quinta-feira, junho 30, 2022

Gripen para o Brasil

Farnborough 2010: a LM insiste que os custos do JSF estão caindo

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O debate sobre o custo unitário do Lockheed Martin F-35 Joint Strike Fighter (JSF) continuou no Farnborough International Airshow, já que o programa passa por recertificação que iniciou em junho.

O gerente geral e vice-presidente do programa F-35, Tom Burbage, disse em apresentação a jornalistas em 19 de julho, que a LM ainda segue o objetivo de entregar uma aeronave de US$ 60 milhões em custo de “flyaway”. Um funcionário da LM depois confirmou ao Jane’s que este preço flyaway inclui “todos os sistemas de missão, sensores e equipamentos auxiliares de missão”.

No entanto, recentemente, em março foram anunciados os planos para o programa F-35 ser transferido de uma base “cost plus” para preço fixo.

O subsecretário americano de Defesa para Aquisição, Tecnologia e Logística, Ashton Carter, disse ao Congresso que o custo por unidade médio do F-35 aumentou de US$ 50 milhões para US$ 95 milhões, em dólares de 2002.

Dados de preços recentes para os clientes internacionais do F-35 revelam um custo por unidade ainda maior. No Canadá, por exemplo, documentos oficiais sugerem que o custo de aquisição para 65 F-35A será de US$ 8,7 bilhões, o que dá US$ 134 milhões por unidade.

FONTE: Jane’s

- Advertisement -

20 Comments

Subscribe
Notify of
guest
20 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Latino

Custo de US$ 60 milhões !!!

AH tá conta outra !!! Imagina para os paises não investidores quanto que vai sair ….

sds

Latino

off topico amigo nosso Vader preso .

O amigo galante me perdoe mas não tem como não postar essa ..

http://blogs.estadao.com.br/renato-cruz/darth-vader-ladrao/

falcon

US$ 134 milhões por unidade? Ta quase tão caro quanto o rafale.

Caipira

falcon disse:
23 de julho de 2010 às 19:34
US$ 134 milhões por unidade? Ta quase tão caro quanto o rafale.

KKKKKKKKKKKKKKKKKK

Os editores me desculpem pelo coment sem-vergonha, mas o clima tá ótimo na trilogia, muitos bons comentaristas e bom-humor.

RenanZ

Opa, tá cainda bastante mesmo hein

Agora esta custando apenas “muito”

Tito

E porque nós estamos comprando o Rafale que é mais caro e muito menos capaz?
E porque o Jobin disse que o JSF era demais pra nós?

Eu acho que tenho uma certa dificuldade de entender as coisas. 🙂

Ps. Que vergonha em VADER. hahaha

marlos barcelos

O Rafale é mais caro? fala sério. o f-35 já custa 135 milhões para os particiantes do programa, Israel quis comprar e os eua disseram que para eles eram 200 milhões, isso se os custos não aumentarem, porque até 2017 os custos serão outros. Esse custo é dividido por 1600 caças, se países diminuirem as encomendas o preço aumenta, e aumenta mais ainda se o projeto continuar atrasando. quanto aos rafales, além deles vem armas e tecnologia, serão passados ao brasil os software das aereonaves e outras tecnologias, como tuneis de ventos trissonicos e muitas outras coisas, enquanto os f-35… Read more »

Caipira

Se não me engano esse túnel de vento foi oferecido pela Boeing e não Dassault…

Vader, você andou convivendo muito com a escopeta?!??

kkkkk

Tito

Ops. “porque” é na verdade “por que” ( realmente tenho dificuldade de entender certas coisas).

Luiz Eduardo

Que desespero dos Rafalistas, estão até copiando a proposta da Boeing pra Dassault… não, meu caro Marlos. O Tunel de vento tri-sonico + um laboratório para desenvolvimento de softwares avançados para as necessidades específicas da FAB + abertura dos códigos-fontes do avião para integração de armas + estudos sobre furtividade + auxílio (em pontos críticos) no desenvolvimento do KC-390 é a proposta dos malvados norte-americanos… Isso apartir da sexta célula… Já a proposta dos bondosos franceses só menciona ToT só apartir da 37º aeronave e SE a FAB solicitar… me mostre onde está tunel de vento tri-sonico na proposta da… Read more »

marlos barcelos

fonte revista força aérea out-nov-2009

1. inteligração aeromecanica de armas e casulos
2. engenharia da estrutura do avião
3.modulos rf criticos para utilização de radares aesa
4 manuntenção e suportes integrados
5.microssostemas eletromecânicos (MEMS)
6. otimização multidisciplinar
7. nano tecnologias
8. inserção de rede centralizada; interoperabilidade
9.desenvolvimento- melhoria de sistemas de missão de bordo
10.optrônica.

marlos barcelos

continuando

11. aplicativos de pirotecnia espacial
12. softwares de radar e sistemas de planejamento de missão
13. desenvolvimento de software de simulação
14. tecnologias de baixa detecbilidade
15 tecnologia de projeto de redes de sistemas de veículos aéreos não tripulados
16.engenharia de estrutura do avião
17.integração do motor
18. oferece tecnologias para o vls-1
19. ooperação para desenvolvimento do motor turbojet para veículo aéreo não tripulado.

E os f-35, o que nos oferecem.? resp. nada

marlos barcelos

ainda oferece a embraer total expersive e autonomia para liderar e realizar, em cooperação com a ind. brasileira, adaptações, aperfeiçoamentos futuros na aeronave rafale e em seus sistemas, além de montagem de peças estruturais, como asas

Luiz Eduardo

Pois é meu caro.. e cadê o túnel de vento tri-sônico que vc mencionou? Ah, e outra coisa: lembre-se – isso tudo que você transcreveu, é apenas após a partir da 37º aeronave, isso SE (apenas SE) solicitado pela FAB – ou seja primeiro temos que comprar os 36 rafales, e apartir do pedido das próximas que poderemos solicitar essas coisas que você enumerou – antes disso? Só montagem ao estilo Helibrás (apartir da 7º aeronave, pq as primeiras 6 serão fabricados inteiramente na França) – e tudo que você citou, podemos ter com a SAAB e a Boeing dentro… Read more »

marlos barcelos

Luiz Eduardo

Onde vc viu que esse pacote é a partir do 37 avião? a revista diz que esse pacote é pela compra dos 36.

Luiz Eduardo

Caro Marlos

Pelo jeito és novo aqui, o ZE e o Grifo cansaram de mostrar aqui essa parte da proposta da Dassault passada para a FAB no F-X2 – ela está em diversos coments (dos citados foristas) nas dezenas de posts a respeito do rafale e do F-X2 aqui no Blog – por isso particularmente não me darei ao trabalho de procurar… caso o amigo queira realmente saber vá na nuvem de Tags do Poder Aéreo e pesquise nos tópicos “rafale” e certamente encontrará em alguns deles essa informação. Daí fica a seu critério…

Sds.

Vader

1o: Não fui eu! Foi um Clone 🙂

2o: O F-35 vale cada centavo 🙂

3o: Comparar a JACA com F-35 é comparar fuzil automático com arco-e-flecha.

Sds.

sr.ricardo

“Farnborough 2010: a LM insiste que os custos do JSF estão caindo.”
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA ! ! ! ! ! !

Esses caras são umas comédias . . . .

O F-35 “Aadvark II” está com os custos caindo, putz!
Ainda mais agora que fecharam a produção do pseudo-“DEUS” dos caças: o F-22 Lagarticha.

Acho que é mais uma estratégia da Lockheed faturar com empresário brasileiro: Vender pouco ganhando muito.

Ah é ! Diminuir custo e diferente de diminuir preço.

sr.ricardo

Vader disse:
25 de julho de 2010 às 23:29
“O F-35 vale cada centavo”

Claro que sim, ele vem com:
1 – Um farol iqual ao da DeathStar;
2 – Pode trafegar por qualquer “fossa espacial”
3 – E pode dar um salto na velocidade da luz.

hahahahahahahahaha

sr.ricardo

F-X2: _udeu Xeral denovo

Últimas Notícias

República Tcheca estuda substituir caças Gripen C/D pelo F-35

O Ministério da Defesa da República Tcheca está decidindo a compra de novos caças, que substituirão 14 aeronaves supersônicas...
- Advertisement -
- Advertisement -