sábado, maio 15, 2021

Gripen para o Brasil

Força Aérea do Chile deve comprar mais 16 caças F-16 MLU

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O Chile está interessado em adquirir outro lote de caças F-16 remodelados para a sua Força Aérea, de acordo com fontes diplomáticas, em Santiago, notícia que foi parcialmente confirmada por funcionários da Defesa.
Os novos caças a serem adquiridos à Holanda vão substituir os caças F-5E Tiger III que começarão a ser desativados no ano que vem. O Chile atualmente dispõe de 28 caças bombardeiros F-16, dos quais dez modelo C/D Block 50, comprados novíssimos em 2002, como parte do acordo de livre comércio assinado com os Estados Unidos, ao custo total de 660 milhões de dólares.

Há três anos o Chile incorporou 18 caças F-16 A/B MLU da Força Aérea Holandesa, ao custo de 180 milhões de dólares. Eles substituíram os velhos Mirage 5 e Mirage Elkan 50/Panther.

O segundo lote de 16 aviões, modelo MLU, acrescido de peças sobressalentes e equipamento de apoio, teria um custo de 170 milhões de dólares e seria entregue no ano que vem. Ao todo, a Força Aérea do Chile terá 44 caças F-16, tornando-se provavelmente a mais forte e mais poderosa do continente.

Os novos caças bombardeiros deverão ser estacionados no sul do país,  num movimento que tem sido criticado por alguns parlamentares chilenos que sentem este ser contrário ao espírito da cooperação e da integração com a Argentina e poderia ser interpretado como “hostil”.

Segundo a imprensa, as Forças Armadas do Chile ainda têm poupanças de quase US$ 3 bilhões de dólares para a compra de equipamento militar, tais como sistemas antiaéreos, sonares, aeronaves de alerta aéreo antecipado e de aeronaves não-tripuladas de vigilância.

O fundo para a compra de equipamento militar no Chile é financiado com uma percentagem da venda de cobre, apoiada por legislação que remonta aos anos Pinochet. O projeto de lei está para ser alterado na sequência de um acordo político alcançado no Congresso, para a revisão da legislação herdada do regime militar e considerado não democrático.

Nos últimos dez anos, o Chile adquiriu dois submarinos Scorpène, especialmente construídos na França e Espanha; 350 tanques Leopard 1 e 2 da Alemanha e Holanda; 28 caças F-16 da Holanda e oito fragatas da Holanda e Reino Unido.

As recentes aquisições incluem 100 veículos de combate Marder da Alemanha; 12  helicópteros Bell 412 dos Estados Unidos; três aeronaves de patrulha marítima CASA C-295 da Espanha; dez helicópteros AS535 Super Puma da França e 12 Super Tucano do Brasil.

FONTE: http://www.mercopress.com/

NOTA DO BLOG: Esta será mais uma boa compra feita pela Força Aérea do Chile, que vai desta vez aposentar seus F-5E Tiger III, que são quase tão modernos quanto os F-5M da FAB. Como comparação, o Brasil está investindo US$ 285 milhões na modernização de seus velhos F-5, enquanto o Chile vai gastar US$ 350 milhões no total, para ter 34 caças F-16 MLU, muito mais capazes em performance.
Enquanto isso, há quem diga que a FAB pode mais uma vez adiar a decisão pelo seu novo caça no FX-2, o que deixará os céus do Brasil dependentes dos F-5M por muitos anos ainda.

- Advertisement -

129 Comments

Subscribe
Notify of
guest
129 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
RODRIGO

Pois é,definitivamente eu não sei o que passa pela cabeça da cúpula da FAB ….!Será que não pensaram nessa possibilidade qdo resolveram modernizar o F5 ? Aliás,poderia ter padronizado toda a frota com F16,em vêz de ter comprado o M2000 .

Bosco

É que o Brasil fica querendo o máximo sem poder sustentar seque o mínimo. Queremos o melhor caça de quarta geração e meia que existe. Não pode ser o mais ou menos não. Tem que ser o melhor. De preferência um de quinta se quem fabricasse vendesse para nós. Ou então o russo de quinta. Queremos a tecnologia também. Temos que achar quem nos venda um caças de alta tecnologia e nos dê de brinde a tecnologia sem que nó tenhamos projetado um parafuso do dito. Queremos também um porta-aviões cheio de Rafales, F18, Migs, etc. Queremos um submarino nuclear.… Read more »

Luiz Marcelo

O FX2 está morto e enterrado. As decisões competem com a lentidão do poder judiciário, que novela… Exluem o Su30, dizem que com dedo americano, não podem escolher o F18, senão ficará muito na cara. Só nos resta o aparelho Francês, a que preço? Só o Sarkosy sabe, e vai cobrar cara, pois só o aparelho dele está na prateleira hoje. O Brasil não soube nemutilizar da concorrência para ter o melhor… Paciência, assim sobra mais para os Valériodutos da vida, Delúbios, Dirceu, Genuíno…Adeus FX2… Porque não fazemos uma oferta pelos F5III do Chile, modernizamos e fica tudo bem…

RODRIGO

Pra quem comprou F5 da Jordania,os TIGER III do Chile são filé….!
Logo,logo vão nos oferecer,assim como fizeram com os Pantera !!!

nunao

Eu não vejo problema nenhum nos F-5M da FAB nem com a compra dos usados jordanianos, muito pelo contrário, que vá além da demora em modernizá-los.

O problema é se a partir de 2014 não houver nada para substituí-los. Quer dizer, aí que não haverá problema nenhum pra se ver nos F-5M – não haverá muitos pra se ver.

joao

Infelizmente a FAB ja virou uma forca aerea obsoleta faz muito tempo. Estamos bem atraz do Chile e da Venezuela,e como vao as coisas,a MB ja esta sendo rapidamente ultrapassada pelo Chile,com meios muito mais modernos e bem armados. Como diz o amigo acima,infelizmente e obvio que o FX-2 ja morreu tambem. Daqui a pouco vao anunciar outro “projeto”,o FX-3,tendo em vista a conclusao la por 2050. Infelizmente tambem ja sabemos aonde vao parar estes F-5 do Chile. Que vergonha. O problema e obvio. Ninguem quer fazer nada na area de defesa,por isso ficam enrolando para sempre. Quando comecou o… Read more »

CorsarioDF

E tem gente que queria que comprassemos os A-4 da Nova Zelândia por quase US$ 100 mil, brincadeira!!! O Chile está com uma frota homogênea e numerosa, gastando menos de US$ 1 bi!!! Contando os 0 km, que foram US$ 660 mil… Sem dúvida um excelente avião, apesar de prefirir os Russos. Querem que o F-5M fique operacional até 2025!!! Pq não compramos o F-16 usados e reformamos para aí sim retirá-los em 2025!!! Que país é esse? Sds.

Marine

Pois e, O chile esta de parabens, dando show de bola! So queria dizer 2 pontos. 1- Quando treinei com os Coamndos Anfibios do Chile na escola de montanha deles nos Andes, fiquei impressionado com o alto nivel de profissionalismo e capacitacao deles, fomos recebidos e tratados com o maior respeito e posso lhes dizer que a minha impressao seu CFN esta a um nivel inigualavel na America Latina com excecao do Brasil. 2- Coisa pra dar raiva e esse negocio de parlamentar estar reclamando que vao estacionar as aeronaves no sul do chile! E desde quando politico entende alguma… Read more »

RL

Gente, calma.

Nâo se desesperem. Nem tudo esta perdido.

Logo logo, iremos ter Xavantes modernizados, e ai ninguem mexe com a gente.

Deus, a que ponto chegamos?!!!!

joao

Rl,voce esqueceu que tambem vao modernizar os velhos A-4!!! Ai sim ninguem mexe com a gente.

joao

E isso de deixar o Brasil fora do Southern Partner e uma bolaxa na cara mesmo. A mensagem e clara: Devido a situacao caotica e obsoleta das FAAS,o Brasil esta ficando irrelevante na AL. Deveriamos e mandar uma resposta fechando negocio com a Russia. Mas a realidade infelizmente e outra. Vamos logo comprando tinta para mudar a camuflagem dos F-5 aposentados do Chile. Talvez eles queiram vender para nos os Mirage Panteras tambem. Acho que o Brasil esta montando o maior museu de avioes de guerra do mundo. Se chama FAB.

Hornet

Enquanto a “lei do Cobre” estiver em vigor, eles vão comprando, estão certos eles…quando essa lei acabar (parece que o congresso chileno está estudando esta possibilidade, de revogar essa lei) sabe-se lá o que vai acontecer com as FAs do Chile… Nós não temos nenhuma “lei do Cobre”, nem nada semelhante. Só vou achar que o Chile estará fazendo um negócio melhor que o Brasil, se o FX-2 for cancelado ou for desmantelado enquanto projeto que se anunciou. Caso contrário, ainda prefiro o projeto FX-2, por vários motivos, do qual destaco 2: a) o FX-2 requer um vetor mais moderno… Read more »

Hornet

ops!… corrigindo o português pra não acharem que virei jogador de futebol: onde se lê “se preocupar”, leia-se “nos preocupar”…

RL

Hornet. Concordo com você em muitos pontos, más se considerarmos que: Barroso: 14 anos e o dobro do valor inicial para ficar prontas. Sub Nuclear – Décadas de desenvolvimento e até agora nada. Osório – Morto. Etc, Etc, Etc….blá blá blá blá blá……… Todas essas promessas, “se um dia chegarem a ser concretizadas”, não irão me surpreender caso venham a nascer obsoletas. Deus te ouça amigo, para que todos os seus tópicos venham a ser concretizados o mais breve possível e realmente com algum valor agregado, caso contrário iremos mesmo é debater e nos debater em atrasos, esperanças que jamais… Read more »

F-15

Eu não entendo muito coisa sobre o assunto, mas essa compra não ta barata demais não? o.o Esses f-16 prestam?

Fábio Max

Os F-5 adquiridos à Jordânia serão modernizados também, de modo que são úteis e importantes para a FAB. Certa feita especulou-se que o comando da FAB pretendia chegar a um total de 80 F-5 modernizados, que ficariam em operação até 2025 e depois disso, 12 a 24 funcionariam como treinadores avançados, servindo os demais como fonte de peças. Por isso que eu penso que, apesar de serem de segunda mão, se o Brasil adquirir os F-5 da FaCh, estaria fazendo um bom negócio, até porque isso não anula o FX2 e, convenhamos: é melhor ter uma frota de F5M e… Read more »

Fábio Max

E há um excedente de F-16 no mercado internacional. A Holanda já vendeu 32 para o Chile, Portugal tem 12 encaixotados prontos para serem vendidos, sem contar os israelenses, turcos e mesmo americanos. É natural que custem barato no estado em que se encontram… mas muitos deles não têm as tecnologias agregadas ao F5-M, apesar da aeronave em si ser muito mais capaz.

Clausewitz

“Mais vale um esquadrão de Tigre III na mão, que tal em Manaus, do que o sonho do Rafale”. Claro, o FX-2 é necessário, mas com a constância de propósito do PT – compra um avião para o Lula passear, de forma rápida ,e ficam-se masturbando para uma real necessidade. Então, que vengam os Tigres III.

Manfred Von Richthofen

Mauro, o grande problema é que a gente vive de esperança faz tempo. Nós ainda vamos comprar, ainda vamos fazer, enquanto outros já compraram e estão fazendo.
Esses F-16 MLU são muito melhores que nossos F-5M e Mirage 2000 em performance e capacidade de manobra. E também podem disparar o AIM-120 AMRAAM.

Montenegro

Mauro, algumas correções em seus comentários. 1- Os F-16 comprados usados pelo Chile são MLU ou seja, são modernizados para padrão semelhante aos dos block 50/52 comprados novos, portanto superiores aos F-5EM/FM da FAB. 2- Os F-2000C adquiridos pela FAB são aeronaves que entraram em operação na França em 1985 e nunca foram modernizados, sendo inferiores aos próprios F-5EM/FM e claro aos F-16 MLU e Block 50/52 Chilenos aos Su-30 MKV Venezuelanos e mesmo aos M-2000 Peruanos (que empregam bombas a laser israelenses) e em teoria aos MIG-29 (se estiverem efetivamente operando com os R-77 e R-73). 3- Os Tiger… Read more »

Ulisses

Galera,no DefesaBR não me aceitaram porque fiz uma pergunta que por algum motivo eles não gostaram,então la vai: 1-Venezuela-Eles compram 24 caças SU-30 usados(tem gente que pensa que eles eram novos)e outra POR ENQUANTO SEM MÍSSEIS!!! O que é um caça sem mísseis??? 2-O Chile fez a coisa mais certa,porem eu acredito que o FX-2 vai dar certo e quando tivermos provavelmente o Rafale com a quantidade de 36 caças?Ai com certeza nós seremos os melhores da AL,e quando tivermos 120 Rafales?Seremos uma força aérea monstro,e não acaba por ai,e o PAK FA???Sabiam que ele não foi cancelado?Poderemos ter centenas… Read more »

RL

Manfred.

Essa sensação de “Eterna Esperança”, é o que me incomoda.

Cara, da vontade de dar logo um “Pedala Robinho” no Mangabeira, no Jobim, no Lula, no Senado, no governo em geral…

As intenções, as expectativas são maravilhosas, más o andamento do negócio é o que me irrita.

Fernando-Canoas

Srs…. Concordo com o amigo Mauro, se nós estivessemos comprando estes F-16s ou de outro fornecedor qualquer, estariam transbordando este bloq de críticas dizendo que era compra de lixo e/ou material de 2º mão descartado pelos “desenvolvidos”. Eu concordo tb. que a demora e as promessas são frustantes, mas ter um pequeno núcleo de aeronaves modernas “6” monoplaces e outras tantas de uma versão anterior, e todas compradas “á seco”, ou seja, sem participação de indústria nacional, não me parece ser o melhor caminho. Nossa proposta parece ser mais acertada, mesmo que a tal transferência de tecnologia não atinja o… Read more »

Thiago

O problema é o seguinte que alguns apresentam sobre a utilização do F-16.
1) Tem que limpar a pista para poder decolar
2)Não se enquandra na doutrina da FAB de pousar em qualquer lugar

Isso foi que alguns me disseram em varios Forum.

Galante

Thiago, isso é mito. Se fosse assim, o F-16 não poderia operar no em bases no Deserto como tem feito.
Os Mirage III da FAB não podiam pousar na maioria dos nossos aeroportos. Os F-5 também, precisam de pista pra caramba pra decolar.

Cinquini

“Como comparação, o Brasil está investindo US$ 285 milhões na modernização de seus velhos F-5, enquanto o Chile vai gastar US$ 350 milhões no total, para ter 34 caças F-16 MLU, muito mais capazes em performance.”

O ganho que temos é tecnológico, pois apesar da eletrônica ser Israelense, o processo todo foi feito por empresas nacionais, o que nos garante uma atividade e capacitação insdustrial de primeiro mundo. Não basta comprar, tem que saber operar e dar a manutenção!!!

Um grande abraço!!!

Cinquini

Joaquim

Existe ao meu ver um equivoco, na comparação dos 2 processos. Não podemos esquecer que apesar de modernizados estes F-16 MLU, são unidades bastante usadas e sem as devidas garras, acredito que por muitos anos estes F-16 + os novos de fabrica serão a ponta de lança (ou todo poder aereo chileno). No caso da FAB e claro que os F-5M são algo provisorio, é o principal objetivo deles seja de elevar a FAB a um conceito que ela não conhecia, mas com data validade. Concordo com todos já encheu o saco de ficar esperando. Outro detalhe Rafaele, F-18 ou… Read more »

AMX

Ulisses,
Não sou nenhum especialista, mas, com certeza não há nada de errado em seus comentários.
Li certa vez que há uma frase num hangar de um esquadrão de caça israelense:
“Uma força aérea sem armamento é um aeroclube”.

Abraços

Manfred Von Richthofen

AMX, será por isso que alguns chamam a FAB de “O Maior Aeroclube do Mundo”?
Outros também já disseram que seria melhor mudar a inscrição nos aviões para “FARSA AÉREA BRASILEIRA”.

João-Curitiba

Uma pergunta de leigo: O que é melhor. Um Piranha na asa ou dois AIM-120 AMRAAM na Base Edwards?

André

Manfred,
Não sei se é verdade, mas já me disseram uma vez que o Marechal Castelo Branco, primeiro presidente do regime militar, certa vez teria afirmado que a FAB era um “aeroclube de pistola”!

CorsarioDF

Eu sinceramente acho que devemos comprar os Fokker Dr.I para a FAB!!! RSSRSRSRSRS.

Adelphi zero uno

“4- Os AMX da FAB jamais serão 48 unidades pois como todos nós sabemos, algumas células estocadas em Sant Cruz estão imprestáveis devido a corrosão ocorrida pela falha do desumidificador (fala-se em perto de 10 células).” Senhores venho aqui para esclarecer-lhes sobre o citado acima por um colega desse blog,isso de células estocadas em Santa Cruz é um mito criado na internet e que pegou com força, como também é um mito “células imprestáveis devido a corrosão”. Já que não tem célula estocada não tem como ocorrer a corrosão que tanto apregoam por aí. Palavra de quem serve lá e… Read more »

Henrique Sousa

Fica aqui minha sugestão ao Galante, fazer um MythBuster com assuntos ligados à Defesa:

– passar um aspirador de pó na pista antes do F-16 decolar;
– A-1 inutilizados pela péssima condição de armazenagem;

e por ai vai, com certeza assuntos não vão faltar.

Walderson

Caro amigo Hornet, o que temos de mais parecido com a lei do cobre é a Lei dos Royalties do petróleo. A diferença é que lá as pessoas têm apreço por suas FAs. Para Hornet e Mauro, lá, o governo libera o dinheiro para as FAs, aqui, faz-se a famosa contingência para compor o superávit primário e outras coisas que não vem ao caso. Como disse o amigo Hornet em outro post, é uma questão de mudar-se a mentalidade, a cultura das pessoas, melhorando a visão de cidadania das pessoas, fazendo-lhes ver a importância das coisas. Amigo Mauro, concordo contigo… Read more »

Ulisses

Valeu,AMX,gostaria que alguém do DefesaBr enxergasse meu comentario assim.

Por favor,se alguém me der noticias de como vai o andamento do MAR-1 anti-radiação eu agradeceria.

Abraços

tailhhooker

Quem vai comprar Rafale em breve serão os UAE.Para isso, terão que “se desfazer” do Mirage 2000-9 entregues novos e modernizados em 1998. Para viabilizar o negócio, o Governo francês se encarregará de encontrar “comprador” para as aeronaves. Advinhem aonde elas vão parar ?? Ao todo, são 63, entre novos e modernizados para -9. FX-2 será isso aí, que convenhamos, dos males, o menor.

Ulisses

Mais uma coisa,o salário dos pilotos é ruim,médio ou bom?

Mais uma vez,Abraços.

thiago

compra f-16 usado ,chega de viver de resto

Baschera

Ulisses, Os SU-30 MK2 venezuelanos não são usados. São novos. Podemos achar que os venezuelanos são tudo, menos idiotas. Realmente quando chegaram, foram vindo sem o armamento solicitado. Mas há alguns meses chegaram 30 containeres vindos da rússia, porém a FAV nem desmentiu, nem confirmou seu conteúdo e proibiu fotografias. Especula-se serem os armamentos comprados, mas não se divulgou ainda quais seriam. Diz-se ser a informação de segurança nacional. Também a FAB não divulga quanto tem de cada armamento em seus paióis. Quanto a sua afirmação de que, com “36 Rafales” seriamos os melhores no TO da AL, é sua… Read more »

Baschera

Ulisses,
Em tempo….. o míssil MAR-1 está no mesmo estado de coisas que a modernização do A-4 da MB (exceto seus motores) pela Embraer.
Ou seja, estão congelados, por enquanto !!!
Sds.

Libano

Os F-5M em muitos aspectos superam os F16 MLU, perde em potencia de motor e raio de combate, mas em termo de radar e armamaneto o F-5M é superior, alem do q a FACH esta substituindo os F-5 III em carater de emergencia – não estava programado- tendo em vista o grande desgaste dos mesmos e a inviabilidade economica de odernizar uma dezena de celulas disponiveis
Achei muito bom este Blog, parabéns!!!!

Ulisses

Valeu,Baschera,os Sukhois podem até ser novos,mas seus pilotos são bons quanto os nossos?

Agora,na minha opinião,os venezuelanos são idiotas no ponto de ficar contra os EUA e ficar sendo papagaio de pirata dos Russos e Chineses.Um dia,quando o petróleo da Venezuela(que só toma na ruela!)acabar os Russos e Chineses vão abandona-los,vai acontecer o mesmo o que aconteceu com países pobres como Letônia,Estônia,Lituânia,Polônia(este ultimo os europeus resgataram)e até mesmo Cuba!

Pode escrever,isso vai acontecer!

Abraços.

Vassily Zaitsev

Se a “LEI DO COBRE” se for, como querem alguns políticos chilenos, logo logo as FFAA do Chile estarão igualzinho as nossas: quase sem verbas para treinamento, co o nível operacional decaindo rapidamente.

Hornet

Caro Walderson, bem lembrado, aqui temos a Lei dos Royalties…mas não acho que o problema seja como vc falou: que no Chile tem pessoas que tem apreço pelas FAs e aqui no Brasil, não (ou supostamente, não). Ao contrário, acho que as FAs no Brasil são uma das instituições mais respeitadas pelo povo em geral. De qualquer modo, acho que o problema do Brasil é outro. Como vc sabe, o Brasil “inventou” (tecnologia 100% nacional! rs.) um negócio chamado “Lei gripe”…pode pegar, pode não pegar…rs.rs.rs. Nunca vi isso em nenhum lugar do mundo: lei “que pega” ou que “não pega”…normalmente… Read more »

Hornet

Caro Walderson, lembra-se de quando discutimos a questão da cidadania como um fator central para a questão da Defesa do Brasil? Pois é, num país democrático de verdade, com a cidadania ampliada pra todos, com os direitos garantidos para todos etc., não ia ter esse negócio de “Lei gripe”. Ou é lei, ou não é lei. Se é lei, cumpre-se. Se a lei está errada (ou ultrapassada), muda-se. Se não é lei, então não pode ter o nome de lei. Deve ser chamada de outra coisa, sei lá…”boa intenção dos Royalties”, “caridade dos Royalties”, “ação de graça dos Royalties”, “gorjeta… Read more »

Hornet

Caro Walderson,

só pra constar…acabei de fazer o que falei acima. Escrevi para um dos senadores eleitos por SP, que é o meu estado, escrevi para o partido do senador despótico e vou aguardar as providências. Não aceito isso (o despotismo) nem na Câmara Municipal de minha cidade, vou aceitar esse negócio no Senado…não dá, né?

um forte abraço

Hornet

ops. Transformei Nepotismo em despotismo…falha minha…

Hornet

Amigo Walderson, não quero monopolizar o blog com essa questão, mas como por vezes acontece de ter amigos blogueiros que sempre reclamam dos políticos aqui, só gostaria de lembrar uma coisa: numa democracia representativa, como é a nossa, o poder emanda do povo. Isso tem que ficar claro e ser compreendido no seu real sentido. Nós temos o poder, não os políticos. Eles são os nossos representantes, só isso. Se não estão nos represntando bem, ou a contento, temos todo o direito, e o dever com a nação, de cobrá-los em qualquer momento (não precisa ser só na hora do… Read more »

Hornet

Amigo RL,

“pedala robinho” no Jobim e no Mangabeira foi a melhor. Estou rindo até agora… E não se sinta solitário nisso…Eu também adoraria fazer um troço desse…Ou então, como se diz na minha terra: e aí Jobim, ou trepa ou sai de cima, pô?!!!

um forte abraço

Reportagens especiais

Conheça as armas do caça Saab Gripen E/F da FAB

As armas e pods compatíveis com o caça Saab Gripen E, mas a FAB só adquiriu uma parte até...
- Advertisement -
- Advertisement -