quinta-feira, abril 22, 2021

Gripen para o Brasil

Azul recebe R$ 254 mi do BNDES para comprar aviões da Embraer

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

azul-jets

Empréstimo é o 1º aprovado em moeda nacional para comprar aviões destinados ao mercado doméstico

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) contratou um financiamento de R$ 254 milhões para a empresa aérea Azul comprar quatro aeronaves fabricadas pela Embraer, sendo uma modelo ERJ-195 e três, modelo ERJ-190. O empréstimo é o primeiro aprovado pelo banco em moeda nacional para a compra de aeronaves destinadas ao mercado doméstico. O crédito aprovado pelo BNDES corresponde a 85% do investimento total. Do total concedido, 50% será financiado diretamente pelo BNDES e outros 50% serão repassados pelo Banco do Brasil.

Em nota, o BNDES informou que o “apoio financeiro significa um instrumento de estímulo à aquisição, por companhias aéreas nacionais, de aeronaves fabricadas no Brasil, com financiamento em moeda nacional.

Segundo o banco, a Azul pretende aumentar o tamanho do mercado doméstico. Hoje, apenas uma pequena parcela da população viaja de avião com regularidade, e menos de 25% dos maiores aeroportos brasileiros oferecem serviço a jato sem escalas entre eles. A expectativa da empresa, que conta hoje com cerca de 730 empregados, é gerar em torno de 3 mil empregos diretos até 2012, entre pessoal administrativo e operacional, inclusive nos aeroportos e agências.

FONTE: estadao.com.br

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
venilton

Graças a deus finalmente despertamos para a nossa embraer, viva a Azul que teve a ousadia acreditar no brasil e utilizar os e-jets, parece que deveriamos boicotar a tam e Gol/Varig que ajudam a menter os empregos dos americanos e europeus , os mesmos que nos barram nos aeropostos e nos deportam, parece que a gol e o Sergio Cabral tentaram barrar a AZUL mais o governo federal viu que a embraer iria ser diretamente prejudicada, afinal ela é a principal exportadora brasileira de produtos com alto valor agregado , e fora isto 2 concorrentes se apresentam como produtos similares… Read more »

Baschera

Empréstimo do BNDES e do BB….. gostaria de ver as garantias que deram para contratar os empréstimos……
Vá você, empresário normal, sem nome famoso, etc..etc…. tentar ver se consegue…. até o cafezinho te cobram e tome chute no traseiro, atrevido, onde já se viu pedir um empréstimo de milhões somente com uma idéia,e ainda por cima para um mercado que só perde dinheiro…..

Sds.

Marcos

Caro Baschera, não entendi. Realmente, em nenhuma parte do mundo tu vais ao banco, somente com uma “ideia” e recebes trezentas pratas na mão. Quanto às garantias, além dos próprios aviões – provalvemente transacionados em alienação fiduciária – provalmente há outras. De outro lado, não podemos desconhecer que o presidente da Azul é um dos empresários mais respeitados no mundo no campo da aviação comercial, sem falar que o BNDES – ou o Tesouro – há anos está financiando a aquisição de aviões da EMBRAER por empresas estrangeiras. Seria um um absurdo lógico não financiar a aquisição por parte de… Read more »

Zero Uno

Marcus.

Concordo contigo.

Aliás, isso é uma prática no mundo inteiro! Governos financiando a venda de produtos com alto valor agregado.
Só aqui é que acham estranho…

Abraços.

trackback

[…] a Azul vai realizar um balanço retrospectivo dos primeiros seis meses de sua atuação já que começou as operações em 15 de dezembro do ano passado. Havia uma expectativa otimista de que os números da empresa seriam alinhados somente com aspectos […]

venilton

Graças a deus finalmente despertamos para a nossa embraer, viva a Azul que teve a ousadia acreditar no brasil e utilizar os e-jets, parece que deveriamos boicotar a tam e Gol/Varig que ajudam a menter os empregos dos americanos e europeus , os mesmos que nos barram nos aeropostos e nos deportam, parece que a gol e o Sergio Cabral tentaram barrar a AZUL mais o governo federal viu que a embraer iria ser diretamente prejudicada, afinal ela é a principal exportadora brasileira de produtos com alto valor agregado , e fora isto 2 concorrentes se apresentam como produtos similares… Read more »

Baschera

Empréstimo do BNDES e do BB….. gostaria de ver as garantias que deram para contratar os empréstimos……
Vá você, empresário normal, sem nome famoso, etc..etc…. tentar ver se consegue…. até o cafezinho te cobram e tome chute no traseiro, atrevido, onde já se viu pedir um empréstimo de milhões somente com uma idéia,e ainda por cima para um mercado que só perde dinheiro…..

Sds.

Marcos

Caro Baschera, não entendi. Realmente, em nenhuma parte do mundo tu vais ao banco, somente com uma “ideia” e recebes trezentas pratas na mão. Quanto às garantias, além dos próprios aviões – provalvemente transacionados em alienação fiduciária – provalmente há outras. De outro lado, não podemos desconhecer que o presidente da Azul é um dos empresários mais respeitados no mundo no campo da aviação comercial, sem falar que o BNDES – ou o Tesouro – há anos está financiando a aquisição de aviões da EMBRAER por empresas estrangeiras. Seria um um absurdo lógico não financiar a aquisição por parte de… Read more »

Zero Uno

Marcus.

Concordo contigo.

Aliás, isso é uma prática no mundo inteiro! Governos financiando a venda de produtos com alto valor agregado.
Só aqui é que acham estranho…

Abraços.

trackback

[…] a Azul vai realizar um balanço retrospectivo dos primeiros seis meses de sua atuação já que começou as operações em 15 de dezembro do ano passado. Havia uma expectativa otimista de que os números da empresa seriam alinhados somente com aspectos […]

Reportagens especiais

AMX da FAB: ‘Abelha’ brasileira?

Por que os norte-americanos apelidaram o jato A-1 da FAB de 'Abelha'? Você sabia que o AMX recebeu o apelido...
- Advertisement -
- Advertisement -