segunda-feira, junho 14, 2021

Gripen para o Brasil

FAB ministra curso de navegação tática para Força Aérea Equatoriana

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Durante um mês, um grupamento da Força Aérea Brasileira (FAB) esteve em Quito para transmitir conhecimentos sobre navegação tática para a Força Aérea Equatoriana. A missão foi coordenada pelo Comando Geral de Operações Aéreas (COMGAR) e realizada de 11 de agosto a 10 de setembro, com ênfase no emprego da aviação de transporte, navegação tática e lançamento de carga.

Os militares brasileiros abordaram itens como planejamento da navegação aeroterrestre, navegação à baixa altura sem GPS, planejamento HI-LO-HI, técnicas de desvio de antiaérea, cálculo de lançamento à baixa e à grande altitude, software de planejamento de missão (PMA II) e lançamento aéreo (Thaedra).

Na fase prática foram realizados 11 voos de Navegação a Baixa Altura (NBA) com lançamento de carga pelos métodos CDS e fardo de porta, com o treinamento de seis oficiais, quatro rádios e três load master .

Os cursos foram solicitados pela própria Força Aérea Equatoriana cuja meta é implementar na sua doutrina de transporte o lançamento aéreo de carga, que até então desconhecia. A principal finalidade é atender as missões humanitárias ou situações de calamidades que aquele país possa sofrer, bem como ampliar a operacionalidade da aviação de transporte.

Fonte: V FAE e CECOMSAER

- Advertisement -

5 Comments

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Caipira

Que bacana…a gente ve os comentários sobre o Brasil tornar-se potencia regional e influenciar nossos vizinhos, mas me parece que a política externa volta e meia faz trapalhadas…pra mim liderança de verdade se faz com ações como essa da FAB.

Bruno Rocha

Essa é a nossa FAB, um orgulho para os amadores da aviação brasileira e, sobretudo aos entusiastas. Desde sempre mostrando atenção e cooperação em conjunto com os demais países latinos. O que me entristece, é saber que o nosso “governo” não valoriza nossas forças com elas merecem. A FAB é o meu orgulho de ser brasileiro! Só virei apaixonado pela aviação após ver uma exibição da Esquadrilha da Fumaça, aquilo sim, me fez ver que o Brasil não era apenas mais um país latino, mas que também tem um potencial para liderar, coisa que poucos têm, e que quando tem,… Read more »

COMANDANTE MELK

Senhores,

chamo atenção aqui, ao fato de que a FAE(Força Aérea Equatoriana)poderia por exemplo, ter pedido ajuda aos argentinos ou até mesmo aos venezuelanos, para lhes ministrarem um curso de navegação tática, mas não, solicitaram ao Brasil(FAB). Isso, atesta a qualidade profissional e a evolução doutrinária que tem permeado os passos da Força Aérea brasileira.

Parabéns a FAB.

Grato.

Bruno Rocha

Só não entendo porque alguns países ficam tão preocupados com o fato de comprar armas mais poderosas e reequipar nossas Forças. Todos sabem que sempre ajudamos nosso vizinhos, seja como força de apoio o cooperação em conjunto. Mas bem, acho que esses que reclamam devem ser semelhantes aos que estão tentando sabotar nosso FX2, pessoas que querem estragar tudo.

Mas como esses coitados se frustram, fico feliz em saber que estamos fazendo um bom trabalho.

Bruno Rocha

****Falando nas negociações**** Não estou muito certo, mas vejo um mercado “médio” ou “medo alto” para o KC390. Os nossos vizinhos necessitam de aviões cargueiros com os C390, pois seus antigos estão velhos. Como o nosso parece não ser muito caro, o Brasil poderia abater 15% em seu preço para nossos vizinhos, já que temos uma grande linha comercial com eles, sem falar na política. Seria muito para o Brasil e para a Embraer. O Brasil com maior aproximação e a Embraer ganhando status, sem falar que a AL seria uma vitrine e tanto, como cargueiros que são. Poderiam até… Read more »

Reportagens especiais

O AT-26 Xavante, conforme visto (e voado) por Franco Ferreira

  O texto abaixo é de autoria do nosso amigo Gustavo Adolfo Franco Ferreira, tenente-coronel aviador reformado da FAB, especialista em Segurança...
- Advertisement -
- Advertisement -