Caças Mirage 2000-5 foram para a Suíça

    492
    2

     

    Calma, os suíços não resolveram comprar Mirages usados ao invés de caças novos – trata-se apenas de um exercício conjunto da Força Aérea Suíça com a Força Aérea Francesa

     

    De 16 de abril até a última sexta-feira, dia 27, caças Mirage 2000-5 da Força Aérea Francesa participaram de um exercício conjunto com os F-18 Hornet suíços, na base suíça de Payerne. Seis Mirages do esquadrão de caça 1/2 “Cigognes”, apoiados por um C-160 Transall, partiram da base aérea francesa de Luxeuil para participarem do exercício  “Epervier”, nome de uma ave de rapina que se alimenta de outros pássaros.

    O comandante do “Cigognes”, tenente-coronel Laurent Rosevicz, declarou que “as missões do nosso esquadrão (no exercício) são de policiamento aéreo e defesa aérea. Nossos Mirage 2000-5F são projetados exclusivamente para essas tarefas.” No total, os franceses deslocaram 12 pilotos e mais 35 integrantes do pessoal de apoio para o exercício.

    Do lado suíço, participam 15 pilotos e seis F/A-18 Hornet da Ala Aérea 11, além de pessoal de apoio da Base Aérea de Payerne. O comandante da Ala 11, tenente-coronel Jérôme d’Hooghe, disse: “Estamos aqui para treinar cenários complexos com até nove aeronaves.” Por exemplo, há missões em que um Transall seja escoltado por quatro aeronaves e o outro país atacará a formação com outros quatro caças. As funções de defensores e atacantes são revezadas.

    Segundo os pilotos envolvidos no exercício, os F/A-18 e os Mirage 2000-5 são comparáveis tecnologicamente nas missões de policiamento aéreo e defesa aérea. Em 2013 deverá haver outro exercício “Epervier”, desta vez em território francês.

    FONTE / FOTO: Força Aérea Suíça

    2 COMMENTS

    1. Foto maravilhosa.
      Mostra um dos lados mais belos da aviação de caça, o companheirismo.
      O ala, que antes dava a proteção a seu líder, agora lhe deposita toda sua confiança e lhe entrega a precisão do pouso, oberva atento seu amigo e espera que seu caça seja o primeiro a tocar o asfalto do campo.

    LEAVE A REPLY

    Please enter your comment!
    Please enter your name here