terça-feira, junho 15, 2021

Gripen para o Brasil

Array

Fronteira Paquistão/Afeganistão continua tensa

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Tropas do Paquistão dispararam contra dois helicóperos norte-americanos quando estes cruzaram a fronteira Afeganistão/Paquistão. O incidente ocorreu no final do mês de setembro na área de Ghulam Khan (onde acredita-se que o Taleban possua bases) e não deixou vítimas. Segundo fontes paquistanesas as duas aeronaves, que participam da força internacional estacionada no Afeganistão, invadiram o espaço aéreo pasquitanês e voaram bem dentro do O Governo norte-americano insiste que nenhuma aeronave sua proveniente o Afeganistão invadiu o país vizinho. No entanto, o mesmo confirma que ações contra guerrilheiros foram conduzidas ao longo da fronteira.

Mesmo após dez dias, o incidente continua envolto por mistérios de ambos os lados. Também sem explicação continua o mistério de um UAV norte-americano que caiu em território paquistanês no dia anterior ao incidente com os helicópteros.

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
konner

Os Estados Unidos lançaram vários ataques contra o que acreditavam ser alvos da Al-Qaeda e do Taleban no norte do Paquistão nas últimas semanas.

Nesta sexta-feira, mísseis teriam sido disparados pelos Estados Unidos e atingiram dois edifícios em duas vilas paquistanesas próximas da fronteira com o Afeganistão, matando 12 pessoas.

Estes ataques estão estremecendo as relações dos dois aliados.

konner

Os ataques no Paquistão pelos EUA sem permissão de Islamabad é — ilegal, fere as LEIS DO DIREITO INTERNACIONAL. A Carta das Nações Unidas indica que todos os estados membros devem resolver as suas disputas internacionais por meios pacíficos, não sendo reconhecido a qualquer nação o direito ao uso da força — a não ser em caso de auto-defesa ou — quando autorizado pelo Conselho de Segurança. A necessidade de auto-defesa deve ser “imediata, irrecusável, não dando hipóteses de escolha de meios no momento da decisão”, — não é esta as circunstâncias na franteira com o Paquistão. Os EUA deveriam… Read more »

Tiago Jeronimo

Os EUA tão perdendo a moral auhauahuahauh

william

tomara q sejam dizimados la e tb no iraque pra aprende a naum se mete com o pais dos outros

Mauricio R.

Os EUA estariam perdendo a moral ou o governo paquistanes tem muitas dificuldades em enquadrar e mostrar quem manda aos seus arapongas???

konner

Esta politica equivocada deste governo norte americano contra o terrorismo, foi de forma simples porém de grande sabedoria, em poucas palavras definida pelo amigo König quando disse:

— ” Eles acham que estão combatendo o “terrorismo”, mas estão apenas dando motivos para o povo dos paises invadidos pegarem nas armas e fazer o que todo Patriota tem o dever de fazer. ” — König em 11 set, 2008 às 16:35.

konner

A História é de certo modo considerada como juiz das ações humanas. A Grã-Bretanha tem cerca de 8 mil soldados baseados no Afeganistão, a maior parte na província de Helmand, ao sul, onde enfrentam batalhas diárias com a crescente insurgência. Segundo o Sunday Times, O comandante da Grã-Bretanha no Afeganistão afirmou que a guerra contra o Taliban não pode ser vencida. O brigadeiro Mark Carleton-Smith afirmou em uma entrevista que, se o Taliban quiser conversar, isso pode ser “exatamente o tipo de progresso” necessário para acabar com a insurgência. — “Não vamos vencer essa guerra. Trata-se de reduzi-la para um… Read more »

joao

Se o Pakistao tivesse um governo de verdade,dariam ordems a sua forca aerea moderna,competente e numerosa e derrubariam algums avioes americanos dentro do territorio paquistanes. Mas a dura realidade e que o governo denuncia os ataques na televisao,para o povo ver,e por baixo da mesa da a carta branca nos ataques,ja que tem os seus bolsos cheios de US Dollars. Ao parecer,o direito,as leis de guerra e convencoes internacionais so aplicam aos demais paises do mundo,nao aos Estados Unidos. Quando a Russia defende seus cidadoes na Osessia,e um “ataque monstruoso”. Quanto os Estados Unidos mentem para o mundo inteiro na… Read more »

Vassily Zaitsev

Voçês já ouviram aquele ditado: ” o amigo de hoje pode ser seu inimigo do amanhã, confie desconfiando”????????? é o que está acontecendo entre Paquistão e Estados Unidos.

bruno

Concordo com o que o joão disse.

konner

É, já se tornou conenso. Segundo o ministro francês das Relações Exteriores, Bernard Kouchner, a França apóia a realização de negociações entre o governo do Afeganistão e o comando da milícia fundamentalista islâmica Taleban e está disposta a participar dos contatos. O Taleban governou o Afeganistão de 1996 e 2001, quando foi deposto em meio a uma ofensiva militar internacional liderada pelos Estados Unidos em resposta aos atentados de 11 de Setembro. Será que ouve êxito nesta empreitada do governo Buch ? Até onde sabemos o alvo principal não foi atingido. Posso até está engando, mas tenho a impessão de… Read more »

konner

digo, consenso.

konner

Foi mais rapido do eu esperava !!

Secretário de Defesa americano, Robert Gates:

— Os Estados Unidos podem se reconciliar com o Taleban.

“Essa é a melhor saída estratégica de tudo isso”, declarou Gates após o primeiro dia de encontros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) em Budapeste sobre a guerra no Afeganistão.

konner

Os Estados Unidos lançaram vários ataques contra o que acreditavam ser alvos da Al-Qaeda e do Taleban no norte do Paquistão nas últimas semanas.

Nesta sexta-feira, mísseis teriam sido disparados pelos Estados Unidos e atingiram dois edifícios em duas vilas paquistanesas próximas da fronteira com o Afeganistão, matando 12 pessoas.

Estes ataques estão estremecendo as relações dos dois aliados.

konner

Os ataques no Paquistão pelos EUA sem permissão de Islamabad é — ilegal, fere as LEIS DO DIREITO INTERNACIONAL. A Carta das Nações Unidas indica que todos os estados membros devem resolver as suas disputas internacionais por meios pacíficos, não sendo reconhecido a qualquer nação o direito ao uso da força — a não ser em caso de auto-defesa ou — quando autorizado pelo Conselho de Segurança. A necessidade de auto-defesa deve ser “imediata, irrecusável, não dando hipóteses de escolha de meios no momento da decisão”, — não é esta as circunstâncias na franteira com o Paquistão. Os EUA deveriam… Read more »

Tiago Jeronimo

Os EUA tão perdendo a moral auhauahuahauh

william

tomara q sejam dizimados la e tb no iraque pra aprende a naum se mete com o pais dos outros

Mauricio R.

Os EUA estariam perdendo a moral ou o governo paquistanes tem muitas dificuldades em enquadrar e mostrar quem manda aos seus arapongas???

konner

Esta politica equivocada deste governo norte americano contra o terrorismo, foi de forma simples porém de grande sabedoria, em poucas palavras definida pelo amigo König quando disse:

— ” Eles acham que estão combatendo o “terrorismo”, mas estão apenas dando motivos para o povo dos paises invadidos pegarem nas armas e fazer o que todo Patriota tem o dever de fazer. ” — König em 11 set, 2008 às 16:35.

konner

A História é de certo modo considerada como juiz das ações humanas. A Grã-Bretanha tem cerca de 8 mil soldados baseados no Afeganistão, a maior parte na província de Helmand, ao sul, onde enfrentam batalhas diárias com a crescente insurgência. Segundo o Sunday Times, O comandante da Grã-Bretanha no Afeganistão afirmou que a guerra contra o Taliban não pode ser vencida. O brigadeiro Mark Carleton-Smith afirmou em uma entrevista que, se o Taliban quiser conversar, isso pode ser “exatamente o tipo de progresso” necessário para acabar com a insurgência. — “Não vamos vencer essa guerra. Trata-se de reduzi-la para um… Read more »

joao

Se o Pakistao tivesse um governo de verdade,dariam ordems a sua forca aerea moderna,competente e numerosa e derrubariam algums avioes americanos dentro do territorio paquistanes. Mas a dura realidade e que o governo denuncia os ataques na televisao,para o povo ver,e por baixo da mesa da a carta branca nos ataques,ja que tem os seus bolsos cheios de US Dollars. Ao parecer,o direito,as leis de guerra e convencoes internacionais so aplicam aos demais paises do mundo,nao aos Estados Unidos. Quando a Russia defende seus cidadoes na Osessia,e um “ataque monstruoso”. Quanto os Estados Unidos mentem para o mundo inteiro na… Read more »

Vassily Zaitsev

Voçês já ouviram aquele ditado: ” o amigo de hoje pode ser seu inimigo do amanhã, confie desconfiando”????????? é o que está acontecendo entre Paquistão e Estados Unidos.

bruno

Concordo com o que o joão disse.

konner

É, já se tornou conenso. Segundo o ministro francês das Relações Exteriores, Bernard Kouchner, a França apóia a realização de negociações entre o governo do Afeganistão e o comando da milícia fundamentalista islâmica Taleban e está disposta a participar dos contatos. O Taleban governou o Afeganistão de 1996 e 2001, quando foi deposto em meio a uma ofensiva militar internacional liderada pelos Estados Unidos em resposta aos atentados de 11 de Setembro. Será que ouve êxito nesta empreitada do governo Buch ? Até onde sabemos o alvo principal não foi atingido. Posso até está engando, mas tenho a impessão de… Read more »

konner

digo, consenso.

konner

Foi mais rapido do eu esperava !!

Secretário de Defesa americano, Robert Gates:

— Os Estados Unidos podem se reconciliar com o Taleban.

“Essa é a melhor saída estratégica de tudo isso”, declarou Gates após o primeiro dia de encontros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) em Budapeste sobre a guerra no Afeganistão.

Reportagens especiais

Na década de 80, o jato binacional AMX era destaque nas revistas aeronáuticas

O avião de ataque AMX, projeto ítalo-brasileiro produzido pelas empresas Aeritalia, Aermacchi e Embraer foi muito badalado pelas revistas...
- Advertisement -
- Advertisement -