Home Noticiário Nacional Após a eleição de Dilma, França espera decisão a favor de seu...

Após a eleição de Dilma, França espera decisão a favor de seu caça

89
45

Passada a eleição de Dilma Rousseff, os franceses que pretendem fornecer os novos caças da força aérea Brasileira estão em suspense máximo. Não por acaso foi o francês Nicolas Sarkozy o primeiro chefe de Estado a parabenizar a petista.

Eles esperam que a decisão em favor de seu avião, o Rafale, saia a qualquer momento a partir de hoje, quando o ministro Nelson Jobim se reúne com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Recapitulando: o negócio de cerca de R$ 10 bilhões para fornecimento inicial de 36 aviões se arrasta desde 2001.

Os franceses são os prediletos do ministro Nelson Jobim, que fez a FAB mudar o relatório técnico que favorecia o sueco Gripen NG para adequar-se à vontade política já expressa na parceria estratégica assinada com Paris.

Segundo Lula, porém, a decisão só seria tomada em parceria com o sucessor.

Como o petista já sugeriu a permanência de Jobim na Defesa, os concorrentes temem que a fatura esteja definida em favor dos franceses.

Mas suecos e os americanos, com seu F/A-18, se agarram às notícias dos bastidores que indicam uma certa má vontade com a falta de flexibilidade francesa na discussão de preços -seu avião custa o dobro do Gripen e 40% a mais que o F/A-18, prometendo inigualável transferência de tecnologia.

FONTE: Folha

Subscribe
Notify of
guest
45 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
RatusNatus
RatusNatus
10 anos atrás

Como quase toda matéria desta empresa prestadora de serviço PÚBLICO, contém uma mentirinha para endossar a matéria.
Então a matéria é: Sarkozy é o primeiro chefe de estado a ligar porque tem interesse.

O negócio é que ele não foi o primeiro nem o segundo a ligar.

A matéria era sobre o que mesmo?

Edu Nicácio
10 anos atrás

– 48 Super Hornet via FMS (4 “GDA’s” equipados) +
– 36 + 84 Gripen E/F via FX-2 (10 “GAC’s” equipados) +
– 48 Super Hornet OU F-35C via FMS em 2020 para a MB =

Brasil com a maior e mais poderosa força aérea da América Latina!!!

Pena que, em Brasília, falte visão…

Nick
Nick
10 anos atrás

Alta ansiedade francesa, clima de final, finalmente vão desencalhar a Jaca 🙂

Para os franceses é agora ou nunca.

[]’s

Cabral
Cabral
10 anos atrás

Vão ficar esperando então…
Podem puxar uma cadeira e sentar.

ZE
ZE
10 anos atrás

Como eu disse, vai ser uma festa na mídia nacional.

Vai ter até foto de ministro bebendo vinho em castelo francês !!!!!

[ ] s

Leandro RQ
Leandro RQ
10 anos atrás

Como diria “aquele outro”

Só acredito vendo!

Fernando Papa
Fernando Papa
10 anos atrás

A fiel escudeira do Jobim não podia deixar a oportunidade de escrever um texto só para colocar as palavras na boca do presidente… palavras a favor do Jobim, é claro…

Rafael (RS)
Rafael (RS)
10 anos atrás

Ainda tenho esperanças, se não for Gripen anulem esse interminável FX-2 E vamos para a terceira novela FX-3, kkkkkkkkkk, Brasil o país da piada pronta.

Fosker
Fosker
10 anos atrás

Messier Joban gosta de la jaque

Baschera
Baschera
10 anos atrás

O Lula mencionou na entrevista de hoje, as 11: 20 hs, no Palácio do Planalto, que se reuniria com Sarkosy em Seul, onde ambos participam de reunião de chefes de estado do G-20, nesta semana, para tratar do assunto FX-2.

Vai dizer: Mas tá salgado “à brecinho, fazz uma desconta… gue Salim da Pré-Sal combra…”

Sds.

Joaquim Honorato
Joaquim Honorato
10 anos atrás

O Brasil ten q comprar o f 18 super hornet e o gripen pois eles são ben baratos e suas manutanções são baratas
tabem as aeronaves francesassão ben caras e suas manutenções tabem são caras

caro Edu Nicácio
o Brasil não tem dinheiro para comprar o f 35
ta vc disse q em 2020 o Brasil pode comprar o f 35 mas ele é caro pois ele é um avião novo tambem sua tecnológia é novo e isso o deixa caro como o f 22 q custa 500.000.00

Vader
10 anos atrás

Nada de novo no front ocidental. Só os franceses roendo a unha e rasgando as calcinhas… 🙂

Marcos
Marcos
10 anos atrás

Hahahahahahahaha,

E alguem tem algum duvida ainda????
Molusco anunciando alguma coisa, o que Voces acham que será ????
Algumas pista;

Seus motores são ridiculos (Rejeitados por EUA, UEA e por ai vai)
É 100% “Nacional”
Abate F-22, Typhoons, Su 30 e 35, etc
E vão transferir 100% de TT
Vão gerar 3000 empregos

Quem, quem ???????

Rafael (RS)
Rafael (RS)
10 anos atrás

Impressionante, como nós não aprendemos as lições que nos são impostas, os franceses mais de uma vez já demonstraram que não cumprem contratos e não são confiáveis, (se alguém dúvida pergunte ao pessoal da FAB como é o histórico de manutenção e fornecimento de peças por parte do franceses para nossa frota de aviões, sem falar nas trairagens no CS da ONU na questão do Irã, Mercosul e UE, questões agrícolas, declarações bem diplomáticas e respeitosas por parte dos dirigentes franceses, tipo ” lixo agrícola vindo dos países do Mercosul, e carrinho de mão da EMBRAER , projeto KC-390 e… Read more »

B.O.B
B.O.B
10 anos atrás

Particulamente prefiro que venha Rafale ou Gripen,mais que não me venha com esse tal de Super Hornet.Sem trasferencia de tecnologia voltamos praticamente a estaca 0 do objetivo primario que era a tão sonhada trasferencia de tecnologia…

B.O.B
B.O.B
10 anos atrás

Realmente os francesses são “trairas” mas os americanos são piores,mas caso não venha nem Rafale nem Gripen então vamo de sukhois……..º_º

Fabio ASC
Fabio ASC
10 anos atrás

Apesar de não “torcer” pelo Rafale, se realmente o Molusco for anunciar algo sobre os caças, e que anuncie a compra, vai dar Rafale.

Sei que é chato ficar repetindo, mas esse negócio de TT parece mendigo em porta de Boate.

Vai de Gripen, pelo menos será fabricado todo aqui, eu acho rsrsrs.

Edcreek
Edcreek
10 anos atrás

Olá,

O Gripem pode até ter alguns itens estruturais feitos por aqui mas o grosso dos componentes eletronicos não poderam ser feitos já que não pertecem aos Suecos, itens como:

Radar-Italiano
Motor-Americano
Sistema de geração eletrico-Ingles
Sistemas Hidraulicos-Ingles

Com o NG teremos acesso apenas a estrutura do avião somente, grande parte do recheio interno não é deles e eles não tem direito de propriedade das tecnologias, logo não podem nos vender o que não lhes pertence.

Abraços,

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Edcreek disse:
4 de novembro de 2010 às 8:32

Só que você como sempre usando das suas conclusões totalmente isentas, esquece de falar que a Dassault também só é proprietária da estrutura do Rafale.

SNECMA e Thales por mais de uma vez já disseram que o que é deles, ninguém tasca.

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás
Edcreek
Edcreek
10 anos atrás

Olá, Rodrigo o diretor da Thales já disse que repassará todos os dados tecnicos do Radar AESA eu já postei o link dele falando isso aqui. Sistemas de controles de voo, sistemas hidraulicos, teremos acesso a tudo isso. Tambêm teremos acesso aos dados tecnicos dos misseis Franceses. Por serem todas empresas Franceses teremos muito mais liberdade de acesso do que fazer pedidos de radares para Italianos, Motores de Americanos e sistemas eletricos Ingleses. Não tem como comprar, estamos vendo no caso dos Submarinos e dos ECs que teremos muito mais acesso com os Franceses, não será total mas será maior.… Read more »

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Edcreek disse:
4 de novembro de 2010 às 9:00

Passa de novo ai que eu não vi..

No fim vão ser as mesmas bibliotecas que a Raytheon ficou de passar…

Mas vou te dar o benefício da dúvida, já que você mistura giroscópio com estabilizador.

Sistemas hidráulicos e de controle de vôo são de responsabilidade da Dassault, tanto quanto da SAAB, tanto quando da Boeing espertão.

A EMBRAER já domina isto há 200 anos, não precisa de ToT.

Mario no japao
Mario no japao
10 anos atrás

espero que seja o rafale. os o que seja qualfor e melhor que f5 hahahahahhahahahaahhahahah

Gilberto Rezende-Rio Grande/RS
Gilberto Rezende-Rio Grande/RS
10 anos atrás

Podem estrebuchar a vontade grinpeiros e horneteiros…
O Rafale vem aí…

Edcreek
Edcreek
10 anos atrás

Olá, Rodrigo Não, não serão blibiotecas, serão os equipamentos e as blibiotecas, com a palavra: Jean-Noël Stock diretor da Thales do programa Rafale: “Dassault, Snecma and Thales will submit a best and final offer for Brazil’s initially 36-aircraft FX-2 requirement on 8 June, facing competition from the Boeing F/A-18E/F Super Hornet and the Gripen NG. “We are the only ones offering [to transfer] all equipment, including source codes,” says Jean-Noël Stock, Thales’s head of the Rafale programme” Tinha uma outra entrevista ainda mais especifica que ele fala claramente que iria repassar todos os projetos da antena que estava junto no… Read more »

grifo
grifo
10 anos atrás

mas o grosso dos componentes eletronicos não poderam ser feitos já que não pertecem aos Suecos, itens como:

Caro Edcreek, a proposta do Gripen vem de um consórcio e os offsets tecnológicos vem de todos os participantes, basta ver por exemplo o acordo entre a Selex Galileo e a Atmos. Da mesma forma o Rafale tem offsets tecnológicos de todos os membros do consórcio.

Tinha uma outra entrevista ainda mais especifica que ele fala claramente que iria repassar todos os projetos da antena que estava junto no outro post, que ainda não achei.

Interessante. Vai repassar para quem?

grifo
grifo
10 anos atrás

O Rafale vem aí…

É, mas quando acabar a Cruzex ele volta… 🙂

Gumpy
Gumpy
10 anos atrás

O Rafale vem ai…
E os nossos pilotos vão conhecê-lo bem de perto…

Gumpy
Gumpy
10 anos atrás

ZE disse:
3 de novembro de 2010 às 17:00

Como eu disse, vai ser uma festa na mídia nacional.

Vai ter até foto de ministro bebendo vinho em castelo francês !!!!!

——————————————————————————–

Mais digno e convincente, do que um prefeito ridículo do ABC na Suécia !!!

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Edcreek disse: 4 de novembro de 2010 às 10:29 Edson, eu entendo que você enxerga aquilo que lhe é conveniente. Mas ele falou exatamente o que o rapaz da Boeing disse.. A bancada tem que vir junto, senão vai testar o software como, né ? O software que a Raytheon e a Thales estão fornecendo nada mais são que as bibliotecas de aplicativos. O código fonte, como elas são feitas não. Além de segredo de estado, não nos acrescentaria grande coisa, pois não teremos os protocolos internos de software dos microprocessadores. Entendeu agora ? De camarada, você chama os seus… Read more »

roberto bozzo
roberto bozzo
10 anos atrás

Edcreek, desculpe-me se estiver errado, mas até onde sei a FAB não solicitou a construção de motores no Brasil para o FX2, ela quer, somente, a manutenção dos mesmos, para que não seja necessário o envio destes ao fabricante e, assim, poupar tempo e dinheiro.
Inclusive para o radar é a mesma coisa, não foi solicitada a fabricação aqui mas a manutenção, se eu não estiver novamente enganado.

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Vocês tem que abandonar este papo de Consórcio…

Isto não é real..

Consórcio Nacional SAAB, nem caminhão você compra mais 😀 😀 😀

Consórcio Nacional Dassault é daqueles com pinta que você paga e não recebe.

Não existe este alinhamento que vocês falam e nem todas as empresas irão entregar os seus segredos.

Acordem que 2012 vem aí!

Corram para as colinas mais altas! ahahahaha

Edcreek
Edcreek
10 anos atrás

Olá,

O Rodrigo a transferencia será mais abrangente o diretor do programa Rafale deixou isso claro no quesito de radar.

2012 ainda está longe heheheh

roberto bozzo a questão é que se esse tecnologia de ponta esta sendo oferecida no pacote devemos aceitar, entende?

Abraços, camarada e Rodrigo Camarada?

Agora que vi coloque a noticia mas não o link:

http://www.flightglobal.com/articles/2009/06/10/327206/paris-air-show-rafales-fighting-chance.html

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Edcreek disse: 4 de novembro de 2010 às 12:32 Digamos que esta parte do “código fonte”, eu esteja bem por dentro e nem de longe é tudo isto que você fala. O pessoal do comercial fala o que quer… Procure as declarações do Coggins…. Elas são mixurucas comparadas as promessas milagrosas da SAAB e Dassault, mas ele por motivo de legislação está impedido de mentir demais 😀 😀 e lá você sabe que o cidadão vai parar na cadeia de fato. Mas neste ponto as 2( Boeing e Dassault) estão em exato pé de igualdade e contém exatamente o que… Read more »

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Edson, usando este mesmo link que você colocou e já que você é o homem das fontes do Depto Comercial me explica ai por que o comercial da Dassault diz que o radar AESA só entrará em serviço em 2012 e você fala que já está em operação ? É a fonte da fonte ? ahahahah Agora falando sério. Para você ver como o que Depto Comercial fala, tem que dar um desconto considerável. Pega a última parte do link, que você vai ver que todas as qualidades que o cara que são superlativas do radar, são exatamente todas as… Read more »

ZE
ZE
10 anos atrás

“Rodrigo disse: 4 de novembro de 2010 às 8:45 ” Isso é um grande problema. Há cerca de 1 mês atrás, o motor do Boeing 787 Delayedreamliner explodiu no centro de testes que a Rolls Royce tem no País de Gales. A explosão destruiu parte do motor, assim como danificou o centro de testes. Oficialmente, ninguém sabe ainda o que aconteceu. Tal fato, deixou a Boeing com o C.. na mão, pois pela enésima vez eles terão que adiar a entrega do avião. Você sabe que isso é custo para a Boeing (e dos altos). O programa, desde o começo,… Read more »

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

ZE disse:
4 de novembro de 2010 às 13:52

O problema do Dreamliner não está somente no motor e sim na integração com o avião.

O que me faz gostar dos gringos é que eles não abafam.

roberto bozzo
roberto bozzo
10 anos atrás

Edcreek disse:
4 de novembro de 2010 às 12:32

mas eles estão oferecendo POR ESCRITO ou apenas em entrevistas ?? Porque falar qualquer um faz, mas assinar o que diz é diferente…. e sabemos que o Sarkô prometeu mundos e fundos mas não pôs nada no papel, por isso que ainda não foi anunciado o Rafale, e por isso o Lula vai aguardar atè depois do dia 20 para anunciar o escolhido, pois é quando ele se reunirá com o Sarkozy em Seul.

Edcreek
Edcreek
10 anos atrás

Olá, Rodrigo, não foi o comercial quem disse foi o diretor da Thales responsavel pelo projeto Dassault. Nesse caso apresenta um boa sintonia. Sobre ser o que o EAU querem, imagino que não tenha vinculo já que a reportagem é de 2009 como vc pode perceber. Sobre ser eletronicamente superior, não acho que seja hoje o projeto mais maduro e pronto é o Super Hornet com radar AESA full a tempos, misseis no estado da arte, ampla experiencia operacional, vasta gama de Pods etc, sempre falei isso vc sabe o problema com os Gringos são outros. E os atrazos no… Read more »

roberto bozzo
roberto bozzo
10 anos atrás

A questão não é estar ou não em contrato, a questão é o tempo perdido numa tentativa de negociação… se esta colocado de forma clara HOJE, por escrito, não há a possibilidade de não estar num futuro contrato; se discutirá a abrangência, o quantitativo, a forma de transferênia em si, mas não se haverá ou não. Acredito que este é o ponto atual, prometeu-se “de boca” que o motor seria fabricado aqui, por exemplo, mas não há nada oficial dizendo isso, então, num futuro contrato, não há nem o porquê de se iniciar a discussão referente a este item, entende… Read more »

ZE
ZE
10 anos atrás

“roberto bozzo disse:
4 de novembro de 2010 às 16:06′

roberto bozzo, o Sarkô NÃO pode prometer nada ao Lula, por uma simples razão: ele é o presidente da França, e não membro do conselho, quer da Dassault, Snecma, Thales…,quer das dezenas de outra companhias que fornecem peças, compontentes à Dassault !!!!

É simplesmente IMPOSSÍVEL !!!!!

Aliás, eles já deveriam ter sido desclassificados por mentirem, por ter prometido algo humanamente impossível.

A não ser que a Dassault tenha dezenas de acordos.

Um acordo para cada companhia que fornece compontentes.

Quantas cias são: 14, 20, 30 ????????

[ ]s

roberto bozzo
roberto bozzo
10 anos atrás

Zé, concordo. O que acho é que o Lula ainda vai dar mais uma chance ao sarkozy de oficializar as promessas feitas.

Elissom
10 anos atrás

Preocupa-me bastante o critério político do FX2. A soberania nacional é um assunto seríssimo e deveria ser tratado amplamente com os três poderes constituintes e a aeronáutica. Essa barganha de caças e tecnologias aeroespaciais necessitam de mais cabeças pensantes. Não acho que a França possui todas essas cartas em mãos como diz. A transferência de tecnologia deve ser total e irrestrita, senão não há razão para tal. Devemos nos espelhar em Israel nesse momento de negociação, que convive com todas as tecnologias americanas e se deu muito bem em seus grandes conflitos, por que não os F18 Super Hornet, ou… Read more »

Rafael
10 anos atrás

O F-X2 nos remetem a períodos de nossa história em que, globalmente, não eramos levados à sério ( Charles Degaulle disse isso em um passado recente). Há muitos “disse não disse” nessas negociações dos 36 caças e a incredulidade, a imaturidade político administrativa brasileira estão totalmente à mostra. A Dassault, fabricante do caça Rafale, está à beira da falência e não estamos aqui para salvar empresas e sim, definirmos quem fará uma parceria tecnológica para patrulharmos com eficiência nossas fronteiras e mantermos nossa soberania nacional intacta. Falta aos nossos políticos e Força Aérea Brasileira, coerência nessas negociações. Não podemos brincar… Read more »

Rogério
10 anos atrás

O F-X2 é uma afronta à nossa inteligência. O Rafale nem tinha sido cogitado para ganhar a concorrência e está à meio passo para tal. O segundo concorrente, o Gripen, é advindo de um consórcio e não possui nacionalidade específica, como podem transferir uma tecnologia que não existe? O F18 Super Hornet é superior em todos os aspectos tecnicos. Sou engenheiro aeroespacial e sei o que estou falando. O Brasil só precisa firmar um termo de parceria tecnológica, contruir o caça na própria EMBRAER, trabalhar a qualidade de seu arsenal e pronto, não há o que questionar. Deixem o Chaves,… Read more »