terça-feira, abril 13, 2021

Gripen para o Brasil

Números do UH-1 ‘Huey’ no Vietnã

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

huey-vietnam

Segundo a site da VHPA (Vietnam Helicopter Pilots Association) a Bell Helicopter produziu mais de 10.000 unidades do UH-1 entre 1957 e 1975. Destes, aproximadamente 7.000 estiveram no Vietnã, sendo que quase a metade foi destruída por motivos diversos. 2.202 pilotos de UH-1 foram mortos.

A família UH-1 do US Army totalizou 7.531.955 horas de voo em combate entre 1966 e 1975. É provável que este seja o recorde de horas de voo em ação de qualquer aeronave em toda a história da aviação militar.

- Advertisement -

33 Comments

Subscribe
Notify of
guest
33 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Hornet

Esta cena de “Apocalypse Now” (um dos meus filmes favoritos, diga-se de passagem) é antológica…A “Cavalgada das Walkirias”, de Wagner, ganha um significado todo especial nesta cena.

abraços a todos

Luciano Baqueiro

Off-topic :

Entrou hoje no ar o site do consorcio RAFALE dedicado ao Brasil
( rafale.com.br/ ). Gostei muito da página :
rafale.com.br/pdf/folder_tecnico.pdf

Gostaria que os amigos visitassem e comentassem.

Roberto CR

“…aproximadamente 7.000 estiveram no Vietnã, sendo que quase a metade foi destruída por motivos diversos. 2.202 pilotos de UH-1 foram mortos.”

Não conhecia estes números. O número de pilotos mortos é muito alto, quase metade do número de aeronaves utilizadas. Eficiência vietcong ou inexperiência dos pilotos na pressa de serem enviados para suprir as perdas?

Abs

Nunão

Roberto CR, creio que entre as duas opções que vc colocou, eficiência vietcong ou inexperiência dos pilotos, eu ficaria com uma terceira, ligada às “7.531.955 horas de voo em combate entre 1966 e 1975”. Ou seja, atrito em quase dez anos de combate em voos a baixa altitude em áreas repletas de inimigos.

joao terba

Cada vez aprendo mais sobre a guerra do veitnã,essa guerra mexeu muito comigo,pela primeira vez os americanos perderam um guerra. um abraço.

joao terba

Há meu filme preferido é o Platoon,diretor Oliver Stone,a música é espetacular. saudações.

Hornet

João Terba,

bem lembrado. A trilha de Platoon também é fora de série, com o “Adagio” de Albioni. Fantástico!

abraços

Wilson Johann

Algumas das melhores cenas de filmes de guerra, não só das do Vietnan, foram protagonizadas por esse ator, o UH-1. Bem que o Brasil poderia modernizar os seus para o padrão II.

Abraços!!!

Vassili Zaitsev

Já que estamos falando de filmes do Vitnam, vai o meu preferido: Nascidos para Matar, ou Full Metal Jackett, como disse o Marine uma vez.

abraços.

Vassili Zaitsev

O Charlie Sheen fumando maconha mostrou bem o que alguns dos soldados faziam para segurar os nervos.

abraços.

fullcrum

A primeira vez que vi um huey de perto foi em ilhéus.Sou fã desse helicóptero, mas acho que o black hawk preenche melhor nossas necessidades hoje em dia.

Francisco AMX

São 3 grandes filmes sobre o Vietnã, Apocalypse Now do Copoola, Nascido para Matar (FMJ) de Stanley Kubrick (R.I.P), e Platoon de Oliver Stone… tem muita cenas inesquecíveis nos 3 filmes, mas acho que FMJ do Kubrick é o mais cru e realista dos 3… Interessante que filmes de guerra, podem ser classificados de antes do Soldado Ryan e depois dele, se vc reassiste um destes clássicos, percebe que cenas que vc tinha na memória como chocantes e bem realistas, depois do RSR, ficam até engraçadas de irreias que são, principalmente em Platoon, que ao meu ver é o mais… Read more »

Sérgio

Na rodovia “Governador Mário Covas” (BR-101), no trecho entre Niterói- RJ e o trevo de Manilha em Itaboraí-RJ existe na altura de São Gonçalo um depósito de ferro-velho e carcaças, tendo a de um “Sapão”. Cada vez q passo diminuo a velocidade para apreciar mesmo no estado q está esse ícone. E as vezes penso que seria uma ótima ornamentação para um bar temático, do que ficar ali. Mas.. a fila anda!

WAR

Nascido para matar, born to kill, full metal jacket, com qualquer nome é o melhor. A cena da menina Vietcong versus os marines, inclusive com o jornalista pacifista que endurece em combate e o canto final dos marines “vitoriosos” no contra golpe mortal dos americanos (mickey mickey mouse ….) é genial. Porém, todos os outros são ótimos e anti-guerra. Não perco uma reprise. Boa páscoa a todos. Recentemente, uma guarnição de Belém acidemtou-se ao voltar de manobras no nordeste. De vez em quando, a serviço passo perto do seu hangar de manutenção. São realmente impressionantes, mas os Black Hawk bem… Read more »

Roberto CR

Nunão em 10 abr, 2009 às 19:41 Se conclui direito, você se refere ao excesso de exposição da tripulação ao campo de combate? Se sim, isto não estaria relacionado a urgência na reposição de pessoal, no período relacionade, não dando tempo a tripulação de adquirir experiência suficiente? Insisto no tema porque esta é uma das grandes discussões referentes a característica das tropas utilizadas pelo exército americano no conflito e, sobre a qual, se incute a justificativa sobre algumas ações da tropa. Mauro “Seria interessante saber, além de quantos pilotos mortos, quantas vidas foram salvas graças a ele….sem dúvida alguma os… Read more »

Marcos T.

Cara esse Uh-1 eram derrubados até com lanças de bambu atiradas em suas hélices.

Hornet

Esta cena de “Apocalypse Now” (um dos meus filmes favoritos, diga-se de passagem) é antológica…A “Cavalgada das Walkirias”, de Wagner, ganha um significado todo especial nesta cena.

abraços a todos

Luciano Baqueiro

Off-topic :

Entrou hoje no ar o site do consorcio RAFALE dedicado ao Brasil
( rafale.com.br/ ). Gostei muito da página :
rafale.com.br/pdf/folder_tecnico.pdf

Gostaria que os amigos visitassem e comentassem.

Roberto CR

“…aproximadamente 7.000 estiveram no Vietnã, sendo que quase a metade foi destruída por motivos diversos. 2.202 pilotos de UH-1 foram mortos.”

Não conhecia estes números. O número de pilotos mortos é muito alto, quase metade do número de aeronaves utilizadas. Eficiência vietcong ou inexperiência dos pilotos na pressa de serem enviados para suprir as perdas?

Abs

Nunão

Roberto CR, creio que entre as duas opções que vc colocou, eficiência vietcong ou inexperiência dos pilotos, eu ficaria com uma terceira, ligada às “7.531.955 horas de voo em combate entre 1966 e 1975”. Ou seja, atrito em quase dez anos de combate em voos a baixa altitude em áreas repletas de inimigos.

joao terba

Cada vez aprendo mais sobre a guerra do veitnã,essa guerra mexeu muito comigo,pela primeira vez os americanos perderam um guerra. um abraço.

joao terba

Há meu filme preferido é o Platoon,diretor Oliver Stone,a música é espetacular. saudações.

Hornet

João Terba,

bem lembrado. A trilha de Platoon também é fora de série, com o “Adagio” de Albioni. Fantástico!

abraços

Wilson Johann

Algumas das melhores cenas de filmes de guerra, não só das do Vietnan, foram protagonizadas por esse ator, o UH-1. Bem que o Brasil poderia modernizar os seus para o padrão II.

Abraços!!!

Vassili Zaitsev

Já que estamos falando de filmes do Vitnam, vai o meu preferido: Nascidos para Matar, ou Full Metal Jackett, como disse o Marine uma vez.

abraços.

Vassili Zaitsev

O Charlie Sheen fumando maconha mostrou bem o que alguns dos soldados faziam para segurar os nervos.

abraços.

fullcrum

A primeira vez que vi um huey de perto foi em ilhéus.Sou fã desse helicóptero, mas acho que o black hawk preenche melhor nossas necessidades hoje em dia.

Francisco AMX

São 3 grandes filmes sobre o Vietnã, Apocalypse Now do Copoola, Nascido para Matar (FMJ) de Stanley Kubrick (R.I.P), e Platoon de Oliver Stone… tem muita cenas inesquecíveis nos 3 filmes, mas acho que FMJ do Kubrick é o mais cru e realista dos 3… Interessante que filmes de guerra, podem ser classificados de antes do Soldado Ryan e depois dele, se vc reassiste um destes clássicos, percebe que cenas que vc tinha na memória como chocantes e bem realistas, depois do RSR, ficam até engraçadas de irreias que são, principalmente em Platoon, que ao meu ver é o mais… Read more »

Sérgio

Na rodovia “Governador Mário Covas” (BR-101), no trecho entre Niterói- RJ e o trevo de Manilha em Itaboraí-RJ existe na altura de São Gonçalo um depósito de ferro-velho e carcaças, tendo a de um “Sapão”. Cada vez q passo diminuo a velocidade para apreciar mesmo no estado q está esse ícone. E as vezes penso que seria uma ótima ornamentação para um bar temático, do que ficar ali. Mas.. a fila anda!

WAR

Nascido para matar, born to kill, full metal jacket, com qualquer nome é o melhor. A cena da menina Vietcong versus os marines, inclusive com o jornalista pacifista que endurece em combate e o canto final dos marines “vitoriosos” no contra golpe mortal dos americanos (mickey mickey mouse ….) é genial. Porém, todos os outros são ótimos e anti-guerra. Não perco uma reprise. Boa páscoa a todos. Recentemente, uma guarnição de Belém acidemtou-se ao voltar de manobras no nordeste. De vez em quando, a serviço passo perto do seu hangar de manutenção. São realmente impressionantes, mas os Black Hawk bem… Read more »

Roberto CR

Nunão em 10 abr, 2009 às 19:41 Se conclui direito, você se refere ao excesso de exposição da tripulação ao campo de combate? Se sim, isto não estaria relacionado a urgência na reposição de pessoal, no período relacionade, não dando tempo a tripulação de adquirir experiência suficiente? Insisto no tema porque esta é uma das grandes discussões referentes a característica das tropas utilizadas pelo exército americano no conflito e, sobre a qual, se incute a justificativa sobre algumas ações da tropa. Mauro “Seria interessante saber, além de quantos pilotos mortos, quantas vidas foram salvas graças a ele….sem dúvida alguma os… Read more »

Marcos T.

Cara esse Uh-1 eram derrubados até com lanças de bambu atiradas em suas hélices.

luciano

A primeira vez em que tive contato com um pouso e uma decolagem de um Huey, foi quando eu tinha 8 anos, em Foz do Iguaçu, no quartel do exercito, durante um exercicio, ele pousou em um campo de futebol a imponencia da imagem e o som dessa maquina nunca saíram da minha cabeça, eu não sabia mas ja tinha me tornado fã desse icone desde aquele dia.

Combates Aéreos

Promessa e realidade no combate BVR: abates com mísseis AIM-120 AMRAAM

Data Unidade Avião Piloto Arma Alvo País Nº 27-Dec-92 USAF F-16D - AIM-120A MiG-25PD IrAF 1 17-Jan-93 USAF F-16C - AIM-120A MiG-29B IrAF 1 28-Feb-94 86FS/ 526FW F-16C 89-2137 B.Wright AIM-120A J-21 RVRS (Pesic KIA) 1 14-Apr-94 53FS/ 52FW F-15C E.Wickson AIM-120A UH-60A US Army 1 24-Mar-99 322 sqn KLu F-16A/MLU J-063 P.Tankink AIM-120A MiG-29 18106 127.lpe/JRViPVO (Milutinovic OK) 1 24-Mar-99 493EFS /48FW F-15C 86-0169 C.Rodriguez AIM-120C MiG-29 18112 127.lpe/JRViPVO (Arizanov OK) 1 24-Mar-99 493EFS /48FW F-15C 86-0159 M.Shower AIM-120C MiG-29...
- Advertisement -
- Advertisement -