Home Indústria Aeroespacial Os fabricantes do Gripen

Os fabricantes do Gripen

862
179

gripen-partnersO gráfico acima mostra o país de origem dos principais componentes do caça sueco Gripen. A ilustração abaixo mostra um raio-x para ajudar na visão de algumas das partes mostradas.

gripen-cutaway-imagem-gripen-international

FONTE: Livro Gripen, The first fourth generation fighter – Swedish Air Force, FMV e Saab Aerospace     IMAGEM DE BAIXO: Gripen International

Subscribe
Notify of
guest
179 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
JMRC
JMRC
10 anos atrás

Uma colcha de retalhos …

RenanZ
RenanZ
10 anos atrás

IIIII………..

Agora voltamos A aquele momento “Gripen” do F-X2

quanto tempo essa euforia vai durar ???

RADAR
RADAR
10 anos atrás

salada de componetes, difícil é fazer tudo conversar, porém aparentemente a aviônica da cabine é de grande parte suéca…pagar pra ver!

Lucas
Lucas
10 anos atrás

E a FAB ainda colocou um avião desses na final do FX-2, vocês acham que os EUA, Reino Unido,Alemanha,etc, irão transferir tecnologia para o Brasil????

welington
welington
10 anos atrás

O Gripen é o “Osório” do século XXI e eu não vejo nenhum problema nisso!!!
Um grande abraço a todos…

welington
welington
10 anos atrás

A não ser a independência em termos de transferência tecnológica e a garantia de fornecimento de suprimentos independente de “relações” políticas…

Francisco AMX
Francisco AMX
10 anos atrás

Computador de Vôo? não seria a suite? americana…..

Cdr
Cdr
10 anos atrás

Gripen NO, desse tipo não tem condições…

mcv
mcv
10 anos atrás

pensei que pertencesse a suecia…!!!mas a inglaterra participa com a mesma quantidade de itens que a suecia…..!!!afinal a TT sera de quem entao!?Inglaterra ou suecia!!

Bruno Rocha
Bruno Rocha
10 anos atrás

Meus amigos. Essa transferencia de tecnologia so vai ficar mesmo na nos parafusos e porcas. Pneus dos trns de pouso e manche do piloto.

Mas é a unica chançe que o Brasil tem de reequipar sua força aerea, e o melhor, de mante-la, pois não basta ter, tem que fazer durar.

abraços a todos

Bruno Rocha
Bruno Rocha
10 anos atrás

Mais uma coisa. Com base nas observações na foto. Posso concluir que tem maiscoisas ta Inglaterra que da Suécia.

Ivan
Ivan
10 anos atrás

Amigos, Vamos montar um gráfico semelhante com qualquer avião da Embraer. Será que teremos uma surpresa? Tucano ou E-Jets? Motores brasileiros? Não. Pneus brasileiros? Provavelmente não. Rádios brasileiros? Não. Aviônica brasileira? Misturada talvez, parte norte americana e parte brasileira (mas de desenho israelense por empresa de capital israelense). Resposta – não. Este gráfico proposto teria muitas bandeirinhas brasileiras, mas muitas bandeirinhas norte-americanas, talvez canadenses e, quem sabe, francesas. Por favor, que falem os especialistas. No meu limitado conhecimento, vejo apenas dois países que fabricam inteiramente um avião de primeira linha, os EUA e a Rússia. E a França? É verdade,… Read more »

kaleu
kaleu
10 anos atrás

Ué !!!

Pensei que tivessem mais componentes americanos … e tem muito componente Inglês que temos condições de substituir …

manche aceleração … trem de pouso … sistema de controle do ambiente … sistema hidraulico … probe de reabastecimento … gerenciador de audio … GALERA TÔ DENTRO … É NOIS …

abc
Kaleu

Bruno Rocha
Bruno Rocha
10 anos atrás

Iiiiiii

Vai ficar nesse combate:

Russia vs EUA até o fim do mundo

Ivan
Ivan
10 anos atrás

Kaleu,

É isso aí, “É NOIS”.
Acrdito que é possível “personalizar” este caça do jeito que o Brasil precisa e pode pagar.
Só tenho dificuldade de “ver” onde colocar uma probe de reabastecimento… mas deixa os engenheiros quebrando cabeça.

Ivan
Ivan
10 anos atrás

Bruno,

Rússia vs EUA já está acabando…
O jogo será outro.
Olho na China amigão. Eles tem 1,5 a 1,8 bilhões de bocas para alimentar a aquecer, pouca área para agricultura, poucos recursos naturais e são capazes de qualquer negócio.
Para os ‘místicos’ tem uma previsão maluca de Nostradamus que o a Águia e o Urso se uniriam para enfrentar o Dragão, ou algo parecido…
Sei lá, o cara era muito doido… mas nosso mundo também anda doidão, não é mesmo?

Deixa para lá. Nosso assunto agora é aereo…

Cor Tau
Cor Tau
10 anos atrás

huahuahuahuahuahua………Pelo Amor De Deus………..rsrsrsrs……

Nautilus
Nautilus
10 anos atrás

Ivan, parabéns pelo seu esclarecedor post. O conceito por trás da concepção do Gripen foi exatamente o de não se tentar “reinventar a roda”. Exatamente o que a Embraer faz com suas aeronaves. Assim, como eles mesmos dizem; “we picked the best”. Ou seja, pegaram os melhores componentes disponíveis no mercado (COTS) e montaram seu excelente caça, com custos aceitáveis. Lembrando o que o VP de Marketing da Gripen International, Bob Kemp, disse em uma de suas passagens pelo Brasil, o Gripen NG será cerca de 20% mais barato do que o modelo atual Gripen C, pelo fato de seu… Read more »

Nautilus
Nautilus
10 anos atrás

Ivan, sobre o probe de reabastecimento, ele já existe. No Gripen C/D, ele é retrátil, do lado esquerdo, à frente do cockpit. Só os modelos JAS 39 A?B é que não dispõem de probe para REVO. Os C e D e o NG dispõem do probe. Lembrando que o raio de combate do Gripen NG será similar ao do Rafale (1.850 mn) em missão de ataque, com alcance de translado de 4.070 km (sem armas e com máximo combustível interno e externo).

Cor Tau
Cor Tau
10 anos atrás

Em todo projeto planejado existe alta probabilidade de algo não se sair como o esperado ao final….Ainda mais sendo uma colcha de retalhos….Um remendo de muitas coisas de outros lugares…….Acreditar piamente sem cautela alguma que tudo idealizado se dara como o esperado…Perfeitamente……Sem problemas ou obstáculos algum é imprudência e ilusão…..Muitas coisas se resolverão por tentativa e erro…Fazendo assim com que as coisas talvez não saem exatamente como o esperado….Como custos por exemplo..Estarão comprando problemas e não soluções……..Na vida……As vezes……As coisas nem sempre funcionam como esperamos……………As coisas nem sempre saem como esperamos………..Ou você tem uma estratégia própria ou então é parte… Read more »

Cor Tau
Cor Tau
10 anos atrás

Sera uma grande dor de cabeça……….

alves pereira
alves pereira
10 anos atrás

Caros colegas, Tenho uma sugestao para o caso, a SAAB diminui 50% o valor ofertado, e o Brasil assumi a parceria substituindo o que nao e sueco pelo que nos temos ja desenvolvido no A-1, ficando o motor volvo e engesaer, os demais equipamentos com a MECTRON, ELBIT, CTA, e outras parceiras do desenvolvimento sob coordenacao da FAB e EMBRAER, onde a equipe brasileira iria aprimorar seus equipamentos assimilando a tecnologia do embarcado no modelo DEMO do Griphen, e digo mais aproveitem ao maximo tudo que for preciso pra no futuro fabricar um jato ao nivel da FAB, em estado… Read more »

Cor Tau
Cor Tau
10 anos atrás

Essa coisa é mais anglo-americana do que sueca……………

Felipe Cps
Felipe Cps
10 anos atrás

“Uma aeronave multimissão e multinação”… 🙂 ou, se preferirem, “o primeiro Joint Strike Fighter”, rsrsrsrs Falando sério pessoal, como disse o amigo Ivan, tirando EUA e Rússia todo mundo tem peça de todo mundo hoje em dia. E quanto ao monte de peças inglesas, s.m.j. a BAe é SÓCIA da SAAB na Gripen International. Percebam que a Inglaterra poderia muito bem comprar os produtos de sua própria empresa, mas não o faz por conveniência política, preferindo apostar no JSF. Ou por estratégia: sabendo que pode comprar Gripen´s a qualquer tempo, prefere apostar no JSF para não ficar de fora e… Read more »

Lucas Calabrio
Lucas Calabrio
10 anos atrás

Prezado Felipe Cps
Caça multi nação = multiembargos
sds

Francisco AMX
Francisco AMX
10 anos atrás

Agora está demonstrado, se é vero este gráfico, e acho que é, de como o NG pode ser complexo e que não se pode ter qualquer garantia de TT, não confundam com o Rafale, que usa componentes básicos, de outras nações e tão somente por serem melhores no âmbito comercial/money, mas podem ter certeza que a França/Dassault tem alternativas… já a SAAB não! O nível de comprometimento do Rafale é infimo, já o NG não sairá do papel se tiver que ter tudo sueco! Comparar a EMBRAER que faz somente aviões comerciais, não dá, a maioria dos países desenvolvidos e… Read more »

Marco Antonio Lins
10 anos atrás

Comentario!

Essa não da para enteder. Para manutenção deste avião temos que
comprar uma “rede de arrasto”dos pescadores, para pegar todas essas peças, de varios lugares.

RJ
RJ
10 anos atrás

Francisco AMX,
“Comparar a EMBRAER que faz somente aviões comerciais”…
acho que você esqueceeu dos executivos, tranportes de autoridades, programas de modernização… e principalmente, treinamento e ataque leve.

“o A-29 não tem nada de especial tb, no sentido tecnologia aeronáutica”
Você se surpreenderia com o que o bichinho (que é o melhor avião COIN do mundo segundo vários especialistas) tem de especial. Só a EMBRAER que prefere não fazer alarde. (espere as novas versões entrarem em operação)

Integração de tecnologias é o termo mais importante do século XXI. É mais importante saber integrar do que construir pequenas peças.

Lucas Calabrio
Lucas Calabrio
10 anos atrás

Prezados
Aviação comercial(dificilmente sujeita a embaragos) é totalmente diferente da militar(sujeita a embargos)
sds

Marcel Dassault
Marcel Dassault
10 anos atrás

O pessoal esquece que o Gripen é uma parceiria da BAe System e SAAB. Projeto por projeto porque o Brasil não o PAK-FA T50, pois papel por papel este é melhor para o Brasil. Cada dia fica mais claro a vitória do Rafale. Omnirole completo e operacional inclusive com incursões de sucesso no TO Afeganistão. O Gripen NG parece ser o queridinho do Blog, assim como os submarinos alemaes na concorrencia da Marinha. Mesmo com esta torcida contra o pessoal da FAB saberá optar pelo melhor e o melhor é o Dassault Rafale. Deixem os Gripen para os países menores… Read more »

Spectre
Spectre
10 anos atrás

Alguém saberia dizer quantas vezes a SAAB teve problemas em vender seus aviões militares para outras nações?

kaleu
kaleu
10 anos atrás

Amigos, Para que haja verdadeiro desenvolvimento e capacitação de nossa ind aeroespacial temos que estar totalmente concientes de nossas virtudes e limitações tecnológicas e orçamentárias … AINDA não temos o conhecimentos necessário para uma total independência bélica, porém, se esse é o objetivo vejo no Gripen nossa melhor opção … A embraer já desenvolveu inúmeras soluções de engenharia que a elevaram á posição de uma das 3 ou 4 maiores indústrias do setor de aviação do mundo … e isso nos habilita a substituirmos todos os componentes não suécos do Gripen, com exceção do reator … e isso hoje é… Read more »

Hebert
Hebert
10 anos atrás

E alguem acha que os EMBRAER ERJ e E-Jet sao diferentes?

Ja vi cara aqui que fala super bem da EMBRAER e agora fica gozando a SAAB… fala serio

Mauricio R.
Mauricio R.
10 anos atrás

Troca o “fuel system” pq é frances e a França não transfere tecnologia.

Mauricio R.
Mauricio R.
10 anos atrás

“…verão que o AESA do Gripen feita em parceria com a Vixen e teremos forte acesso a essa tecnologia …”

Vixen é o nome de um dos modelos de radar AESA da Selex-Galileo.

(http://www.finmeccanica.it/Holding/EN/Business/Elettronica_per_la_difesa/Prodotti/index.sdo)

Mauricio R.
Mauricio R.
10 anos atrás

“flight control system (FBW),”

Este software no Gripen, é americano da Lockheed.

Mauricio R.
Mauricio R.
10 anos atrás

“…operacional inclusive com incursões de sucesso no TO Afeganistão.”

Somente 12 aeronaves, 6 da AA e 6 da Aeronavale; o restante não foram modificados.

Mauricio R.
Mauricio R.
10 anos atrás

“Aviação comercial(dificilmente sujeita a embaragos)”

As mesmas restrições se aplicam a aeronaves comerciais e militares.
Pergunta se a Embraer conseguiu vender ERJ p/ o Irã???

Mauricio R.
Mauricio R.
10 anos atrás

“…o bichinho (que é o melhor avião COIN do mundo segundo vários especialistas) tem de especial.”

De que adianta ser alegadamente “o melhor avião COIN do mundo”, se somente combate na Colombia, contra as FARC???
Até aí o A-10C e um monte de UAVs tem mto mais sucessos p/ mostrar, combatendo no Iraque e no Afeganistão.
O que por aqui pode ser uma espetacular novidade, lá fora não é mais que o dia corrente.

chipszin
chipszin
10 anos atrás

Esse é os fabricantes do GRIPEN NG?

Porque a SAAB prometeu diminuir a dependencia internacional.

Se for dos Gripen A/B/C/D, esse post foi desnecessário porque só cria discussao sem sentido.

RJ
RJ
10 anos atrás

Mauricio R. “De que adianta ser alegadamente “o melhor avião COIN do mundo”, se somente combate na Colombia, contra as FARC???” No Brasil ele já começa a ser utilizado para vigiar as fronteiras. E já esteve envolvido em combate real sobre a selva.E em breve operará no Chile, Equador, República Dominicana, Guatemala… “Até aí o A-10C e um monte de UAVs tem mto mais sucessos p/ mostrar, combatendo no Iraque e no Afeganistão.” O Brasil não tá na guerra do Afeganistão, e pelo menos por enquanto, os EUA dão preferência a aviões americanos. Mas o nosso aviãozinho desperta interesse até… Read more »

cerberosph
cerberosph
10 anos atrás

Se eu não contei errado:
9 bandeiras da Inglaterra
8 bandeiras da Suecia
3 bandeiras americanas
2 bandeiras da Africa do Sul
1 bandeira da alemanha
1 bandeira da França

Eu não acho que isso seja um demérito. Isso significa que esse caça é um lego o que é muito bom se o Brasil quiser participar da sua construção. Então vamos especular; quantas dessas bandeirinhas a bandeira do Brasil poderia substituir?

Obs: esse kit de montar já vem com aquela colinha?

Alecsander
Alecsander
10 anos atrás

Senhores, ficarei feliz com qualquer um dos três concorrentes do FX-2, mais não é segredo a minha preferência pelo Rafale. Isso porque eu acredito que com o Rafale o ganho com tecnologia é maior, no caso do F/A-18 Super Hornet apesar do comprometimento de transferência de tecnologia do governo norte americano, e de ser amplamente testado em combate, não poderá ser construído no Brasil. Com relação ao Gripen NG existe muitos componentes do caça sueco já são ou podem ser fabricados por empresas brasileiras, o que facilitaria e simplificaria em muito a produção do caça, mas nisso o Brasil teria… Read more »

Topol
Topol
10 anos atrás

Caro “cerberosph”,

temos que ver o quanto de TECNOLOGIA AGREGADA cada ‘bandeirinha’ desta representa no todo do avião.
A Suécia tem menos ‘bandeirinhas’, mas são elas as partes mais sensíveis do avião, pode ver!!

Gostaria também de lembras aos colegas que a SELEX Galileu italiana, que está desenvolvendo o radar AESA para o GripenNG, é parceira da Mectron brasileira na produção do radar SCP-1 do AMX modernizado…

Abraços para todos.

Cor Tau
Cor Tau
10 anos atrás

O pobre prefere um copo de vinho a um pão porque o estômago da miséria necessita mais de ilusões que de alimento….

http://www.youtube.com/watch?v=DO0LtDOYHxY

Mauricio R.
Mauricio R.
10 anos atrás

“No Brasil ele já começa a ser utilizado para vigiar as fronteiras. E já esteve envolvido em combate real sobre a selva.” -Combate real, somente c/ na Colombia contra as FARC. “Mas o nosso aviãozinho desperta interesse até dos americanos (não foi postado aqui no blog um tal projeto fúria iminente?)” -“Iminet fury” não é nenhuma concorrência p/ aquisição de material bélico. “A história do ST é muito recente (se você for comparar com o A-10, por exemplo). E é um outro tipo de avião.” -O que eu estou comparando é a flexibilidade de um design que não foi pensado/projetado… Read more »

André
André
10 anos atrás

Repito o que já lianteriormente. Para haver TT de fato é necessário participar do projeto e desenvolvimento de um dado produto. Dos 3 competidores eu enxergo que, em ordem crescente de oportunidade para TT, a lista seria: 1. Super Hornet 2. Rafale 3. Gripen NG A Boeing tem menores condições de realizar TT pelo fato da aeronave SH já estar próxima do fim de produção (alguns anos a frente). O Rafale está saindo de sua adolescência e o Gripen NG já nasce na adolescência. Outra coisa. Não há qualquer garantia de TT. Apenas documentos assinados não garantem isso. Qq dos… Read more »

Cor Tau
Cor Tau
10 anos atrás

“Alguém saberia dizer quantas vezes a SAAB teve problemas em vender seus aviões militares para outras nações?”

É………..Mas você tem que ver os paises para quem foram vendidos………Não é mesmo?!……..

http://www.youtube.com/watch?v=Mgpcu8ZLlFc

Bruno Rocha
Bruno Rocha
10 anos atrás

DESCULPEM-ME POR ESSE FORE DE TOPICO. AOS ADMINISTRADORES E EDITORES DO BLOG Quero fazer uma sugestão para os editores do blog, a fim de incentivar os comentários do pessoal. Vocês poderiam fazer o “comentaristas do mês”, cada um com a sua característica. Tipo o mais engraçado, o mais sério, o mais entusiasta, o mais russófilo/americanófilo. Em fim. Sei que não precisamos disso aqui, pois temos ótimos comentaristas, mas já que vocês têm espaço para jogos de adivinhação e etc. Podiam por mais essa. Garanto que contribuiria dando maior destaque ao Poder Aéreo. Quem gostou da idéia, por favor, fale em… Read more »

Lucas Calabrio
Lucas Calabrio
10 anos atrás

Prezados

Essas avaliações

“Combate real, somente c/ na Colombia contra as FARC.
“O que eu estou comparando é a flexibilidade de um design que não foi pensado/projetado p/ combater nesse ambiente, estar se saindo mto bem nele.”
“Não é pq combateu na Colombia, que isso é garantia de bom desempenho em qq lugar, o Afeganistão é um teatro totalmente diferente c/ característica peculiares.”

Somente por ISSO, ele ganhou notoriedadee passou a ser avaliado como o MELHOR DO MUNDO em combate COIN.

Pela colocação do acima postado a EMBRAER é burra.
SDS