quinta-feira, setembro 23, 2021

Gripen para o Brasil

O alcance do Gripen NG, segundo a Saab

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Slide acima extraído da apresentação da proposta da Saab para a Força Aérea da Holanda e slide abaixo da apresentação do Gripen NG feita na Suécia para jornalistas.

- Advertisement -

58 Comments

Subscribe
Notify of
guest
58 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Edu Nicácio

Eu tinha colocado esses valores no post “Aviação de Caça da FAB em 2025”.

Raio de combate: 1.300 km (700 milhas náuticas)
Alcance traslado: 4.075 km

Só não consegui encontrar informações indicando as condições em que o Super-Hornet tem raio de 900 km (carga, combustível, etc).

PS – O Rafale tem raio de ação de até 1.800 km com 4 mica + 12 bombas + 6.000 litros externos.

Francisco AMX

Está aí o que a SAAB diz…

vamos ver as Ngetes se deliciarem, pois é válido não é?
só não é válido quando a Dassault informa… daí vira mentira…

O que me estranha é que um caça que terá 40% a mais de combustivel, porém ficará mais pesado, uns 1200kg, fora o peso do próprio combustível…, com um motor… digamos, na melhor das hipóteses, 2% mais econômico, possa passar de 800km para 1300km…
na minha opinião o NG não passará dos 1100km…

Sds!

rogerio

Tão querendo empurrar esse caça de qualquer maneira para o brasil incrivel minha nossa

kaleu

Vou repetir um comentário que fiz no tópico pergustas e respostas, aqui talves seja mais adequado. ________________________________________________________ Cor Tau disse: 29 de julho de 2010 às 5:14 Francisco AMX….Hornet…….Giordani RS…Robson Br……..Caipira…..Cláudio……..kaleu…… “Many a night I saw the Pleiads, rising through the mellow shade, Glitter like a swarm of fire-flies tangled in a silver braid.” Lord Tennyson _______________________________________________________ Desculpe a ignorância COR TAU, porém não entendi bulhufas do acima … me parece uma discução sobre o “efeito cósmico” no gosto da batatinha frita do Mc Donald´s … 😀 Sobre a autonomia do Rafale … Como bem disse o Poggio a Dassault… Read more »

luiz otavio

por favor, o que são estes “30 minutos on satation”??? os outros vetores também têm tal recurso???

kaleu

Caro, Edu Nicácio disse:
29 de julho de 2010 às 16:42

Falta transparência também no tempo “on station” … no caso do Rafa … isso pode alterar substancialmente os dados … minha principal reclamação sobre autonomia divulgada pela Dassault é a falta de transparência …
_____________________________________________________

Chico AMX,

Então “na sua opinião” a autonomia do Gripen é menor do que a divulgada detalhadamente pela SAAB … gostaria de saber sua opinião sobre a “real” autonomia do Rafale … com configuração e tempo “on-station … e tambem gostaria de saber os porques … ou fontes … abraços

kaleu

Gabriel T.

Seria muito mais importante colocarem uma imagem do raio de combate em cima do mapa do Brasil e América Latinha.

LBacelar

Sobre os 1300 km…

No gráfico informa que o Avião tem essa performance com combustível interno + externo, porém não cita quanto de combústivel externo, 1 drop tank? 2, 3?

Essa informação está meio confusa se for 1300 km full realmente é uma capacidade muito aquém do concorrentes

Thiago

Se o importante for o alcanse desarmado é melhor agente comprar um Embraer-190. O Gripen NG é um ótimo caça, mas para um contexto europeu, o Brasil é um país continental, vamos ser francos vai, não dá!

Mauricio R.

Quer saber o alcance do Rafale???
Procure pelo alcance do F-15SG de Cingapura, nas diversas configurações.
É bem menor e vc já vai saber, aonde o Rafale NÂO tem condições de ir.

Mauricio R.

“…é um ótimo caça, mas para um contexto europeu, o Brasil é um país continental,…”

Ah, agora a França fica aonde??? Em Venus??? Tb deixou de ser européia???
Olha a encrenca, se o restante de UE gostar da idéia.

Vader

Ia falar isso Poggio, Chicão, o peso vazio do Super-Gripen aumenta 200kg em relação ao Gripen, e não 1.200kg.

No mais, está restabelecida a verdade quanto à autonomia e raio de combate do Gripen E/F. E diga-se de passagem sair da Dinamarca e ir até o Kuwait sem REVO é autonomia pra caramba.

O caro colega do post da “Aviação de caça da FAB” bem poderia fazer uma imagem destas com o Brasil no mapa, para acabar com essa bobagem completa que é a história de que o Gripen tem pouca autonomia ou raio de ação para o Brasil.

Sds.

Gabriel T.

Pessoal, é só ler na imagem. 6 mísseis para um alcance máximo de 1300 km. Não tem como ficar viajando para ver se leva ou não.

Vader

É, já vi que não dá… tem gente que insiste na bobagem…

Gabriel T.

Alcance de 1300km com 6 mísseis não é segredo, é fato. O problema é saber como isso tudo é levado. Pelas imagens das artes da proposta da Índia, são dois na ponta das asas, dois um casa asa em um pilo duplo. Assim, ele deve levar 3 tanques de combustível para ter esse alcance. A saab fez um ótimo trabalho em aumentar a autonomia, mas não dá para fazer milagres em uma célula pequena.

luiz otavio

não me atirem pedras, mas já li que a doutrina originária (e não adaptada) do Gripen é ataque em grupos conectados (e temos aviões radares para isso), logo o alcançe não precisa ser o maior de todos, pois ele não lutará sozinho e se o vir sozinho, é uma isca, melhor não atacar.
e pergunto: a capacidade (originária) acima existe nos demais?
e o que são estes “30 minutos on satation”??? os outros vetores também têm tal recurso???
é pergunta de leigo mesmo e não confrontação.

Gabriel T.

Luiz, esses 30 minutos é o tempo que o caça pode ficar na área antes de que o combustível comece a acabar. Passados os 30 minutos, ele tem que voltar ou pode cair por pane seca caso não seja reabastecido em vôo.
O problema é que nesses 30 minutos muita coisa pode acontecer. Em um dogfight por exemplo o piloto usa e abusa do motor, que acaba consumindo mais combustível. Aí esses 30 minutos caem muito. Todos os caças sofrem desse problema.

luiz otavio

valeu Gabriel.

kaleu

30 min “on-station” em configuração de patrulha aérea … ou seja, parte da base para um objetivo de patrulha a 1.300 km, patrulha por 30 minutos com 4 misseis BVR 2 WVR … retorna à base … quem acha que isso é pouca autonomia ou que o Rafa faz melhor precisa se informar …

no link que postei acima (final da página) tem os slides apresentados à imprensa brasileira … com raio de ação representado em cima do mapa da america do sul …

abc
kaleu

Henrique Sousa

Não sei de onde o pessoal tira a relação direta de que o Brasil sendo um país grande, precisa de aviação de caça para voar de “um canto ao outro” sem reabastecer. Para mim o mais próximo que chegamos disto são os EUA e talvez Canadá, com missões sobre o Ártico, Mar de Bering e afins, onde não tem como instalar bases, e a aviação de caça se faz necessária. Mas mesmo assim temos REVOs. De resto todo mundo se vira com aviação de caça com pernas bem mais curtas. Para que ficar 90% da vida útil da aeronave carregando… Read more »

FelipeTP

Quando um avião inimigo vier do Uruguai, sai um caça de anápolis para interceptar. Quando um avião inimigo vier de Caracas, sai um caça de Anápolis para interceptar. Quando precisam de alguém pelas bandas de Fernando de Noronha, é de Anápolis que saem os caças. É por isso que precisamos de caças com ultra-mega-super-alcance.

Fernando "Nunão" De Martini

“FelipeTP em 29/07/2010 às 18:35”

Felipe, você está falando sério???!!!???

Se foi ironia, então desculpe a pergunta… É que sempre tenho medo de alguém realmente acreditar nisso.

Fuzila

“Henrique Sousa disse: 29 de julho de 2010 às 18:02” Concordo em parte. Tem que lembrar somente que uma aeronave com maior raio de combate requere menos células para cobrir a mesma área que uma aeronave com menor alcance. Consequentemente, demanda um menor custo operacional … — Achei isso do Rafale: # Rafale C: A. 1,100 km with three tanks (4,300 L), four MICA AAMs, and twelve 1,000 Ib bombs. B. 1,480 km with three tanks (6,000 L), four MICA AAMs, and four 500 Ib GBU-12 LGBs C. 1,830 km with two CFTs (2,300 L), three tanks (5,700 L), two… Read more »

fonkerr

Este Gripen, não encanta nenhum país do mundo, me dá medo só em pensar que o Brasil pode comprar uma coisa desta. É triste ver pessoas sonhando com ele, estaremos nos engajando para outro AMX.PAK FA ou F35 já….

grifo

Os editores poderia visitar o site do Rafale para o mercado brasileiro […] Sugiro especialmente essa matéria:

16.11 – Rafale International esclarece informações sobre proposta francesa no FX-2

Caro Ronaldo, esta matéria já foi reproduzida aqui no Poder Aéreo. http://www.aereo.jor.br/2009/11/12/rafale-international-esclarece-informacoes-sobre-sua-proposta-para-o-f-x2/

Nesta matéria a Dassault mais uma vez não falou nada sobre o alcance do Rafale. Você saberia onde no site do Rafale estão os dados sobre consumo, autonomia e alcance em configuração ar-ar por exemplo? Seria ótimo ter estas informações direto da Dassault, ao invés dos números malucos padrão “pepê” que circulam nos fóruns.

Fernando "Nunão" De Martini

“Ronaldo em 29/07/2010 às 18:41
Os editores poderia visitar o site do Rafale para o mercado brasileiro e tirar algumas informações também, porque se a SAAB diz a verdade então a Dassault também.
http://www.rafale.com.br/
Sugiro especialmente essa matéria:
Press Releases
16.11 – Rafale International esclarece informações sobre proposta francesa no FX-2″

Ronaldo, você está se referindo a essa matéria aqui embaixo? Tem muitas outras também por aqui, é só procurar…

http://www.aereo.jor.br/2009/11/12/rafale-international-esclarece-informacoes-sobre-sua-proposta-para-o-f-x2/

Ops, enquanto escrevia, outro leitor foi mais rápido…

De qualquer forma, fica a dica para procurar outras tantas matérias com informações tiradas diretamente da Dassault, Armée de l’air, Ministério da Defesa da França, autoridades francesas e tudo o mais sobre o Rafale aqui. Eu mesmo publiquei dezenas e dezenas delas.

Como sempre recomendo, o campo busca do blog é muito útil.

Mas também pode-se usar o Google, digitando as palavras Poder Aéreo e Rafale. Porque aí também vai dar links dessas mesmas matérias citadas em fóruns por aí.

Francisco AMX

Amigos, vcs realmente acreditam que o NG, ficando mais longo, com mais “asa”, com estrutura mais robusta para tal, com trem de pouso mais pesado, com motor mais potente, com sistemas mais completos incluindo radar maior e mais pesado, possa pesar apenas 200kg a mais!?

Fernando "Nunão" De Martini

“Francisco AMX em 29/07/2010 às 18:59”

Mais longo? Francisco, essa eu não sabia.
De qualquer forma, seu questionamento é muito procedente. Também me parece pequeno o acréscimo. Vale a pena conferir.

FelipeTP

Nunão,

Ironia sim. Não são tão maluco assim.

Fernando "Nunão" De Martini

“FelipeTP em 29/07/2010 às 19:02”

Obrigado por responder, Felipe TP. Fico aliviado de saber que meus temores eram infundados, pelo menos nesse caso!!

kaleu

Ronaldo disse: 29 de julho de 2010 às 18:41 Caro Ronaldo, De fato tentei encontrar informações tecnicas e transparentes no link que vc postou da Dassault … porém não se acha absolutamente nada … é a velha celeuma de falar muito e não dizer nada … é só propaganda pra se impressionar sem esclarecer nada … Se eu comi bola … por favor me diga onde em TODO esse site que vc postou esclarece “qualquer coisa” sobre a autonomia do Rafale … exceto a velha ladainha “alcance de combate 1.850 km” … sem esclarecer mais absolutamente nada … até pra… Read more »

kaleu

Prezado Ronaldo,

E sei porque eles não divulgam NADA … é porque fica evidente a desfavorável relação de custo X benefício deste equipamento …

Ronaldo se tiver melhores esclarecimentos … por favor poste aqui …

abc
kaleu

Bosco

Se houvesse interesse dos construtores seria simples cada empresa colocar no seu site um painel interativo onde pudessem ser feitas simulações referentes a carga x combustível x perfil de vôo x alcance.
Aí sim teríamos uma real idéia das características de cada caça.
De resto são apenas especulações e achismos, porque não da para termos uma idéia da performance dos caças em disputa.

Galileu

o alcance do ng não é nem um pouco pequeno, e outra se fosse importante pra FAB, teriam ido de Su35.!

Vader

Rafale?

Non merci, Monsieur le Président! (2) 🙂

Marcos

RaFAIL
Seu lugar é na França e só na França.

Ricardo_Recife

A falta de informações sobre o Rafale é gritante. Os suíços, os indianos e nós reclamamos isto direto. Alias, no livro Dassault Rafale os autores quase admitem que a Dassualt não gosta de repassar informações. E como fica o supercruise nesta história de raio de ação? Mesmo que o SC seja um procedimento que ocorra dentro de determinadas condições (no caso do Gripen NG tanque cheiro e dois misseis na ponta), acredito que é um fator importante e deve ser levado em conta. O alcance do NG não fica a dever a outros caças. E com uma relação peso/potência excelente.… Read more »

Pimenta

Sou um simples leitor deste blog, e estou aprendendo muito por aqui, entrteanto tenho uma dúvida:
Li que não importa tanto o alance do caça, e cocordo, portanto não totalmente, porque o que importa também é o tempo de combate sobre o objetivo, então um caça com grande alcance teria, teoricamente, uma performance melhor, não é?
me corrijam, por favor.
sds.

Pimenta

cocordo=concordo, desculpem os erros de digitação

Bosco

Pimenta, Essa estória de alcance é complicada. Começa pelo próprio sentido do que seja “alcance”. Existe o alcance de translado (só de ida e dado em km + reserva), o alcance de combate (ida e volta e também em km, levando uma “carga paga” e ficando um certo tempo ou em patrulha ou sobre o alvo + reserva), a autonomia (tempo), etc. Cada um pode significar coisa diferente para cada fabricante quando expõe os dados do seu produto. Na verdade, qualquer caça pode ter o alcance que quiser, basta mexer na “carga paga”, na quantidade de combustível passível de ser… Read more »

Vader

Estive olhando no Google Earth algumas medições para a autonomia e o alcance de combate do caça-multirole SAAB Gripen NG, que concorre no FX2 (programa de reaparelhamento da Força Aérea Brasileira) e cheguei a algumas conclusões interessantes sobre o sempre tão falado “pouco alcance” de tal aeronave: RAIO DE COMBATE (1.300km + 30 minutos “on spot”): 1.300 km é a exata distância de Anápolis-GO (Base Aérea do 1o Grupo de Defesa Aérea – GDA) a Garopaba-SC. Ou de Anápolis-GO à Praia do Conde-BA. Saindo da mesma Anápolis em direção ao Rio de Janeiro, RJ, o Gripen passa ainda 370 km… Read more »

Bosco

Correção: alcance de combate = raio de combate

MatheusTS

Nossa Vader realmente eu tava vendo la no Google earth de São Paulo ele chega a qualquer parte do Brasil com sobra.
Agora para pra pensar em um Sea Gripen ia ser um alcanse incrivel…
Pro Pré-sal seria um otimo caça mais no mar eu so mesmo um SH mais o opalão Só aguenta o Rafale desarmado e o Gripen full…

kaleu

Ronaldo disse: 29 de julho de 2010 às 19:34 kaleu Eu não disse que la tem informações desse tipo, mas enfim você acha que um avião de guerra é igual uma honda 125 CC? _______________________________________________________ Ronaldo autonomia de honda 125 CC não encontrei …. porém sobre Raio de Combate do Eurofighter Typhoon foi fácil … fácil … : # Range: 2,900 km (1,840 mi) # Combat radius: * Ground attack, lo-lo-lo: 601 km (325 nmi) * Ground attack, hi-lo-hi: 1,389 km (750 nmi) * Air defence with 3-hr CAP: 185 km (100 nmi) * Air defence with 10-min loiter: 1,389… Read more »

kaleu

Ronaldo :

Outra referência dobre o Raio de combate + configurações do Eurofighter Typhoon :

http://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&sl=en&u=http://en.wikipedia.org/wiki/Eurofighter_Typhoon&ei=ujZSTPvcLsL98AaQ4pmPBA&sa=X&oi=translate&ct=result&resnum=7&ved=0CEAQ7gEwBg&prev=/search%3Fq%3Deurofighter%2Btyphoon%26hl%3Dpt-BR%26safe%3Dactive%26sa%3DX%26pwst%3D1%26prmd%3Divn

O ÚNICO QUE NÃO TEM TRANSPARÊNCIA NAS INFORMAÇÕES É A TUA “MARAVILHA TECNOLÓGICA” INVENDÁVEL …

abc
kaleu

Justin Case

Amigos, Certamente o RFP do F-X2 requereu de todos os ofertantes o fornecimento dos manuais de desempenho. Esses manuais abrangem todas as configurações de armas, sensores e armamentos autorizadas para a aeronave. Com certeza a FAB escolheu algumas missões típicas e verificou o resultado operacional de todas as aeronaves nas mesmas condições. Talvez tenha tido alguns problemas para identificar exatamente o desempenho do Gripen NG, pois ainda não existe um protótipo completo (e portanto, não teve certificado seu desempenho). Nesse caso específico, devem ter sido usados dados planejados pela SAAB, tendo por base o desempenho comprovado do Gripen C/D, ajustados… Read more »

Mauricio R.

“De defesa aérea com-loiter 10 min:” = “RAIO DE COMBATE (1.300km + 30 minutos “on spot”)”

Edu Nicácio

Vader disse:
29 de julho de 2010 às 22:26

Que trabalhão, hein?

Vou tentar montar algo com uns mapas que baixei na net…

Cor Tau

“kaleu disse:
29 de julho de 2010 às 16:51 ”

Cor Tau…الدبران…..Al-dabarān ….Significa….”Aquela(Estrela) que segue”…..Referindo-se as plêiades…Referência à forma como a estrela(Alpha Tauri / Alpha Tau / α Tau) parece seguir o aglomerado estelar das Plêiades durante o seu movimento aparente ao longo do céu nocturno…..É um poema as plêiades………

Edcreek

Olá, Senhores A Dassault não faz informa o alcançe de seu caça, somente aos governos diretamente. Mas temos uma base solida para calculos, não é teoria foi na pratica, quando os Rafales-M estiverão no Afeganistão em 2007 a partir do Nae nuclear Charles de Gaulle: O navio ficou no Mar da Arabia proximo ao Paquistão sendo que o teatro de operações na ocasião variava entre 800-1300 Kms(ida e volta de 1600 a 2600Kms). A configuração padrão para operações foram: 2 Tanques de 2.000 Litros mais 4-GBU-12/22 com variações para 6 bombas. Com uma carga externa variando entre 4500 a 6500… Read more »

Últimas Notícias

IMAGENS: T-27M Tucano da FAB com nova pintura

A Força Aérea Brasileira divulgou imagens do T-27M Tucano modernizado com sua nova pintura. A escolha da identidade visual contou...
- Advertisement -
- Advertisement -