segunda-feira, abril 12, 2021

Gripen para o Brasil

Array

Crise financeira diminui horas de voo dos pilotos da USN

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

simulador-f18

A crise financeira chegou aos esquadrões da US Navy. Pilotos e aeronautas em geral terão suas horas de voo reduzidas com o propósito de cortar gastos. O tamanho do corte ainda não foi anunciado, mas as reduções das horas de voo ocorrerão pelo menos até o término do ano fiscal nos EUA.

Por outro lado, pilotos passarão mais tempo em simuladores de voo. Na verdade este aumento das horas de simulador, com a subsequente redução das horas de voo, já estava em estudo desde o começo do ano passado, quando os custos com combustível chegaram a patamares nunca antes imaginados.

O corte das horas de voo causou um grande mal-estar entre os burocráticos do Pentágono e os líderes de esquadrões. Estes últimos defendem a tese de que não é viável trocar voo por simulador e exigir o mesmo desempenho dos pilotos quando em combate.

“Não é possível esperar o mesmo nível de prontidão e adestramento com menos recursos” afirmou Phil Rosi, representante a “Fleet Forces Command”.

A redução do número de horas por piloto pode ser um fator decisivo quando algo sai errado. Em julho do ano passado um P-3 Orion foi destruído quando o piloto perdeu o controle da aeronave durante um voo de treinamento. A investigação mostrou que dos três pilotos a bordo, dois não atendiam aos requisitos mínimos de horas de voo exigidos pela US Navy e isto pode ter contribuído para o acidente.

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Jacubão

Minha nossa, que joguinho maneiro, vou comprar um desses e aposentar o meu PLAY STATION 2.

Matheus Felipe

Nem compre Jacubão, tenho um aqui….
depois de uma semana você enjoa dele.

Marlos Barcelos

A solução seria reduzir o número de caças….e fatalmente isso acontecerá o f-22 que eu pensava que saia por 145 milhões de dólares vi num site que custa 300 milhões de dólares e que os f-35 já estão custando 122 milhões de dólares, se for verdade, ficará difícil a USAF e a Marinha americana comprar 1700 f-35 e 400 f-22, só de f-16 hoje os EUA tem 1.100 na ativa (não sei se todos voam) a marinha tem 400 na ativa e a usaf ainda tem 300 f-15 voando, com os preços dos novos caças e a crise americana é… Read more »

Marlos Barcelos

vc precisavam ver os simuladores de vôos suecos, é uma sala inteira, umas 4 a 5 x maior que esse tem na revista força aérea a foto, é incrível mesmo.

Marlos Barcelos

lembro a vcs que os f-22 só tem vida útil de 4.000 horas de vôo no máximo e que os primeiros f-22 que deixarão o serviço ocorrerá em 2022.

Poggio

Jacubão,

Se estiver interessado e tiver dinheiro no bolso, veja este simulador “caseiro” para o F-18

http://www.clarksmachine.com/f181.html

Giovani

Essa crise com certeza diminuirá as Horas de voos de Muitos Aviadores Militares Mundo afora inclusive no Brasil.

Gostaria que algum colega me falasse qual é a media de horas voadas pelos pilotos da FAB por ano. Alguem sabe?

Jacubão

É Poggio, só se ganhar na megasena acumulada a seis mêses, aí quem sabe eu possa comprar e manter um brinquedinho desse.

Vassili Zaitsev

À seis meses não é suficiente não. Melhor deixar acumular durante um ano, para jogar, concorrer, e com uma chance em 1 bilhão de combinações possíveis, ganhar a bolada. Aí sim Jacuba, vc pega a bufunfa ganha, junta com o FGTS, 13º salário, férias, vende o carro, casa, penhora jóias, faz empréstimo consignado no holerite, no agiota tb, inclui o dinheiro até então reservado para a viagem das férias, dá uma boa chorada com o vendedor pedindo um desconto, aí sim, vc (eu tb) pode comprar um simulador desses, rs,rs,rs,rs.

abraços.

Vassili Zaitsev

Só que nãp posso garantir que a patroa vá gostar dessa idéia.

Mas isso é outra história.

abraços.

Jacubão

Gostar???? Ela vai me encher de porrada, rsrs.

Outro abraço.

Nunão

Pois é, como diz o chavão, muitas vezes a solução tem que ser pensar em menos para poder fazer mais. Talvez não seja solução fácil para USAF, USN, comprometidos em excesso com demandas operacionais, mas é o que dezenas de forças aéreas fazem por aí há mais de uma década – enxugam para poder voar mais horas por piloto, com mais qualidade. E com essa crise, essa necessidade fica ainda mais evidente. Outro dia alguém comentou aqui que o Canadá mantém uma força de 180 F-18 em operação… Não é bem assim. Boa parte desses caças está estocada, parte deles… Read more »

Vassili Zaitsev

Nunão,

Sobre a Força Aérea Canadense, concordo que o número de CF-18 chegue, no máximo aos 80. Vi esta notícia à uns três anos, na Revista Força Aérea. O informativo citava, inclusive, que esse número seria reduzido mais ainda, para algo em torno de 60 aeronaves.

Quanto ao tamanho da FAB, infelizmente tb tenho que concordar com seu ponto de vista. Porem, eu sou um dos que queriam ver ela equipada com vetores mais capazes, e em número mais significativo.

abraços.

Jacubão

Minha nossa, que joguinho maneiro, vou comprar um desses e aposentar o meu PLAY STATION 2.

Matheus Felipe

Nem compre Jacubão, tenho um aqui….
depois de uma semana você enjoa dele.

Marlos Barcelos

A solução seria reduzir o número de caças….e fatalmente isso acontecerá o f-22 que eu pensava que saia por 145 milhões de dólares vi num site que custa 300 milhões de dólares e que os f-35 já estão custando 122 milhões de dólares, se for verdade, ficará difícil a USAF e a Marinha americana comprar 1700 f-35 e 400 f-22, só de f-16 hoje os EUA tem 1.100 na ativa (não sei se todos voam) a marinha tem 400 na ativa e a usaf ainda tem 300 f-15 voando, com os preços dos novos caças e a crise americana é… Read more »

Marlos Barcelos

vc precisavam ver os simuladores de vôos suecos, é uma sala inteira, umas 4 a 5 x maior que esse tem na revista força aérea a foto, é incrível mesmo.

Marlos Barcelos

lembro a vcs que os f-22 só tem vida útil de 4.000 horas de vôo no máximo e que os primeiros f-22 que deixarão o serviço ocorrerá em 2022.

Poggio

Jacubão,

Se estiver interessado e tiver dinheiro no bolso, veja este simulador “caseiro” para o F-18

http://www.clarksmachine.com/f181.html

Giovani

Essa crise com certeza diminuirá as Horas de voos de Muitos Aviadores Militares Mundo afora inclusive no Brasil.

Gostaria que algum colega me falasse qual é a media de horas voadas pelos pilotos da FAB por ano. Alguem sabe?

Jacubão

É Poggio, só se ganhar na megasena acumulada a seis mêses, aí quem sabe eu possa comprar e manter um brinquedinho desse.

Vassili Zaitsev

À seis meses não é suficiente não. Melhor deixar acumular durante um ano, para jogar, concorrer, e com uma chance em 1 bilhão de combinações possíveis, ganhar a bolada. Aí sim Jacuba, vc pega a bufunfa ganha, junta com o FGTS, 13º salário, férias, vende o carro, casa, penhora jóias, faz empréstimo consignado no holerite, no agiota tb, inclui o dinheiro até então reservado para a viagem das férias, dá uma boa chorada com o vendedor pedindo um desconto, aí sim, vc (eu tb) pode comprar um simulador desses, rs,rs,rs,rs.

abraços.

Vassili Zaitsev

Só que nãp posso garantir que a patroa vá gostar dessa idéia.

Mas isso é outra história.

abraços.

Jacubão

Gostar???? Ela vai me encher de porrada, rsrs.

Outro abraço.

Nunão

Pois é, como diz o chavão, muitas vezes a solução tem que ser pensar em menos para poder fazer mais. Talvez não seja solução fácil para USAF, USN, comprometidos em excesso com demandas operacionais, mas é o que dezenas de forças aéreas fazem por aí há mais de uma década – enxugam para poder voar mais horas por piloto, com mais qualidade. E com essa crise, essa necessidade fica ainda mais evidente. Outro dia alguém comentou aqui que o Canadá mantém uma força de 180 F-18 em operação… Não é bem assim. Boa parte desses caças está estocada, parte deles… Read more »

Vassili Zaitsev

Nunão,

Sobre a Força Aérea Canadense, concordo que o número de CF-18 chegue, no máximo aos 80. Vi esta notícia à uns três anos, na Revista Força Aérea. O informativo citava, inclusive, que esse número seria reduzido mais ainda, para algo em torno de 60 aeronaves.

Quanto ao tamanho da FAB, infelizmente tb tenho que concordar com seu ponto de vista. Porem, eu sou um dos que queriam ver ela equipada com vetores mais capazes, e em número mais significativo.

abraços.

Combates Aéreos

Dogfight: F-16 Block 52 turco e Mirage 2000-5 grego

 O vídeo acima mostra parte de um 'dogfight' entre um caça F-16 Block 52 turco e um Mirage 2000-5...
- Advertisement -
- Advertisement -