domingo, junho 13, 2021

Gripen para o Brasil

Míssil misterioso no F-5EM

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Nesta foto feita pelo sgt Johson Barros da FAB na CRUZEX V, aparece um míssil ar-ar na asa esquerda do F-5EM, diferente do AIM-9B e do MAA-1. Qual seria esse míssil?

NOTA DO PODER AÉREO: Infelizmente a FAB não disponibilizou as fotos em tamanho maior que 800×600 pixels.

LEIA TAMBÉM:

- Advertisement -

61 Comments

Subscribe
Notify of
guest
61 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
darth.silva

A-Darter versão de teste?

PUMA15

Acho q A-DARTER n pq tem essas coisas parecidas com canards na ponta nao sei o nome disso,Derby tb n é,fica a duvida

Mateus Lobo

Não acho que seja o A-Darter não, as superfícies de controle de voo são diferentes.

Joaca

AIM9-P
A Fab recebeu 4 AIM9-P de manejo a anos atrás

Joaca

Vejam o anel azul no meio do corpo, míssel de manejo, AIM9-P

Marcelo M

lembra o AIM-9P, rsrsrs, vamos chutar melhor, versão de manejo do Python 4

Bras

Tenho a impressão que não é um A-Darter. O A-Darter não possui as aletas no nariz.

Marcelo M

Joaca, falei pela aperência, não sabia da história do AIM-9P não, só 4 para manejo? vieram junto com o segundo lote de F-5, os “agressores”?

Alexandre Galante
Python

Python 4 de treinamento!!

Joaca

Se me lmbro bem, vieram depois

Joaca

Galante
Dá logo a resposta por favor.

Felipe

Segue mais foto do F-5EM com o mesmo míssel na ponta da asa.

http://1.bp.blogspot.com/_VoabGNCjIxg/Sty5_ZLNqwI/AAAAAAAAC4M/F-7eQQRp7Go/s1600-h/F-5EM+DERBY.JPG

míssel mais conhecido como desconhecido haha

Python

Notem o sensor diferente de qualquer Aim, além também de ser um míssil mais “encorpado”, belas imagens…

MOsilva

Olá
É um Sidewinder AIM-9P de treinamento. O anel azul mostra que é um missil de treinamento. É esta a dica, Alexandre?
SDS.

evandro

Missil Ar-Ar MAA-1 Piranha

Gilberto Rezende-Rio Grande RS

Este não é um daqueles mísseis pod de treinamento que foram comentados nas RED FLAGs???

Um pod na forma de míssil que grava o desempenho e dá os Kills independente do piloto e por isso só precisa um por aeronave???

Marcelo M

Gilberto, se não me engano estes equipamentos lembram hastes , lembrando um tubo de pitot grande, bem bicudo. Não possuem necessidade de aletas

Python

Gilberto aquele é o pod Nacts, utilizado pelos americanos em seus exercícios… E é bem diferente fisicamente falando desse que é o Python 4. Apesar de parecido com o AIM-9P/J e até com o Piranha, com olhar atento se percebe as claras diferenças desde o diâmetro, detalhe das aletas, canards, sensor… Há confusão porque o míssil real tem configuração diferente…

Lucas

Não seria o novo Maa-1b ?

J. Claro

Seria o AIM 9L/M? Será?

Lucas

Olhando melhor agora, acho que é o maa-1a mesmo…

Flanker

“Felipe disse:
4 de novembro de 2010 às 13:00
Segue mais foto do F-5EM com o mesmo míssel na ponta da asa.”

Felipe, a foto do link indicado por você mostra 2 F-5EM do “14” armados com mísseis Sidewinder -9B e Derby.Não estão com o míssil em questão.

[ ]

Giordani RS

Pelas aletas dianteiras é um AIM-9N/P.

Lucas

Diz logo que missil é esse ai…. tou curioso

Flanker

“Python disse:
4 de novembro de 2010 às 13:28
Gilberto aquele é o pod Nacts, utilizado pelos americanos em seus exercícios… E é bem diferente fisicamente falando desse que é o Python 4… ”

Quer dizer que o míssil da foto é a versão de manejo/treinamento do Python 4?(A FAB realmente opera o Python 4).Por que uma versão de treinamento com configuração tão distinta da versão operacional?
Teria algum link ou fonte para partilhar conosco, onde apareça a informação que trata-se da versão de manejo do míssil israelense?

[ ]

Galileu

AIM9 pra treinamento..

Flanker

Com certeza absoluta não é nenhuma versão do MAA-1.Se for o Sidewinder, só pode ser o -P(principalmente pelo formato das aletas dianteiras).
Ou é a versão de manejo citada pelo Python ou a versão de manejo do AIM-9P.

[ ]

MOsilva

Olá
Os planos de guiagem do Python (3 ou 4) são bem diferentes dos que aparecem na foto. Não parece ser este o modelo…
SDS.

MOsilva

Interessante o posicionamento do míssil, no trilho da ponta da asa. Se eu não estiver enganado, este ponto de disparo não era utilizado pelos F-5 brasileiros, por não ter tomada de dados nem de líquido refrigerante (para a cabeça dos mísseis IR). Com a modernização, este ponto pode ser utilizado normalmente em combate?
SDS.

Gilberto Rezende-Rio Grande RS

Naquele link-dica do Galante parece mais com o AIM-9N/P mas o míssil da foto é mais “gordinho”, estaria mais para o AIM-9P.
E principalmente apesar do “recorte” das aletas dianteiras com a borda de ataque com um “ângulo” ser igual ao desenho do AIM-9N/P, seu posicionamento é um pouco mais a vante no míssil. Quase não tem comprimento de ogiva depois das aletas dianteiras.
Não corresponde exatamente…

Python

Vou explicar, se você notar outras imagens em que esse míssil está com o Derby vai notar que eles tem o mesmo tamanho, isso é uma iniciativa da Rafael, isso se dá porque o Derby é derivado do Python 4… Em outros caças como no caso do Tiger III chileno e F-16 block 50 o míssil é idêntico a esse mas não possuí as aletas frontais… Note nesta foto que são idênticos do anel azul pra trás… http://www.tecnodefesa.com.br/images/stories/anivpampa.jpg Talvez essa opção “diferente” para redução de custos haja vista que pode se simular o Derby e o Python bastando a substituição… Read more »

Gilberto Rezende-Rio Grande RS

Reparem na foto abaixo na matéria aqui do Aéreo sobre as Garras do F-5M!!!
Do lado, no carro-suporte!!!

montado e pintado!!! Um “Derby” BVR de treinamento ????

É isso Galante ???

http://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads/2008/08/f-5em-lizard-python-3-e-maa-1.jpg

Gilberto Rezende-Rio Grande RS

Bah não tá no texto do link… MAA-1 Piranha… Bingo…

Gilberto Rezende-Rio Grande RS

Faltou a VÍRGULA depois do NÃO… 🙂

André Castro

MAA-1B não é porque tem canards duplo na ponta, um fixo outro movel ,este na foto só tem um .

André Castro

Olha o MAA-B completamente diferente desse .

https://sistemasdearmas.com.br/aam/maa1maa1b.jpg

airacobra

ele parece bem mais encorpado (gordinho) em relação ao -p, e as aletas apesar de ter o mesmo formato que o -p parecem estar mais avante que no -p

mas no meu ponto de vista eh a unica opção que realmente parece

aposto no aim-9 p

evandro

Missil Ar-Ar MAA-1 Piranha com detector IR da mesma tecnologia desenvolvida para o míssil A-Darter??? MAA 1/T , MAA 1/E

Ira

oi, alguma boa alma pode me esclarecer uma dúvida: A FAB oficialmente só tinha o AIM-9B dentre as versões do sidewinder, correto? E esse “-P”, compra nova?! além da versão manejo será que tem versão funcional?! ou já tinham estes e eu estava boaindo?! grato

Luiz Carlos

Não seria o A-Darter da Denel Dynamics da África do Sul e pela FAB, que inicialmente está investindo US$ 52 milhões no desenvolvimento ? O míssil terá grande agilidade e capacidade de realizar manobras em altos ângulos de ataque, graças ao empuxo vetorado e poderá operar em ambientes saturados de contramedidas eletrônicas, por causa do seu seeker infravermelho de grande sensibilidade e alcance. O A-Darter terá capacidade “lock on after launch”, voando até um ponto determinado por guiagem inercial e depois ativando seu buscador de IR, quando estiver próximo do alvo. O míssil será também “off-boresight”, podendo ser disparado contra… Read more »

RL

Putz, pode ser até um palito de fósforo que ascende e nada mais, más dizer que é o A-Darter, não tem nada a ver.

Diferente pacas.

Carlos Eduardo Nascimento

É o equipamento de treinamento do Python 4.

Gilberto Rezende-Rio Grande RS

Tá parecendo um híbrido de Piranha brasileiro com cabeça de míssil sul africano…
Cruzes esta frase tá meio mal …. 🙂
Míssil Frankestein ???

Francisco AMX

AIM-9P…. triste… não temos nem o L/M que já era operacional com a RAF e RN na guerra das Malvinas… e mesmo este P não parece ter a versão com cabeça de guerra…

Sds!

Luiz Ricardo

Pelas aletas dianteiras é um AIM-9N/P [2]

Gilberto Rezende-Rio Grande RS

Para ser exato parece ser o segundo reprojeto do MAA-1 original (A) que introduziu os canards dianteiros maiores e com aquele recorte diferente do inicial triangular e pequeno.
A pegadinha é o seeker diferente…
Talvez seja uma repaginada com um NOVO seeker que tenha sido atualizado baseado num projeto mais moderno derivado do MAA-1B…

Gilberto Rezende-Rio Grande RS

E ainda tem gente que defendia a compra do Super Hornet…
Com Sidewinder depreciado…

Gabriel T.

Vocês não ficaram sabendo? Os EUA nos venderam o míssil com palha no lugar da ogiva. Ah esses americanos safadinhos…

Reportagens especiais

Além do Gripen: Saab apresenta fábrica de aeroestruturas do caça, no Brasil, de olho no mercado mundial

Grupo sueco, que venceu o programa F-X2 de 36 caças para a FAB, apresentou em São Bernardo do Campo...
- Advertisement -
- Advertisement -