros aviões poderiam fazer o mesmo? Sim, mas não pelo custo do ST. O avião é uma idéia tão boa, mas tão boa, que os americanos resolveram copiar, adaptando o T-6 A/B, que já é uma adaptação do Pilatus, um treinador suiço. Já o AT-6 fez o que mesmo? Talvez até o AT-6 se revele um avião superior ao ST, mas… Read more »

Mauricio R.
Mauricio R.
9 anos atrás

“Sim, mas não pelo custo do ST.” Mas esse “custo” é proporcionado pela motorização PT-6 americana e pela aviônica israelense e o flir americano entre outros equipamentos e sistemas, não por nada desenvolvido e fabricado no Brasil. “…mas tão boa, que os americanos resolveram copiar, adaptando o T-6 A/B, que já é uma adaptação do Pilatus…” Ao que me consta, historicamente a inspiração em se adaptar aeronaves de treinamento p/ operações armadas vem de qndo os franceses adaptaram o T-28 p/ usar na Argélia e depois os próprios americanos adaptaram o T-37 p/ fazer o mesmo no Vietnam. “Já o… Read more »

Observador
Observador
9 anos atrás

Maurício, Maurício…(rsrsrs) Agressivo como sempre. Para quê? Devia tentar a linha do Vader, que enquanto tenta convencer a todos da sua opinião, também tenta nos fazer rir. Não tenho desprezo nenhum pela indústria americana, seja do setor de defesa, seja por qualquer outro setor. Eles estão cem anos na nossa frente, pois enquanto aqui a livre iniciativa e empreendedorismo sempre foram demonizados, desde o tempo que o Brasil era governado pela elite do campo e até hoje pela “zelite de esquerda” hoje no Poder. A esquerda, aliás, é que tem asco a tudo que venha de lá. Eu não. Inclusive… Read more »

Mauricio R.
Mauricio R.
9 anos atrás

“…e pode decidir contra a melhor escolha para qualquer força militar.” Qndo uma concorrência na qual o GAO, não encontrou nenhuma anormalidade no processo licitatório, o que de acordo c/ as práticas deles levaria ao concelamento da mesma; o Congresso mandou o Pentágono alterar sua própria seleção??? Será que vc realmente acompanhou C-SAR-X; VH-X ou a KC-X anterior, p/ afirmar isso??? “Se o AT-6 é realmente bom, não precisa deste empurrão.” Bom prá quem e como??? Não se esqueça que as aeronaves estão sendo avaliadas de acordo c/ o RfP do ACC, não pela minha vontade e nem pela sua.… Read more »

Observador
Observador
9 anos atrás

Maurício, você disse que: “Além do que o AT-6 é um produto americano, fabricado nos EUA, por americanos, em uma época em que outros mtos americanos estão desempregados.” Exatamente o que falei. O fato do AT-6 ser americano vai pesar sim e muito na decisão. Se este for o critério deles (e acho que é) para escolher o avião, isto se deve a pressão dos lobistas deles. Como se falou antes, lá o lobista exerce uma atividade profissional regulamentada. Ele exerce pressão sobre o governo de lá em nome dos interesses legítimos de determinado grupo, seja de natureza econômica, religiosa,… Read more »

Mauricio R.
Mauricio R.
9 anos atrás

“Se este for o critério deles (e acho que é) para escolher o avião,…” Se fosse assim, então prá que a concorrência??? Nem satisfação p/ o mercado teriam que dar, alegariam que é alguma politica social e bye!!! “…isto se deve a pressão dos lobistas deles.” Então, tem senador, deputado e lógico lobistas, exigindo que a USAF fatore os subisídios ilegais pago pelos governos europeus e expostos pela WTO, p/ o desenvolvimento do A-330. A USAF ou o Pentágono, alteraram algo na atual concorrência KC-X??? Não. Então cadê os super poderes dos lobistas, em imporem as vontades se seus clientes???… Read more »

Mauricio R.
Mauricio R.
9 anos atrás

Forças militares adoram divulgar seus feitos, na geurra e tb na paz: “On January 25-28, the Embraer A-29 Super Tucano light attack aircraft was demonstrated to the US Air Force at Kirtland Air Force Base, New Mexico, as part of the Light Air Support System Demonstration LASSD program. This is an open competition organized by the U.S. government for the purchase of lightweight combat aircraft for incorporation into the USAF’s light attack inventory. Brazil’s Força Aerea Bralileira supported the event and provided an A-29 aircraft (registration FAB 5951) belonging to the 3°/3° GAV Arrow Squadron, accompanied by a C-130 transport… Read more »

Rodrigo
Rodrigo
9 anos atrás

Devo ser muito parvo, para não enxergar problema algum, em a FAB se empenhar para vender o ST, até por receber royalties nas vendas.

Não vi reclamações pelo pessoal da FAB ter ido testar SH e Rafale, em base operacional ao invés de no fabricante.

Diga-se de passagem melhor fazer isto que o contato somente com o pessoal do depto comercial do fornecedor.

Mauricio R.
Mauricio R.
9 anos atrás

O problema é qndo aparecem frases desse tipo:

“…qual se ficou sabendo que a USAF não permitiu o vôo acrobático do ST com carga desbalançeada, que…”

No mais estou de acordo, que a FAB participe do esforço de vender a aeronave, pelo menos esses aí dão algum retorno.
Já pensou ter que carregar um Astros, prá lá e prá cá e não vender nada???