quinta-feira, setembro 23, 2021

Gripen para o Brasil

Gripen NG Demo mostra seus tanques externos de maior capacidade

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Nas fotos divulgadas hoje (21 de setembro) pela Saab, o Gripen NG Demo é visto voando com os novos tanques externos descartáveis de maior capacidade. Ao invés dos 300 galões de capacidade dos tanques normalmente transportados pelas versões C e D do Gripen, os novos tanques externos têm capacidade para 450 galões cada um.

Os novos tanques são vistos, nas fotos, em combinação com mísseis ar-ar IRIS-T e Meteor, além de bombas guiadas Paveway.

Combinados com os espaços adicionais para combustível interno e com um motor com maior eficiência no consumo de combustível, os novos tanques permitirão ao Gripen NG um alcance substancialmente maior e mais tempo “on station”. Os novos tanques descartáveis são produzidos pela RUAG, na Suíça.

FONTE / FOTOS (Stefan Kalm): Saab

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

107 Comments

Subscribe
Notify of
guest
107 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Gabriel T.

Justamente o que um cliente externo precisa.

ZE

Só tem surgido boas notícias do Gripen NG !!!!

[ ]s

Dinho

Tá fácil aumentar a autonomia, hem!

Daqui a pouco botam um caminhão tanque embaixo.

De qualquer forma, para o tamanho do avião não tem milagre, só tem que ver o aumento que terá no RCS.

ZE

Dinho disse:
21 de setembro de 2010 às 13:48

Salvo engano, há um novo tanque externo do Rafale MAIOR do que esse do Gripen NG.

Como vê, não tem milagre !!

[ ]s

A7X

E tem gente que diz que ele não tem a autonomia necessária para operar no Brasil.

Abs.

Drcockroach

– Seria interessante um comparativo. Por exemplo, aparentemente o Rafale carrega 3×330, mas sendo um bimotor e mais pesado qual seria o incremento em raio de acao? Nossos amigos especializados com a palavra… – Na flight International comenta que o Gripen jah voou nesta configuracao em Farnborough (http://www.flightglobal.com/articles/2010/07/13/343778/farnborough-saab-plots-bright-future-for-gripen-programme.html) – Li o link do Nunao e concluo que esta configuracao nao eh uma novidade, mas sim o cumprimento de uma promessa em relacao ao Gripen NG (mais uma!); – No link da flight Global o executivo da SAAB reafirma que o custo da hora de voo do Gripen eh de US$… Read more »

Drcockroach

Eh o NG Demo, impressionante o que atingiu em relativamente pouquissimo tempo.

Ainda vai melhorar? Jah tah muito bom assim 🙂

Complementando:

– A Forca Aerea Sueca jah solicitou a entrega do meteor (em escala, nao mais p/ testes) p/ a partir de 2015;
– O Governo que ganhou as eleicoes na Suecia (o mesmo mas aumentou os assentos) tem forte compromisso com a SAAB/Gripen.

[]s!

Vader

Excelente notícia. Um incremento de 50% na capacidade de carregamento de combustível externo.

Só boa notícia do Programa Gripen NG.

Drcockroach

Surfando achei isto (nao sei se procede):

Rafale – (supersonic) 3x1150L (330-gallon) or (subsonic) 3x2000L (525-gallon), and 2x1150L (330-gallon) CFT’s

Nao sei nao… serah que vai pesadinho assim… 8)

[]s!

Paulo Silva

Para a FAB, que hoje opera cacas da época de 70 e Mirages em final de carreira, o Gripen C/D zero bala cairia como uma luva em nosso orcamento. O Gripen NG, seria uma boa possibilidade para a FAB , caso a Suécia também adquirisse para que o mesmo tenha escala de producao, já que ele difere em torno de 40% do C/D. O meu único receio, é que a Suécia continue com os C/D e somente o Brasil compre este caca, dando um problema de longística para o futuro.

Abracos

Paulo

Paulo Silva

A respeito da autonomia destes cacas, acredito até que o NG tenha uma autonomia muito melhor que nossos F5M.Ainda acho que o melhor aviao seria o F-18 SH, pena que os EUA gostam de dificultar as coisas para o Brasil, quando se fala em mísseis e transferência de tecnologia.

Abracos

Paulo

A7X

Paulo Silva disse:
21 de setembro de 2010 às 14:41

Olá Paulo!

A Suécia já disse que comprará o Gripen NG em 2017. Porém assumiu o compromisso de antecipar tal compra caso o Gripen NG seja escolhido por Brasil ou Índia.

Abs.

Giordani RS

Paulo Silva disse: 21 de setembro de 2010 às 14:41 “…Para a FAB, que hoje opera cacas da época de 70 e Mirages em final de carreira, o Gripen C/D zero bala cairia como uma luva em nosso orcamento…” Um detalhe que ninguém se atém é o fato de que o brasil é uma nação continental, que precisa de caças capazes de voarem enormes distancias e de forma muito rápida. A FAB precisa ter o pensamento russo, de grandes caças sem tanques externos. Aumentar o raio de ação de um caça por meio de mais e mais tanques é aumentar… Read more »

Edcreek

Olá,

Ué arrumaram grana para fazer um novo tanque descartavel? agora vai a India e o Brasil vão fechar na hora.

Falando serio, me parece que essa configuração seria a de carga maxima não? só deve caber um pod e olhe lá.

Muito bonita a ultima foto.

Abraços,

Paulo Silva

Caro Giordani RS, concordo com voce, porque, o meu caca preferido seria o SU-35BM, mas fazer o que? Esta fora do FX2!A respeito do Brasil ser grande, também voce tem toda razao, pelo qual penso que estariamos muito bem defendidos, se tivessemos os 120 cacas espalhados nas bases de ponta a ponta.Teremos futuramente, que remanejar as bases aéreas, já que estamos com cacas em nosso FX2, somente de média autonomia.

Abracos

Paulo

Invincible

Gripen NG é o cara!!!!

Paulo Silva

Caro A7X,

podemos ter cerza mesmo da compra deste NG por parte da Suécia?O que estamos vendo é a Suecia reformar seus antigos Gripen A/B para C/D.O que a FAB/GF estava querendo ver era uma posicao mais firme do governo Sueco dando esta posicao, como o Brasil esta fazendo com o KC-390.Já esta confirmada a compra de pelo menos 28 pelo o Brasil.

Abracos

Paulo

Edu Nicácio

“O meu único receio, é que a Suécia continue com os C/D e somente o Brasil compre este caca, dando um problema de longística para o futuro.” Não continuará. E, para não termos problemas de logística, faremos a maior parte das coisas aqui (manutenção). Até a GE vai implantar um novo centro de P&D de classe mundial no Brasil. Ah! O Brasil deveria pensar em pelo menos 240 aeronaves FX-2 para os próximos 15/20 anos. Só 120 não dá nem pra encarar dois CVN’s da US Navy… “O Brasil é uma nação continental, que precisa de caças capazes de voarem… Read more »

Edu Nicácio

Onde se lê:

“20 baterias Tor-M2E x US$”

Leia-se:

“20 baterias Tor-M2E x US$ 100 milhões = US$ 2 bilhões”

A7X

Paulo Silva disse:
21 de setembro de 2010 às 15:42

Caro Paulo, A Suécia tem excelente histórico no que tange o cumprimento de acordos na área militar. Além disso, creio que nosso governo poderia acrescentar cláusulas ao contrato de compra onde a Suécia se comprometeria a comprar o novo modelo do Gripen.

Abs.

Giordani RS

Edu Nicácio disse: 21 de setembro de 2010 às 15:54 ….Aqui, eu tenho que discordar. Precisamos de bases aéreas espalhadas pelo nossos território, isso sim. Devemos aprender com os suecos, que podem operar seus Gripen até nas estradas do país…. Qual é o tamanho da suécia mesmo? Essa política de sobrevivencia e bases dispersas e subterraneas foi adotada pela suécia em vista de que um ataque soviético ao pequeno território privaria a nação de suas pistas… …Umas 20 bases aéreas modernas, capazes de operar qualquer caça FX-2 e os futuros caças de 5ª geração em quantidades “necessárias”… Quanto que tu… Read more »

Vader

Giordani RS disse: 21 de setembro de 2010 às 15:03 “É…e menos duas estações…aonde iriam duas aeronaves para um alvo, terão de ir quatro…” Giordani, vc conhece algum caça, tirante talvez o monstro russo, que não voe EM REGRA com pelo menos um tanque externo? Veja que o Rafale por exemplo pode voar com TRÊS tanques de 525 galões! São 1.575 galões externos! No mais, broe, essa questão de raio de alcance já é tão tremendamente batida, e já foi tão à farta discutida aqui no Aéreo que pensei que tivéssemos superado essa fase. As aeronaves da FAB terão de… Read more »

Nick

E o NG continua evoluindo…. vai ser uma lástima não integrar esse programa.

[]’s

Vader

Edcreek disse:
21 de setembro de 2010 às 15:14

“Falando serio, me parece que essa configuração seria a de carga maxima não? só deve caber um pod e olhe lá.”

Pois é Ed, vc além de ter leitura seletiva ainda tem visão seletiva, pois se vc notasse melhor na foto que vc elogiou, veria que o Gripen com seus dois tanques externos ainda está com 6 estações carregadas.

Sds.

Vader

Paulo Silva disse:
21 de setembro de 2010 às 15:42

Prezado Paulo, vc está desinformado, a SAAB e o Reino da Suécia já deram todas as garantias de que continuarão com o programa Gripen NG independentemente das aquisições de Brasil ou Índia, sendo que no caso de derrota do Gripen nas duas concorrências apenas ocorrerá a alteração do “timing” do projeto para 2017.

Pesquise aqui na série de posts da viagem do Editor-Chefe à Suécia.

Mas evidentemente esse tipo de coisa deve estar em contrato.

Sds.

Paulo Silva

Caro A7X, a posicao mais firme do governo, é que a Suécia e o Brasil, comprem ao mesmo tempo. Se a Suécia, firmar um compromisso, como foi feito com o AMX, quando as aeronaves foram compradas simuntaneamente pela Itáia e Brasil, estariamos realmente seguros de escala de producao.E também voce pode nao estar vendo, que o MD quer comprar o mesmo caca para a FAB e MB.Quem irá pagar a conta do projeto do Sea Gripen NG?Brasil com uns trinta cacas?

Abracos

Paulo

Paulo Silva

Caro Vader, por favor leia meu post acima!esta posicao deles de somente comprar em 2017, realmente só em contrato que eu acredito.

obs: Sou leitor assíduo do Poder Aéreo/Naval.

Abracos

Paulo

Vader

Giordani RS disse:
21 de setembro de 2010 às 16:07

Qual é o tamanho da suécia mesmo?

450.000 km2. Um pouco menor que a França, ou a Região Sul do Brasil. Mas que diferença faz, caro Giordani? Será que a Rússia tem apenas 1 base aérea?

No mais, discordo do Edu Nicácio. Não precisamos de mais bases aéreas, e sim utilizar melhor as que já temos e talvez transferir umas três ou quatro. O resto, repito, se faz REVO. É assim no mundo todo. Inclusive na Rússia.

Sds.

Daniel Rosa

Acho que a questão alcance é irrelevante ante ao numero de caças a ser comprado. Como eu disse antes, 120 caças, considerando que cada esquadrão use 12 caças, teriamos 10 esquadrões. Então, para que ter um caça capaz de se deslocar de Brasilia à Manaus para efetuar uma interceptação se bastaria termos um esquadrão lá? O Gripen é uma aeronave projetada para trabalhar dispersa, a partir de trechos de estrada. Acho que não teriamos nenhuma dificulade em operá-la dessa forma, visto que a tempos a FAB já faz exercícios neste sentido. Em uma situação de interceptação, obviamente teriamos um alerta… Read more »

Paulo Andrade

Naquele painel com as bandeiras dos países que forneciam componentes para o NG já tinha a bandeira da Suiça? Se não tinha é mais uma bandeirinha “estrangeira” pro NG…
Bom, se não vingar como caça pode ao menos entrar para o guinness book…
Record Mundial de bandeirinhas….

celso

GiordaniRS, este raciocinio e muito simplista e vago. Manda a boa estrageia dispersar os seus meios aeronauticos por diversas bases/localidades ( Suecia). O alcance e muito relativo nesta equaçao haja visto que reage melhor quem ve primeiro e chega mais rapido. Por esta logica, nao importa qual aviao caça compremos, Imaginemos que os mesmos estejam em Canoas (maior base da Fab com caças hoje) e nosso pais esteja sendo atacado em seus pontos vulneraveis Norte/Ne (e sao muitos hemmmm), como ficariamos ????? Com certeza precisariamos da instalaçao de mais 3 bases dedicadas (e bem localizadas), e para isso qualquer um… Read more »

celso

Daniel Rosa,

quase assino embaixo do seu post, …………….. parabens por tua analise inicial , acho q ja eh bem por ai. Poremmm continuaremos dependentes de um unico fabricante, e com certeza sem nenhum ToT. alias neste pais nem governo e fabricantes locais sao confiaveis, precisa ser louco pra colocar todos os ovos nesta cesta rsrrsrsrsrsrs……………….

Sds

GSV

Vader disse:
21 de setembro de 2010 às 16:53

“O resto, repito, se faz REVO. É assim no mundo todo. Inclusive na Rússia.”

Ok Vader, mas o que devemos pensar é qual caça fará frente aos recem adquiridos caças do Chapollin? Será que o Gripen dara conta?
Se vamos construir uma industria do zero (caça 4 ou 5G) que seja algo a nossa altura (país continental).

Belas imagens parabéns, o Gripen sempre brilhando aqui no PA!!!

Sds.

celso

Vader 16,53 e Edu Nicasio

E exatamente disso q comento em meu post anterior…….a boa razao tem e deve prevalecer……certo ?????
Os comentarios de ambos abrangem de forma madura o amago do problema a ser resolvido por nossos militares (se puderem e deixarem neh….)

Sds

kaleu

Drcockroach disse:

Olá amigo, vc poderia posta o link ???

Grande Abraço
kaleu

Robson Br

Para um programa tão antigo, esta notícia chega a ser brincadeira.
Não sei se pode ser chamado de programa.

programa mesmo é o do KC390. O GF bancou $$$$, procura parceiros e já comprou.

Tenho certeza que já vai nascer PROTÓTIPO e não passar a vida toda com um DEMO.

Vai lá Jobim na Suécia e mostra para eles com se faz,,,,,

A7X

Paulo Silva disse: 21 de setembro de 2010 às 16:35 Caro Paulo, A Suécia já opera Gripens C/D e, por hora, não são necessários os Gripens do modelo E/F. Comprá-los agora seria um gasto desnecessário. Agora, como dito anteriormente, a Suécia vai antecipar a compra do NG caso haja um comprador externo. Se o Brasil quiser garantias, é só exigir em contrato que a Suécia compre a referida aeronave. Aí o amigo pode pensar: ” Ah, mas eles podem muito bem assinar o contrato de depois voltar atrás.” Bem, pode até ser, mas é pouco provável. Primeiro, porque a Suécia… Read more »

Antonio M

O Brasil operou os Mirages III por décadas com alcance de 1200km a partir somente de BRasília.

O que precisamos é espalhar as aeronaves pelo território nacional.

O Nelson Jbim vai ensinar o quê para os suecos??!?!?!?! Como exigir que as empresas aéreas aumentem os espaços entre os assentos (até hoje nada!), indenizar os passageiros pelo caos aéreo ? (até hoje ) A discursar sobre o que não sabe e sobre o que não viu sobres o acidente com o voô 447 ? Faça-
me o favor ….

Sérgio Araújo

Nossa! Até a suécia está enrolando as compras para 2017. (procede ?) Conforme um amigo nosso postou aqui.

Queria mesmo o SH, mas é complicado.

Robson Br

Antonio M disse:
21 de setembro de 2010 às 20:04

como ser faz um programa de avião.

Não é como uma outra que faz um pseudo demo e tenta empurrar para uns trouxas

Sérgio Araújo

Acho que viajarei à Suécia só para ver esta nova maravilha do mundo: um tanque externo.

Robson Br

Sérgio Araújo disse:
21 de setembro de 2010 às 20:19

“””Acho que viajarei à Suécia só para ver esta nova maravilha do mundo: um tanque externo.”””

rsrsrsrsrsr

Quero mesmo é pelo menos ver um protótipo desse caça. Tanque descartável….

roberto bozzo

apesar de não acreditar mais que saia algo do FX2, espero que o GF seja iluminado na hora H e escolha o Gripen… e, no futuro, desenvolver seu 5ª geração, o que, opinião minha, seria gastar $$. EU prefiro a compra, de prateleira mesmo, do F35… Não vejo o Brasil desenvolvendo um caça de 5ª geração, até porque não teríamos com quem dividir seus custos mas, principalmente, que os mesmos já estão entrando em operação (ou entrarão em poucos anos) o que nos faria desenvolver um avião que, quando entrar em operação, muito provavelmente já estará obsoleto…

Vader

GSV disse: 21 de setembro de 2010 às 17:15 “Ok Vader, mas o que devemos pensar é qual caça fará frente aos recem adquiridos caças do Chapollin? Será que o Gripen dara conta?” Não tenha temores GSV: o Gripen NG bem armado (Meteor, AIM-120, A-Darter, etc.), nas mãos da FAB, com pilotos bem treinados (já temos) e AWACs (também já temos), operando em rede (melhor datalink do mundo) faria PICADINHO COM CEBOLA de qualquer caça russo que a Venezuela tenha ou venha a eventualmente adquirir. Até porque os caças suecos são feitos pensando em um enfrentamento com os monstros russos.… Read more »

rodrigo ds

Robson Br disse:
21 de setembro de 2010 às 20:09

Agora que não entendi nada??!!! O nelsão fazendo/projetando programa do KC390?? Não era a FAB e a Embraer??!!

ZE

Sérgio Araújo disse: 21 de setembro de 2010 às 20:08 “Nossa! Até a suécia está enrolando as compras para 2017. (procede ?) Conforme um amigo nosso postou aqui”. Lógico que procede !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Esse é o roadmap da SAAB, e eles vão cumprir à risca (como sempre). A SAAB falou que vai entregar o primeiro avião em 2017, PORÉM está disposta a antecipar a entrega em 2 anos (2015), caso ele seja escolhido pela FAB. O representante do consórcio sueco no Brasil, Bengt Janér, já falou por diversas vezes que eles irão colocar a obrigação de entregar o caça em 2015… Read more »

ZE

rodrigo ds disse:
21 de setembro de 2010 às 20:36

É que o Nelson Jobim é dublê de engenheiro aeroespacial, projetista, piloto, estrategista militar e o escambau-a-quatro !!!

Para você ter uma ideia, o ADVOGADO Nelson Jobim, reescreveu em 70 páginas o relatório da equipe multidisciplinar da COPAC de 66 mil páginas. E tudo isso em 3 semanas !!!!

Ah, e dizem que ele ainda faz chover.

[ ]s

rodrigo ds

ZE disse:
21 de setembro de 2010 às 20:55

heheheheh!!!!!!! O nelsão não é ator, mas é o “todo poderoso”!!!

Robson Br

rodrigo ds disse: 21 de setembro de 2010 às 20:36 Robson Br disse: 21 de setembro de 2010 às 20:09 “”Agora que não entendi nada??!!! O nelsão fazendo/projetando programa do KC390?? Não era a FAB e a Embraer??!!”” Deixa de ser pequeno!!!!! O projeto não é dele, nem tão pouco a ideia. A diferença que o MD encampou o projeto, botou a $$$$ inicial e comprou. Todos sabem que sozinha, a Embraer não faria nada, nem tão pouco teria $$$ para bancar e também conhecimento. E nem a FAB iria fazer nada. No maximo buscar alguns hercules usados. O GF… Read more »

Ricardo_MGA

Boa noite senhores

A unica coisa que eu gostaria de lembrar, é que os programas militares da Suecia, saem da forma como é planejada no papel, e o que pode ocorrer se o jobim for lá é os Suecos lembrarem ele que o programa FX ja dura 15 anos, batendo o recorde da corveta Barroso que ficou 14 anos esperando recursos para ser completada (e olha que o custo ficou em aproximadamente 300mi).

Últimas Notícias

Eve, da Embraer, e Bristow firmam parceria para desenvolver operações de UAM com pedido de até 100 eVTOLs

Melbourne, Flórida, 23 de setembro de 2021 – A Eve Urban Air Mobility, uma empresa da Embraer, e a...
- Advertisement -
- Advertisement -