segunda-feira, junho 14, 2021

Gripen para o Brasil

Boeing entrega o segundo C-17 do Catar

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Na quinta-feira passada, 10 de setembro, o segundo e último C-17 Globermaster III encomendado pelo Catar foi entregue em cerimônia realizada em Long Beach. A entrega da primeira aeronave deu-se praticamente um mês antes, em 11 de agosto.

O Catar foi a primeira nação do Oriente Médio a encomendar o C-17, em acordo assinado em 21 de julho de 2008, referente a duas aeronaves, equipamentos e serviços associados. Em 24 de fevereiro deste ano, os Emirados Árabes Unidos anunciaram a intenção de adquirir quatro unidades.

Esses dois aviões de transporte estratégico do país estão incluídos no  “C-17 Globemaster III Sustainment Partnership”, recebendo suporte operacional, incluindo a administração de estoque de peças, pela Boeing. Segundo a empresa norte-americana, o C-17 foi desenvolvido para ter alta taxa de disponibilidade, podendo estar preparado para voo em mais de 90% do tempo.

Como curiosidade, pode-se reparar pela foto acima que esta segunda aeronave, apesar de registrada como avião militar, recebeu a pintura da empresa estatal de aviação comercial “Qatar Airways”. O objetivo é chamar a atenção para a participação do país em operações ao redor do mundo. A Força Aérea do Catar pretende utilizar seus C-17 em missões militares, humanitárias e de apoio no caso de calamidades, a partir da Base Aérea de Al Udeid.

Com a entrega desta segunda unidade para o Catar, somam-se agora 17 aviões do tipo em serviço junto a outros operadores que não a USAF: Catar (Qatar Emiri Air Force), Reino Unido (RAF), Canadá, Austrália (RAAF) e os 12 membros do consórcio SAC (Strategic Airlift Capability), que inclui países da OTAN e da Parceria pela Paz. No total, 206 C-17 operam no mundo, 189 deles nos EUA (incluindo unidades da reserva).

FONTE e FOTO: Boeing

SAIBA MAIS:

- Advertisement -

19 Comments

Subscribe
Notify of
guest
19 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Felipe Cps

Linda aeronave, bela foto…

Rodrigo Rauta

A FAB não tinha iniciado estudos para adquirir de 2 a 4 destes aviões? a quantas anda este programa?

Abraços!

Luciano

isso é pouco…]

tinha que ser no minimo o An-225 😀

Alex

como estamos atrasados em relação aviação desse porte.

matheus

Tinha, mas enquanto não sair o FX-2 os outros programas não serão avaliado. O objetivo da FAB hoje é os caças.

matheus

Tinha, mas enquanto não sair o FX-2 os outros programas não serão avaliado. O objetivo da FAB hoje é os caças.

Paulo Renato

Sonhar não custa nada !!!!

poderíamos ter 2 desses C17 por aki e ainda pelo menos uns 4 MI26T (Helis de Transporte). Seria de bom uso.

Abs.

Lucas Urbanski

Seria ótimo ver uma meia dúzia destes vetores operando na FAB, dão a qualquer força aérea uma grande mobilidade logística devido a grande quantidade de carga.

alvespereira

Bom dia,

Seria um ótimo vetor para REVO e transporte de grandes proporções, dois destes seriam bem vindos, e seriam suplementados pelo vetor nacional KC-390 em maior quantidade.

Saudações.

Angelo Nicolaci

Paulo Renata concordo contigo, seria otimo ter ao menos 4 desses e uns 6 mi 26

Angelo Nicolaci

desculpe paulo Renato, é o sono velho……

gaspar

a capacidde(peso/distancia) de a400M nao eh a mesma dessa “jubarte” ???

Tiago Jeronimo

Caipira e Gaspar, C-17 Globemaster III 102 soldados/paraquedistas 48 macas e 54 pacientes e atendentes(médicos/enfermeiros) 76,64 toneladas (170,900 libras) de carga (18 posições para pallets) A-400M 37 Toneladas de carga 116 soldados totalmente equipados/paraquedistas até 66 pacientes acompanhados por 25 O C-17 está um categoria acima do A-400M no que diz respeito ao transporte de carga tendo em vista que ele pode transportar o dobro de carga do A-400M e por isso não são concorrentes diretos. No site abaixo tem uma comparação do C-17 com o C-5 e com o A-400M e apesar de ser feita pelo site do fabricante… Read more »

Caipira

Qual é a capacidade de carga? Umas 40ton?

Deio

O site Defesanet traz uma entrevista do eBand com o professor Fernando Catalano da EESC-USP

http://www.defesanet.com.br/fx2/eb_14set09.htm

Nela ele menciona que, se houver um cordo de cooperação entre EMBRAER E Dassault no desenvolvimento do KC 390, isso inibiria um projeto conjunto entre EMBRAER e Lockheed no desenvolvimento da aeronave KC 380, que seria um competidor direto do A400.

Alguém sbe algo a esse respeito?!

Abraços

Tiago Jeronimo

São apenas possibilidades e hipóteses até agora Deio penso eu.

Deio

Ok, mas nunca li ou vi qq desenho a respeito.
Vamos aguardar.

gaspar

para transporte de tropas ainda sou fa de planadores…
exatamente como na II guerra…
o KC390 poderia “rebocar” dois planadores ao mesmo tempo com capacidade entre 80 a 100 tropas equipadas…
logico que teria que ser fabricado em materias compostos e ser stealth…

Tiago Jeronimo

Acho que o assalto aerotransportado que era feito por planadores hoje é inviavel Gaspar, as perdas seriam enormes. Se já na SGM as perdas já foram imensas imagine hoje em dia com os sistemas anti-areos disponiveis.

Reportagens especiais

Uma morte espartana – testes de tiro real com mísseis ar-ar

Ninguém quer acabar sua carreira por baixo. Muitas vezes, os atletas profissionais vão se aposentar anos mais cedo para evitar...
- Advertisement -
- Advertisement -