Home Sistemas de Armas “Sou Flankeiro e não desisto nunca”

“Sou Flankeiro e não desisto nunca”

373
84

Homenagem do Blog aos “Flanqueiros” da velha guarda – safra de 1998, pelo menos

Mesmo de licença forçada dos blogs, devido a diversos compromissos profissionais, confesso que não resisti ao lema lançado, em comentários recentes, por uma das chamadas “viúvas do Flanker” que freqüentam o Blog do Poder Aéreo (deixo claro que uso o termo “viúvas do Flanker” de forma carinhosa, não pejorativa. Eu, por exemplo, me considero “viúvo de F-20 Tigershark“).

Para homenagear todos os que sonharam e ainda sonham em ver caças Sukhoi na FAB, achei no baú a foto principal de uma matéria da revista Aero Magazine de julho de 1998, sobre a visita (a primeira da história, segundo a reportagem) de dois caças supersônicos russos a Anápolis, em demonstração oficial para a FAB. O programa FX mal havia iniciado sua fase de RFI (Request for Information), e a Rússia mandou para Anápolis dois modelos da família Flanker, o então chamado Su-37, monoplace apresentado apenas dois anos antes em Farnborough, e o Su-30MK, biplace.  Ambos vieram diretamente do Chile, após se apresentarem na FIDAE 98 e permaneceram de 2 a 7 de abril de 1998 na BAAN.

Na época, o Su-37 era celebrado como o único caça do mundo com vetoração de empuxo. Semanas antes, o JAS39 Gripen e o Dassault Mirage 2000 também haviam se apresentado para a FAB. E lá se vão mais de dez anos…

Voltando ao presente, não vamos esquecer que, na última enquete, a eliminação do Su-35 foi considerada como absurda pela maior parte dos participantes deste Blog. Infelizmente (para os fãs dos Sukhoi) a enquete atual não inclui os Flanker diretamente, mas há sempre uma quarta opção para quem ainda tiver esperanças para sinalizar um “Fora F-X2”! Divirtam-se!

Foto: Cláudio Lucchesi, atual diretor-editor da C&R Editorial, que publica a Revista Asas, em matéria para a edição de julho de 1998 da revista Aero Magazine.

Subscribe
Notify of
guest
84 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Hornet
Hornet
11 anos atrás

A Vovódka tá fazendo um trabalho de bastidores invejável. Tá detonando!

Mas a melhor de todas que ela escreveu foi: é melhor comprar o SU-34, em que os pilotos ficam lada a lado, pois “de ladinho é mais gostoso”…

Essa, pra mim, não tem quem suplanta….kkkkkkkk

abraços a todos e benção a vó

edilson
edilson
11 anos atrás

Tem uma velha louca ai que merecia esta. rsrsrsrs na verdade acho que esta velha louca foi a coisa mais irreverente que apareceu aqui até tenho minhas suspeitas de quem é, mas não estou certo. sóa choq ue nós a conhecemos de longa data e que ela andou sumida nos post… mas estou com ela, o flanker é o flanker e sou viúva também. mas não creio que seja preciso um novo FX, sou bom perdedor e acima de tudo tenho que confiar na FAB embora nada no mundo me tire da cabeça que houve uma pitada de alinhamento político.… Read more »

Baschera
Baschera
11 anos atrás

Eta….. e como “viúva” quando é que vou receber a “pensão” eheim nunão ???

Falando sério, algumas análises recentes desqualificam bastante o SU-30 e seu sucessor o SU-35 na RED FLAG.

Sds.

Nunão
Nunão
11 anos atrás

Baschera, acho que você tem que se cadastrar primeiro, conforme o avião que você se considere “viúva”.

Pelo que já percebi aqui no Blog, além de viúvas de Su-35 tem também viúvas de Mirage 2000-5 do finado F-X, viúvas de Phantom do “FX” que escolheu o Mirage III, e periga até ter viúva de F-86 do “FX” dos Gloster Meteor…

E tem “viúva” de caça que nem saiu do protótipo, como é o meu caso com o F-20.

LeoPaiva
LeoPaiva
11 anos atrás

Senhores, o maior sonho das viúvas do Flanker é que o Medvedev dê uma virada de mesa em dezembro.Esperança é a última que morre.

Eu já disse R.I.P ao Flanker há tempos.

Sds.

Robson br
Robson br
11 anos atrás

Se é viúva é que tem marido morto. Duro vai ser se o FX2 morrer e tivermos mais viúvas. Como único país de lingua portuguesa por aqui, um alinhamento político é inevitável. Hoje, a França será uma melhor parceira na construção naval e aérea. A Embraer ja caminha para uma parceria com a frabricante AIRBUS para substituir a família A320. A rússia esta ficando defasada, principalmente na construção e operação naval. O desenvolvimento tecnológico sempre teve fins comerciais. A eletrônica que foi produzido para a NASA nos primeiros programas espaciais estão aí nas ruas como relógios, computadores portáteis etc. O… Read more »

Bosco
Bosco
11 anos atrás

Perco o amigo mas não a piada.
“de tanto o F-15 enrabar o Flanker de surpresa, resolveram enfiar um radar na traseira dele pra que a ave de rapina parasse de bulinar o coitado” Rsrsrsrs……..
Só volto amanhã.
Fui!

Vassily Zaitsev
Vassily Zaitsev
11 anos atrás

Sou aquele tipo de viúva “esperta”, que era só amores com o SU-35, mas como sabia que ele era só para marcar presença, de vez em quando corria para os braços do F-35, que era mais novo e dava mais “caldo”, se é que me entendem…………………………..

Acabei vendo o SU-35 bater as botas logo no 1º assauto e o F-35, antes mesmo disso acontecer, sumir e nunca mais aparecer. Como consolo, vejo aquele suéco com bons olhos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Mas esse blog tá ficando um negócio esquisito…um tá “paquerando” o suéco, o outro quer o “russo” de volta, tem não sei quem bulinando a traseira de não sei quem….xiiiiiiiiiiii…

Já vou avisando, caso alguém invente de se “apaixonar” pelo Hornet, tenho namorada e não estou a fins de nada…sai fora!!! rs.rs.rs.

abraços a todos

Saulo
Saulo
11 anos atrás

P mim os flankers so servm p fazer graça, e manobras em shows aereos! Só isso!

Vassily Zaitsev
Vassily Zaitsev
11 anos atrás

Oi Hornet!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

vc tb está na parada, sabia?????????????????????? ainda mais quando o negócio é feito em dóllar!!!!!!!!!!!!!

Vassily Zaitsev
Vassily Zaitsev
11 anos atrás

Zoando mais um pouco, dessa vez com o título da matéria.

Nunão, tú és corinthiano?????????????????????????? só pode, pois “sou flankeiro e não desisto nunca” parece mais o lema dos “favelados” da segunda divisão.

“Salve ó tricolor paulista,
Amado clube brasileiro……………….
……………….
……………….

CAMPEÃO BRASILEIRO DE 2008; Libertadoes e Mundial 2009 idem……

WOLFPACK
WOLFPACK
11 anos atrás

Eu queria os Mirages 4000 + os F20 Tigershark nada mais… Operar aeronaves russas na FAB, não sei nem se os russos traduzem os manuais das aeronaves.

Nunão
Nunão
11 anos atrás

Que é isso, Vassily… Até de Flankeiro vc poderia me chamar, mas de corinthiano não! Sou alvinegro, mas do Glorioso Alvinegro Praiano, fujão absoluto da zona de rebaixamento deste ano. Além do mais, o título da matéria não é meu: siga o link do texto que vc vai chegar no Hornet aí de cima. Aí vc aproveita e pergunta pros Flankeiros se eles são corintianos… Se bem que um Flankeiro Corinthiano pelo menos pode dizer que é campeão de alguma coisa, né? Se não deu pra ser do F-X2, pelo menos foi do Brasileirão-X2…

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Vassily,

Eu estou na parada também?!!! Ô loco…tô fora…hehehe

um abraço

ps. Virou bagunça esse post, né não? Mas tá bão, vamo que vamo…

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Como isso aqui virou a Gazeta Esportiva, deixa eu avisar que também não sou corintiano, não…muito pelo contrário….hehehe

“flankeiro nunca desiste” foi um termo usado pela Vovódka…não sei se foi ela que adaptou a expressão, mas ficou divertida….e acho que tem mais que ver com o comercial do governo: sou brasileiro, nunca desisto…ou não desisto nunca…Era uma coisa assim, já não me lembro mais do comercial de TV…

abraços

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Pensando bem, acho que o Vassily está certo…tá mais com cara de ser um lema adaptado do canto da torcida corintiana…sei lá…precisava perguntar pra Vovódka de onde que ela tirou essa expressão…mas que ficou divertida, isso ficou….rs.

Nunão
Nunão
11 anos atrás

Verdade, Hornet. Achei que tinha sido você o autor, mas fui ler melhor os comentários do post de onde tirei a frase (dos Eurofighters italianos, com link no texto acima) e vi que a autoria é da Vovódka, a quem peço desculpas desde já. É que no seu comentário a frase estava mais destacada. Para colocar o post nos trilhos de novo após o futebol de domingo, há algumas questões interessantes na matéria acima, para quem se interessar, fora o fator “não desistir” dos Flankeiros: um deles é o tempo que passou desde o início do “F-X1”, 10 anos, e… Read more »

Cinquini
11 anos atrás

Nunão, o nosso peixe ta parecendo o FX, quando a gente pensa que “agora vai” ele esbarra em algo….

Vai ter muita gente aqui para dividir a pensão do Flanker pois eu tb sou viuva dele!

Mas devo confessar uma coisa, meu coração está divido entre a beleza do Rafale e a eficiência do Super Hornet….

Abração

Nelson Lima
Nelson Lima
11 anos atrás

Flankeiros,aproveitem e peçam um submarino Akula como offset também!

Corsario-DF
Corsario-DF
11 anos atrás

Nelson acidentes acontecem, basta ler o poder naval e ver os Sub americanos que batem no fundo… Ou os Scorpene chilenos em teste de mar… Nada mais natural, acontecer “incidentes” nos testes de mar, tanto é que o Akula retornou para o porto sem maiores problemas. Só a título de curiosidade, você não leu sobre a queda de um B-2???? Só ele sozinho é mais caro que o Akula!!! Não vamos generalizar. Os materiais russos são bons, podem ter falhas, mas quem não tem? O F-22 e o F-35 os caças “imbatíveis”??? Mudando de assunto, acompanhei essa visita em 98,… Read more »

Vovódka
Vovódka
11 anos atrás

To veia mais nao to loca nao!!!!! Fora FX2!!! parabens aos meninos do blog pela materia e pela foto que eu nao conheciae e’ foto veia com carinha de nova!!!!! Su 30 Su37 Su35 Su34 e’ tudo Sukhoi do meu Pavelzinho e eu sou viuva dele e eu nao desisto nunca!!!!! Vamo virar esse placar ai’ de cima que falta menos que 250 pra ganhar desse Rafalhe que so’ falha!!!! Eu nunca falho!! esse fx2 nao vai dar em nada pode escrever e vamo pro fX3 qye tem mais viuva escondida ai’!!!!!!! Vamo ganhar na India tambem!!! Eu tambem quero… Read more »

Edilson
Edilson
11 anos atrás

Um drinque a vovódka, rsrsrs se o governo cumprir o que prometeu, os 1% de acrescimo no orçamento militar vai vaporizar no pagamento de pensão das viúvas,tantos concorrentes assim não vai sobrar nada desta verba… agora falando sério. Só acho que a Fab deveria levar em consideração o fato de não dispormos de infraestrutura adequada e dispersa por todo o território nacional, nem tão pouco dispomos de uma frota considerável de aeronaves de reabastecimento aéreo suficientes para cobrir todo o território. neste ponto, se o vencedor for o Rafale ou o Gripen, creio que a solução mais plausível para o… Read more »

WAR
WAR
11 anos atrás

Voto junto com o Robson, lá em cima. Leiam o artigo da Revista da Força Aérea sobre o FX2. Sem votar em nenhum dos tres escolhidos é dito lá que nem sempre o estado da arte pode ser alcançado. No entanto, me pergunto: em 2015, quando chegarem os aviões, combateremos com Rafales ou Hornets ou Grippen contra F22 F35 ou UAvs ??? Tem que, até lá, entrar em algum programa de quinta geração. O que acham??

Leandro Furlan
Leandro Furlan
11 anos atrás

Fãs do Su-35 são aqueles que assistem vídeos no youtube do caça manobrando muitas vezes “de ré” e acham que isso iria acontecer em um combate aéreo, sendo que a principal coisa a se fazer em um duelo é não perder velocidad, senão, você está frito. A Rússia, desde 1917, tinha suas tecnologias militares única e exclusivamente produzidas pelo governo (isso é o socialismo, o monopólio dos setores da sociedade pelo governo). Por outro lado, o ocidente, capitalista e empresarial, produzia suas tecnologias em concorrências, ou seja, o governo comprava de quem produzisse o mais moderno e mais inovador equipamento… Read more »

kaleu
kaleu
11 anos atrás

Leandro concordo…. belo raciocínio, sem concorrência não ha desenvolvimento…muito menos evolução tecnológica!

Mais, que esse blog tá esquisíto, isso tá!

abraços
kaleu

welington
welington
11 anos atrás

O PAK FA T-50 vai concorrer com F-35 no mercado internacional pelo preço mas ele vai concorrer em capacidade de combate é com o F-22 e digo vai ser superior pois a Rússia sempre desenvolverão matérias compostos,RAM escudo de plasma e não a forma como os EUA quando eles juntarem isto com a forma essa aeronave vai ser muito mais stealth que o F-22 alem de ter mais desempenho e levar mais armas e com maior alcance.

Bosco
Bosco
11 anos atrás

Welington, agora, falando sério, você acha que os EUA, que já são superiores hoje, vão ficar parados vendo os russos criarem um caça de 5° geração e não vão por as mãos à obra para manterem a supremacia? Uma aeronave mais Stealth que o F-22, que só é percebida pelo radar em alcance visual, trará o combate para a arena visual. Qual será o diferencial do T-50 para poder ser assim tão superior ao F-22? Na boa! OBS: nunca ví uma foto oficial do T-50 e em todos os esboços não existe um compartimento interno de armas. Será que o… Read more »

welington
welington
11 anos atrás

Não vão ser levados internamente, só que os Russos vão utilizar desses outros artifícios para camuflarem suas aeronaves.
A respeito da superioridade em combates a curta distancia ficara pelo desempenho superior, mas como combates não são definidos por aeronaves somente, quem estiver mais bem pilotado e tiver o melhor apoio vencerá, será o presente em 2020 junto com o JXX chinês, dominarão os céus como hoje fazem o F-15, F-16, F-18, Flankers, MIGS e Mirages, claro tirando o F-22 que já está operacional em quase tudo.

Bosco
Bosco
11 anos atrás

Um possível upgrade do F-22 provavelmente incluirá: Tanques conformais de combustível Remoção do HUD e uso integral do capacete JHMCS de 2° geração Adoção de dois módulos de radar AESA laterais para maior cobertura (260º) FLIR/IRST de 4º geração (provavelmente 2) integrados nas asas compartimento de armas aumentado para 8 AMRAAM e capacidade de JDAM de 2000 lb e JSOW 2 AIM9X block 2 por lançador lateral, totalizando 4 mísseis WVR Mísseis AIM120C7 com alcance de 180 km (provavelmente TVC e seeker duplo IIR/radar ativo tipo AESA) Mísseis DRM para substituírem os AIM120C7 com motor scramjet, etc. A cobertura mimética… Read more »

Bosco
Bosco
11 anos atrás

Welington,
agora, falando sério, será interessante um combate entre caças de quinta geração. Acho que a velha metralhadora apontada pelo sistema de controle de tiro Brain/Eye Mk1 voltará com força total.rsrsr..
Um abraço meu caro.

welington
welington
11 anos atrás

kkkkkkkkk, legal valeu bosco boa!

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Estão vendo só…quando eu digo que o futuro da FAB é o Xavante, tem gente que acha que estou de brincadeira…pra que gastar grana com caças de quinta geração, se no final tudo vai ser resolvido na base do dogfight usando metralhadora montadas em pods na asas do caça?…estamos na vanguarda, pessoal! Só não vê quem não quer…por isso que a FAB não aposenta nunca os Xavantes…isso chama-se visão do futuro!!!…rs. Já contra os caças espaciais dos Insetosauros de Andrômeda não sei como será o combate….então, por via das dúvidas é bom manter o FX-2… abraços

welington
welington
11 anos atrás

kkkkkkkkk, boa Hornet!

Bosco
Bosco
11 anos atrás

Welington, você está certo quando diz que a forma é importante para a furtividade. Na realidade ela é responsável por mais de 80% da redução da RCS de uma aeronave (navio, míssil, helicótero, UAV, etc), e exige uma imensa capacidade computacional para ser conseguida. A cobertura e o material estrutural é secundário. Caso contrário seria simples cobrirmos com uma camada de RAM e ele ficaria com o RCS de um beija-flor. Sabemos que isto não ocorre. Quanto ao gerador de plasma stealth russo, embora tenha sido inventado por um cientista russo (seria o Professorovsk Pardovski?) o efeito é muito estudado… Read more »

Bosco
Bosco
11 anos atrás

Correção:
“Caso contrário seria simples cobrirmos um B-52 com uma camada de RAM e ele ficaria com o RCS de um beija-flor. Sabemos que isto não ocorre”.

welington
welington
11 anos atrás

Bosco, não é simples assim se você utilizar matérias RAM, materiais compostos e gerador de plasma você consegue diminuir bastante o RCS, porem se você acrescentar a forma junto com essas três formas você consegue uma aeronave muito mais stealth, porem Bosco acho que a era do stealth não vai durar muito, radares de baixa freqüência conseguem detectar normalmente qualquer coisa que voa desde um urubu até um caça iper stealth, porem ainda não conseguem desiguinar os alvos para os mísseis, mas os Russos estão desenvolvendo novos radares e acho que com uma ótima capacidade anti stealth.

Willy
Willy
11 anos atrás

Discordo veementemente das alegações de que a Rússia tem tradição de, digamos, conceber sistemas de armas simples, priorizando a quantidade em detrimento da qualidade.Isso é simplismo, na minha opinião, quanto à história militar da URSS. Realmente, na época sombria e totalitária de Stalin, havia uma predominância na concepção estratégica da URSS em priorizar grandes números de aviões, tanques, etc. Porém, a partir da década de 60, vários sistemas de armas inovadores foram concebidos, sem similaridade no ocidente. Pois então, apenas para citar alguns exemplos: – o sistema de defesa aérea de ponto SA-6 Gainful foi tido como assustadoramente inovador quando… Read more »

Vovódka
Vovódka
11 anos atrás

Mauro!!!!! Voce e’ viuva que nem nois!!!! Mais e’ viuva de F15 kkkkkkkkkkk entao respeita as viuva de flanker que Sukhoi da’ pau em F15!!!!! F15 ta’ f-o-r-a!!!!!!!!! Fora FX2!!!!!!!!!!

welington
welington
11 anos atrás

kkkkkkkkk, nos somos comedia mesmo valeu galera!

FD
FD
11 anos atrás

Eita que esses viuvos!

Leonardo Corêa
Leonardo Corêa
11 anos atrás

A reportagem sobre o rapaz do blog “Sou flakeiro e não dsisto nunca” é muito legal e acho que temos que coolocar isso mais a público. Pode parecer bobagem , ms isso é de suma importância para a defesa do país. O Governo Brasileiro foi covarde em tirar o Sukkoi do páreo e mostrou que nossa soberania esta frágil diante de países como EUA, que se mostram mandatários do que é importante ou não pra nós. Devemos mostrar isso publicamente, para mostrar ao nosso governo o que dsejamos e que a soberania nacional tem que partir do desejo do povo… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás

A Vovódka tá fazendo um trabalho de bastidores invejável. Tá detonando!

Mas a melhor de todas que ela escreveu foi: é melhor comprar o SU-34, em que os pilotos ficam lada a lado, pois “de ladinho é mais gostoso”…

Essa, pra mim, não tem quem suplanta….kkkkkkkk

abraços a todos e benção a vó

edilson
edilson
11 anos atrás

Tem uma velha louca ai que merecia esta. rsrsrsrs na verdade acho que esta velha louca foi a coisa mais irreverente que apareceu aqui até tenho minhas suspeitas de quem é, mas não estou certo. sóa choq ue nós a conhecemos de longa data e que ela andou sumida nos post… mas estou com ela, o flanker é o flanker e sou viúva também. mas não creio que seja preciso um novo FX, sou bom perdedor e acima de tudo tenho que confiar na FAB embora nada no mundo me tire da cabeça que houve uma pitada de alinhamento político.… Read more »

Baschera
Baschera
11 anos atrás

Eta….. e como “viúva” quando é que vou receber a “pensão” eheim nunão ???

Falando sério, algumas análises recentes desqualificam bastante o SU-30 e seu sucessor o SU-35 na RED FLAG.

Sds.

Nunão
Nunão
11 anos atrás

Baschera, acho que você tem que se cadastrar primeiro, conforme o avião que você se considere “viúva”.

Pelo que já percebi aqui no Blog, além de viúvas de Su-35 tem também viúvas de Mirage 2000-5 do finado F-X, viúvas de Phantom do “FX” que escolheu o Mirage III, e periga até ter viúva de F-86 do “FX” dos Gloster Meteor…

E tem “viúva” de caça que nem saiu do protótipo, como é o meu caso com o F-20.

LeoPaiva
LeoPaiva
11 anos atrás

Senhores, o maior sonho das viúvas do Flanker é que o Medvedev dê uma virada de mesa em dezembro.Esperança é a última que morre.

Eu já disse R.I.P ao Flanker há tempos.

Sds.

Robson br
Robson br
11 anos atrás

Se é viúva é que tem marido morto. Duro vai ser se o FX2 morrer e tivermos mais viúvas. Como único país de lingua portuguesa por aqui, um alinhamento político é inevitável. Hoje, a França será uma melhor parceira na construção naval e aérea. A Embraer ja caminha para uma parceria com a frabricante AIRBUS para substituir a família A320. A rússia esta ficando defasada, principalmente na construção e operação naval. O desenvolvimento tecnológico sempre teve fins comerciais. A eletrônica que foi produzido para a NASA nos primeiros programas espaciais estão aí nas ruas como relógios, computadores portáteis etc. O… Read more »

Bosco
Bosco
11 anos atrás

Perco o amigo mas não a piada.
“de tanto o F-15 enrabar o Flanker de surpresa, resolveram enfiar um radar na traseira dele pra que a ave de rapina parasse de bulinar o coitado” Rsrsrsrs……..
Só volto amanhã.
Fui!

Vassily Zaitsev
Vassily Zaitsev
11 anos atrás

Sou aquele tipo de viúva “esperta”, que era só amores com o SU-35, mas como sabia que ele era só para marcar presença, de vez em quando corria para os braços do F-35, que era mais novo e dava mais “caldo”, se é que me entendem…………………………..

Acabei vendo o SU-35 bater as botas logo no 1º assauto e o F-35, antes mesmo disso acontecer, sumir e nunca mais aparecer. Como consolo, vejo aquele suéco com bons olhos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!