Home Sistemas de Armas 2009: o ano do Gripen?

2009: o ano do Gripen?

1671
125

Nos próximos 18 meses o Brasil, a Croácia, Dinamarca, Índia, Holanda, Noruega, Romênia e Suíça farão a seleção final das suas competições de caças, num total de 523 aeronaves, num valor que pode chegar a US$ 40 bilhões. Será um período decisivo para definir o futuro do mercado global de caças.
As concorrências nos 8 países têm em comum a presença do caça sueco Saab Gripen, que até agora  conseguiu aumentar, de forma limitada, sua presença no mercado de exportação, com a venda de 60 aeronaves: República Tcheca (14 aeronaves), Hungria (14), África do Sul (26) e Tailândia (6).
A Saab espera poder aumentar esses números significativamente nos próximos 18 meses.
Uma das razões é que ela está oferecendo um Gripen melhorado, o Gripen NG (Next Generation), que incorpora uma série de aperfeiçoamentos em relação ao bem-sucedido Gripen C/D.
Entre os avanços estão um radar AESA desenvolvido em conjunto com a Thales, motor mais potente General Electric F-414G, que proporciona maior peso de decolagem, aviônica melhorada e alcance maior.
Outro grande trunfo do Gripen é o seu custo de aquisição e de operação. Bob Kemp, diretor de marketing e vendas da Gripen International, disse que o Gripen NG, na concorrência da Holanda que compreende uma frota de 85 aeronaves, custa 6 bilhões de euros (US$7,6 bilhões) menos que o F-35, em termos de ciclo de vida, num período de 30 anos. O custo por unidade situa-se entre US$ 50 e 60 milhões. Como comparação, o custo do F-35 e do F/A-18E/F, no ano fiscal 2009, é de US$ 83,1 e US$ 82,7 milhões, respectivamente.

FONTE: Jane’s

Subscribe
Notify of
guest
125 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nunão
Nunão
11 anos atrás

A única coisa que não gosto é a posição da sonda de reabastecimento. De resto, um belíssimo design, como já tinha escrito no tópico do F-5 antes de aparecer este aqui.

Pra mim o Gripen é o que tem mais possibilidades de um dia vir a ser operado, pela FAB, em quantidade maior do que os 36 caças planejados para o início desse programa F-X2.

aircombat
11 anos atrás

Deveriamos fabrica-lo sob lisença, pois em epoca de crise global e o Brasil sempre priorizando outras coisas esse seria um excelente caça !!!

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Não sei se 2009 será o ano do Gripen, mas que certamente ele ganhará várias dessas concorrências em que está participando, disso não tenho muitas dúvidas. Até porque, por ser um caça “leve”, com uma só turbina, e relativamente barato, cai como uma luva para países pequenos em termos de território, como a Holanda, a Dinamarca, a Croácia etc. A dúvida, e acho eu o “grande desafio” do Gripen, será vencer na Ìndia e no Brasil, vamos aguardar. Mas que o Gripen é um belo de um avião, isso ele é… Se pudéssemos fazer um mix de Gripen, para substituir… Read more »

Nunão
Nunão
11 anos atrás

Hornet, eu já achava que a autonomia e capacidade de armas do Gripen C era mais do que adequado para a FAB – muito superior aos supersônicos que tínhamos em linha à época do FX, os Mirage III e F-5, e comparável ao nosso atual supersônico de melhor desempenho aerodinâmico, o F2000. E com o aumento da autonomia e da capacidade do NG, eu sinceramente vejo ainda menos necessidade de se pensar como imperativo, numa eventual escolha do Gripen, um mix com algum modelo maior. O Gripen sempre foi “hi”, na minha visão. Em qualquer dos três concorrentes, o lado… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Nunão, também acho o desempenho, autonomia e capacidade de carregar armas do Gripen infinitamente superior a tudo o que temos hoje na FAB. Eu só pensei num mix Hi-Low, incluindo o Gripen e o Rafale, por serem esses (junto com o SH) que estão no FX-2. E nesse sentido, e apenas nesse, que acharia interessante termos a dupla Gripen/Rafale. Eu também já postei aqui, em outras ocasiões, que não me agrada essa história de termos um único vetor, mesmo que isso só acorra no ano 2050…e acho que seria sensato por parte da FAB pensar no FX-2 (seja lá qual… Read more »

Joao
Joao
11 anos atrás

No meu blog,o Grippen esta em terceiro lugar…vote por ele. http://defensesystemsbrasil.blogspot.com/

Vassily Zaitsev
Vassily Zaitsev
11 anos atrás

João,

Visitei o teu blog e curti o fomato, mas o fundo de tela preto com as letras azuis fica difícil até de ler. Troca a cor do pano de fundo que fica bem melhor.

abraços

paulo costa
paulo costa
11 anos atrás

Com o Gripen NG,novo radar aesa,nova turbina com 20% a mais
de potencia,e aumento interno de combustivel com mais 40% ,
com o reposicionamento do trem de pouso,o Gripen se ja era
bom, ficou ainda melhor,com mais chances de sucesso
no mercado internacional.

welington
welington
11 anos atrás

O Gripen tem grandes chances de ganhar as concorrências nos países Europeus, porem, acho que no Brasil e na índia países de dimensões continentais, ele não ganhara, pois suas tecnologias sensíveis são fabricadas pelos EUA, frança, Inglaterra, os EUA e a Inglaterra, não transferem tecnologia então suas chances diminuem siguinificadamente, ele tinha um pequeno alcance na versão C/D porem na E/F(NG) ele tem um alcance maior que o do Rafale e isto e um ponto forte a favor do mesmo, alem de possuir capacidade supercruise o que o Rafall também não tem e alem de ser monomotor e ter uma… Read more »

Mauricio R.
Mauricio R.
11 anos atrás

Nem hi e nem lo, somente o Gripen NG já dá conta do recado em atualizar a FAB.

Manfred Von Richthofen
Manfred Von Richthofen
11 anos atrás

Vai dar Gripen no FX-2. Qualquer outro avião vai ser burrice, já que não temos e não teremos dinheiro sobrando na FAB.
Sempre faltou $$$ pra comprar combustível, pneu de avião e até filme para as câmeras de combate.
Não é possível que vão escolher um avião que custa US$ 100 milhões e que nunca foi comprado por outro país.

Nunão
Nunão
11 anos atrás

Caro Manfred, Deus te ouça.

E que te ouça também o ex-colega de academia daquele cara que compartilha esse seu “Von”, o Ronnie Von. E o chefe dele também, é claro.

Zorann
11 anos atrás

Eu já defendi inúmeras vezes que o Gripen NG é a melhor opção para a FAB. -Menores custos de aquisição/manutenção ( possibilitando a FAB adquirir a quantidade pretendida de aeronaves ) -Menores custos de operação -Radar AESA -Maior mix de armamentos já integrados à aeronave. -Monomotor -Confiabilidade -Míssel A-Darter com integração já contratada -África do Sul já encomendou a aeronave -Parceria já existente entre Embraer e Ericsson no R-99 (Ericsson também participa do programa Gripen NG) Com todos esses requisitos acredito numa vitória fácil do Gripen NG. Isso só não ocorrerá se intervenções políticas ( que são as mais temíveis… Read more »

rodrigo rauta
rodrigo rauta
11 anos atrás

Eu tb gosto muito do Gripen,apesar de prefir o Su-35MB ( sim , sou viuva do sukhoi!!) e dentro do F-X2 achar q vai dar Rafale, acho que o Gripen e do “numero” do Brasil, Veloz, agil , capacidade de desenvolvimento, avionica de ponta, armamento idem, ou seja um poderoso caça e que cabe melhor no nosso bolso que os outros dois.Acho que num pais que sempre teve problemas com orçamentos e manutenção de equipamentos , um caça que tem um custo operacional menor e sempre uma boa ideia, principalmente se esse avião for de primeira linha como é o… Read more »

Francisco M. Xavier
Francisco M. Xavier
11 anos atrás

sei não, este avião me parece um tanto frágil…, e pequeno! vamos ver….

Zorann
11 anos atrás

Já disse escrevo: O Gripen NG já venceu!!

welington
welington
11 anos atrás

Gente como pau que bate em Chico também bate em Francisco a manutenção do Gripen é cara, ela é menor do que as dos outros concorrentes porque é monomotor, porem a manutenção do Rafall é iper cara e super complicada o F-18 fica na media dos dois em termos de custos de manutenção (pois é bi reator) um caça mono reator tem melhor custo de manutenção porem tem menor desempenho e menos persistência e resistência no combate, o melhor para um país onde se desvia varias verbas e não sobra nada para defesa seria 36 SU-35 BM e 100 JAS… Read more »

Wolfpack
Wolfpack
11 anos atrás

Parabéns pelas reportagens de hoje, foram demais. Belas fotos do Gripen. Já escrevi neste Blog e reafirmo que a FAB está condizindo de maneira exemplar o FX2, torcemos para que este não venha a sofrer cortes. Notem que a disposição do manete de comando do Gripen e F18 E/F coincindem com a posição padrão central. Somente o Rafale adota a posição lateral, todos Fly by Wire, e esta disposição a F16 deve melhorar o acesso/visão dos displays centrais. Ainda confio na vitória do Dassault Rafale, seguido de perto pelo F18 E/F e correndo por fora e sempre bem cotado o… Read more »

kaleu
kaleu
11 anos atrás

Pessoal, pela comunidade de equipamentos e armas, o q acham da distribuição dos 120 caçadores da FAB, utilizando a filosofia HI / LOW com 36 F-18 E/F (hi)e 84 Gripen NG (LOW)?

Poder de disuasão RESPEITAVEL o q acham ?

abraços
Kaleu

Almeida
Almeida
11 anos atrás

Discordo sobre o armamento citado pelo Wolfpack. O Gripen NG pode usar tanto AMRAAMs quanto MICAs, como tambem Derbys e Meteors para BVR. Para WVR ele pode usar tanto o Sidewinder quanto os Python, A-darter, Iris-T e por ai vai. Liberdade de escolha total ao inves de fica amarrado a um pais, como vc pareceu induzir nos se post.

jean
jean
11 anos atrás

Boa noite. Senhores! No primeiro FX ele já tinha demonstrado ser um excelente vetor que dentro de uma certa doutrina, mas eu na época achava que o “finado” seria a melhor escolha dentro das necessidades da FAB, hoje neste novo FX, e como tão bem salientarão, Manfred Von Richthofen, Hornet, Nunão; sem contar que ele é muito eclético quanto armamento, e as melhorias que foram acrescentadas fazem com que ele seja a melhor opção não só para a FAB, mas para uma grande quantidade de países que necessitam modernizar sua forças com um vetor de baixo custo operacional racionalizando os… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Como eu sempre penso em parcerias estratégicas e desenvolvimento de tecnologias de Defesa no Brasil antes de qualquer outra coisa, creio que um jeito bom de o Gripen ser o vencedor do FX-2 seria a Saab/Suécia propor um desenvolvimento em conjunto com a FAB/Embraer do tal projeto “Stealth Gripen”, parceria essa que a Saab ofereceu para a Coréia do Sul (se é que isso não passa de uma lenda, não sei!)… Quem sabe não dispensamos o PAK-FA russo para entrar num programa stealth com os suécos? Tudo pode acontecer, quem é que sabe?…como nós apenas discutimos possibilidades aqui no blog… Read more »

marcandrey
marcandrey
11 anos atrás

Concordo com o Francisco MX, para mim o cacinha sueco me parece muito frágil, pequeno e perneta para um país como o BRASIL!

Nelson Lima
Nelson Lima
11 anos atrás

Com qualquer um dos 3 estaremos muito bem!

Sergio
Sergio
11 anos atrás

Continuando nas divagações do grande “Hornet”… penso que outra possibilidade que daria um gaz nas negociações a favor do GripenNG seria uma negociação tringulada com a Africa do Sul, país que ja é parceiro em alguns projetos, bastante para isso a SAAB oferecer uma parceria futura de desenvolvimento de um caça de 5ª geração, com o Brasil e Africa do Sul. Neste caso eles teriam grande chance de levar.
Mas penso tbem que estaremos bem servidos, seja qual for o caça vencedor.

Pedro
Pedro
11 anos atrás

Hornet, esse caça novo “stealth gripen” seria bi reator então???
Pelas projeções que você trouxe parece um mix do que se viu nas projeções do PAK-FA com o F 22.

Corsario-DF
Corsario-DF
11 anos atrás

Hornet, você tá fumando demais rapaz!!!

Mas mesmo assim eu te apoio, sem dúvida alguma seria mais interessante. Eu sinceramente acho que qualquer um que vier é muito melhor do que temos, mas acho que o Grippen leva vantagem por ser monomotor e ter uma possibilidade muito grande de inserir armamentos de diversas origens. Mas eu não arredo o pé e sou declarado viúva do Flanker. Mas se no futuro vier o “Grippen Sthealth” já está mais do que bom, eu tô até fazendo lobby para comprarmos uns Fokker Dr.I para servir de “gap”… rsrsrsrsrsrsrsrs.

Sds.

Vassily Zaitsev
Vassily Zaitsev
11 anos atrás

Hornet,

Se continuar desse jeito, não vou entregar aquela bomba na tua mão não.

Vai que tu resolve “dá uma fumadinha” perto dela.. rs,rs,rs.

Almeida, dia 17 0:08,

Bravo! Bravo! Bravo!

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Corsário, kkkk…não uso drogas. Só assisto televisão de vez em quando, o que pra mim já é o suficiente…hehehe Amigos, ninguém sabe direito como será esse futuro Gripen, e nem mesmo se ele vingará, embora a SAAB tenha algumas projeções dele, como eu mostrei nos links que postei. O que eu quis argumentar, e sempre argumento isso, é que a FAB tem duas possibilidades para o FX-2: a)Comprar um caça de quarta geração pensando apenas no caça, se equipar, mas continuar a ter o problema de dependência tecnológica no futuro…e a cada ciclo de vida de um caça volta toda… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Vassily,

hehehe…boa!

abraços

Almeida
Almeida
11 anos atrás

Hornet sempre trazendo info de qualidade e primeira mao aqui pra gente! Parabens! So tenho uma coisa a adicionar aos seus comentarios: a SAAB, junto com a Dassault, eh parceira de tier 1 no programa nEUROn. Fazendo parceria com qualquer uma das duas estaremos em posicao de entrar tambem no maior projeto de UCAV europeu. Ate me causou estranheza ver o Gripen Stealth no seu comentario, so acredito porque parece um documento oficial da SAAB! Achei que eles fossem pular a 5a geracao direto pros UCAVs, como a Franca parece fazer. Com estas novas informacoes nao tenho duvidas: Gripen NG… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Caro Almeida, os links do “Gripen Stealth” (ou Stealth Gripen, melhor dizendo) eu peguei na própria SAAB, e como se vê é apenas um esboço. Muita coisa pode mudar no projeto. O que se sabe a respeito dele, é que esse projeto de parceria foi oferecido pelos suécos para a Coréia do Sul, que parece que ainda está estudando a proposta. O projeto, conforme suas observações, talvez vise um futuro caça de quinta geração para a Coreia do Sul de repente, e a suécia talvez fique com os UAVs apenas…quem sabe? De qualquer modo, o Brasil precisava entrar nisso e… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás

UAV, não…UCAV…falha nossa!!!

dumont
dumont
11 anos atrás

Olá Blogueiros, vou acrescentar um item não mencionado nas lista de armas do gripen que considero da maior importância, o METEOR, acho que com ele passaríamos a jogar realmente duro na arena BVR. Com relação a futuro, acho que a estória de 120 caças é ilusão (infelizmente), alias acho que com 2.2 bi de verdinhas não dá pra comprar 36 fx2… vamos ver se pagamos mais ou se compramos menos. Por fim queria, mui gentilmente, discordar do colega welington; não acho que o fato de ser monomotor prejudique a performance de um caça, de fato o que conta é a… Read more »

gerson
gerson
11 anos atrás

to começando achar que pelo preço o gripen leva o fx2

Zorann
11 anos atrás

O FX-2 será o Gripen. Tá na cara!!

LeoPaiva
LeoPaiva
11 anos atrás

Hornet, Você é uma carreta carregada de sabedoria, uma Kombi lotada de inteligência, um verdadeiro Antonov de conhecimentos. rs rs. Acabo de concluir que o Gripen NG é realmente a melhor opção, eu relutei bastante por conta das desvantagens dele em ter muita tecnologia americana e européia, o que dificulta o repasse para terceiros, e de não ter uma versão embarcada, mas, tirando essas desvantagens, o Gripen é o que mais se adéqua ao nosso orçamento, bem como por ter um bom leque de armas já incorporadas e a incorporar, além de ter todas as boas características técnicas já citadas… Read more »

Wolfpack
Wolfpack
11 anos atrás

Se a FAB deseja um caça monomotor como o SAAB Gripen, porque não citou o F16 Block 60, a Lockheed Marin não ofertou o F16 Block 60 para o FX2? Ainda acredito que a FAB deseja dar um salto qualitativo em sua força, e isso só é proporcionado pelos caças F18 E/F e Dassault Rafale. O que me deixa com um pé atrás é o seguinte. Quando se desenvolve algo, seja ele um palito de fósforo ou um Míssil Intercontinental, têm-se que levar em consideração os requisitos para que este projeto cumpra o que foi proposto. O SAAB Gripen foi… Read more »

Pinchas Landisbergis
Pinchas Landisbergis
11 anos atrás

Já que não pode ser o Sukoi, sou favorável a este “Viking”
pelo custo -beneficio , horas de voo etc. Nas mãos dos pilotos da FAB vão dar o que falar , com certeza.

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Vou lançar um dilema: Será que a EMBRAER, com a tecnologia que dentem hoje, depois de ter construido o AMX, junto aos Israelenses -mestres na arte de sistemas de armas e de aviônica avançada – desenvolver um caça do tipo do gripen, que, para mim, não tem nada de especial em termos aeronáuticos, ele é um belo exemplo do Frankstain que deu certo! e acho que se realmente o Governo e a EMBRAER quiserem, pode ser feito um projeto nos mesmos moldes, Fuselagem da EMBRAER, motor GE, Sitemas Israelenses, Radar Thales….etc.etc.. A Suécia, apesar da tecnologia, não é independente para… Read more »

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Gostei do teu post Wolfpack, vi que também és um que não esqueceu do melhor (no sentido amplo do que tem que ser um vetor) caça a combustão de todos os tempos, queiram ou não, o F-16 é o rei da cocada preta! e agora na versão B60, com radar AESA, e sistemas de controe do vôo, mais avançados que o F-18E/F, somados a uma manobrabilidade muito superior ao F-18 e capacidade de carga quase igual, viria a ser mais um grande representante dos americanos. Não sei pq a FAB solicitou apenas um avião de cada país concorrente! isto só… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás

[Você é uma carreta carregada de sabedoria, uma Kombi lotada de inteligência, um verdadeiro Antonov de conhecimentos. rs rs.] Amigo Leo Paiva, pena que meu chefe não pense assim….kkkkkk Mas falando sério, só conjecturei algumas das possibilidades do Gripen ser o vencedor, e o que mais poderíamos ganhar com isso, além do caça é claro… mas ainda acho que quem vai levar será o Rafale, e não vejo isso como uma alternativa ruim…pela possibilidade de parceria estratégica com a França…só que é pura “palpitologia”, certeza só teremos quando a FAB anunciar o vencedor, até lá… mas vamos ver que bicho… Read more »

Francisco M. Xavier
Francisco M. Xavier
11 anos atrás

Uma pergunta aos amigos: se vc fosse um piloto de caça, em uma guerra, hipotética, com forças equilibradas, em uma topografia como a da região sul do Brasil, por ex, e seu inimigo possuísse em sua ponta de lança o F-18E/F, ambos os lados com auxílio do R-99, qual vetor vc escolheria, entre Gripen NG e F-16B60? ambos armados com Sidewinder AIM-9X, AMRAM além do canhão (Vulcan no caso do F-16), e não se esqueçam do caos tático que, normalmente acontece nos exercícios reais, com muitas contra-medidas, e que muitas vezes os pilotos acabam percebendo e localizando o inimigo no… Read more »

Baschera
Baschera
11 anos atrás

Francisco, Sua idéia, do post mais acima, é boa e com certeza já foi “pensada” pela Embraer, o MD ou sei lá por mais quem…. mas decorre aí um problema fatal : escala de produção. O próprio Gripen, se não obtiver logo novas encomendas, pode sair de produção. Mesmo caso para para o Raptor F-22 da LM. Este é o problema. Sem escala o custo de desenvolver um avião é astronômico e pode ser bancado somente pelos maiores orçamentos. Até as empresas já não dão conta sozinhas, sem um pré compromisso do país operador de encomendas mínimas, para, pelo menos… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Baschera, só pra corroborar com o que vc disse no final do post: o Brasil precisa de um caça com urgência, e a França precisa vender um caça com urgência…além de tudo o que já discutimos aqui, tem mais esse ponto que pode ajudar, ou pode facilitar, a escolha do Rafale… Enfim, continuo com uma certa prudência pra cravar a vitória deste ou daquele, mas acho que o Rafale está na frente desta corrida, e até com uma larga vantagem…mas acho que a corrida não está ganha, ainda pode acontecer algo que modifique tudo…mas se nada de muito extraordinário acontecer,… Read more »

LeoPaiva
LeoPaiva
11 anos atrás

Boas informações Baschera, é sempre bom ter informações de bastidores para complementar nosso raciocínio. Mas, não acredito que esteja tudo acertado dessa forma, naquela ex-colônia francesa africana o Rafale tinha boas chances, mas os americanos viraram a mesa no final e levaram, aqui no Brasil o jornalista especializado Paulo Pedro dava como certa a vitória da Rússia, disse tinha contatos fortes, e no fim, nem classificados para a final os russos foram. Por essas e outras surpresas eu penso que muita água ainda vai rolar.

Sds.

LeoPaiva
LeoPaiva
11 anos atrás

Se não me enganei outra vez o nome correto do jornalista é Pedro Paulo Rezende.

Sds

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Leo Paiva,

também acho que o jogo ainda não está definido…e digo mais, se o MD souber aproveitar o interesse de cada concorrente para jogar a nosso favor, nós podemos fazer um negócio ainda melhor…ou com os franceses mesmo (que parecem ter um certo favoritismo, mas favoritismo nem sempre ganha jogo), ou com os outros concorrentes…

abraços

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Bashera! concordo com vc também, só que estava falando de um vetor de 4 ger,nada de tão espetacular, simplesmente concorrer com a Suécia, nesta linha : )…., já não fizemos assim com o AMX…, claro, estou falando isso para frente, agora precisamos um vetor para ontem! sempre defendi esta idéia! comprem logo! comprem o vetor, 3 motores, 2 radares, 200 pneus, 50milhoes de parafusos…. : )
Abraços
Francisco

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Dae pessoal! ninguém ousou fazer uma escolha entre o F-16B60 e o Gripen NG? lancei um desafio num post mais acima, seus maricas! : ), confundam minha cabeça! plis! Grande abraço!
Francisco