sábado, março 6, 2021

Gripen para o Brasil

Embraer Lineage 1000 é certificado pela ANAC e EASA

Destaques

Defesa aérea da Sérvia atingiu outro F-117 durante a Operation Allied Force

A história de como um jato de ataque stealth F-117 Nighthawk da Força Aérea dos Estados Unidos foi abatido...

HENSOLDT: Sistemas antidrone e de proteção de áreas críticas e estratégicas

Nos últimos anos, a venda de drones cresceu muito no mundo. Esses objetos voadores, cada vez mais comuns em...

FAB coordena Operação Escudo Antiaéreo

Operação aconteceu de forma conjunta entre a Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira No período...
Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

lineage-1000-foto-embraer

Certificação pela FAA (EUA) deverá vir em breve. Alcance máximo subiu para 4.500 milhas náuticas.

A Embraer noticiou em 23 de dezembro que seu jato ultra-large Lineage 1000 recebeu simultaneamente o Certificado de Tipo por parte da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e da European Aviation Safety Agency (EASA), agências de aviação civil do Brasil e da União Européia, respectivamente. A Certificação de Tipo Suplementar (Supplemental Type Certification – STC, em inglês) do interior ocorrerá em breve, completando o ciclo de desenvolvimento.

O alcance máximo do Lineage 1000, originalmente projetado para ser de 4.200 milhas náuticas (7.778 quilômetros ou 4.833 milhas) com oito passageiros, ou 4.350 milhas náuticas (8.056 quilômetros ou 5.005 milhas) com quatro passageiros, foi estendido para 4.400 milhas náuticas (8.149 quilômetros ou 5.063 milhas) com oito passageiros, ou 4.500 milhas náuticas (8.344 quilômetros ou 5.179 milhas) com quatro passageiros, ambos com reservas NBAA IFR.  O Lineage 1000 é equipado com dois motores CF34-10E7-B fabricados pela General Electric (GE), com 18.500 libras de empuxo cada.

O Lineage 1000 pode ser configurado para acomodar até 19 passageiros em uma cabine com volume total de 115,7 metros cúbicos. A cabine é equipada pela PATS Aircraft Completions, uma divisão da De Crane Aerospace (EUA). A capacidade total do bagageiro é de 12,54 metros cúbicos (443 pés cúbicos).

lineage-1000-interior-foto-embraer

Lançado em novembro de 2006 para ser o maior e mais refinado avião executivo do portfólio da Embraer, o avião é baseado no jato comercial EMBRAER 190, certificado em agosto de 2005 e um dos quatro integrantes da família de E-Jets, hoje operando em 35 países. “As qualidades comprovadas da plataforma do EMBRAER 190 propiciam ao Lineage 1000 chegar ao mercado com a maturidade e a confiabilidade de mais de 2,2 milhões de horas de vôo acumuladas pela família de E-Jets”, afirmou Emílio Matsuo, Vice-Presidente de Engenharia da Embraer.

A certificação confirma o peso máximo de decolagem do Lineage 1000 em 54.500 kg, ou 120.150 libras, e autoriza o jato a voar sob regras de operação estendida (ETOPS 120), o que demonstra a capacidade da aeronave de voar rotas que tenham um desvio para um aeroporto
que esteja até 120 minutos da rota de vôo. Com isso, o Lineage 1000 pode voar longas distâncias sobre oceanos, desertos e outras áreas inóspitas, além de incrementar seu alcance operacional, em qualquer lugar do mundo.

A aprovação inclui o novo projeto do sistema de combustível auxiliar. O sistema está de acordo com os últimos requerimentos de segurança SFAR 88, completamente integrado com o sistema de aviônicos de última geração Honeywell Primus Epic®, cujas características de automação permitem reduzir a carga de trabalho do piloto. Mais de 20 jatos Lineage 1000 já foram vendidos em todo o mundo. A certificação pelo Federal Aviation Administration (FAA) é esperada em breve.

lineage-1000-cockpit-foto-embraer

Empresa informou também a certificação de seu novo centro de distribuição nos EUA

O novo centro de distribuição da Embraer,operado pela UPS Supply Chain Solutions, em Louisville, Estado de Kentucky, EUA, foi certificado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), do Brasil. A certificação ANAC é
reconhecida pela autoridade aeronáutica norte-americana, Federal Aviation Administration (FAA).

O centro de distribuição oferece suporte à frota de jatos executivos da Embraer na América do Norte e Caribe. A Empresa mantém um estoque completo de peças de reposição, consumíveis e estruturais para os jatos Phenom no Louisville Worldport, o maior centro de distribuição de
carga aérea da UPS.

Fonte e imagens: Embraer

- Advertisement -

38 Comments

Subscribe
Notify of
guest
38 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vassily Zaitsev

Nossa, como o interior é luxuoso. O Lula Molusco vai voar no conforto.

RL

Pra quem tem condições de comprar uma Ferrari, esta ai o luxo dos ares..ehehe…

MADE in BRAZIL.

Wilson Johann

Velha Embraer de guerra. Dando um show. Em sua área de atuação ela produz os melhores aviões do mundo. A terceira maior do mundo em aviação e um dos grandes orgulhos da indústria nacional.

Abraços!

Alfredo_Araujo

Droga!!!
Acabei de comprar um Legacy!!!

João-Curitiba

Vassily Zaitsev
A FAB encomendou um desses?

Vassily Zaitsev

João Curitiba,

Dois. E pediu um desconto, alegando que indiretamente, faria propaganda do mesmo frente à futuros interessados.

abraços e feliz natal.

Vassily Zaitsev

João,

Vão substituir os 2 Boing 737-200 em operação. Tb conhecidos como Sucatinhas.

abraços.

Vassily Zaitsev

E tem mais:

A imprensa “maliciosa” já inclusive os apelidou; Aero-lula.

abraços.

gaspar

Vassily,
vc saberia a configuracao dos ” E-Bruni” adiquiridos pela Fab ??
serao so pra transporte vip ??

poderiam ser equipados para ser uma especie de “centro de comando aereo” ?!?!?

Vassily Zaitsev

Gaspar,

” E-Bruni ” ?? vc está se referindo aos Lineage ou o A-319 ACJ da Presidência?

Ulisses

Eu não sei porque a Boeing é recordista em acidentes aéreos com falhas mecânicas,são os maiores do mundo em aeronáutica e tem tantos Boeings defeituosos.

:)2009

João-Curitiba

Prezado Vassily

Ótima notícia. Até hoje não entendia porque ainda mantinhamos os dois sucatinhas quando a Embraer possui um produto “equivalente”. E concordo com o pedido de desconto. Será uma vitrine e tanto para a Embraer. Também defendo que paulatinamente o GTE da FAB vá substituindo seus jatinhos pelos Phenom e Legacy. Pelo menos na aviação civil nós podemos ser 100% nacionais.
Obrigado pelos esclaredimentos e Feliz Natal a você e aos colegas aqui do Blog.

Noel

O GTE ja opera o Legacy.

Noel

Ha, o primeiro, VCL-X, deve estar sendo entregue ate abril/09.

Noel

A noticia confundiu o teste dos novos motores do VLS com o lancamento propriamente dito. O IAE e o responsavel pelo desenvolvimento de foguetes e seus motores, e possui um banco de provas para esses motores.

Nunão

Salvo alguma bombástica evidência em contrário, você está certíssimo, Noel.

Basta comparar o link do Wellington com a notícia que subimos aqui no blog a respeito do teste dos motores:

http://www.aereo.jor.br/?p=1404

[…] entregues em dezembro. O Lineage 1000, jato da categoria ultra-large, recebeu, no final do ano, o Certificado de Tipo da ANAC e da European Aviation Safety Agency (EASA) e o Certificação de Tipo Suplementar (Supplemental […]

Vassily Zaitsev

Nossa, como o interior é luxuoso. O Lula Molusco vai voar no conforto.

Alfredo_Araujo

Droga!!!
Acabei de comprar um Legacy!!!

RL

Pra quem tem condições de comprar uma Ferrari, esta ai o luxo dos ares..ehehe…

MADE in BRAZIL.

Wilson Johann

Velha Embraer de guerra. Dando um show. Em sua área de atuação ela produz os melhores aviões do mundo. A terceira maior do mundo em aviação e um dos grandes orgulhos da indústria nacional.

Abraços!

João-Curitiba

Vassily Zaitsev
A FAB encomendou um desses?

Vassily Zaitsev

João Curitiba,

Dois. E pediu um desconto, alegando que indiretamente, faria propaganda do mesmo frente à futuros interessados.

abraços e feliz natal.

Vassily Zaitsev

João,

Vão substituir os 2 Boing 737-200 em operação. Tb conhecidos como Sucatinhas.

abraços.

Vassily Zaitsev

E tem mais:

A imprensa “maliciosa” já inclusive os apelidou; Aero-lula.

abraços.

gaspar

Vassily,
vc saberia a configuracao dos ” E-Bruni” adiquiridos pela Fab ??
serao so pra transporte vip ??

poderiam ser equipados para ser uma especie de “centro de comando aereo” ?!?!?

Vassily Zaitsev

Gaspar,

” E-Bruni ” ?? vc está se referindo aos Lineage ou o A-319 ACJ da Presidência?

Ulisses

Eu não sei porque a Boeing é recordista em acidentes aéreos com falhas mecânicas,são os maiores do mundo em aeronáutica e tem tantos Boeings defeituosos.

:)2009

João-Curitiba

Prezado Vassily

Ótima notícia. Até hoje não entendia porque ainda mantinhamos os dois sucatinhas quando a Embraer possui um produto “equivalente”. E concordo com o pedido de desconto. Será uma vitrine e tanto para a Embraer. Também defendo que paulatinamente o GTE da FAB vá substituindo seus jatinhos pelos Phenom e Legacy. Pelo menos na aviação civil nós podemos ser 100% nacionais.
Obrigado pelos esclaredimentos e Feliz Natal a você e aos colegas aqui do Blog.

Noel

O GTE ja opera o Legacy.

Noel

Ha, o primeiro, VCL-X, deve estar sendo entregue ate abril/09.

Noel

A noticia confundiu o teste dos novos motores do VLS com o lancamento propriamente dito. O IAE e o responsavel pelo desenvolvimento de foguetes e seus motores, e possui um banco de provas para esses motores.

Nunão

Salvo alguma bombástica evidência em contrário, você está certíssimo, Noel.

Basta comparar o link do Wellington com a notícia que subimos aqui no blog a respeito do teste dos motores:

http://www.aereo.jor.br/?p=1404

[…] entregues em dezembro. O Lineage 1000, jato da categoria ultra-large, recebeu, no final do ano, o Certificado de Tipo da ANAC e da European Aviation Safety Agency (EASA) e o Certificação de Tipo Suplementar (Supplemental […]

Combates Aéreos

Franceses comemoram 100 anos da primeira vitória em combate aéreo

Comemorações realizadas na Base Aérea 113 de Saint-Dizier, que incluíram exibição em voo de caça Rafale, ocorrem no mesmo...
- Advertisement -
- Advertisement -