sexta-feira, abril 16, 2021

Gripen para o Brasil

Array

Voo AFR 447: Helicópteros do Brasil não possuem autonomia suficiente

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

blackhawk-ae

O mais moderno helicóptero de resgate da Força Aérea Brasileira (FAB), o Black Hawk H-60, não tem autonomia de combustível para chegar ao local do acidente do avião da Air France, a cerca de 700 km de Fernando de Noronha. A informação é do comandante da aeronave, major Marcelo Moura.

O helicóptero tem autonomia para seis horas de voo, o que significa voar 500 quilômetros, manter-se no ar por meia hora para a operação em cima da água e retornar os 500 quilômetros ainda com 30 minutos de autonomia, margem de segurança da Aeronáutica.

“A gente não tem como chegar lá e voltar em segurança”, afirmou o comandante, que espera ordens de comando desde anteontem, quando o helicóptero pousou no arquipélago.

Segundo ele, o navio de resgate teria de se aproximar mais de Fernando de Noronha para que o helicóptero pudesse agir. Mesmo assim, o Black Hawk não poderia pousar no navio porque nenhum navio da Marinha está autorizado a receber aeronave do seu porte, cujo peso pode chegar a 10 toneladas. “Se o navio fizer resgate de material, de vítimas ou de sobrevivente, a gente pode fazer a extração utilizando guincho”, disse.

Ele informou que outro helicóptero de resgate, o Super Puma, que também integra a operação e está no Aeroporto de Natal, tem a mesma autonomia do Black Hawk.

De acordo com o major Moura, o helicóptero tem tripulação formada por dois pilotos, dois tripulantes operacionais e três homens de resgate e poderia carregar cerca de 1,5 tonelada em cada viagem de resgate.

A primeira missão do Black Hawk em acidentes aéreos foi o resgate dos destroços do Boeing 737-800 da Gol, em setembro de 2006 – 154 pessoas morreram nesse acidente.

FONTE-FOTO: O Estado de São Paulo-Agência Estado

NOTA DO BLOG: Se “nenhum navio da marinha” puder receber o Black Hawk então porque a MB vai comprar quatro SH-60?

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
marujo

Discordo do questionamento da Nota do Blog. O PA São Paulo e os NDDs podem receber os SH-60.

fabioDS

Qual teria tal autonomia?

Poggio

Marujo

É claro que a MB possui unidades capazes. Posso citar o SP, os dois NDD,o Mattoso, o Garcia e o futuro Sabóia. O tom foi de ironia. As futuras escoltas também serão capazes.

Jonas Rafael

Acho que só o Merlin anglo-italiano, o Sea Stallion e o Chinook americanos e o Mi-26 russo teem autonomia pra tanto. Nenhum deles pousa nas fragatas da MB. Provavelmente poderão nas futuras escoltas de 6000t. Mas isso me fezpensar: as Greenhalgh não forma projetadas com capacidade de operar dois Lynx? O peso de um Blackhawk não supera dois Lynx. Me parece que o problema é de tamanho do convôo, não de peso…

RodrigoBR

A questão é a falta de capacidade REVO(Reabastecimento em Vôo)!

Se os novos Super Cougars e Black Hawks não vierem com REVO será uma tremenda burrice!

Bosco

Na verdade são poucos os helis no mundo com autonomia suficiente para atuarem num caso como este e são menos ainda os países que os possuem. Com certeza versões do Chinook e do CH53E, além do V-22 estão na lista, mas custam o “olho da cara”. O alcance (e velocidade) limitado dos helicópteros em comparação com aeronaves do mesmo porte só será resolvido com a introdução de “aeronaves compostas”, que têm tudo para deslanchar na próxima década, diga-se de passagem, com vinte anos de atraso, já que o conceito (cerca de pelo menos 20 diferentes) é exaustivamente testado desde a… Read more »

Billy

Primeiro que Black Hawk assim como o R-99 B ou o C-130, sem falar da piada bandeirulha, nunca foram aparelhos para busca e salvamento no mar, nem mesmo pertencem à marinha, logo, requisitos básicos para aparelhos navais como grande autonomia, persistência, ergonomia, espaço e conforto para tripulações e regatados não lhes é pertinente. Outra, porque não foram os Heli adquiridos com sistemas de reabastecimento no ar, seria economia? Os franceses virão com este sistema? Novamente vamos adquirir coisa de 2ª categoria por causa de escoltas que já deveriam estar sendo substituidas? Além disto, o local provavel do acidente esta a… Read more »

Caipira

Pergunta de leigo, o NAe São Paulo se operacional, poderia ter sido usado nesta tragédia?Servindo por exemplo de base para os helis?

DORNIER

QUE VC ACHA DA OPINIAO DOS EUROPEUS ARESPEITO DA FAB?
http://www.janes.com/news/defence/air/idr/idr090513_1_n.shtml

Sopa

Bosco

Concordo com vc, podíamos ter pelo menos dois hidro-aviões, isso pra mim é burrice não ter esses meios para SAR.

—————————————————————–
De novo reitero minha pergunta ao Galante, tem algum meio de os políticos verem esse blog, para que tenham noção da preocupação da população com nos FFAA´s ?

Sds.

Bosco

Sopa,
já que sonhar não custa nada, veja alguns bons motivos para sonharmos:

(www.airliners.net/aviation-photos/photos/9/2/9/1450929.jpg)

(www.airliners.net/aviation-photos/photos/4/0/3/1112304.jpg)

RJ

Pessoal, se as escoltas se aproximarem mais do local dos destroços, poderiam operar helis com menos combustível, e protanto, mais leves. Não dá para operar de terra, nem operar um SH-60 com MTOW, cheio de tanques suplementares, do convôo das fragatas. É tudo questão de logística.

Giovani

Acrescentaria a lista do Bosco o EH-101 Merlin, o problema é justamente esse eles custam muito caro, não seria necessario que a Marinha possuisse Navios de Assalto Anfibio Tipo Porta Helicópteros (EX.USS Bataan) algo que fosse menor e mais ligeiro que o Porta aviões.

E outra pergunta, Porque os nossos H-60 Blackhawk não tem capacidade de Revo como os HH-60 PaveHawk da USAF, já cumprem missões de CSAR?

GHz

Talvez mais capaz do que um SH-60 com tanques suplementares fosse um SH-3 da MB sendo reabastecido em voo pela Fragata “Constituição” na cena de ação. Atenção que não estou falando de REVO (avião-tanque reabastecendo helicóptero) e sim de HIFR (navio reabastecendo helicóptero sem que este tenha que pousar).
O problema é a disponibilidade dos vetustos SH-3.

[[ ]]
GHz

Sopa

“E outra pergunta, Porque os nossos H-60 Blackhawk não tem capacidade de Revo como os HH-60 PaveHawk da USAF, já cumprem missões de CSAR?”

Giovani

Essa é fácil… Pra economizar ou é pq. são B.u..s mesmo !!

Noel

Sopa, vc crê realmente que a população esta realmente preocupada com as condições das FFAA, ou será que são apenas os profissionais e os aficcionados? E caso ela estivesse, vc acredita que a maioria dos politicos iriam sensibilizar-se com isso? Meu amigo, veja bem: caso façamos uma analogia com a segurança pública, que é uma preocupação geral e urgente, de anos, ou já de décadas, e as providências são precárias, superficiais, eleitoreiras; mas infinitamente mais econômicas, devido aos custos dos meios operacionais das Polícias, e nada se resolve. Não vou nem falar do ensino básico, principalmente quando nos sertões desse… Read more »

RodrigoBR

Olha seu brinquedo aí Bosco:

O BE-200, um verdadeiro “animal”!

Os Russos são phodas mesmo!

http://www.youtube.com/watch?v=DvH_h3HZ2DU

gaspar

deveriamos ter 12 hidroavioes…
e uns 02 navios porta helicoptero…

Antônio

Reforço a pergunta do amigo “Caipira” acima: “Pergunta de leigo, o NAe São Paulo se operacional, poderia ter sido usado nesta tragédia?Servindo por exemplo de base para os helis?”
Abraço a todos.

Democracia

Pergunta de civil, alguns Ekranoplanos como o Spasatel, de busca e salvamento, o KM-1, de transporte, ou o Lun de ataque, nãoajudariam mais que Helicopteros, hidro-aviões, es barcos, devido a sua velocidade, e ao seu alcance ?

Viva a República !!!

Ricardo

Eh nestas horas que os “veios” Catalinas e Albatroz fazem falta 🙂

Fábio Max

Dai já não émotivo de crítica. Os Black Hawk são modernos e capazes, mas as condições são adversas. Naquela região, seria necessário enviar fragatas e corvetas com helis orgânicos, para substituir um porta aviões ou um porta helicopteros. Eu sou bem crítico do estado de equipagem a que o governo renega as FFAA, mas é exagero pensar que o país tenha que ter equipamentos para toda e qualquer situação, como ocorre nos EUA. Minha crítica é sobre mandar um navio de 55 anos e outro não adequado para as condições oceânicas, mas não se pode colocar em cheque os bons… Read more »

Democracia

Repetindo:

Pergunta de civil, alguns Ekranoplanos como o Spasatel, de busca e salvamento, o KM-1, de transporte, ou o Lun de ataque, nãoajudariam mais que Helicopteros, hidro-aviões, es barcos, devido a sua velocidade, e ao seu alcance ?

Viva a República !!!

Bosco

Democracia, eu acho que os aviões anfíbios ou os hidroaviões devem ser melhores para busca e salvamento por atuarem a partir de altitudes maiores e serem mais manobráveis, além é claro das futura aeronaves de longo alcance e velocidade que possuem capacidade de pairar no ar. O futuro dos ekranoplanos, no meu modo de ver, está no transporte rápido de cargas pesadas, embora é claro devem ter um potencial em SAR também. Devido ao grande tamanho que podem chegar não é improvável que sejam usados até mesmo como “porta-helicópteros”. O Pelican americano que estava sendo estudado pela Boeing, se não… Read more »

Bosco

Tudo isto pode parecer ficção científica, mas não para os países desenvolvidos e para empresas que querem estar à frente da concorrência em relação à tecnologia de ponta. Alguns podem achar ingenuidade estes exercícios de futurologia, mas eu considero ser de suma importância, afinal foi assim que a tecnologia chegou ao ponto em que está. E tudo indica que estamos apenas no início da jornada. Os meios de transporte, por razões óbvias, ficaram para trás em relação aos meios de comunicação (internet, celulares, etc), que evoluíram de modo inusitado. Acho que os “transportes” irão ter uma evolução imensa nas próximas… Read more »

RodrigoBR

Bosco, O Be-200 (Be = Beriev) serviria para salvamento tanto na Amazônia como no mar(dependendo das condições do mesmo), transporte de cargas, evacuação aeromédica, patrulhamento marítimo, *SAR* e ainda serviria de avião combate a incêndios que anualmente devastam nossas reservas ambientais sem possuirmos aeronaves específicas para esta função, bem como em navios e plataformas de petróleo em alto mar! ______________BE-200________________________ Tripulação: 2 Peso vazio: 27,600 kg Peso máximo decolagem(terra): 41,000 kg Peso máximo decolagem(água): 37,900 kg Capacidade máxima (água ou produtos anti-chama) 12,000 kg Capacidade máxima de carga: 7,500 kg Velocidade máxima: 700 km/h Velocidade Cruzeiro: 560 km/h Velocidade p/… Read more »

Bosco

Só de curiosidade, eu li agora que a FAB descartou a hipótese dos destroços e da mancha de óleo serem do vôo 447.

Sopa

Noel em 04 jun, 2009 às 20:00
“Sopa, vc crê realmente que a população esta realmente preocupada com as condições das FFAA”

Não entendi mas vou responder.

Não!:S

Alexandre Marlon

Para o que ocorre com as forças armadas nem é questão de se não fosse trágico, seria de rir. Pois até para rir da tragédia, no caso do descaso para as forças armadas brasileiras, da vontade de chorar aos prantos ou de matar todos os políticos ou ambos. Os políticos brasileiros devem estar de olho no desempenho das forças armadas e devem estar tendo o seguinte raciocínio, se com os parcos recursos as forças armadas estão fazendo um bom trabalho, para que dar mais recursos aos militares(aqui uso o termo militares em respeitos a esses profissionais que merecem todo o… Read more »

kaleu

Off Topic :- – Entrevista de Bengt Janér (CEO SAAB) no Defesabrasil :- “A proposta do Gripen NG, segundo o diretor de campanha da aeronave no Brasil, Bengt Janér, está 100% de acordo com as exigências da Força Aérea Brasileira (FAB) e da Estratégia Nacional de Defesa. “Trata-se de um caça de nova geração que poderá ser totalmente desenvolvido no Brasil, baseado em uma plataforma já consagrada e em operação em cinco países, com mais de 200 unidades vendidas.”… – E a SAAB oferece ao Brasil parceria em um 5ªG, vejam : – … “O programa de desenvolvimento de um… Read more »

Alexandre Marlon

Por favor, me desculpem o post anterior, mas é que os políticos estão no serne da questão das verbas militares, já que são eles que aprovam ou não … e esse assunto tem a ver com a escassez de equipamentos adequados para as forças armadas, em número e qualidade.

Felipe Cps

E a galera ainda reclama quando nós, aficcionados do assunto, às vezes criticamos as FFAA quando mandam uma “Caboclo” pra resgatar os destroços… Olha o que a grande mídia então faz: até uma das melhores aeronaves de asa rotativa do mundo não serve para eles…

Os caras querem o impossível… Se o Blackhawk não consegue chegar que helicóptero que eles queriam que o Brasil tivesse??? Chinooks? O Marine One? Tá loco…

Isso não é missão para helicópteros pombas… é missão para a Marinha…

Rodrigo Rauta

A pergunta que faço não é pq a Mb comprou os Sea Hawk e sim pq diabos mandaram o Blachawk pra la? Ja não sabiam que ele não teria autonomia suficiente pra chegar la? e vai dizer tb que não sabiam que as escoltas la presentes não iam poder recebe-lo…fala serio neh! Mancada da MB!!!

Abraços!!!

Igo

Rodrigo Rauta,

Eu acredito que eles contavam com a possibilidade de o avião ter caído mais perto da costa.

Sds,

Ricardo

Rodrigo Rauta

Porque Mancada da MB ???? Desde quando os Black Hawk são subordinado a MB ? Mancada da FAB…

Para uso de Helicópteros pesados ali, seria o caso do SP estar na area… Como esta fora de ação… Ai não da.

MOSilva

Bom, levando em consideração que nem os Blackhawks nem os Super Puma tem autonomia de vôo para chegar a região do acidente, para quê eles foram enviados a Fernando de Noronha? Estranho designar aeronaves que não podem atuar no TO em questão. Confesso que não entendi. O navio ideal para a missão seria o NAe São Paulo. De seu convôo poderia partir qualquer heli das FFAA brasileiras. Infelizmente, ele ainda se encontra docado para reparos e manutenção. De uma forma geral, os hidroaviões tem menor autonomia e desempenho geral inferior que um similar terrestre. Sua “única” vantagem está na capacidade… Read more »

Cantarelli

Nessas horas que vemos que o sucatao fas falta nao podemos negar que é uma sucata mais ajuda seira melhor que o navio de ultima tecnologia de 50 anos que mandaran!

Marco Antonio Lins

E o Mil-26 teria raio de ação superior a todos?

Tiago Jeronimo

marujo em 04 jun, 2009 às 17:38

Discordo do questionamento da Nota do Blog. O PA São Paulo e os NDDs podem receber os SH-60.

Exatamente. O que o oficial quis dizer foi que nenhum navio no local pode receber o s-60.

As vezes acho que o blog cria uma polêmica desnecessariamente.

Robson Bandeira

Prezado Sopa Sugestão: Copiar o link do blog e enviar para a caixa postal dos políticos e de suas assessorias, é a única forma de levar ao conhecimentos desses imprestáveis o link do blog Cabe nós que somos entusiastas da matéria, fazer nossa parte divulgando os meios de discussão Eu vou tentar conseguir uma lista com esses endereços postais, e se alguém que frequenta o blog os possuir por favor pode enviar para o meu e-mail: robsonbandeira@ig.com.br Desde de já eu fico agradecido, peço a sua ajuda Sopa e a ajuda de outros participantes do blog que tenham interesse em… Read more »

Robson Bandeira

Prezado Noel

Vamos mandar o link do blog para o GUGU, Tom Cavalcanti, Faustão e quem mais for possível, poís eles são usuários dessas aeronaves em seus vôos internacionais, e tenho certeza que esse acidente despertou a curiosidade dessas pessoas
Realmente não tenho certeza de que vamos sensibilizar essas celebridades sobre o reaparelhamento, das nossas FAs, mais não custa tentar, e é assim que as coisas começam, não acha?

Cabe a nós entusiastas do assunto, divulgarmos essas matérias

Sds a todos

Robson Bandeira

Olha pessoa Não vejo o menor sentido em mandar uma embarcação do porte do São Paulo para uma missão dessas, e eu não vou nem falar dos custos envolvidos Vamos ser realista, o Black Hawk deveria ter o equipamento de reabastecimento em vôo, como os que são utilizados em conjunto com C-130 da Guarda Costeira dos EUA, é tão simples a solução, porque complicar? Está claro a necessidade de aeronaves com maior autonomia, principalmente para o cumprimento dos tratados que o país tem de cumprir na área de busca e resgate Todos estão cansados de saber que as aeronaves são… Read more »

Omega

Não diz respeito ao tópico, mas, e essa agora de que nunhum dos destroço dncontrados até agora são do A330? O governo foi muito equivocado então ao anunciar antes da perícia?

Bosco

Tiago, sem querer sair na defesa do blog, mas eu acho que a função do mesmo, além de divertir a nós entusiastas do assunto “defesa” é estimular o debate. Eles dão o tema as vezes com uma pitada de ironia e o lança para debate. Sem dúvida em blogs e foruns de discussão nos países desenvolvidos ocorre o mesmo e acho que até pior, tendo em vista uma série de projetos bilionários que são cancelados, etc. Tipo assim: “porque cancelaram o “programa X” depois de perderem 10 anos e gastarem 1 bilhão de dólares no mesmo?” Aqui temos os nossos… Read more »

Robson Br

Não sei o motivo de tantas críticas. A FAB enviou para o local C130 que estão sendo modernizados e transformados nas melhores aeronaves desta categoria. Mandou um C-295 novinho que está iniciando a sua carreira SAR na FAB. Sem contar com o R-99B que fez a diferença. Os P-95 pelo que sei so estão parados os que cumprem manutenção periódica e estão com atualização já contratada. Mandou também Black Hawk novinho. O que está de errado? Que porcarias são estas? Quanto a MB ela deslocou equipamentos que atendem aos requisitos da missão. A Cabloca é velha sim, mas cumpre perfeitamente… Read more »

AJS

Meus parab[éns Robson BR.
Eu ja digitara uma mensagemde teor bem semelhante ao da sua, quando a li, por isso é necessário o resgate das caixas pretas, afim de evitar a repetição desse sinistro, pois há inúmeras aeronaves do mesmo tipo voando com milhares de vidas dentro.

Noel

Ué Sopa, não entendeu? Meu post, foi em função do seu, copiado abaixo:

Sopa em 04 jun, 2009 às 18:53

De novo reitero minha pergunta ao Galante, tem algum meio de os políticos verem esse blog, para que tenham noção da preocupação da população com nos FFAA´s ?

Sds

gaspar

nao poderiam ser instalados mais dois tanques externos no Blackhack alem dos ja instalados ???? sao dois pontos de fixacao de cada lado, nao eh isso mesmo ?? ou ate mesmo levar um tanque interno…
alguem sabe quanto custaria a mais os heli com REVO ????

fica mais do que evidente de que necessitamos de um navui anfibio a fim de dar suporte numa tragedia como essa…

gaspar

outra coisa, o que seria esse “bico fino” do heli, radar ??? mas qual ??

Bosco

gaspar,
é um radar meteorológico.
Ele pode levar 4 tanques externos. Os dados de autonomia a que o blog se referiu já devem contar com eles. 500 km mais meia hora de “patrulha”, retorno de 500 km com 30 min. de reserva.
Eu já li sobre o uso de tanques de combustível flexíveis levados internamente por helicópteros, embora não me lembre qual, acho que não era o H-60.

Combates Aéreos

F-16 israelenses praticam ‘dogfight’ com Rafales franceses

Exercícios no sul de Israel simularam combate três a três, com pilotos israelenses nos F-16 e os Dassault Rafale...
- Advertisement -
- Advertisement -