quarta-feira, setembro 22, 2021

Gripen para o Brasil

Austrália encomenda equipamentos para converter Super Hornet em Growler

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Equipamentos são itens com longo prazo de produção, e visam garantir que no futuro o país possa converter parte da frota

Na quinta-feira, 29 de março, foi anunciado que o Governo Australiano iria gastar mais de 19 milhões de dólares para a compra de equipamentos eletrônicos de longo tempo de produção (long lead item), destinados à potencial conversão de 12 caças F-18 Super Hornet da Austrália na versão EA-18G Growler, de guerra eletrônica.

Segundo o anúncio,  feito pelo ministro da Defesa da Austrália Stephen Smith e o ministro para Material de Defesa Jason Clare, o Governo Australiano tomou em 2009 a decisão de instalar o cabeamento em 12 de seus Super Hornets para a potencial conversão na configuração Growler, a um custo de 35 milhões de dólares.

O Growler é um sistema de guerra eletrônica que dá ao Super Hornet a capacidade de interferir com os sistemas eletrônicos de aeronaves e radares baseados em terra, assim como sistemas de comunicação. O Growler foi usado de maneira muito eficaz pela Marinha dos Estados Unidos durante as operações aéreas na Líbia, no ano passado.

Os itens de longo prazo de produção são sistemas equipamentos necessários para qualquer conversão potencial dos Super Hornets existentes na Austrália e incluem, segundo a nota, sistemas eletrônicos, antenas e receptores de alta frequência modulada.

A nota divulgada diz que a decisão para a compra do equipamento foi feita agora para garantir que a Austrália continue a ter acesso potencial à tecnologia do Growler, assim como às tecnologias específicas para fazer qualquer conversão do tipo. Uma decisão final sobre converter ou não alguns de seus Super Hornets para a configuração Growler será feita após exaustivos estudos do Governo Australiano.

A compra está sendo feita por meio do processo de vendas militares ao exterior (FMS) dos Estados Unidos e, como parte do processo, uma carta de solicitação, requisitando formalmente a compra, foi entregue aos EUA. Se a Austrália converter alguns de seus Super Hornets para a configuração Growler, será o único país do mundo, além dos Estados Unidos, a operar uma aeronave do tipo.

FONTE / FOTO: Ministério da Defesa da Austrália

Colaborou: Penguin

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

6 Comments

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos

Enquanto o Mundo anda, o Brasil Potência continua dormindo em berço esplêndido.

E certos governantes querem tanto o tal assento no Conselho de Segurança da ONU que acabarão é ganhando um peniquinho.

Vader

Sinônimo de caça.

Guilherme Poggio

De bobo os australianos não tem nada. Seguem com os SH enquanto assistem ao desenvolvimento do JSF.

Se o JSF não vier, é só comprar mais SH. Se ele vier, transformam o SH em aeronave que guerra eletrônica.

maxi47

Novamente, a Austrália fazendo mais uma compra pontual.

Ivan

Poggio,

Em fevereiro passado li que: “O Governo Federal da Austrália vai gastar mais de US$ 200 milhões para transformar seis caças Super Hornet de sua força aérea em modernos aviões de guerra eletrônica Growler.”

Desconfio que a RAAF deve converter inicialmente meia dúzia dos seus F-18F para guerra eletrônica e deixar a outra meia dúzia para uma futura versão melhorada.

Uma força de ataque com EA-18G Growler e F-35A Lightning II impõe respeito em qualquer teatro de operações do mundo.

Sds,
Ivan.

Marcos

Se ainda ha um “Sonho” de termos o SH, continuo com ele.

Últimas Notícias

Embraer amplia o Programa Pool com a Cobham, da Austrália

Singapura – 22 de setembro de 2021 - A Embraer anunciou hoje a assinatura de uma extensão e ampliação...
- Advertisement -
- Advertisement -