Home Sistemas de Armas Brasil e EUA discutem cooperação militar

Brasil e EUA discutem cooperação militar

166
44

SH

O ministro da defesa, Nelson Jobim, disse ontem que os governos do Brasil e dos EUA estão discutindo um acordo de cooperação na área de defesa. Segundo Jobim, os americanos mostraram disposição de comprar cem aviões de combate Super Tucano, da Embraer, caso a parceria seja firmada.

“A Embraer se habilitou em uma concorrência internacional nos EUA. Essa concorrência poderá ser afastada se nós firmarmos com os EUA um acordo de cooperação na área de defesa”, disse o ministro.

Ele não deu detalhes do acordo, cujos termos estão sendo analisados pelo Itamaraty. Segundo Jobim, não há relação entre estas negociações e o programa FX-2, de renovação da frota de caças da FAB, que é disputado pela Boeing.

O principal cliente do Super Tucano é a FAB, que o utiliza no treinamento de pilotos e no Sivam.

FONTE: Folha de São Paulo, Notimp

NOTA DO BLOG: Vida nova para o F/A-18 no F-X2?

44
Deixe um comentário

avatar
44 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
33 Comment authors
AlmeidaCaioBruno RochaBozzokaleu Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
renato
Visitante
renato

Convenhamos que, se devidamente acordado entre as partes e cumprido de fato a transferencia “possivel” de tecnologia, estariamos recebendo dos melhores…..temos que reconhecer……..!!!

Harry
Visitante
Harry

Caros

Como havia dito quando eles resolverem comprar ST e KC-390 as ofertas de compras da França parecerão piada.

Ainda Faltas proposta para KC-390.

Dolar é com eles mesmo, são dono da máquininha.

Achar que não vão vincular a venda de SH com essas possiveis compras
seria inocencia.

Abs

Tanus
Visitante
Tanus

Vixii,
Acho que a proposta da França começou a azedar…

Repsol
Visitante
Repsol

Pessoal, desculpa fugir do assunto do tópico… Mas alguem poderia me explicar oque é fly-by-wire?

Tanus
Visitante
Tanus
william
Visitante

FOTO LINDA DE UM CAÇA MARAVILHOSO.

Braziliano
Visitante
Braziliano
Alexandre G.R.S.
Visitante
Alexandre G.R.S.

Prezados,

Achar que a “possivel” venda de Embraeres Super Tucanos aos EUA não está vinculada à compra dos caças da Boeing é no minimo ingenuidade.

Ok. Compramos os F/A – 18 SH. Ele compram os ST. E o resto?

Quem realmente acredita que o uncle Sam irá comprar KC-390? já pensaram?

Temos que ver o que será melhor para o Brasil a longo prazo.

Como confiar em um pais que, ou você liberal ou você é conservador, sem meio termo? Como prever se mais Bush´s não virão? ou todos aqui acreditam que a onda Obama durará para sempre?… Tola ingenuidade…

Sds.

RenanZ
Visitante
RenanZ

EEEEEEEEEE

E dá-lhe compra casada !!!

william
Visitante

Palestra da SAAB AB proferida por Bengt Janer Câmara dos Deputados 14 de outubro de 2009 Excelentíssimo Senhor Presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados, Deputado Eduardo Gomes Excelentíssimos Senhores e Senhoras parlamentares presentes. Prezados membros desta mesa. Senhoras e senhores. Em nome da empresa SAAB, agradeço a Comissão de Ciência e Tecnologia, assim como a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados, o gentil convite para participar dessa audiência pública, da mais alta importância para o esclarecimento do tema “Transferência de Tecnologia no Programa F-X2”. Inicialmente, é importante citar que o… Read more »

LBacelar
Visitante
LBacelar

Ingenuidade é achar que o tio sam está disposto a gastar com o KC-390… Onde a lockheed vai enfia os C130J???

nsc nsc nsc

Prometeram a mesma coisa no SIVAM

Luiz Antônio Cavalcanti
Visitante
Luiz Antônio Cavalcanti

Galera, Mas se o ministro estiver falando a verdade — “não há relação entre estas negociações e o programa FX-2, de renovação da frota de caças da FAB, que é disputado pela Boeing” —, então o governo deve estar fazendo um outro acordo, fora da compra dos caças. O problema é se o ministro tb estiver despistando, aí já não sei… Será que esse acordo passa por reequipamento do Exército e da Marinha? O Brasil também não está prestes a definir um novo padrão de fragatas e corvetas? E fica a dúvida? No que consiste este tal acordo? Como todos… Read more »

Lucas
Visitante
Lucas

Pessoal, se um acordo militar tivesse tanto peso na escolha do caça do FX-2, o Rafale já estaria eleito como vitorioso pelo tamanho do pacote militar que o Brasil assinou com a França. É claro que o FX-2 tem muito mais do que uma transferência de tecnologia, preço, manutenção, etc, o que realmente pesa são as compensações comerciais que irão se abrir para com o país vencedor, seja Suécia,EUA ou França. Creio que os Eua não transferirão uma “quantidade” de tecnologia suficiente para um projeto nacional, muito menos a tecnologia Stealth tão cobiçada por muitos países. Todos sabemos que os… Read more »

Fabio Silva
Visitante
Fabio Silva

compramos umas 36 coca-cola, e vendemos 100 biri (refrigerante fabricado em Pelotas-RS)… o problema é que nos viciaremos na “coca” vendida somente por eles, sem chances de produzirmos aqui…. enquanto eles ganham da Biri em concorrências internacionais com lobby…
é o famoso gato por lebre!!!!!
abraços

Cmdt Oliveira.
Visitante
Cmdt Oliveira.

Torço muito para o Super Hornet. Um caça testado, manutençao compativel com o orçamento da Fab e grande oferta de peças hj e no futuro, esse com certeza nao sera uma “rainha de hangar”. Mas fora tudo isso sera muito importante para nossa estrategia de projeção mundial estarmos alinhados com os E.U.A. ganharemos em muitos aspectos sendo q grande partes dos componentes dos avioes fabricados aqui provem de la. Ja temos uma grande parceira com a França no campo dos helis e subs, fazer o mesmo com os E.U.A sera perfeito para nos. Que vença o F18SH!

André Castro
Visitante
André Castro
Paulo Renato
Visitante
Paulo Renato

Tomara que venha um bom acordo com os Tio Sam !!!
Mas eu acho que pode vim um acordo em relação aos BlackHawk, já que os Iroquis serão desativados e doados.
Pode até ser que venha algo a mas como tanques, bateria anti-aerea, entre outros.

Não acredito que venha nada para a Marinha, pois as covertas e fragatas devem vim da França.

Esse acordo não entra no FX2.

Abs.

hms tireless
Visitante
hms tireless

Penso que seria interessante abandonar o antiamericanismo tosco e reconhecer ser o Super Hornet a escolha mais sensata para a FAB. Quando existia o binômio Mirage-F5E, é sabido que as taxas de disponibilidade do vetor francês eram mais baixas, a taxa de atrito mais alta e no final, o Mirage se tornou obsoleto muito antes do Tiger, tanto que já foi desativado. Quanto ao Tiger, estes foram modernizados e praticamente reiniciaram seu ciclo de operações na FAB.

Alexandre G.R.S.
Visitante
Alexandre G.R.S.

Prezados,

O acordo que os EUA tem que fazer com o Brasil é aquele que trata do fim dos subsidios agricolas, do aço, calçados, dentre diversos outros produtos que sofrem restrições do governo americano.

Antes de tudo que se discuta isso. Que se discuta a politica americana para Amazonia, que se discuta a 4° frota, que se discuta os embargos…

Nada contra um possivel acordo. Muito pelo contrário. Mas com esse histórico… é complicado.

Sds.

BassMan
Visitante
BassMan

Concordo com o Alexandre.
Não colocaria uma raposa no meu galinheiro mesmo se ela estivesse fantasiada de coelho. Em uma visão geral para o Brasil, ainda prefiro o Gripen NG. Ah sim, a reativação da 4° frota ainda me deixa desconfiado.

Emerson Fully
Visitante

Para o Brasil será satisfatório,e com certeza um exelente negócio. Para um país igual ao nosso,o que realmente interessa é vender,pra gerar divisas,e empregos aqui.E com certeza uma venda de 200st pros americanos seria a saída com chave de ouro do Lula da presidencia,e estaríamos adiquirindo um vetor testado e aprovado em todos os quesitos,pra bater de frente em combate com qualquer um dos caças em uso no mundo. Agora ficar sonhando com caças produzidos aqui,transferência total de tecnologia irrestrita,que tudo é muito belo e muito bonito,e que o Brasil é uma potência e que tem que agir como tal.Acordem… Read more »

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

hms, não se pode comparar Mirage IIIE com F-5, eram caças de peso e funções diferentes! um Mirage III nos anos 70 era ponta de lança no mundo, uado por vários países potenciais, França e Israel por exemplo! o F-5E um caça barato para países de terceiro mundo! O Mirage é padrão Mach 2, o F-5 1,34, a autonomia tb é difrente, a capacidade de carga idem… a sofisticação à época tb muito diferente, o Mirage é um interceptador e vetor de superioridade aérea, foi aprovadíssimo em combate pelos israelenses, o F-5E, nesta mesma época não era nada para israel…,… Read more »

Repsol
Visitante
Repsol

Em relação a material bélico americano, eu gostaria de ver no Brasil alguns Chinooks, Javelins, porta-aviões e porque não C130 gunship… uahua

Abçs

evandro
Visitante
evandro

O Brasil não quer nada não!!! O dia que eu for Presidente da República eu monto uma Força Aérea que o Brasil mereçe.

Hornet
Visitante
Hornet

Segundo outras fontes o acordo pode representar a venda de 200 Super Tucanos para os EUA, e não apenas 100. “Um acordo entre o Brasil e os EUA poderá representar a venda de 200 aviões para as Forças Armadas americanas Um acordo na área de defesa em negociação entre o Brasil e os Estados Unidos poderá representar a venda de até 200 aviões Super Tucano, da Embraer, para as Forças Armadas americanas. “Existe a possibilidade de compra direta, sem licitação”, disse ontem o ministro da Defesa, Nelson Jobim. O avião brasileiro já disputa uma licitação da Força Aérea dos EUA… Read more »

Erich Hartmann
Visitante

É sempre bom fazer negócios com a maior economia do planeta,pelo poder,influência,mas sinceramente mesmo que a Embraer consiga bons/excelentes negócios com venda de centenas de STs e dezenas de KC-390 infelizmente teríamos que ficar preparados para qualquer mudança de “humores” na política interna norte-americana(congressistas) que poder mudar de “ares” e vir a nos prejudicar em muito até mesmo nos aspectos mais elementares para “produção” ou mais realisticamente montagem dos SH aqui no Brasil. E quem iria contra eles se um dos aspectos primodiais que é a Alma negocial norte-americana não respeitam a OMC(orgão Multilateral máximo) como visto no exemplo do… Read more »

Getulio - São Paulo
Visitante
Getulio - São Paulo

Lendo a proposta final dos americanos, na fala do Bob Gower no Congresso Nacional eu para perceber a seriedade da proposta deles e o ganho para o nosso país, podendo ingressar no mercado de defesa americano. É proposta quase irrecusável na minha opinião de torcedor para uma FAB e um Brasil melhor! Foi um depoimento bem humano e honesto, num mundo de negócios sem escrúpulos, como é o de armas. Senti honestidade, me convenceu.
http://www.defesanet.com.br/01_lz/fx2/01_cf_bo.htm

ze
Visitante
ze

O Almirante Edouard Guillard, chefe do Estado-Maior particular do Presidente Sarkozy, em entrevista publicada por vários setores da mídia escrita (inclusive publicada neste blog), AFIRMOU QUE A HORA/VOO DO SUPER HORNET É DE 7 MIL DOLARES, ENQUANTO QUE A HORA/VOO DO RAFALE É DE 9800 EUROS. EM BOM PORTUGUÊS, R$11.970.00 (PARA O SUPER HORNET) E R$24.970,00 (CÂMBIO DE 16/10/2009). POIS BEM, HOJE O JORNAL O GLOBO PUBLICOU UMA ENTREVISTA ONDE O MERIALDO JURA POR DEUS QUE O CUSTO DE MANUTENÇÃO DO RAFALE É MENOR DO QUE O DO SUPER HORNET. OU O CHEFE DO ESTADO MAIOR PARTICULAR DO SARKÔ É… Read more »

ze
Visitante
ze

DIGO, R$ 24.970,00 (PARA A HORA/VOO DO RAFALE)

Tanus
Visitante
Tanus

A proposta americana é boa, não sei se é a melhor. Toda industria para se manter precisa de cliente, entrar no mercado americano é um recomeço muito bom para a industria de guerra brasileira, além disso o mercado americano não se restringe aos EUA, se estende aos seus aliados.
Quanto a precedentes acho estranho as pessoas lembrarem dos erros dos EUA e esquecerem os da França. O Brasil não pode se fiar em nenhum deles, é pegar a melhor proposta e correr para o F-X3 em busca de um caça nacional.

Nailton
Visitante
Nailton

Trabalho em uma empresa americana de tecnologia espacial e a historia aqui é sempre passar conhecimentos para todos nos engenheiros brasileiros. Não existe esse fantasma que alguns sempre fazem questão de ressaltar. Temos desenvolvido tecnologia juntos e a unica coisa que nos é solicitado é sermos Éticos.

marujo
Visitante
marujo

Assino embaixo dos comentários do Alexandre GRS e do Hornet.

Menezes
Visitante
Menezes

NOTA DO BLOG: Vida nova para o F/A-18 no F-X2?

Segundo Jobim, não há relação entre estas negociações e o programa FX-2, de renovação da frota de caças da FAB, que é disputado pela Boeing.

Fora Boing F-18!

Cristiano GR
Visitante
Cristiano GR

É gurizada! A carrera tá bonita. Daqui a pouco a Embraer terá umas 300 encomendas de A-29 e uns 20 E-390. Acho o Rafale mais bonito, mas beleza não põe mesa. O Gripen é um ótimo caça para Inglaterra, Suíça, ou outro país pequeno. O F/A-18 é o melhor mas, o que oferece menos tecnologia. Só que lendo o discurso do vice da Boeing, gostei da idéia formada por eles de que o Brasil é necessário como parceiro dos americanos e é melhor para eles que nos relacionemos com mais intencidade com eles do que com el Hugo, e a… Read more »

Cristiano GR
Visitante
Cristiano GR

GETULIO:

o mercado de armas não tem nada de escrupulos, dúvida?

Guerra Iraque (as duas), maiores compras de armamentos da história dos americanos-> família B.ush no governo e sócia da maior forncedora de armamentos para marines, usaf, usnavy e usarmy.

Guerra do Vietnã, porque demorou tantos anos uma guerra por uma paizinho de mer… que não tem riquezas?

Cristiano GR
Visitante
Cristiano GR

Fabio Silva:

hahaha… já bebi o BIRI também. Sou de Piratini, bom saber que tem leitores do blog aqui perto.

kaleu
Visitante
kaleu

ze em 16 out, 2009 às 16:45

OU O CHEFE DO ESTADO MAIOR PARTICULAR DO SARKÔ É MENTIROSO, OU O MERIALDO ESTÁ MALUCO, MALUCO.

ADORO SER ENGANADO.
———————————————-
TÁ MALUCO NÃO … É MAU CARÁTER MESMO !!

ALGUÉM PRECISARIA AVISAR O MERIALDO QUE A “BRINCADEIRA” ACABOU … AGORA VIROU PAPO DE GENTE GRANDE !!! … E MANDÁ-LO “ENFIAR” OS 10 “CARRINHOS DE MÃO” QUE O SARKÔ COMPROMETEU COM LULA …

GOSTARIA QUE FECHASSEMOS COM A SUÉCIA … PORÉM, TIO SAM, RESOLVEU QUE NÃO QUER PERDER O FX-2 … DA MINHA PARTE TBM FICO FELIZ … MUITO MELHOR QUE ESSE “MICO” OFERECIDO PELA FRANÇA …

abc
kaleu

Bozzo
Visitante
Bozzo

acho que o “sapo barbudo” tava certo, daqui a pouco vamos receber os 36 aviões de graça…

Bozzo
Visitante
Bozzo

mas ainda torço pelo GRIPEN NG BRASIL

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

Kaleu, calma amigo! não fie muito neste negócio de “bom e mau”, isso não existe! são interesses! apenas isso! todos irão jogar “sujo” se tiverem que jogar, para levar o contrato. Não acredite em bondade e ética nesses assuntos! é muita inocência entrar nessa balada! A FAB deve e tem a obrigação, como instituição nacional, de informar os custos de compra e operação de todos os concorrentes, e o que eles vão de fato contratar com o Brasil! preto no Branco! Depois se faz a análise política disso e a parceria estratégica, e está esclarecido o que se pode esclarecer!… Read more »

Bruno Rocha
Visitante
Bruno Rocha

“Segundo Jobim, não há relação entre estas negociações e o programa FX-2,”

Não acredito!

Assim como so engenheiros da Embraer vem trabalhando na SAAB, até parece que não tem nada haver.

Esse país é cheio dos truques. Não duvido nada que acabe em SH,Gripen e Rafale

Caio
Visitante
Caio

Essa história de venda casada… Me lembra de algo… SIVAM, bilhões de dólares, grampo, espionagem, propina, escândalo além do aceno de venda casada. JPATS e ACM. Depois de fecharmos com os americanos no SIVAM, a Embraer tomou um radouken na cara e deu Pilatus no JPATS. No ACS deu Embraer, mas veio um shoryuken no queixo e a concorrência foi cancelada. É como já foi dito. Os precedentes não são nada bons. Além dos vetos mostrados pelo Brigadeiro Venâncio e nas vendas de produtos da Embraer com tecnologia americana. Torço para que essa atitude americana com relação ao Brasil mude.… Read more »

Almeida
Visitante
Almeida

Já estava na hora de fazermos um acordo militar com a maior potência do Mundo neste quesito e nosso (ainda) maior parceiro econômico. Chega a ser cômico achar que podemos viver um sem o outro. Ou que os franceses, que até menos de cinco décadas atrás possuíam colônias e ainda possuem territórios externos, são mais bonzinhos que os norte-americanos.

Não existe boa vontade, existem interesses mútuos. E, ideologias a parte, temos muitos interesses mútuos com os EUA. Só precisamos levantar a cabeça e negociar direito.

Hornet
Visitante
Hornet

Pois é, mas eu acho que este acordo militar Brasil-EUA não é isso tudo que estão pensando, não. Andei dando uma pesquisada no assunto e parece ser algo bem mais trivial do que se supõe. Deixo aqui um trecho de uma matéria que saiu no jornal Valeparaibano, de SJC: “VIÁVEL – O comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro-do-ar Juniti Saito, disse que o acordo de cooperação de defesa entre Brasil e Estados Unidos é viável, pois o governo brasileiro mantém acordos similares com outros países. “Não vemos nenhuma dificuldade no fechamento desse acordo, que pode viabilizar a venda direta do Super Tucano”,… Read more »