quinta-feira, maio 6, 2021

Gripen para o Brasil

Array

F-5 suíços: concorrência para substituto pode incluir ofertas de usados

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Fase de vôos de avaliação dos três concorrentes (Eurofighter, Gripen e Rafale) já  terminou

No último dia 2 de dezembro, foi anunciado pela armasuisse que terminou a fase de vôos de avaliação dos três caças que concorrem para substituir parte dos F-5 da Suíca: o Eurofighter da EADS (último a fazer os vôos de avaliação no país), o SAAB Gripen e o Rafale, da Dassault. Cada candidato realizou, durante três semanas, 50 vôos em conjunto com caças F-5 e F-18 da Força Aérea Suíça, incluindo vôos noturnos e supersônicos. 

Porém, comenta-se que a armasuisse (a agência governamental responsável pelas compras de defesa da Suíça), poderá aceitar também ofertas de aeronaves usadas na concorrência. As ofertas seriam avaliadas pelos mesmos critérios que estão sendo utilizados nas propostas de aeronaves novas, embora a agência esclareça que vê mais sentido na compra de aeronaves novas. Não se deve esquecer, contudo, que o orçamento disponível para a compra é de aproximadamente 2 bilhões de dólares, o que pode limitar bastante o número de aeronaves novas a serem adquiridas.

Com essa opção de usados levantada, podem ser avaliadas ofertas de F-18 C/D para complementar os Hornets já empregados pela Força Aérea da Suíca (foto ao lado). Propostas de aeronaves Gripen usadas e, por incrível que possa parecer, até de Eurofighters também podem ser ofertadas. Quanto ao último, especula-se que clientes do Thyphon, necessitando cancelar entregas da versão 3 do caça, estejam buscando fugir de multas contratuais, através da conquista de um cliente de re-exportação.

O próximo passo da concorrência (chamada de Partial Tiger Replacement, pois visa substituir apenas 3 dos 5 esquadrões suíços de F-5) deverá ser o convite, em janeiro de 2009, para que os três concorrentes submetam à armasuisse as suas segundas ofertas. Um relatório de avaliação deverá ser apresentado pela agência em maio de 2009 e, em abril, espera-se que o vencedor dos três concorrentes seja anunciado. Isso se nenhuma oferta de usados parecer mais atrativa…

Fontes: armasuisseDID e Aviation Week / Ares

- Advertisement -

90 Comments

Subscribe
Notify of
guest
90 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Flavio Santana

Os bicudos suiços além de muito bonitos (gosto desse padrão de cor) tbm são muito bem cuidados.
E sou da opinião que a FAB deveria comprar o maior número possível de F-5`s em bom estado, adequar ao padrão F-5M e usa-los como LOW do FX-2.

Wilson Johann

E pegaríamos um bom preço por eles. Parece que a coisa por lá não anda muito boa. Esse negócio de “usados” parece efeito da crise monetária internacional. Eles devem estar precisando fazer “caixa” urgentemente. Que tal uns 3 milhões por cada um – não tá de bom tamanho?

Abraços!

Almeida

A grande questao é: e a vida util restante dessas celulas? As vezes o usado e barato sai caro.

Se é pra economizar, manda trazer 36 Gripens NG novos e o resto usado.

Almeida

OBS: linda foto do F-5, parabens ao blog!

Tiago Jeronimo

O Brasil realmente deveria comprar os F-5s suiços, já que modernizou, quanto mais melhor, e acaba saindo mais barato a cada nova célula modernizada 🙂

Brasileiro

O Brasil deveria aquirir os F-5 pois a nossa liderança ja era mesmo
então devemos pelo menos manter uma força que ofereça o minimo de resistencia a um ataque estrangeiro

gaspar

os F5 que o Brasil comprou da Jordania nao serao atualizados em nada… dizem que as celulas estao novas e os avionicos sao modernos…
entao, acho que que se o Brasil vier a adquirir os F5 da Suica os mesmos nao serao atualizados…

Walderson

É o que eu falo.
O pessoal reclama de tudo que o Brasil faz. Reclamaram muito da próxima fase do FX-2 terminar em fevereiro/2009. Na Suiça, vão emitir um relatório de avaliação em maio do mesmo ano. E fevereiro tá logo aí. Fala sério.
Um abraço a todos.

Fábio Max

Dizem que os F-5 suiços são tão bem conservados que dão a impressão que foram montados semana passada.

Mas o que eu quero comentar é que a doutrina de neutralidade suiça implica ter forças armadas MUITO preparadas e bem equipadas, e eles levam à risca!

gaspar

por que sera que o Brasil nao testou os 3 finalistas ??? sera que nao ha necessidade ???

Nunão

Esse reequipamento parcial (e que, pela verba disponível, deverá ser bastante limitado) da Força Aérea Suíça sofre grande oposição no parlamento, e um dos pontos levantados como bandeira, além das verbas, é a questão ambiental-turística: que jatos poluem a atmosfera, que fazem barulho demais, que atrapalham o turismo com suas manobras, que por isso mesmo não têm espaço decente para praticar e assim não se justificam e por aí vai. O problema é que a frota deles vem diminuindo e, apesar da considerável frota de F-5 (dezenas deles montados localmente), os suíços não se interessaram por programas de upgrade. O… Read more »

Nunão

Esqueci de complementar: os F-5 suíços alugados pela Áustria já foram devolvidos (não lembro mais se foi no ano passado ou no meio desse ano), com a chegada de mais Eurofighters.

Invincible

Meu… na boa! Pra que a Suíça quer aviões da caça???

Nenhum país no mundo sonharia em atacar a Suiça. Ninguém tocou neles durante dois conflitos mundiais. Eles não fazem parte da OTAN nem da UE. Todo mundo guarda dinheiro por lá!

Sei lá! Se eles ainda fossem vizinhos do Chavito.

PS: Alguém aposto no que o Lulito vai fazer quando o pessoal da ALBA anunciar o calote no Brasil?

Fábio Max

Invincible, Pouco antes da 2ª guerra, um general alemão conversava com um suiço, que lhe explicou que seu exército tinha 100 mil homens muito bem treinados. Daí o alemão perguntou: – E se eu invadir o seu país com duas divisões e 200 mil homens. O general suiço respondeu: – Simples, cada um de meus soldados dará dois tiros. O que mantém a suiça neutra a despeito de todas as guerras continentais, é o fato de que atacá-la implica em perdas enormes de pessoal e material com o benefício de um país muito pequeno e estrategicamente não tão interessante, justamente… Read more »

Pedro

Olha lá uma ótima compra de ocasião!
Quantos aviões serão colocados à disposição??

Francisco AMX

Mais F-5 para o Brasil??? oh God! adoro os bicudos, mas não existe mais espaço para eles numa força moderna…

welington

Fabio Max a historia esta um pouco destorcida, mas a intenção e o que vale, a Suíça sempre se manteve neutra nos conflitos mundiais, e como esta entre Alemanha, frança, Itália e Áustria suas terras sempre foram alvo de cobiça, então todos os cidadãos (homens em condições de combate) daquela nação eram soldados, se algum país pensasse em atacar a suíça teria muitas perdas pois iria lutar contra a polução como um todo que conhece muito bem o terreno alem de ser muito bem armada(ao cumprir o serviço militar obrigatório todo praça recebe um fuzil Stgw.90 e os oficiais recebem… Read more »

Fábio Max

Welington,

Acredito que a versão mais correta do “causo” é a sua, mas de qualquer modo, o que fica bem demonstrado é que a Suiça leva a sério a questão da dissuasão, razão pela qual centenas de anos (ao que consta) não foi invadida.

welington

com certeza fabio em nenhum momento quis desmereçer sua versão so que esta historia é contada por muitos e pode sofrer algumas alteraçoes é super normal.
Um abraço meu amigo.
Vejam essa matéria!
http://www.defesanet.com.br/missao/py/ve_10dez08.htm
Se houve qualquer tipo de retaliação (que se finalize em morte) contra nossos cidadãos brasileiros o governo tem que tomar providências enérgicas e serei o primeiro a ir defender nossos cidadãos.

Ducca

As informações repassadas pelo Invincible e pelo Fábio Max explicam o porquê da ótima qualidade em que se encontram os F-5 Suíços. Um forte abraço.

Rodrigo Rauta

Perei gente…mais f-5!!!
Daqui a dez anos os nossosvão estarão começando a dar baixa…

marujo

Devemos economizar os recursos que seriam gastos com a compra de mais F-5 para aplicá-los em mais unidades do FX-2 ou em avião mais novo (Mirage 2000 KM-5, por exemplo)até a chegada dos aviões novos.

Fábio Max

O Brasil já tenou comprar F5 suiços, que acabaram indo para o México. Aliás, a Suiça tem um plano de desativação gradual destas aeronaves, razão pela qual volta e meia colocam algumas em disponibilidade.

Francisco AMX

Fabio e Wellington, bonitinho o “conto”, porém, e principalmente hoje, a suiça não teria como reagir a um ataque de forças modernas como a Alemanha por ex. Na WWII se a Alemanha tivesse a pretençaõ de Saquear a Suiça, com suas reservas, teria feito! de forma muito mais fácil do que contra seus maiores adversários. Este conto é bem romântico, mas tem pouco a ver contra uma investida de uma potência. Lembrem-se que se cada cidadão Suiço pegar em armas ele se torna um soldado! certo? pois é! segundo me cosnta a maioria terá patentes neste belicoso. Isto, de certa… Read more »

Aluisio

Francisco:
Me explique como diabos a Blitzkrieg iria funcionar num país formado principalmente de montanhas como a Suiça ;]
Se os alemães atacassem a Suiça só iam se meter num Afeganistão alpino…

TheSpiritofStLouis

Os suíços sabem voar os F-5s. O pessoal da FAB poderia fazer um curso com eles rsss

Invincible

A Suíça nunca foi atacada por um simples motivo: Eles concentram as instituições financeiras do mundo. Eles são um campo neutro. Tudo bem que cada cidadão tem uma arma, mas isso não impediria ninguém de atacá-los. Eles não foram atacados na II GM por que tanto os alemães quanto os alidos precisavam da Suíça Neutra. Mesmo em uma Guerra Irrestrita você não pode extinguir todos os canais diplomáticos. Não esqueçam que a II GM não foi planejada para tomar aquelas proporções.
Outro ponto importante é o fato de que países neutros são locais férteis para a espionagem.

Francisco AMX

Aluisio, tu deve estar falando de WWII já que citou a Blitz! acho que o amigo deve ler mais sobre a mesma…, a Alemanha Nazista não teria nenhuma dificuldade extra ao leste ou na africa, contra o pequeno e desequipado exército suiço. Não sou eu que digo isso, é a história. Para seu conhecimento as montanhas que formam a Suiça e Austria também servem a Alemanha, onde, na WWII os Alemães treinaram exaustivamente e mostraram isso nos Alpes Italianos. Aconselho ao amigo ler mais um pouco WWII, será interessante. Se fosse hoje, seria mais difícil, mas seria…. Leia as palavras… Read more »

MHenrique

Não sei porque mas todo F-5E Suiço fica muito bonito nas fotos… acho que é a paisagem que é espetacular.

Wolfpack

Perguntinha rápida de quem chegou agora na conversa.
Uma vez que a Suíça opera os F/A18E, porque nesta licitação, concorrência deles não aparece os F18E/F Super Hornet?
Alguém sabe a resposta? Acredito que nenhum Americano está na ocncorrência correto?

Nunão

Wolfpack, a Suíça não opera os E (acredito que vc tenha digitado errado), mas os C/D.

Mas sua pergunta faz todo sentido. O que aconteceu é que a Boeing desistiu de concorrer depois de analisar os requisitos / valores.

Francisco AMX

Como assim Nunão!? o Typhoon não tá concorrendo? nem em sonho um F-18E/F pode custar mais que um Typhoon! nada justifica…se falarmos de caça para caça. E Se for requisitos diferrentes de valores o que poderia ser?? haja visto a Suiça não está interessada em transferencia de tecnologia, acho, e se for? a Boeing não quer ou não vai passar tecnologia? e o Brasil??? o F-18 ficou no FX-2 pq vai repassar tecnologia! mas parece que deixaram os USA escolher se vão ou não! piada…. se não fosse trágico! Quero ver se os defensores da FAB/MD vão falar alguma coisa… Read more »

Wolfpack

Nunão obrigado pela correção… A Austrália outra operadora do F/A18 está indo para o F35, e preenche somente um vazio em suas forças com o F18E/F agora a Suíça. Somente a US Navy, que têm sempre uma visão diferente das demais Forças Americanas, optou pelo F18E/F. Estranho.
Alguém sabe de alguma outra concorrência que o F18E/F participou?

Francisco AMX

Não pode ser decepção pelo vetor (F-18C/D) ou pelo jeito USA de negociar? ou por achar que o F-18 não irá perdurar pelo prazo que o BOBgower diz….é, tem fumaça ae 🙂

Jorge

Acho que os Suiços partem das seguintes premissas:

1. Não somos nós que escolhemos os nossos inimigos, mas eles é que nos escolhem.

2. Quer ter certeza de ser agredido? Seja ou pareça um fraco!

Qualquer governo agressor sabendo que vai ter dura resistencia, passa a achar uma boa idéia usar a diplomacia.

Mesmo que temporariamente!

WAR

Boa noite pessoal! Só pra lembrar: 200.000 homens são 10 a 20 divisões, dependendo do país. Certo?

nunao

Francisco, só coloquei aqui o fato da Boeing ter desistido de concorrer após analisar o orçamento / requisitos etc (o que foi noticiado na mídia especializada), nada mais. De qualquer forma, concordo que o fato não deixa de ser motivo para levantar questões, numa concorrência de um país que já opera F-18 de versão anterior.

Agora, se a EADS manteve o Eurofighter mesmo em vista do orçamento apertado, tanto ela quanto a Boeing devem ter seus motivos, uma pra ficar outra pra pular fora…

ÃJS

Há alguns anos, li uma matéria, na qual constava que todas as instalações com algum interesse estratégico na Suiça, era minada, para o caso de alguma invasão.

Tiago Jeronimo

Existiu um plano alemão para invadir a Suiça que acabou não sendo levado a cabo, o plano se chamava “Operation Tannenbaum”.

camarada

Os F5 suiços seriam mais uma opção para o Brasil até a chegada do FX2?Montar mais esquadrões de caça no Norte e Nordeste brasileiro?Sobre a Suiça,O Exército XXI é a mais radical transformação da defesa suíça desde a Segunda Guerra Mundial. Concepção militar moderna exige unidades de luta mais flexíveis, dinâmicas e móveis. Divisões estão se transformando em brigadas e muitas formações estáticas estão sendo reagrupadas. A drástica redução significa que a Suíça acumula um gigantesco arsenal, petrechos que na maioria tenta vender. Desse modo, os caças F-5E foram vendidos de volta aos Estados Unidos, enquanto que os tanques de… Read more »

welington

O motivo de a Boeing ter saído da disputa foi por que a suíça daria preferência a um caça europeu.

welington

Alide: A Suíça recentemente descartou o Super Hornet da concorrência para substituir seus veteranos Northrop F-5E. O que ocorreu neste caso? Bob Gower: Na realidade, a coisa não foi bem assim. Nós mesmos decidimos por não continuar no processo porque os requerimentos técnicos exigidos apontavam para um nicho abaixo do mercado-alvo do F-18E/F. Os suíços, na realidade, até desejavam que continuássemos na concorrência, mas, eles não estavam no mercado visando adquirir o “melhor caça disponível”, queriam apenas um novo caça leve para substituir seus F-5E. O F-18 E/F não é nem o 5º melhor caça disponível. Na realidade a suíça… Read more »

Wolfpack

Existem muitas lendas sobre a Suíça. Acredito ser somente lendas…
A Suíça somente não foi anexada a Alemanha porque não existiu a necessidade disso, e só… Podem criart as lendas que forem que não vai funcionar. Imagine um Estado entre a Alemanha e a Itália, no caos dos anos 30. Os Alemães tinham livre acesso e passagem e ainda dispunham dos cofres dos Bancos Suiças para guardar o ouro saqueado em suas expansão. O mesmo aconteceu com a Suécia que também não se alinhou com niguém, mas sua máquina industrial veladamente supria as forças Alemãs.

Francisco AMX

Boa Wolf!

[…] Para mais detalhes sobre a concorrência suíça e sobre como foram realizadas as avaliações dos caças, inclusive com informações sobre a possibilidade de ofertas de aeronaves usadas, clique aqui. […]

Flavio Santana

Os bicudos suiços além de muito bonitos (gosto desse padrão de cor) tbm são muito bem cuidados.
E sou da opinião que a FAB deveria comprar o maior número possível de F-5`s em bom estado, adequar ao padrão F-5M e usa-los como LOW do FX-2.

Wilson Johann

E pegaríamos um bom preço por eles. Parece que a coisa por lá não anda muito boa. Esse negócio de “usados” parece efeito da crise monetária internacional. Eles devem estar precisando fazer “caixa” urgentemente. Que tal uns 3 milhões por cada um – não tá de bom tamanho?

Abraços!

Almeida

A grande questao é: e a vida util restante dessas celulas? As vezes o usado e barato sai caro.

Se é pra economizar, manda trazer 36 Gripens NG novos e o resto usado.

Almeida

OBS: linda foto do F-5, parabens ao blog!

Tiago Jeronimo

O Brasil realmente deveria comprar os F-5s suiços, já que modernizou, quanto mais melhor, e acaba saindo mais barato a cada nova célula modernizada 🙂

Reportagens especiais

Apresentação do Gripen E na Suécia: por hoje, vamos de maquete

Amanhã, mostraremos o avião de verdade, o protótipo 39-8 da nova geração do caça da Saab - Fernando "Nunão" De Martini Por volta...
- Advertisement -
- Advertisement -