terça-feira, abril 13, 2021

Gripen para o Brasil

Jobim fala no Senado sobre acordo militar e compra de caças da França

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

vinheta-clippingA compra bilionária de material bélico francês pelo Brasil será debatida pelos senadores nesta quarta-feira (16) com o ministro da Defesa, Nelson Jobim. Ele estará na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) para audiência pública com o objetivo de discutir o anunciado acordo militar com a França, destinado à aquisição de aeronaves, submarinos e helicópteros.
Jobim fala no Senado sobre acordo militar e compra de caças da França

O assunto ganhou destaque na última semana após o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, anunciar antecipadamente, em favor da França, o resultado da disputa comercial internacional para a compra de 36 caças para a Força Aérea Brasileira (FAB). A decisão chegou a gerar desmentidos no próprio governo, que realiza uma licitação para a escolha do avião de combate. Também participam da disputa os Estados Unidos e a Suécia.

No final de agosto, Jobim adiantou no Senado a assinatura de acordo simbólico com a França para a construção de cinco submarinos – dos quais um de propulsão nuclear – até 2021. O anúncio foi feito em audiência conjunta da CRE e da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) realizada para tratar do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub)

O ministro destacou que a principal vantagem da parceria seria a previsão de transferência de tecnologia francesa, que colocaria o Brasil no pequeno grupo de países capazes de projetar, construir e operar submarinos nucleares. Fazem parte desse grupo Estados Unidos, Inglaterra, Rússia e China, além da própria França.

Na ocasião, o ministro rebateu as críticas feitas à escolha da França como parceira. Segundo as críticas, o Brasil gastaria menos se optasse por submarinos de tecnologia alemã.

O requerimento para a realização da oitiva desta quarta na CRE, marcada para as 10h, é de autoria do senador Renato Casagrande (PSB-ES).

FONTE:
Agência Senado

- Advertisement -

19 Comments

Subscribe
Notify of
guest
19 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Esdras

Robson Br, faço minhas suas palavras.

Roberto CR

“A compra bilionária de material bélico francês pelo Brasil será debatida pelos senadores nesta quarta-feira (16)…com o objetivo de discutir o anunciado acordo militar com a França, destinado à aquisição de aeronaves, submarinos e helicópteros.”

Agora querem debater? Depois que aprovaram a liberação do dinheiro para submarinos e helicópteros e faltando só a finalização do FX-2?

Piada.

Robson Br

JOBIM, sua ida ao CRE do senado é muito importante. Seja firme, pois o Brasil tá contigo. Até o Azeredo do PSDB que é presidente desta comissão, está apoiando esta nova política de defesa. (END).

MOSilva

Puxa vida, mas nem o próprio governo está sabendo que não há uma licitação mas sim um processo de escolha??? Não é atoa que se publica tanta bobagem pela imprensa… Está faltando informação!!!
SDS.

Azul&branco

A intenção por detrás da escolha do rafale é extinguir a capacidade operacional da FAB, voando cada vez menos, devido aos corrosivos custos que nem a própria frança consegue administrar, estará, com caças e outros aparelhos “groundiados”, mais e mais incapacitada de fazer frente ao fiador militar do fórum de são de paulo, o Sr HUGO CHAVEZ e seus flankers. Engraçado que os mesmos que criticam a aquisição de determinados navios pela MB, devido ao que eles dizem; CUSTOS, não usam o mesmo argumento para este CRIME que intentam cometer contra o BRASIL e contra a FAB, a escolha do… Read more »

Azul&branco

…estratégica NA equação…

Bruno Rocha

Companheiros No fundo, No fundo, Bem lá no fundo muitos já pensavam que alago ia melar o projeto do FX2. Bem, pelo menos o Brasil vai ganhar algo de um jeito ou de outro, nem que apenas os políticos corruptos que manipularam essa hagada ganhem seu por fora. É duro ser um brasileiro idealista (realista) que imensamente crê em seu país, saber que há pessoas maliciosas no comando. Ai eu pergunto: 1. Como é que o Brasil quer se tornar potência se nossos políticos preferem ganhar o seu por fora? 2. Será que realmente eles (políticos, governos em geral) têm… Read more »

Bruno Rocha

Desculpem-me por ontem! E me perdoem se meus comentários anteriores foram “arrogantes” em relação aos caças F22 e F35, meu problema é que estão concentrando seus pontos fortes em apenas um (stealth). Nem de brincadeira afirmei que isso não era algo relevante. Mas toda espada tem dois lados. Como já disse, se todos os caças das principais nações forem furtivos, de que serviram? Serão como armas de persuasão às nações desfavorecidas como a nossa. Ao optar pelo Rafale, teremos SIM retaliações por parte dos americanos, mas INDIRETAMENTE. Como sempre fazem a outros países. Outra coisa, Venezuela com financiamento Russo e… Read more »

Bruno Rocha

E como os outros países na AL estão buscando alianças com outros países fortes (pois acham o Brasil “desseriado” (nenhum pouco sério), eles crescerão). O Brasil também, mas será que seremos alguma potência significativa?

Wolfpack

Senhores, Desculpe, mas eu não confio nestes Senadores. O Azeredo, mesmo bem intencionado, deixou claro que não entende do tema na entrevista a Globo publicada neste Blog dias atrás. Deixou passar que a EADS montará em seu Estado na Helibras os helicópteros Super Cougar EC725 e isso demonstrou, entregou a situação. Cada Senador pensa nas recompensas, em como capitalizar cada passo, e ficam longe de pensar no Brasil como unidade Federativa e no melhor para a Nação, seu foco é outro, mais claro que nem demonstram constrangimento em apontar. Vai ter Senador do Rio defendendo base naval, Senador de São… Read more »

Sentapua

Sobre os comentários que vi no blog de que o governo federal não deveria contrariar os norte-americanos, e comprar os F 18 de uma vez, pois “senão virão represálias”, acho que esse video responde muito bem:quem disse que num combate dos “nossos F-18″ como os F-18 “deles”, os nossos não iriam apresentar algum tipo de vulnerabilidade? http://www.youtube.com/watch?v=JY-tk1l2LpQ Ou ainda tem alguém aqui que acha que os americanos “são bonzinhos”, “nossos aliados históricos”, “ou do Bem”? Pelo nosso pré-sal e pelo pré-sal que descobrimos além das 200 milhas ( um dos 13 poços que deu positivo entre 14, 1 está a… Read more »

bulldog

Vivemos tendo retaliação por parte dos AMERICANOS…COMPRANDO OU NÃO DELES!!!!! Osório, ST, Etanol, Até no embate com a França no caso da lagosta eles quiseram que docassemos os destroiers que nos tinham emprestado, avitando que usassemos para patrulhar a área… falam da França nesse caso, mas eles foram embora e não ameaçaram ninguém.

Sentapua

Censuras-me, Moderador do Blog Poder Aéreo?

Retiro então meus comentários dos quais não gostaste…

Deixo ao menos o link para o video, esperando que teu espírito democrático continue forte e rijo, mesmo após o fracasso da Boeing.

http://www.youtube.com/watch?v=JY-tk1l2LpQ

Caso não deixes o link ir ao ar, vou a outros blogs das FFAA, não tem problema…( agora vou copiar esse comentário e o horário 16:18, dia 13.09.09 – um comentário educado,bem escrito e absolutamente sobre o tema do seu post, portanto, dentro das regras do blog…)

URUTAU

Bom Dia Senhores

Nos episodios da guerra das lagostas e guerra dos camarões a FRANÇA não nos ameaçou ?
o meu DEUS então o CLEMENCEAU o TARTU {creio ser assim que se escreve{
e todos os outros vasos de guerra franceses deviam estar num piquinique festivo num passeio turistico pelo Atlantico Sul ?
o TARTU inclusive em posto de combate frente a nossa sucateada esquadra montada as pressas ?
LAMENTAVEL

SDS Senhores

Robson Br

Wolfpack
É normal um político federal defender seu estado e até esperamos em parte isso. O importante é a postura de um político de oposição em relação a este tema tão importante e em parte sensível.

Dalton

O Almirante frances Roussin liderando um esquadrao naval, a bordo de sua capitanea, o navio de linha de 74 canhoes, Jean Bart, ameaçou bombardear o Rio de Janeiro, caso Dom Pedro I nao pagasse uma indenizaçao por perdas sofridas durante o bloqueio brasileiro ao porto de Montevideo. Dom Pedro I pagou! Situaçoes como esta, ou mesmo a guerra das lagostas apenas provam que nao existe, raras exceçoes, verdadeira amizade entre nações, mas principalmente interesses. Politica externa é como casamento. Tem coisas boas e coisas ruins e é valido para qualquer país, sejam EUA, Alemanha, França etc. Lamento que meu nick… Read more »

Erich Hartmann

Realmente é lamentável a falta de planejamento e a quase sempre necessidade de desculpa para decisões tópicas de ultima hora. Eu tenho minhas opiniões particulares referentes a este governo,mas quando vemos uma decisão que provavelmente será a mais acertada no que tange a visão estratégica de certa independência dos pólos comuns (EUA e Rússia) com eventual parceria ou algum nível de TT com a frança (assim como foi com Alemanha Usinas nucleares,Itália com AMX etc)parece que há uma “torcida contra” o país acima de tudo por parte daqueles que precisam ou necessitam por egoísmo o seu quinhão. (Visibilidade,aparecer ,aparecer…o poder,o… Read more »

José

Senhores, o Brasil deve se armar mesmo, e digo mais, o Brasil deveria fazer 2 Submarinos Nucleares e não 1 apenas. Senhores, sou de acordo com a compra dos ‘Rafale F-3’, pois se, viessem os ‘F/A-18’, certamente os Americanos poderiam vetar, ou seja, proibir a venda de peças de reposição para nós. ‘Vejam o caso dos ‘F-16 Falcon’ da Venezuela, ficaram sem peças e os Venezuelanos precisaram comprar caças Russos’. ‘Vejam o caso do Irã com seus ‘F-5 Tiger’ e ‘F/A-14 Tom Cat’, ficaram todos sem peças também. Os Americanos na verdade são verdadeiras ‘trairas’, não tem palavra. Senhores, os… Read more »

Combates Aéreos

J-11 x Gripen: novas informações sobre combates dissimilares na Tailândia

Um relatório do início de dezembro de 2019 de dentro da República Popular da China (RPC) revela detalhes técnicos...
- Advertisement -
- Advertisement -