Home Sistemas de Armas Exposição de aeronaves nos 60 anos de aniversário de Israel

Exposição de aeronaves nos 60 anos de aniversário de Israel

470
24

Nas fotos, aeronaves e sistemas expostos em comemoração aos 60 anos da criação do Estado de Israel. A Força Aérea de Israel, considerada uma das mais bem treinadas do mundo e com maior experiência de combate, é referência na vanguarda tecnológica, principalmente no desenvolvimento de tecnologia própria.
O caça demonstrador de tecnologia Lavi, que acabou cancelado, serviu de base para o J-10 chinês.

Subscribe
Notify of
guest
24 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
welington
welington
12 anos atrás

O LAVI è muito belo alem de ser uma aeronave com ótimas caraquiteristicas, parabéns aos israelenses que sempre estão inovando em diversas áreas da defesa.
Eles são meio psicopatas, mas amam sua nação acima de tudo tai um ótimo exemplo a ser seguido parabéns israelenses.

Paulo Costa
Paulo Costa
12 anos atrás

Interessante ver os canard´s no F-16(Lavi),fizeram em um biplace…
Continuam usando os K-fir,versão melhorada dos M-3,os Hermes,
deve ter mais novidades…

Virtual XI
Virtual XI
12 anos atrás

Israel possui ” A ” força aérea. É moderna, letal, operacional e com pilotos treinados em combate. São uma demonstração de inteligência e respeito aos contribuintes e uma condição de sobrevivência… como estado, como nação soberana e como povo.

Monsenhor
Monsenhor
12 anos atrás

Por que não adquirir os direitos de produção do Lavi e desenvolver novas versões junto com Israel? Incluindo uma versão naval.

konner
konner
12 anos atrás

Juntamente com empresas norte-americanas [ 40% do progeto ], Israel desenvolveu esta aeronave multifuncional, que foi considerado na época, o mais avançado do seu tipo. Batizado de “Lavi”, era uma variante israelita do F-16. O projeto foi cancelado em meados de 1982 por pressões norte-americanas, uma vez que os EUA pararam de financiar o desenvolvimento do caça forçando a sua paralisação. [ Alguns argumentam que EUA imagináram poder perder este importante mercado para caças ] Na época do cancelamento do caça, Israel vendeu para vários países os projetos de alguns sistemas do “Lavi”, incluindo a China. Quando olho para o… Read more »

Baschera
Baschera
12 anos atrás

Israel sempre negou o fato do “Lavi” ser a base do desenvolvimento do J-10 chinês. Embora a informação seja corrente na net, em vários outros blogs do exterior se enumeram diversas versões e negativas a este fato. Há, porém, vários outros que afirmam o contrário. Para mim fica a dúvida, pois não há como confirmar tal fato documentalmente. Acho que não procede, pois por mais que Israel tivesse faturado com a tal venda do projeto, sabia que não poderia confiar plenamente que o mesmo não fosse comercializado ou mesmo clonado, mais tarde, por Paquistão e Irã, tradicionais compradores de equipamento… Read more »

Ivan
Ivan
12 anos atrás

Amigos, É importante procurar saber das linhas de financiamento Norte Americanas para o Estado de Israel quando compra armas (e outros gêneros) diretamente às empresas dos Estados Unidos… São linhas tão atrativas que até mesmo barcos de patrulha tem sido fabricados no vizinho do norte. Aparentemente o excelente Lavi não teria preço e/ou financiamento para concorrer com os onipresentes F-16. Solução de Judeu? Prática e Sábia… compra lá devidamente adaptado para acolá. Prestem atenção nos equipamentos e armamentos importados pelos israelenses. São todos, do velho tanque Centurion (Ben Gurion) aos potentosos F-15s (Baz eu acho), adaptados às suas necessidades. Pensem… Read more »

Wolfpack
Wolfpack
12 anos atrás

Israel foi um dos primeiros paises a utilizar aeronaves DRONES em combate. Algumas delas UAV podem ser vistas nas fotos acima. Muitas delas foram utilizadas para ativar baterias de mísseis Sírios, para logo após os F4 destruírem com mísseis anti-radiação.
Os israelenses sempre sob pressão demonstram uma capacidade incomom de sobrevivência e inovação. Não existe limite para eles, até mesmo esconder debaixo da terra seus projetos nucleares.

Fábio Max
12 anos atrás

Israel é um Estado dependente de sua Força Aérea, porque seu mar territorial é pequeno e sua marinha não tem boas condições de combate e seu exército não supera em número, nem 10% do contingente de seus vizinhos eventuais agressores.

Sobra a Força Aérea como elemento de defesa, o que fez dela provavelmente a mais bem armada e treinada do mundo, depois de EUA e Rússia.

Israel tem o tamanho do Sergipe, mas sua Força Aérea bate o conjunto de TODAS as da América do Sul.

Ivan
Ivan
12 anos atrás

Fábio,
Acredito que a Força Aérea de Israel é a mais bem preparada do mundo, melhor que norte americanos e russos. Melhor que a RAF, onde está a sua origem.
Temos que observar as IDF no teatro de operações em que ela está inserido.
Em um confronto sobre o Sinai ou sobre Golan nenhuma força bate as IDF com igual número de aeronaves.
Motivação é a sobrevivência do Estado e, consequentemente da família de cada combatente.
Abç.

Paulo Costa
Paulo Costa
12 anos atrás

Aos interessados,no History Channel,na proxima terça
as 23 horas,vai ser apresentado o documentario
Caça do Futuro,com varios aviões mais novos,stealh,
e os classicos…ok?

Clausewitz
Clausewitz
12 anos atrás

O J-1O é inspirado no Ye-8, não no Lavi.

welington
welington
12 anos atrás

O LAVI è muito belo alem de ser uma aeronave com ótimas caraquiteristicas, parabéns aos israelenses que sempre estão inovando em diversas áreas da defesa.
Eles são meio psicopatas, mas amam sua nação acima de tudo tai um ótimo exemplo a ser seguido parabéns israelenses.

Paulo Costa
Paulo Costa
12 anos atrás

Interessante ver os canard´s no F-16(Lavi),fizeram em um biplace…
Continuam usando os K-fir,versão melhorada dos M-3,os Hermes,
deve ter mais novidades…

Virtual XI
Virtual XI
12 anos atrás

Israel possui ” A ” força aérea. É moderna, letal, operacional e com pilotos treinados em combate. São uma demonstração de inteligência e respeito aos contribuintes e uma condição de sobrevivência… como estado, como nação soberana e como povo.

Monsenhor
Monsenhor
12 anos atrás

Por que não adquirir os direitos de produção do Lavi e desenvolver novas versões junto com Israel? Incluindo uma versão naval.

konner
konner
12 anos atrás

Juntamente com empresas norte-americanas [ 40% do progeto ], Israel desenvolveu esta aeronave multifuncional, que foi considerado na época, o mais avançado do seu tipo. Batizado de “Lavi”, era uma variante israelita do F-16. O projeto foi cancelado em meados de 1982 por pressões norte-americanas, uma vez que os EUA pararam de financiar o desenvolvimento do caça forçando a sua paralisação. [ Alguns argumentam que EUA imagináram poder perder este importante mercado para caças ] Na época do cancelamento do caça, Israel vendeu para vários países os projetos de alguns sistemas do “Lavi”, incluindo a China. Quando olho para o… Read more »

Baschera
Baschera
12 anos atrás

Israel sempre negou o fato do “Lavi” ser a base do desenvolvimento do J-10 chinês. Embora a informação seja corrente na net, em vários outros blogs do exterior se enumeram diversas versões e negativas a este fato. Há, porém, vários outros que afirmam o contrário. Para mim fica a dúvida, pois não há como confirmar tal fato documentalmente. Acho que não procede, pois por mais que Israel tivesse faturado com a tal venda do projeto, sabia que não poderia confiar plenamente que o mesmo não fosse comercializado ou mesmo clonado, mais tarde, por Paquistão e Irã, tradicionais compradores de equipamento… Read more »

Ivan
Ivan
12 anos atrás

Amigos, É importante procurar saber das linhas de financiamento Norte Americanas para o Estado de Israel quando compra armas (e outros gêneros) diretamente às empresas dos Estados Unidos… São linhas tão atrativas que até mesmo barcos de patrulha tem sido fabricados no vizinho do norte. Aparentemente o excelente Lavi não teria preço e/ou financiamento para concorrer com os onipresentes F-16. Solução de Judeu? Prática e Sábia… compra lá devidamente adaptado para acolá. Prestem atenção nos equipamentos e armamentos importados pelos israelenses. São todos, do velho tanque Centurion (Ben Gurion) aos potentosos F-15s (Baz eu acho), adaptados às suas necessidades. Pensem… Read more »

Wolfpack
Wolfpack
12 anos atrás

Israel foi um dos primeiros paises a utilizar aeronaves DRONES em combate. Algumas delas UAV podem ser vistas nas fotos acima. Muitas delas foram utilizadas para ativar baterias de mísseis Sírios, para logo após os F4 destruírem com mísseis anti-radiação.
Os israelenses sempre sob pressão demonstram uma capacidade incomom de sobrevivência e inovação. Não existe limite para eles, até mesmo esconder debaixo da terra seus projetos nucleares.

Fábio Max
12 anos atrás

Israel é um Estado dependente de sua Força Aérea, porque seu mar territorial é pequeno e sua marinha não tem boas condições de combate e seu exército não supera em número, nem 10% do contingente de seus vizinhos eventuais agressores.

Sobra a Força Aérea como elemento de defesa, o que fez dela provavelmente a mais bem armada e treinada do mundo, depois de EUA e Rússia.

Israel tem o tamanho do Sergipe, mas sua Força Aérea bate o conjunto de TODAS as da América do Sul.

Ivan
Ivan
12 anos atrás

Fábio,
Acredito que a Força Aérea de Israel é a mais bem preparada do mundo, melhor que norte americanos e russos. Melhor que a RAF, onde está a sua origem.
Temos que observar as IDF no teatro de operações em que ela está inserido.
Em um confronto sobre o Sinai ou sobre Golan nenhuma força bate as IDF com igual número de aeronaves.
Motivação é a sobrevivência do Estado e, consequentemente da família de cada combatente.
Abç.

Paulo Costa
Paulo Costa
12 anos atrás

Aos interessados,no History Channel,na proxima terça
as 23 horas,vai ser apresentado o documentario
Caça do Futuro,com varios aviões mais novos,stealh,
e os classicos…ok?

Clausewitz
Clausewitz
12 anos atrás

O J-1O é inspirado no Ye-8, não no Lavi.