Home Aeromodelismo Miniaturas em papel

Miniaturas em papel

3827
6

O nosso leitor de São Carlos (cidade do interior de São Paulo) Douglas Samuel enviou uma mensagem para nós. Para ele, o Poder Aéreo é “leitura diária e obrigatória” sempre que retorna do trabalho. Douglas trabalha na área de manutenção de aeronaves e também é um grande entusiasta da aviação.

Um dos seus hobbies e criar e fazer modelos de aeronaves em papel. Mas se você está pensando naqueles aviões simples feitos com papel sultite que ficam prontos em um minuto, esqueça. Os modelos criados pelo Douglas são cópias fiéis em escala 1:50, feitas considerando todos os detalhes do exemplar original.

Até o presente momento Douglas já construiu uma respeitável coleção de aeronaves de papel. Ele nos enviou algumas fotos que mostram a evolução de caças a jato russos desenhados pelo birô MiG. Veja nas fotos do autor logo abaixo. Trata-se de um belo trabalho, feito por alguém que realmente gosta da aviação. Nossos parabéns pela dedicação.

6 COMMENTS

  1. Parabéns e aplausos ao Douglas Samuel!

    E quantas lembranças o trabalho dele despertou (deve ser por causa do aniversário que se avizinha, avisando há quanto tempo eu fazia esse tipo de coisa).

    Décadas antes de criar maquetes em papel dos navios da Marinha, no computador, eu fazia aviões de papel para compensar a falta de grana para comprar kits plásticos convencionais dos aviões que eu desejava.

    Isso foi há muuuuito tempo, no começo da adolescência, desenhando no papel, cortando e colando, sem qualquer pretensão de produção em série (computador pessoal era algo que só ia mexer trabalhando, já adulto…)

    Lembro que primeiro fiz um MiG-21 russo, que não apresentava muita dificuldade por ser consideravelmente simples em suas formas “tubulares”. Depois fiz seu “inimigo”, um F-104 alemão ocidental, também razoavelmente fácil. Aí parti para voos mais complicados, em que as curvas do nariz tornaram-se problemas, fazendo um MC200 Saetta, um P-80 Shooting Star, um He-162 Salamander, todos muito ruins. Finalizei a fatura com uma coisa bem mais fácil, aquele míssil terra-ar tripulado alemão, o Baachen.

    Aí as prioridades e as motivações para ocupar o tempo livre adolescente voltaram-se para outros assuntos…

    Virou tudo banquete de traça.

    Saudações!!!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here