Home Aviação Civil Comprar aeronave da Embraer no Brasil custa cinco vezes mais

Comprar aeronave da Embraer no Brasil custa cinco vezes mais

435
0

e-jets

vinheta-clippingO presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu nesta terça-feira do presidente da Trip Linhas Aéreas, José Mário Caprioli, um plano de três pontos para alavancar a aviação regional, setor que continua contratando mão de obra e registrando altas taxas de crescimento, apesar da crise.

O plano consiste em equalizar o sistema de financiamento da aviação que, segundo Caprioli, hoje privilegia as grandes companhias; dar isonomia de tratamento quanto à infraestrutura dos aeroportos regionais, alguns em situação precária; e adoção de uma política de incentivos fiscais para o setor.

Segundo Caprioli, é cinco vezes mais caro comprar um avião da Embraer para ser usado no país em comparação com os modelos para exportação. Maior empresa de transporte aéreo regional da América Latina, a Trip tem 26 aviões, quatro deles da Embraer.

Segundo o vice-presidente de aviação executiva da Embraer, Luís Carlos Affonso, os clientes brasileiros da companhia não só podem comprar em reais como agora podem também contratar recursos do BNDES para financiar jatos executivos. Ele explicou que o programa Finame poderá financiar até 90% do bem, em um prazo de cinco a dez anos, com taxa em torno de 9% ao ano.

FONTE: Monitor Mercantil    FOTO: Embraer

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Cantarelli
Cantarelli
11 anos atrás

Talves aja superfaturamento.

Cantarelli
Cantarelli
11 anos atrás

haja onde fala aja!

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Simples: Embraer pra exportação tem subsídio e carga tributária reduzida. Pro mercado interno o governo coloca todo o peso de sua monstruosa carga tributária e burocracia. A TRIP opera a partir do Aeroporto de Campo dos Amarais em Campinas (o 2o aeroporto da cidade, pertinho da sede da 11a Bda Inf L), um aeroporto de localização excelente, muito mais central que Viracopos (que em relação ao centro de Campinas, fica no c. do Judas). A TRIP é uma companhia pequena, de propriedade da família Caprioli, mas que a despeito de tudo está conseguindo seu lugar ao sol fazendo diversos vôos… Read more »

Mauricio R.
Mauricio R.
11 anos atrás

“…e adoção de uma política de incentivos fiscais para o setor.”

A ladainha segue o de sempre, o lucro é meu mas o prejuizo é nosso.

Fábio Max
11 anos atrás

O vilão é a carga tributária extorsiva e o sistema caótico de calculo dos impostos. É a mesma situação que encontramos nos carros e nos eletrodomésticos e informática, o governo cobra muito e impede que o brasilkeiro tenha acesso a produtos completos e de boa qualidade.

Nao estou dizendo que se deva isentar ninguém de imposto, mas penso que se o sistema fosse mais simples e menos custoso, ajudaria.

Musashi
Musashi
11 anos atrás

Se o sistema funcionasse como deveria… nenhum problema nos impostos, mas do “jeito” que esta.

Hornet
Hornet
11 anos atrás

desculpem o off-topic, mas saiu esta matéria ontem (dia 23) no Estadão, sobre o FX2: “Governo deve decidir sobre compra de caças em agosto” Aeronáutica já concluiu análise técnica e formato da divulgação está sendo ajustado entre Planalto e ministério Roberto Godoy A decisão sobre a escolha do novo caça de alta tecnologia destinado a reequipar os esquadrões de elite da Força Aérea Brasileira (FAB), um negócio estimado em 2,2 bilhões, será anunciada na segunda quinzena de agosto. A encomenda prevê o fornecimento de 36 aviões. O processo de seleção, conhecido como F-X2, chegou ao fim envolvendo três supersônicos, o… Read more »

Edmar
Edmar
11 anos atrás

Hornet, obrigado bela notícia.

Caros Amigos do Blog.:

Acho é que deu “Dassault Rafale C F-3”.
Vocês acham que o Brasil iria dar outra notícia de outro avião vencedor na frente do presidente da França no dia 7 de Setembro?

Agora esse caça devia vir com os mísseis “Mica”, “Meteor” e até poderiamos continuar com os “Phyton”.

Abraços.

Edmar
Edmar
11 anos atrás

Caros Amigos.:

Os nossos “Dassault Rafale F-3” equipados com os seguintes mísseis:

Míssil “Meteor” com Alcance de 100Km + ou -.

Míssil “Mica” ou “Derby” ambos com alcance de 50Km + ou -.

Míssil “Phyton” ou “A-Darter” com alcance de 15Km + ou -.

Já é uma excelente munição em batalha ar-ar.
Abraço a todos.

Lucas Calabrio
Lucas Calabrio
11 anos atrás

Prezados
Brindemos por ter chegado ao fim. E com Champagne/
Felicidade a Nação BRASIL.
sds
obrigado Hornet

Patriota
Patriota
11 anos atrás

Tambem acho que ja deu Rafale
O Dassault Rafale F-3 é o melhor caça da disputa e os franceses fizeram a melhor proposta .
Porem não se esqueçam do “FX naval” da MB , a torcida por lá
ta apenas começando.

abraços

SERGIOCIN
SERGIOCIN
11 anos atrás

Voltando ao assunto regionais, penso em ser uma vergonha possuir uma demanda por aeronaves de 100 lugares, principalmente Ponte Aérea, e ter de dar empregos lá pra fora, por causa de legislação idiota. Se não tivessemos meios, vá lá, mas produzimos os melhores aviões, desejaveis pelas maiores cia. aéreas e a Azul arrenda aviões brasileiros da Jet Blue, para voar no Brasil. É brincadeira. A transação é: a Embraer fabrica e pinta nas cores da Azul, vende p/ Jet Blue que sendo do mesmo grupo arrenda para a Cia. brasileira, que pinta em Campinas com a matrícula local. É dar… Read more »

Marcelo Tadeu
Marcelo Tadeu
11 anos atrás

OFF TOPIC – Pessoal, parece que a Patrulle Acrobatique vai se apresentar no desfile de Brasília e em mais 5 capitais. Tomara que venham no Rio.

Sds,

gil
gil
11 anos atrás

off-topic mas não muito: O Jânio de Freitas continua falando _____contra a nossa defesa lá no Jornal Venal, também conhecido como “JDB” ou “Jornal da Ditadura Branda”… deem uma olhada no Defesanet…. Enquanto isso o Brasil continua sob forte ditadura…a DITADURA FISCAL…muito pior e mais injusta que qualquer outro tipo de regime…porque hereditária e apartidária…é sempr do f.d.p que estiver no poder e porque escraviza o povo todo com juros abusivos, trabalho forçado, restrição de crédito e bonificação dos VERDUGOS BANQUEIROS…que sob a batuta do Meirelles estão “_______de dar risadas” todos os dias, para os miseráveis que se espremem nas… Read more »

Jacubao
11 anos atrás

Tem que ser cinco vezes mais caro mesmo, pois o governo precisa de uma grande arrecadação de impostos (sem falar dos superfaturamentos, roubos, desvios e etc…) para bancar os gastos de SARNEY e compania.

Edmar
Edmar
11 anos atrás

Caros Amigos.:

Se alguns políticos do Brasil não roubassem tanto, não desviassem tantas verbas, com certeza, as nossas Forças Armadas não tariam nesta situação, e também, teria mais crianças na Escola, teriam mais médicos nos hospitais e não teriam tanta gente passando fome.
Situação lamentável!!!

Abraço aos amigos do Blog.

Marcos T.
Marcos T.
11 anos atrás

Isso é porque os aviões comercialisados no mercado interno são cinco vezes melhor………………hahahahahahahahahahah.

Hoje to meio sarcástico, só isso.

Paulo Renato
Paulo Renato
11 anos atrás

Acho que o Governo poderia olhar melhor para as Empresas brasileiras e baixar os impostos, sobre os aviões da Embraer.

Seria ótimo que todas as empresas operaseem os nossos aviões.

Abs.

Noel
Noel
11 anos atrás

A questão não é apenas de roubo, é também de mau uso do Orçamento disponível.
Exemplo: O Itamaraty comprou por U$5.000.000,000, um terreno em Nova Delhi, atenção que foi só o terreno, onde construirá, um dia, uma noa embaixada do Brasil na India; e em Genebra, pagou U$40.000.000,000 pelo prédio que abrigará as representações brasileiras.
Resumindo, não são apenas os políticos não, até porque, no Itamaraty não tem políticos, tem outros setores que “torram” nossos impostos, e “esfolam” com mais impostos as empresas.
Sds

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

A EMBRAER tem subsídios governamentais para exportação???

Onde? Gostaria de saber quais são estes subsídios. Procurei e sinceramente não encontrei um texto sequer que fale sobre isso.

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

Noel em 24 jul, 2009 às 17:02

Meu caro, venhamos e convenhamos. Um terreno/prédio na Índia NUNCA vai custar o mesmo que um terreno/prédio em Genebra… São economias e situações completamente diferentes.

Angelo Nicolaci
Angelo Nicolaci
11 anos atrás

Se reduzir as alicotas, impostos, taxas, seria um grande incentivo, iria aquecer a economia, aumentar o mercado interno, aumentar a produção a circulação de dinheiro, melhoraria a qualidade de vida de maneira visivel, mas teria de se reduzir os desperdicios com nossos politicos e sua corja de protegidos, pois não haveria recursos pra sustentar a mamata, então continua esse caos
Temos de reavaliar o tamanho e funcionalidade de nossa maquina publica e mesmo politica, pois é muito dinheiro pra pouca produtividade e isso trava nosso desenvolvimento e burocratiza muito as decisões.

Noel
Noel
11 anos atrás

Zero Uno, não postei esses valores como comparação entre os valores, e sim como mal uso de recursos públicos. Esse assunto foi relatado em um contexto maior, envolvendo um tremendo cabide de cargos, ou seja, a abertura de novos postos para esposas e maridos de Diplomatas, no Itamaraty; que não é assunto pertinente ao blog. Como sempre é indicado por companheiros, o eterno “roubo” ou desvio de recursos por parte dos nosso políticos, minha intenção é alertar que não são apenas políticos que fazem mau uso dos nossos impostos, outros setores da maquina pública também o fazem, só que na… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás

desculpem o off-topic, mas saiu esta matéria ontem (dia 23) no Estadão, sobre o FX2: “Governo deve decidir sobre compra de caças em agosto” Aeronáutica já concluiu análise técnica e formato da divulgação está sendo ajustado entre Planalto e ministério Roberto Godoy A decisão sobre a escolha do novo caça de alta tecnologia destinado a reequipar os esquadrões de elite da Força Aérea Brasileira (FAB), um negócio estimado em 2,2 bilhões, será anunciada na segunda quinzena de agosto. A encomenda prevê o fornecimento de 36 aviões. O processo de seleção, conhecido como F-X2, chegou ao fim envolvendo três supersônicos, o… Read more »

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Simples: Embraer pra exportação tem subsídio e carga tributária reduzida. Pro mercado interno o governo coloca todo o peso de sua monstruosa carga tributária e burocracia. A TRIP opera a partir do Aeroporto de Campo dos Amarais em Campinas (o 2o aeroporto da cidade, pertinho da sede da 11a Bda Inf L), um aeroporto de localização excelente, muito mais central que Viracopos (que em relação ao centro de Campinas, fica no c. do Judas). A TRIP é uma companhia pequena, de propriedade da família Caprioli, mas que a despeito de tudo está conseguindo seu lugar ao sol fazendo diversos vôos… Read more »

Noel
Noel
11 anos atrás

Zero Uno, não postei esses valores como comparação entre os valores, e sim como mal uso de recursos públicos. Esse assunto foi relatado em um contexto maior, envolvendo um tremendo cabide de cargos, ou seja, a abertura de novos postos para esposas e maridos de Diplomatas, no Itamaraty; que não é assunto pertinente ao blog. Como sempre é indicado por companheiros, o eterno “roubo” ou desvio de recursos por parte dos nosso políticos, minha intenção é alertar que não são apenas políticos que fazem mau uso dos nossos impostos, outros setores da maquina pública também o fazem, só que na… Read more »

Cantarelli
Cantarelli
11 anos atrás

Talves aja superfaturamento.

Cantarelli
Cantarelli
11 anos atrás

haja onde fala aja!

Mauricio R.
Mauricio R.
11 anos atrás

“…e adoção de uma política de incentivos fiscais para o setor.”

A ladainha segue o de sempre, o lucro é meu mas o prejuizo é nosso.

Fábio Max
11 anos atrás

O vilão é a carga tributária extorsiva e o sistema caótico de calculo dos impostos. É a mesma situação que encontramos nos carros e nos eletrodomésticos e informática, o governo cobra muito e impede que o brasilkeiro tenha acesso a produtos completos e de boa qualidade.

Nao estou dizendo que se deva isentar ninguém de imposto, mas penso que se o sistema fosse mais simples e menos custoso, ajudaria.

Musashi
Musashi
11 anos atrás

Se o sistema funcionasse como deveria… nenhum problema nos impostos, mas do “jeito” que esta.

Edmar
Edmar
11 anos atrás

Hornet, obrigado bela notícia.

Caros Amigos do Blog.:

Acho é que deu “Dassault Rafale C F-3”.
Vocês acham que o Brasil iria dar outra notícia de outro avião vencedor na frente do presidente da França no dia 7 de Setembro?

Agora esse caça devia vir com os mísseis “Mica”, “Meteor” e até poderiamos continuar com os “Phyton”.

Abraços.

Edmar
Edmar
11 anos atrás

Caros Amigos.:

Os nossos “Dassault Rafale F-3” equipados com os seguintes mísseis:

Míssil “Meteor” com Alcance de 100Km + ou -.

Míssil “Mica” ou “Derby” ambos com alcance de 50Km + ou -.

Míssil “Phyton” ou “A-Darter” com alcance de 15Km + ou -.

Já é uma excelente munição em batalha ar-ar.
Abraço a todos.

Lucas Calabrio
Lucas Calabrio
11 anos atrás

Prezados
Brindemos por ter chegado ao fim. E com Champagne/
Felicidade a Nação BRASIL.
sds
obrigado Hornet

Patriota
Patriota
11 anos atrás

Tambem acho que ja deu Rafale
O Dassault Rafale F-3 é o melhor caça da disputa e os franceses fizeram a melhor proposta .
Porem não se esqueçam do “FX naval” da MB , a torcida por lá
ta apenas começando.

abraços

SERGIOCIN
SERGIOCIN
11 anos atrás

Voltando ao assunto regionais, penso em ser uma vergonha possuir uma demanda por aeronaves de 100 lugares, principalmente Ponte Aérea, e ter de dar empregos lá pra fora, por causa de legislação idiota. Se não tivessemos meios, vá lá, mas produzimos os melhores aviões, desejaveis pelas maiores cia. aéreas e a Azul arrenda aviões brasileiros da Jet Blue, para voar no Brasil. É brincadeira. A transação é: a Embraer fabrica e pinta nas cores da Azul, vende p/ Jet Blue que sendo do mesmo grupo arrenda para a Cia. brasileira, que pinta em Campinas com a matrícula local. É dar… Read more »

Marcelo Tadeu
Marcelo Tadeu
11 anos atrás

OFF TOPIC – Pessoal, parece que a Patrulle Acrobatique vai se apresentar no desfile de Brasília e em mais 5 capitais. Tomara que venham no Rio.

Sds,

gil
gil
11 anos atrás

off-topic mas não muito: O Jânio de Freitas continua falando _____contra a nossa defesa lá no Jornal Venal, também conhecido como “JDB” ou “Jornal da Ditadura Branda”… deem uma olhada no Defesanet…. Enquanto isso o Brasil continua sob forte ditadura…a DITADURA FISCAL…muito pior e mais injusta que qualquer outro tipo de regime…porque hereditária e apartidária…é sempr do f.d.p que estiver no poder e porque escraviza o povo todo com juros abusivos, trabalho forçado, restrição de crédito e bonificação dos VERDUGOS BANQUEIROS…que sob a batuta do Meirelles estão “_______de dar risadas” todos os dias, para os miseráveis que se espremem nas… Read more »

Jacubao
11 anos atrás

Tem que ser cinco vezes mais caro mesmo, pois o governo precisa de uma grande arrecadação de impostos (sem falar dos superfaturamentos, roubos, desvios e etc…) para bancar os gastos de SARNEY e compania.

Edmar
Edmar
11 anos atrás

Caros Amigos.:

Se alguns políticos do Brasil não roubassem tanto, não desviassem tantas verbas, com certeza, as nossas Forças Armadas não tariam nesta situação, e também, teria mais crianças na Escola, teriam mais médicos nos hospitais e não teriam tanta gente passando fome.
Situação lamentável!!!

Abraço aos amigos do Blog.

Marcos T.
Marcos T.
11 anos atrás

Isso é porque os aviões comercialisados no mercado interno são cinco vezes melhor………………hahahahahahahahahahah.

Hoje to meio sarcástico, só isso.

Paulo Renato
Paulo Renato
11 anos atrás

Acho que o Governo poderia olhar melhor para as Empresas brasileiras e baixar os impostos, sobre os aviões da Embraer.

Seria ótimo que todas as empresas operaseem os nossos aviões.

Abs.

Noel
Noel
11 anos atrás

A questão não é apenas de roubo, é também de mau uso do Orçamento disponível.
Exemplo: O Itamaraty comprou por U$5.000.000,000, um terreno em Nova Delhi, atenção que foi só o terreno, onde construirá, um dia, uma noa embaixada do Brasil na India; e em Genebra, pagou U$40.000.000,000 pelo prédio que abrigará as representações brasileiras.
Resumindo, não são apenas os políticos não, até porque, no Itamaraty não tem políticos, tem outros setores que “torram” nossos impostos, e “esfolam” com mais impostos as empresas.
Sds

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

A EMBRAER tem subsídios governamentais para exportação???

Onde? Gostaria de saber quais são estes subsídios. Procurei e sinceramente não encontrei um texto sequer que fale sobre isso.

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

Noel em 24 jul, 2009 às 17:02

Meu caro, venhamos e convenhamos. Um terreno/prédio na Índia NUNCA vai custar o mesmo que um terreno/prédio em Genebra… São economias e situações completamente diferentes.

Angelo Nicolaci
Angelo Nicolaci
11 anos atrás

Se reduzir as alicotas, impostos, taxas, seria um grande incentivo, iria aquecer a economia, aumentar o mercado interno, aumentar a produção a circulação de dinheiro, melhoraria a qualidade de vida de maneira visivel, mas teria de se reduzir os desperdicios com nossos politicos e sua corja de protegidos, pois não haveria recursos pra sustentar a mamata, então continua esse caos
Temos de reavaliar o tamanho e funcionalidade de nossa maquina publica e mesmo politica, pois é muito dinheiro pra pouca produtividade e isso trava nosso desenvolvimento e burocratiza muito as decisões.