Home Aviação de Caça Caças navais Rafale e Super Etendard treinam em base da Força Aérea...

Caças navais Rafale e Super Etendard treinam em base da Força Aérea Francesa

417
10

Entre a última semana de fevereiro e a primeira de março, a Base Aérea de Istres da Força Aérea Francesa abrigou caças Rafale e Super Etendard Modernizados (SEM) da Marinha, que simulam pousos em porta-aviões na sua pista. Esse treinamento, que inclui exercícios de toque e arremetida diurnos e noturnos, é realizado anualmente, aproveitando maiores possibilidades de tempo bom no sul da França.

Os caças da Marinha Francesa começaram a realizar esses exercícios em Istres em 2009, depois que a Base Aeronaval de Nimes foi fechada. Assim, num acordo com a Força Aérea, foi possível instalar na base o equipamento de auxílio óptico ao pouso em porta-aviões.

NOTA DO EDITOR: pegando uma carona no exemplo francês, fazemos uma pergunta ao leitor do Poder Aéreo: se no futuro um mesmo modelo de caça (ou versão naval de um mesmo caça) vier a equipar tanto a Força Aérea Brasileira quanto a Marinha do Brasil, não seria interessante o compartilhamento de bases?

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
asbueno
asbueno
8 anos atrás

A resposta é sim, levando em conta aquelas situadas no litoral ou próximas a ele.
Não conheço o dia-a-dia de uma base da FAB, mas imagino que aquelas que não compartilham um aeroporto civil (Galeão, por exemplo) não devem ter um movimento elevado. Desta forma caberia o compartilhamento. Penso que haveria uma bela redução de custos.

Antonio M
Antonio M
8 anos atrás

Também acredito e ainda, que haja intercâmbio permitindo que os pilotos possam ter outras formações, como pilotos da FAB treinando pouso/decolagens no PA São Paulo, pilotos da MB aperfeifeiçoando combate sobre a selva etc.

Pergunta meio off topic: A França não vai aposentar os Super Etendar não ?!?!?!?!?

Corsario137
Corsario137
8 anos atrás

Off-topic: Eita que entrou um jabazão do Rafale bem no topo do site! Parabéns ao “Poder Aéreo” que consegue atrair cada vez mais anunciantes de peso ao site. -x- Não só de bases como de instrução e manutenção. Vejamos o caso do Esquilo, operado pelas 3 forças onde cada piloto aprende a voar numa escola diferente. Não seria melhor os 3 fazerem AFA e só fazerem um “especializado” nas suas respectivas forças? Onde falta recursos, a palavra de ordem é racionalizar! Por favor me corrijam se estou falando besteira mas não vejo o porquê de mantermos 3 Centros de Formação… Read more »

eraldocalheiros
eraldocalheiros
8 anos atrás

A pergunta aos senhores é: E como fica o ego dos fabianos, feridos ou inflados rsrrsrsrsrs se conheço bem sei não. E o pessoal da gloriosa concordaria tal parceria ou divisão de tarefas? Respondam-me se form capáz.

Giordani RS
8 anos atrás

Para operarem juntos, alguns Egos deverão ser engolidos…

Justin Case
Justin Case
8 anos atrás

Amigos,

Gostei do banner do Rafale. Insuperável.
Parabéns ao Poder Aéreo. Falta só o SH para equilibrar.
Abraços,

Justin

Guilherme Poggio
Editor
8 anos atrás

Bem lembrado Justino

Alô alô Boeing. Escutem a voz do povo.

Giordani RS
8 anos atrás

Mas esse Super Etendard é feio de doer, hein? E olha que ele é agradável aos olhos perto do Etendard…mudando um pouco o foco, o SE tem uma história interessante. Avião Limitadíssimo(numa análise fria é bem capaz do F-5 ter um desempenho muito, mas muito superior), nascido da eterna falta de dinheiro na Europa(no caso, a França), fruto do desentendimento europeu(no caso, os parceiros do Jaguar), mas entrou para história!!!! Vai entender…

Corsario137
Corsario137
8 anos atrás

Poggio,

Vou falar com os amigos da Boeing 🙂