quinta-feira, setembro 29, 2022

Gripen para o Brasil

Vendas do Ipanema vão bem, obrigado

Destaques

Guilherme Poggio
Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

ipanema

As vendas de aviões agrícolas da Indústria Aeronáutica Neiva, de Botucatu (SP), subsidiária da Embraer, decolaram em 2008, apesar da crise financeira global, e prometem voos mais altos em 2009. No ano passado, a empresa negociou 32 unidades, 33% mais que no ano anterior.

O bom desempenho dos negócios reflete o perfil diferenciado dos clientes para este tipo de produto, normalmente marcado por grandes produtores agrícolas e empresas especializadas em pulverização, explicou ao Valor o diretor da Neiva, Almir Borges.

Em janeiro, sete novas unidades foram encomendadas à Neiva, volume que animou a empresa a fazer projeções mais otimistas para este ano. Em uma estimativa conservadora, a comercialização deste tipo de aeronave poderá repetir o mesmo desempenho do ano passado, segundo a empresa. Em sua fábrica instalada em Botucatu, a Neiva tem uma capacidade para produzir 50 unidades por ano.

Do total negociado em 2008, pelo menos 95% são de aviões movidos a álcool, que é produzido pela Neiva desde 2005. O álcool combustível é o mesmo usado para abastecer os veículos. “Só produzimos avião movido à gasolina quando o cliente faz questão.”

Um avião agrícola “básico” custa em torno de R$ 642 mil. Segundo Borges, 70% das unidades são financiadas via Finame e outros 30% são pagos com recursos próprios dos fazendeiros.

Com uma frota de 10 aviões agrícolas, o executivo Bruno Vasconcelos, diretor da Sana, empresa de pulverização instalada em Leme (SP), adquiriu mais uma aeronave em outubro do ano passado, no auge da turbulência financeira global. “Esse segmento [de pulverização] não tem sido afetado pela crise.”

O modelo de aviões agrícolas produzido pela Neiva, conhecido como “Ipanemão”, foi desenvolvido pela empresa nos anos 1970. A demanda tornou-se crescente nesses últimos anos por conta das vantagens que possui sobre as tradicionais máquinas agrícolas terrestres.

As aeronaves agrícolas são utilizadas na pulverização das lavouras. A velocidade da aplicação aérea é cinco vezes maior que a da terrestre. Outra vantagem é que a aplicação aérea pode ser feita em qualquer tipo de solo, inclusive nas regiões acidentadas, onde os tratores não alcançam, e também em períodos de chuva.

O alcance dos aviões também é maior nas lavouras atingidas pela ferrugem da soja. Além disso, a pulverização por tratores compactam o solo, fato que não ocorre quando o processo é realizado pelas aeronaves. Um avião agrícola tem capacidade para aproximadamente 950 litros de insumos, suficientes para cobrir uma área de 60 hectares.

A Neiva é a única fabricante nacional, desde 1973, deste tipo de avião. A empresa tem como principais concorrentes os tratores pulverizadores terrestres e os aviões importados dos Estados Unidos – país com a maior frota mundial deste tipo de aeronave. A valorização do dólar sobre o real desde o ano passado, por conta da crise financeira global, beneficiou a companhia. Mas, em contrapartida, acirrou a disputa pelas vendas de frotas usadas. No Brasil, a frota aérea agrícola está estimada em 1.300 unidades, das quais cerca de 1.000 foram fabricadas pela Neiva.

FONTE: Portal MS

Saiba mais sobre a Neiva e os aviões movidos a álcool aqui.

- Advertisement -

16 Comments

Subscribe
Notify of
guest

16 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Felipe Cps

OFF TOPIC URGENTE DO DEFESANET:

“Ministro Jobim Reafirma Aderência ao Projeto F-X2

– Jobim e Saito traçam estratégia conjunta
– Sukhoi Su-35 e Eurofighter não retornam ao Projeto F-X2
– Quem dá sinais pelo MD?”

xD,rsrsrs, a casa da viuvada caindo, rsrsrs

Lecen

IMPORTANTE!!!

O Ministro da Defesa, Nelson Jobim, afirmou que o Su-35 e o Eurofighter NÃO retornaram ao FX-2.

Mais informações no Defesanet:

http://www.defesanet.com.br/fx2/2_0.htm

Isso está me parecendo aquela confusão do começo do ano passado quando o Mangabera Unger afirmava com convicção que o Brasil havia assinado um acordo com a Rússia para fazer parte do projeto PAK-FA.

Desde então o ministro finge que o assunto nunca existiu.

E viva a Dilma!

Zero Uno

Neiva IPANEMA – O 1o avião com motor a àlcool do mundo!

celio andrade

Tai, o vencedor do Fx-2.
Aeronave de ataque e multi função Ipanema.
Brinca não,,,se não esses caras acabam escolhendo mesmo…rs.rs.

Mirage

Zero Uno

Não é o 1° não. Os americans fizeram um avião movido a alcool a muito tempo atras.. inclusive com travessia oceânica. Não me recordo o nome do avião. O CTA já equipou também um T-25 Universal com motor a álcool se não me engano em 2002.

Abraço

Pinchas Landisbergis

Pergunto se este avião não seria útil e economico para a instrução de cadetes da AFA?

Noel

A AFA já opera dois Ipanemas como rebocadores dos planadores no clube de voo a vela dos cadetes, porém, não é adequado para a instrução básica, já começa que não é biplace, teria que ser reprojetado, e talvez não fosse compensador; agora, é um excelente avião para aquilo que ele foi projetado.

Everaldo C.Mendonça

O Brasil mostra que é inovador em matéria de tecnologia p/o alcool, mas os governantes não fazem a sua parte p/desenvolver e divulgar e vender estas tecnologias p/outros países e implantar também com força total em nosso país, vejam por exemplo quando fizeram muitos anos de testes com combustíveis alternativos p/motores a Diesel, para veículos e locomotivas ferroviárias, deu tudo certo, mas infelizmente não foi prá frente a implantação destes combustíveis alternativos de fontes renováveis, que poderiam até favorecer a criação de muitos postos de trabalho no campo em todo o Brasil, etc..

Felipe Cps

OFF TOPIC URGENTE DO DEFESANET:

“Ministro Jobim Reafirma Aderência ao Projeto F-X2

– Jobim e Saito traçam estratégia conjunta
– Sukhoi Su-35 e Eurofighter não retornam ao Projeto F-X2
– Quem dá sinais pelo MD?”

xD,rsrsrs, a casa da viuvada caindo, rsrsrs

Lecen

IMPORTANTE!!!

O Ministro da Defesa, Nelson Jobim, afirmou que o Su-35 e o Eurofighter NÃO retornaram ao FX-2.

Mais informações no Defesanet:

http://www.defesanet.com.br/fx2/2_0.htm

Isso está me parecendo aquela confusão do começo do ano passado quando o Mangabera Unger afirmava com convicção que o Brasil havia assinado um acordo com a Rússia para fazer parte do projeto PAK-FA.

Desde então o ministro finge que o assunto nunca existiu.

E viva a Dilma!

Zero Uno

Neiva IPANEMA – O 1o avião com motor a àlcool do mundo!

celio andrade

Tai, o vencedor do Fx-2.
Aeronave de ataque e multi função Ipanema.
Brinca não,,,se não esses caras acabam escolhendo mesmo…rs.rs.

Mirage

Zero Uno

Não é o 1° não. Os americans fizeram um avião movido a alcool a muito tempo atras.. inclusive com travessia oceânica. Não me recordo o nome do avião. O CTA já equipou também um T-25 Universal com motor a álcool se não me engano em 2002.

Abraço

Pinchas Landisbergis

Pergunto se este avião não seria útil e economico para a instrução de cadetes da AFA?

Noel

A AFA já opera dois Ipanemas como rebocadores dos planadores no clube de voo a vela dos cadetes, porém, não é adequado para a instrução básica, já começa que não é biplace, teria que ser reprojetado, e talvez não fosse compensador; agora, é um excelente avião para aquilo que ele foi projetado.

Everaldo C.Mendonça

O Brasil mostra que é inovador em matéria de tecnologia p/o alcool, mas os governantes não fazem a sua parte p/desenvolver e divulgar e vender estas tecnologias p/outros países e implantar também com força total em nosso país, vejam por exemplo quando fizeram muitos anos de testes com combustíveis alternativos p/motores a Diesel, para veículos e locomotivas ferroviárias, deu tudo certo, mas infelizmente não foi prá frente a implantação destes combustíveis alternativos de fontes renováveis, que poderiam até favorecer a criação de muitos postos de trabalho no campo em todo o Brasil, etc..

Últimas Notícias

VÍDEO: Novos caças Gripen sobem aos ceús no Brasil

Dois caças Gripen E da Força Aérea Brasileira (FAB) chegaram ao Brasil no último domingo, 25 e voaram hoje,...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -