Home Noticiário Internacional Tornado no lugar do Harrier foi uma boa decisão para a RAF?

Tornado no lugar do Harrier foi uma boa decisão para a RAF?

390
76

O debate continua no Reino Unido, referente à decisão do governo de cortar os Harrier em favor da manutenção dos Tornado GR4 em operação.

Segundo a opinião de alguns, a experiência no Afeganistão revelou que os jatos rápidos são simplesmente inadequados para serem eficazes na identificação precisa e no acerto dos seus alvos. Aeronaves lentas e que voam baixo, como o A-10 Thunderbolt II da USAF,  revelaram-se mais eficazes como aeronaves de asa fixa para o apoio aéreo próximo, tanto é que os EUA estão avaliando o AT-6, um treinador turboélice mais lento ainda, para missões de ataque.

Com a perda do Harrier, também perde-se a aviação de asa-fixa embarcada, o que prejudica mais ainda a capacidade do Reino Unido de projetar poder sobre terra eficazmente.

Subscribe
Notify of
guest
76 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Bruno
Bruno
9 anos atrás

Não acho que foi uma boa idéia.São aeronaves diferentes com missões diferentes.A RAF perdeu sua aviação embarcada até a chegada dos F-35, coisa esperada pra depois de 2015.Sem falar que segundo a reportagem, o Harrier é bem mais útil para a RAF atualmente que o Tornado.

Vader
9 anos atrás

Caramba, essa é complicada, é que nem comparar alhos com bugalhos…

mano
mano
9 anos atrás

não quer o Harrier, dá pra “nóis”…

Francisco AMX
Francisco AMX
9 anos atrás

Vejam bem, a RAF tem os 2, eles certamente sabem onde aperta o sapato, certamente que os Harriers são mais caros de operar e, principalmente treinar os pilotos é algo mais demorado.
Sobre o Afeganistão, as bombas inteligentes guiadas por GPS estão tomando a frente… não vejo como muita diferença as mesmas serem lançadas de um Tornado ou Harrier…
Além do mais o Tornado, para a defesa do UK é mais eficiente…
penso eu…

Sds!

robert
robert
9 anos atrás

manda os a-4 e o opalão pra lá pra eles manterem doutrina também aehaioae

camberiu
camberiu
9 anos atrás

Essa decisão de aposentar o Harrier e manter o Tornado é o reflexo de uma mudançã significativa na política externa do Reino Unido. Devido aos extensos déficits orçamentários vividos por aquele pais, nos vamos ver uma postura britânica muito menos intervencionista por pelo menos uma década ou duas. O Reino Unido simplismente percebeu que a economia daquele pais não tem mais como sustentar aventuras internacionais patrocinadas pelos EUA/OTAN ou pela ONU. Em vista disso, o papel das forças armadas britânicas será restringido a uma postura bem defensiva e focada na proteção das ilhas britânicas em si. Em cima dessa visão,… Read more »

Vader
9 anos atrás

robert disse:
25 de outubro de 2010 às 14:33

“manda os a-4 e o opalão pra lá pra eles manterem doutrina também aehaioae”

Ahahahaha, pois é, aparentemente a Royal Navy, que não entende quase nada de navios, não se importa de “perder a doutrina” de aviação embarcada… 🙂

Esdras
9 anos atrás

Gente, isso é decisão desesperada, porque o que eles estão o lhando é quanto custa manter na ativa cada coisa. Manter o Harrier em operação é muito caro e o tornado também e por isso parte dos tornados também sairá de operação. São dilemas da vida, ou corta na carne ou quebra, e a anos a economia da Inglaterra anda crescendo como um rabo de cavalo….para baixo. É como aquele ex rico que ainda mantem uma mansão na praia, com lancha e vários carros, mas todos estão com PIVA atrasados e não tem mais grana para usar. Ou vende ou… Read more »

JOSEF SIMAS Jr.
JOSEF SIMAS Jr.
9 anos atrás

Sem os dois portavioes os Harriers, ja velhinhos e caros de manter, nao fazem mais sentido…

mario Blaya
mario Blaya
9 anos atrás

alguém sabe qual a razão daquele quadriculado amarelo no tornado, eu já ví em varios aparelhos, obviamente tem uma função indicativa para o pessoal de terra, penso eu, mas não dá para ser mais discreta?

Mikhail Aleksandrovitch Bakunin
9 anos atrás

Esdras disse: 25 de outubro de 2010 às 15:03 É como aquele ex rico que ainda mantem uma mansão na praia, com lancha e vários carros, mas todos estão com PIVA atrasados e não tem mais grana para usar. Ou vende ou o banco toma. Reflexo das mudanças constantes da economia global onde os antigos ricos são os mais novos probres e os probres do passado são os novos ricos, como India, China, Corea do Sul……… Quem dera eu veja o dia em que seremos pobres como os ingleses: PIB per capita de 2009 em US$, segundo o Banco Mundial:… Read more »

mario Blaya
mario Blaya
9 anos atrás

essa avaliação sobre qual o tipo de aeronave mais apropriada para apoio aproximado, poderiam ter perguntado para os primos deles, os americanos, eles começariam falando com saudades do Skyraider no Vietnan.

mas e nitido que é grana mesmo!

JOSEF SIMAS Jr.
JOSEF SIMAS Jr.
9 anos atrás

Bakunin,

E’ isso ai mesmo… E’ o pragmatismo responsavel das financas britanicas, tem que apertar o cinto mesmo.

JOSEF SIMAS Jr.
JOSEF SIMAS Jr.
9 anos atrás

Estes Harriers esta cancados de guerra, motores caros, velhos e bebedores de avigas, pecas caras, etc …
E, o TdO do UK e’ outro…

JOSEF SIMAS Jr.
JOSEF SIMAS Jr.
9 anos atrás

Quem se candidata para comprar estas “jacas” ? Talvez a India ?

Vao para o museu creio. Foram grandes avioes no seu momento.

camberiu
camberiu
9 anos atrás

Caro Bakunin, Você está olhando a coisa do ângulo errado. O importante não é o quanto se ganha, mas sim o quanto se gasta. O Reino Unido tem uma dívida publica equivalente a 68% do PIB daquele pais. A dívida publica chinesa é de 16% do PIB. Ou seja, apesar da renda per capita mais baixa, a China não está atolada de dívidas, mas o Reino Unido está. Portanto, agindo com saudável cautela, os Ingleses estão passando a faca nos gastos públicos antes que a coisa saia do controle. Falando nisso, alguem sabe onde fica o brasil nessa história? Bom,… Read more »

Zorann
9 anos atrás

Camberiu

Falou tudo!

É oque tenho dito por aqui. Precisamos cortar despesas, fazer reformas. Estamos estagnando. Não temos educação de qualidade, e só estamos crescendo no rítmo atual, muito devido ao crescimento da produção de commodities e alimentos para exportação.

Estamos sim muito diferentes da Inglaterra.

André
André
9 anos atrás

O governo brasileiro realmente tem gastos muito grandes, mas não é com defesa. É só ver um dos últimos posts, o a Brasil gastou 1,54% do PIB com defesa, sendo que o MinDef é o único que computa a folha salarial (ativos, inativos e pensionistas junto) no seu orçamento, a folha salarial dos demais ministérios ficam na pasta do Planejamento. Com isso o gasto em investimento foi muito menor, sendo que ainda entram outras despesas que são responsabilidade da pasta, mas não são propriamente militares (Manutenção de aeroportos, boias, farois, etc). Vocês podem ter certeza, muito do que é discutido… Read more »

Moreau
Moreau
9 anos atrás

O discurso presidencial faz com que muitos brasileiros acreditem que nosso país pagou sua dívida externa! Na verdade pagou o empréstimo junto ao FMI, mas a divida externa real ultrapassa 230 bilhões de dólares.

Já a dívida interna teve um crescimento assustador em 8 anos cresceu de 650 bilhões de reais no inicio do Governo para 1 trilhão e 600 bilhões de reais.

Com o “bolo” da divida crescendo deste jeito um dia a casa vai cair e vamos ter que adotar a cartilha dos Britânicos e cortar na carne!

Paulo
Paulo
9 anos atrás

camberiu

Muitos economistas já estão alertando para o que você falou. Aliás, esta onda de consumo que tomou conta do País do ano passado pra cá, não foi motivada pelo aumento da renda, mas sim pela oferta generosa de crédito. Agora que a conta está chegando, os calotes vão começar.
O juro do cheque especial já subiu este mês.
Mas domingo próximo poderemos reverter isso.

Abraços

Átila
Átila
9 anos atrás

A opção foi concentrar-se, momentaneamente, em defesa. Parte da capacidade de projeção de poder inglesa ficará em stand-by. Seria uma opção natural.
O mais interessante para a política inglesa é que isso aparenta uma redução maior do que a realidade do poderio inglês, fazendo com que outros países também sintam-se à vontade em reduzir gastos militares, afinal os cidadãos medianos ao verem tais notícias nos jornais pensarão “se os ingleses fazem isso também deveremos sacrificar os gastos militares em prol do social”. É sempre isso.

Moreau
Moreau
9 anos atrás

Acho que alguns estão confundindo Divida Publica Governamental, ou seja, “União, Estados e Municípios” com endividamento da população em geral.

Bem as dividas que cada um faz é um problema pessoal já a divida governamental é um problema pra todos nos que no final vamos pagar a conta.

Fabio ASC
Fabio ASC
9 anos atrás

Se a questão for o Afeganistão, acho que não perdem não, pois a função dos Harriers pode ser melhor feita por Helis.

Os Tornados, pelo que se tem publicado, estão realizando um excelente trabalho por lá.

Quanto aos embarcados, nem para manter a doutrina, pois mudaram do F 35 B para o C.

Qtos às Falklands, os 04 Typhoons dão conta do recado.

Giordani RS
Giordani RS
9 anos atrás

Buenas, Eu vou fazer uma outra interpretação. Como habitante de uma país continental, aonde em sua costa existem a presença continua em bases inglesas, eu ficaria muito contente com a perda da cobertura aerea proporcionada por jatos embarcados de alto desempenho; Como habitante de um país, também de dimensões continentais e aonde já houvera um lítigio belicoso por certas ilhas ao oeste, eu ficaria aliviado com a perda da cobertura aerea proporcionada por jatos embarcados de alto desempenho e por quê não? Talvez eu pudesse considerar que a “coleira” ficara mais frouxa… Como habitante de um país mega continental, carinhosamente… Read more »

Vader
9 anos atrás

camberiu disse:
25 de outubro de 2010 às 15:44

Disse tudo, mas não se preocupe: sempre haverá “uzamericanu” pra esquerdalha fedida botar a culpa…

Sempre foi assim. Sempre será. Dois governos guardam. Um esbanja.

E vamos assim ficando pra trás do restante do mundo… quem será o próximo? A Coréia já nos deixou para trás faz tempo. Quem será o próximo? Índia?

Quem viver verá…

Colt
9 anos atrás

Eu acho que os Harriers são melhores pra defender as Falklands, vai que os vizinhos tentam invadir de novo!!

Esdras
9 anos atrás

Mikhail Aleksandrovitch Bakunin disse:
25 de outubro de 2010 às 15:26

Leia mais (Read More): Tornado no lugar do Harrier foi uma boa decisão para a RAF? | Poder Aéreo – Informação e Discussão sobre Aviação Militar e Civil

E vc acreditou nesta PIB? fala serio.

Esdras
9 anos atrás

nao confundam PIB per capta com PIB absoluto.

Asimov
Asimov
9 anos atrás

Gross domestic product 2009 (millions of Ranking Economy US dollars) 1 United States 14,256,300 2 Japan 5,067,526 3 China 4,984,731 4 Germany 3,346,702 5 France 2,649,390 6 United Kingdom 2,174,530 7 Italy 2,112,780 8 Brazil 1,571,979 9 Spain 1,460,250 10 Canada 1,336,067 11 India 1,310,171 12 Russian Federation 1,230,726 ———————————————- Gross domestic product 2009, PPP (millions of Ranking Economy international dollars) 1 United States 14,256,300 2 China 9,104,181 3 Japan 4,138,481 4 India 3,783,578 5 Germany 2,984,440 6 Russian Federation 2,687,298 7 United Kingdom 2,256,830 8 France 2,172,097 9 Brazil 2,020,079 10 Italy 1,921,576 11 Mexico 1,540,207 12 Spain 1,495,683… Read more »

Rodrigo
Rodrigo
9 anos atrás
Vader
9 anos atrás

É Rodrigo, é o Plano B em ação. Isso deveria virar post.

Sds.

Luiz Eduardo
Luiz Eduardo
9 anos atrás

Poxa, Rodrigo… fala assim, não … os francófilos já disseram aqui que toda a culpa pelos problemas de logística com o M2000 e M-III sempre foi culpa da FAB, e não dos vetores e dos franceses 😉

Plano B em ação, prova que a FAB já sabe que: F-X2 is death!

Putz, larga esses F-5 de mão – manda algumas dessas duas sucatas inglesas ai em cima pra cá, poxa…pelo menos vamos fazer mais bonito no 7 de Setembro… kkkkkkk 😛

Sds.

Rodrigo
Rodrigo
9 anos atrás

Este não é bem o Plano B….

Mas é bom para quem acredita que os franceses são nossos parceiros.

Galileu
Galileu
9 anos atrás

PLANO B ahahaha
Tamo lascado, poe ST lá em Brasilia, aquilo é um deserto só!

Quanto a decisão da RAF/RNavy :
Sinceramente é uma decisão muito complicada!!
O que a RAF entende de harrier, o brasil diz saber de F5. Será que os F35 não fazem o que o tornado faz? Será que os tornados sairão quando chegar os F35??

Do mais eu assino em baixo, na decisão da dos Ingleses.

void
void
9 anos atrás

A GB tem UAVs que voam mais lentos que os Harriers para designar alvos e os Tornados e Typhons com bombas inteligentes dão conta do recado, como já dito acima.

Leo
Leo
9 anos atrás

Rodrigo disse:
25 de outubro de 2010 às 21:04

Nossa galera, ta complicada essa novela do Fx 2.
Não querendo fugir do assunto, mas eu pensava que os 60 M2009 dos EAU fosse uma boa, mudei de idéia.

Mikhail Aleksandrovitch Bakunin
9 anos atrás

Esdras disse:
25 de outubro de 2010 às 20:23

E vc acreditou nesta PIB? fala serio.

Cadê o argumento contrário, ô gênio? Que dados de outra fonte conhecida você trouxe? Acho melhor acreditar no que disser o renomado Instituto DataEsdras de estatísticas econômicas mundiais e palpites tolos aeroespaciais.

Passar bem

Leo
Leo
9 anos atrás

Só pra completar em relação ao “plano B” comentado alguns post aí pra cima, podemos incluir um PC e o jogo Commander & Conquer pra mandar pro nosso Nelson Jobin, aí quem sabe quando ele pegar as manhas de estratégia, ele e o governo leve mais a sério o requipamento das nossas forças armadas.

Alguém ajuda na “vaquinha”?

Mad_Max
Mad_Max
9 anos atrás

Sem os Harriers até chegar o F-35? que Deus Salve A Rainha!

Cor Tau
Cor Tau
9 anos atrás

Me perguntava a mesma coisa…………Ambos deveriam ser desativados………

mario Blaya
mario Blaya
9 anos atrás

isso é bom para o Brasil, o mercado comprador ficando mais restrito, qualquer um que fale em comprar aeronaves terá boas condições de fazer um negocio interessante!

Fabio ASC
Fabio ASC
9 anos atrás

Off: baseado no que o Leo escreveu, existe algum post aqui sobre jogos de guerra?

Ou teem intenção em fazê-lo?

Esdras
9 anos atrás

Não vou discutir isso aqui, porque não é o lugar, mas uma nação onde a renda média da população é alta, porque o IDH também é alto e o desnivel social é pequeno, tem um PIB PER CAPTA ALTO sim, como Japão, EUA, Inglaterra, França. Entretanto nações como India e China que possuim um abismo social mas mesmo assim estão crescendo muito, estão com um PIB absoluto alto, e uma nação como China e India possuem mais de 1 bilhão de habitantes, o que acaba contando muito. Em resumo informações soltas não tem muito valor se não olhar o contexto… Read more »

Esdras
9 anos atrás

Mikhail Aleksandrovitch Bakunin disse:
25 de outubro de 2010 às 22:56
Esdras disse:
25 de outubro de 2010 às 20:23

E vc acreditou nesta PIB? fala serio.

Cadê o argumento contrário, ô gênio? Que dados de outra fonte conhecida você trouxe? Acho melhor acreditar no que disser o renomado Instituto DataEsdras de estatísticas econômicas mundiais e palpites tolos aeroespaciais.

Passar bem

Creio que aqui é lugar de debater com inteligencia e respeito, e se não sabe fazer isso respeitando os participantes e já partindo para a grosseria, desista de foruns.

Edcreek
Edcreek
9 anos atrás

Olá,

Uma pessima noticia a se confirmar os F-5 no GDA…

A principio os F-5 ex-Jordania não iriam para Manaus?

Se realmente for verdade termos mais uma decada de espinha dorsal de F-5 recalchutado só no pais das Bananas mesmo…..Vamos aguardar e ver a veracidade dos dados….

Abraços,

Abraços,

grifo
grifo
9 anos atrás

O planejamento da FAB nunca foi outro: retirada dos M-2000 em 2013, uso de F-5M no GDA até a chegada do FX-2. Este foi o plano desde o início do programa FX-2.

Não existe nem nunca existiu “plano B”, exceto nos fóruns de Internet.

Nelson Lima
Nelson Lima
9 anos atrás

Permitam-me recorrer a um comentário histórico.Os aviões de ataque ao solo herdaram da Guerra Fria a denominação de caça-bombardeiros, como os utilizados no Vietnam. Com a disseminação das armas inteligentes como bombas tipo Paveway,JDAM e JSOW, cada vez mais precisas, aviões lentos e mais furtivos podem ser eficientes aviões de ataque desde que tenham adequada autonomia. Por isso o A1 AMX modernizado será um grande trunfo para o Brasil, bem como o Skyhawk modernizado ainda presta bons serviços à Marinha e à Argentina.

mario blaya
mario blaya
9 anos atrás

o A-10 foi o aparelho mais sofreu baixas na guerra do golfo, e um trabalho bem perigoso, não é dificil imaginar que a OTAN prefira que o piloto erre a que seja abatido, afinal isso é pessima propaganda!

Orion_paris
Orion_paris
9 anos atrás

Hi all,

Please find below an interview of Hervé Morin (published today in La Tribune), there is some news regarding the cooperation between France and UK :

http://www.latribune.fr/actualites/economie/france/20101025trib000565938/herve-morin-veut-embarquer-des-avions-britanniques-sur-le-charles-de-gaulle.html

…and we can read a very mysterious sentence (in French) regarding FX-2 :

L’exportation du Rafale au Brésil est-il en bonne voie ?
« Je demeure confiant. Les consolidations industrielles se heurtent aux intérêts des groupes ».

What does it means? 😉

Rodrigo
Rodrigo
9 anos atrás

grifo disse:
26 de outubro de 2010 às 9:18

Você parece a turma do Disney Brasil, quando a verdade lhe incomoda 😉

Se você é tão fontado quanto diz ser, sabe que isto é inevitável, mesmo que por uma remota possibilidade o NG seja escolhido.