Home Operações Aéreas Sobre a superação de expectativas do F-22 no Oriente Médio

Sobre a superação de expectativas do F-22 no Oriente Médio

243
38

F-22 Raptor no Oriente Médio - foto USAF

Agora é a vez da USAF falar, mas em seu canal oficial. Se bem que pouco é revelado sobre o primeiro exercício do Raptor na região, além da bela foto acima, tirada em uma missão de treinamento em 9 de dezembro.

Nesta segunda-feira, dia 21 de dezembro, a USAF informou que foi completado o primeiro emprego do F-22 no Oriente Médio, realizado em meados deste mês de dezembro. Os caças de quinta geração e suas tripulações estiveram na região como parte de um exercício multinacional, onde pilotos de várias nações treinaram juntos uma luta aérea de grande escala.

Para os 150 militares e os seis Raptors deslocados da Base Aérea de Langley, este foi o primeiro desdobramento para área de responsabilidade da “U.S. Air Forces Central”. Segundo o Tenente Coronel (Lt. Col.) Lance Pilch, comandante do 27º Esquadrão de Caça Expedicionário, “nós não sabíamos como o jato iria desempenhar ou reagir, dadas as diferenças de temperatura, assim como a poeira, a areia e o vento. Mas pudemos voar mais surtidas do que as originariamente programadas, o que de fato fez o F-22 superar expectativas.” Antes desse exercício, os F-22 foram deslocados para a Base Aérea de Kadena, no Japão, e a Base Aérea de Andersen, em Guam, para exercícios no Pacífico.

Para o Major Daniel Bunts, membro da Guarda Aérea Nacional da Virgínia e que voa o F-22 no 27º Esquadrão, o desdobramento “foi histórico porque trata-se de um novo sistema de armas e, apesar de já termos mostrado que poderíamos nos deslocar para outros lugares, ainda não tínhamos provado que poderíamos operar aqui”.

Além dos norte-americanos, participaram do exercício tripulações de voo da França, Jordânia, Paquistão e Inglaterrra. Embora os Raptors não estivessem participando diretamente do exercício, voaram lado a lado com tripulações das nações participantes, em surtidas de treinamento. Ainda segundo o Major Bunts, “agora que fizemos algum treinamento juntos, eles têm uma melhor compreensão do que podemos fazer com esse jato. Assim, se um dia precisarmos operar em conjunto, eles saberão o que esperar de nós como seus alas. Mas também é importante para nós darmos uma olhada nos sistemas de armas de nossos parceiros. Fizemos grandes amigos lá.”

O Coronel Pich complementa que a construção de parcerias é de longe o principal objetivo de exercícios como esse. Mas agora que o F-22 provou ser capaz neste ambiente, o pessoal espera retornar para participar de mais exercícios e também para prover poder aéreo na região: “O F-22 tem tantas capacidades, desde o domínio do ar para prover a consciência situacional até o lançamento de bombas no alvo, que, quando chegar a hora de vir aqui e dar apoio às tropas em terra, já sabemos que o Raptor está pronto.”

FONTE / FOTO: USAF (os destaques em negrito são do Blog)

Subscribe
Notify of
guest
38 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
ZE
ZE
11 anos atrás

Que fique bem claro: Isto sim é uma nota oficial!

Aqui não se trata de algo oficioso, publicado por um blog/site qualquer.

Já disse e digo de novo: O Rafale é um bom caça.

Temos, portanto, que separar a realidade da fantasia. É fácil vislumbrar que o relatado no site francês não passa de um desejo.

Fica claro, à luz de quem vê, o ufanismo da informação passada pelos gauleses. Se me permitem:

RAFALE, O CAÇA BAMBOOSHKA!

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

ZE será? para mim não está nada claro! e tem mais… a USAF representada por seus pilotos, já informou resultados… tanto bom quanto ruim… de exercícios… eu entendo como ruim quando ela vem com textos polidos, como os daí de cima, em que se fala de forma mais abrangente o que se esperava do exercíco e que as coisas sairam como o esperado… e blá blá blá… Sobre o F-22, eu não tenho dúvida que ele é superior se estiver voando…. mortal e furtivo, é um verdadeiro ninja… Agora sobre o Typhoon… acho bem plausível que o Rafale tenha logrado… Read more »

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

No mais, o que poderia a USAF falar em um canal oficial? “fomos lá e não teve para ninguém!…” nada! assim como num site oficial da ADLair não deva ter conteúdo semelhante, enaltecendo que se deram bem… quando acontece são vasamentos, a maioria infundado, outros nem tanto… Lembro quando os M-20005, os primeiros a operarem o RDY com micas, que foram desdenhados tanto na Europa quanto nos USA… mostraram para o mundo sua superioridade tecnológica, provaram na verdade, e ficaram com o domínio na Europa até bem pouco tempo…, e tinha gente que duvidava… tiveram que dar o braço a… Read more »

Ivan
Ivan
11 anos atrás

Chicão, O exemplo do Mirage 2000-5 é ótimo. Havia claramente um diferencial tecnológico na combinação do radar RDY (não tenho certeza da últiva letra) com os mísseis de guiagem ativa (fire and forget) MICA. Mas agora o que eu estranho, sem desmerecer o Rafale, é que o Typhoon tem recursos muito semelhantes. Vou tentar fazer uma lista de conceitos comuns aos dois: – Delta com Canard; – Uma deriva; – IRST da mesma geração, Pirate e OSF, ambos com participação da Thales no projeto e fabricação; – Motores com a mesma origem tecnológica, uma join venture da SNECMA, Rolls Royce… Read more »

Ivan
Ivan
11 anos atrás

Quanto ao F-22 é outro papo…

Se algum caça conseguir chegar perto dele, ainda estará “armado e perigoso”.
É o predador a ser superado.

Bosco
Bosco
11 anos atrás

Francisco, sem querer desmerecer o Mirage 2000 com seu radar e com seus MICAs, mas o primeiro míssil com essas características foi o Amraam AIM-120A que já era operacional no final da década de 80. O MICA fez uma estreia bombástica não devido a revolucionar o combate BVR, que já era de domínio do Amraam, mas sim por agregar em um mesmo “pacote” características de um BVR e de um WVR de quinta geração. Isso à princípio pareceu ser revolucionário, assim como havia um entendimento que todas as aeronaves de combate seriam substituídas por um único tipo padronizando os meios,… Read more »

Bosco
Bosco
11 anos atrás

As características que me refiro e que já eram usadas pelo Amraam e depois pelo MICA são um sistema de radar ativo que proporcionava a capacidade fire-and-forget em curto e médio alcances e a capacidade de atualizar a posição dos alvos em engajamentos de longa distância fazendo uso do up-link e de travar no alvo após o lançamento (LOAL).

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Bosco, mas os AMRAM não estavam só com os americanos nesta época? pensava que sim… eu falei da Europa, justamente para contrapor Rafale e Typhoon… 🙂

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Bem, aqui não foi a “tia do amante da sirigaita do corneteiro” (by Bosco) que falou, rsrsrs… 🙂

É uma nota oficial. Não traz nada de novo, como aliás seria de se esperar, mas traduz a calma e a sensatez de quem está bem pouco preocupado com exercícios, e bastante tranquilo e à vontade para não precisar justificar nada pra ninguém.

Há quem chame de arrogância. Eu prefiro chamar de MANSA SUPERIORIDADE. Enfim, essa é a USAF…

Sds.

Bosco
Bosco
11 anos atrás

Ah! Agora entendi.
Mas eu acho que já em 97 alguns países europeus já adotavam o Amraam.
Mas entendi o que quis dizer.
Um abraço.

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

continuando… e tb era no sentido de “provar” que os franceses podem surpreender, assim como fizeram os russos nos anos 80…. nesta linha a pergunta gerada seria a seguinte: não seria o rafale, no seu conjunto, dadas as características nominais e mensuráveis serem bem aproximadas, porém suas características reais surpreendentes? pq não? eu acredito que sim, como acredito que o Typhoon poderia logra o mesmo exito, com as tática adequadas, talvez, pois até o inimigo entender bem a situação pode-se levar dias… acredito que se houve esta vantagem do Rafale, seria uma soma das coisas tática e equipamento. E não… Read more »

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Bosco, acho que não tinha ninguém com o AMRAM na Zoropa…
Tem os F-4 alemães…. não estariam estes fazendo parte dos exercícios de 2001??? e os AMRAMs já estariam operacionais neles nesta época? vou verificar…

Bosco
Bosco
11 anos atrás

E quanto ao UK com os Tornados?

Bosco
Bosco
11 anos atrás

Quanto ao exercício e aos 7 a 1 temos que saber o que significa “armamentos deteriorados”. Teriam sido usados apenas canhões? Se foi o caso e se tem procedência o resultado de 7 a 1, sem dúvida temos que dar crédito ao Rafale e principalmente a sua tripulação, já que venceram no dogfight um adversário altamente acrobático (dizem que pode puxar 11 g ???). Por falar de 11 g do Typhoon eu sempre li isto aqui no blog, inclusive já li que o Typhoon tem um traje anti-g feito para que o piloto suporte os tais 11 g. Será que… Read more »

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Não achei quais os F-4 que participaram do exercíco da OTAM em 2001…

outra coisa, o Mica, mesmo não tendo o alcance do AMRAM C, até a entrada do AMRAM C por volta de 96, ele estava em par com o AMRAM A/B em termos de alcance, porém em modernidade e eficiência ele era muito superior, até hoje o Mica é um míssel moderno e capaz, pecando exclusivamente em alcance, mas é mais moderno e eficiente que as primeiras versões do AMRAM C…

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

os Tornados não foram depois de 98?….
e mesmo assim os Tornados da RAF participaram do exercício de 2001 e foram vítimas…

Ivan
Ivan
11 anos atrás

Gosto de um debate civilizado.

Francisco opta pelo Rafale,
Bosco pelo SuperHornet,
e eu pelo Gripen.

Mas mesmo assim conseguimos conversar.
O churrasco vai ser para resolver a questão palestina mesmo.
Mas eu estarei lá, com faca peixeira amolada… para cortar a costela e a picanha a moda gaúcha.

Ivan.

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Bosco, 11gs não dá para ficar! mas o Typhoon pode manter um piloto em 9Gs (limite do ser humano) por mais tempo, por este traje especial anti-G, o que chama a atenção é a estrutura do Typhoon e do Rafale que conseguem segurara 11Gs! o SH nesta altura estaria em pedaços! li em várias ocasiões que o SH para nos 7gs…

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Ivan: como tb gosto de debate civilizado, 🙂 também tô nesse churrasco, rsrsrs… Mas dependendo da lista de convidados do Chicão, vou de FAL e de Beretta, rsrsrs…

No mais, tb opto pelo Gripen NG.

Abs.

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Ivan,

a diferença entre nós é que eu sou mais bonito!
(minha saudosa mãe que falou rsrssrs)

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Felipe, quando tu chegar aqui em casa vais ver um monte de posters do Rafale, vai ter que engolir seco a costela! uhauhauhauha

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Chicão, eu engulo a seco o Rafaleco, a costela, a farofa, o que eu num engulo é PeTralha, tu sabe disso, rsrsrs… 🙂

E vê se aparece no xat.

Abs.

osorio
osorio
11 anos atrás

mas o assunto não era o fantastico F-22?

Bosco
Bosco
11 anos atrás

Algumas “coisas” podem limitar a capacidade de manobra de um caça: 1- sua resistência (no caso, fragilidade) estrutural (pouco provável tendo em vista ser um caça naval, portanto, pau pra toda obra); 2- a capacidade limitada do sistema de manutenção de vida em prover a integridade física do piloto em manobras violentas (pouco provável pra um caça, diga-se de passagem); 3- a incapacidade aerodinâmica/motorização pura e simples (possível, tendo em vista que o cliente/fabricante pode ter pensado não ser essencial à vista das novas tecnologias disponíveis para o combate); 4- a necessidade de preservar o caça de danos estruturais prematuros… Read more »

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Dexa Bosco, vou reservar uma parte da costela bem “boa” pra ti! 🙂

Felipe, nem com arroz? Lula vai bem com arroz! 🙂

Ivan
Ivan
11 anos atrás

Arroz de polvo é ótimo…
de lula deve ser bom também.

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Srs. Editores: O Sr. Mauro está movendo uma campanha com o fito exclusivo de me atormentar, APESAR DE eu já haver dito que não queria mais me dirigir diretamente ao cidadão, e haver cumprido tal promessa. Ele NUNCA trouxe qualquer notícia ou qualquer comentário útil ao Blog; seus comentários são rasos e tôscos, como rasa e tôsca é sua moral e apenas entra aqui pra atacar alguém, se não fosse eu, seria outro (aliás, qdo não era eu, era outro). Ainda assim, ironicamente o cidadão jamais teve um comentário editado/apagado, enquanto eu já tive inúmeros, por motivos bem mais corriqueiros.… Read more »

Wilson Giordani de Souza
Wilson Giordani de Souza
11 anos atrás

Acho que os editores nunca tiveram que intervir tanto quando o blog era aberto…

[]s

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

OK Nunão, compreendido, agradeço a intenção de apaziguar ânimos. Como já afirmei, por mim isto já tinha acabado quando me dispús a não mais me dirigir ao elemento. Mas como trata-se de patrulheiro contumaz, ele com isso não se conforma: tem de manter seus ataques. Noto entretanto que os comentários injuriosos e até mesmo de cunho homofóbico (coisa bem rasteira, de gente que ainda não se “descobriu” sexualmente) do mencionado cidadão continuam, neste post e no post sobre “o desempenho do Rafale no Oriente Médio”, enquanto que os meus comentários os editores se encarregam de deletar. Ressalto novamente que não… Read more »

Bosco
Bosco
11 anos atrás

Calma Felipão.
Deixa dessa estória de deixar o blog. Relax.
Logo essa estória de F-X2 acaba e tudo volta a ser como dantes do quartel do Abrantes.
Um abraço e feliz natal.

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Nunão, eu ia pedir tratamento diferenciado…. mas deixa pra lá… rsrsrs (não vou colocar a carinha dessa vez – rsrsrs) Brincadeira galerinha! é só para descontrair… Felipe, fica chateado não, o Bosco tem razão! logo a poeira abaixa! Mauro, relaxa tb! de certa forma o Felipe tem razão em poder falar mal do governo, etc etc… é um direito dele! nós somos grandinhos para não darmos “cheque em branco” avalizando tudo que ele diz, eu faço isso e me dou relativamente bem com ele! até já concordamos em algo… tente, vc irá conseguir! a maioria que concorda com o Felipe… Read more »

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Nunão, vcs não pensaram num plano de fidelidade? rsrsss um Tratamento Vip para os fièis do Blog? tipo eu que só comento aqui…rsrsrsrss
tipo receber uma garrafa de vinho de 15 em 15 dias… rsrsrsrs – ter direito a não ser contrariado nos posts… coisinhas poucas que serveriam de incentivo aos fiés… rsrsrs
(brincadeirinha denovo – mas se quiser levar a sério.. rsrsrs)

abraço chefe!

Wolfpack
Wolfpack
11 anos atrás

Para quem achar manter um Rafale no ar custa caro, observe a nota abaixo: =================================================================== Washington Post reveals F-22 crash mystery By Stephen Trimble on July 10, 2009 11:52 AM | Permalink | Comments (5) | TrackBacks (0) R. Jeffrey Smith writes today in The Washington Post that the F-22 “has major shortcomings”. The US Air Force says the F-22 costs $44,259 to fly one hour, compared to $30,818 for the F-15. An unnamed “critic” in the Department of Defense calls the F-22’s maintenance problems a “disgrace”. The reporter connects Darrol Olsen’s allegations — first reported on this blog —… Read more »

Rogério
Rogério
11 anos atrás

As reações do Mauro aos comentários do Felipe não negam que ele é simpatizante do Hugo Chaves, como ele não tem argumentos convincentes para falar bem do governo simplesmente tenta calar quem fala mal. O Felipe critica o GF, os PeTralhas, mas nunca li nenhum post dele tentando calar a opinião de ninguém aqui ao contrario do Mauro que não acrescenta nenhuma novidade apenas escreve com a intenção de dissuadir o Felipe de expressar sua opinião, bem típico de funcionários de governos com partido único como China e Venezuela. []s Rogério, A “briga” entre os dois já está mais do… Read more »

Wolfpack
Wolfpack
11 anos atrás

Nunão, Galante, tentei fazer uma pesquisa quick and dust sobre o custo hora do JAS 39 Gripen C/D, esperava obter alguma coisa da experiência na África do Sul, mas o único valor que encontrei foi de aproximadamente US$3.000,00 hora. O que alguns sites dizer ser suficiente somente pra encher o bicho de combustível. A informação postada pela Isto é para o custo hora de cada aeronave do FX2 é real? Poderíamos confiar? Combat aircraft flight cost per hour, the experience of ROCAF (Taiwanese Airforce) in 2009: 1. F-16A/B Block 20: around 4,900 USDs per flight hours. 2. F-CK-1A/B: around 7,700… Read more »