AFA 2011: em 4 momentos, os 4 pilares da Aviação de Caça da FAB

Subscribe
Notify of
guest

6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Luis

Tirando o último, todos os três primeiros poderiam ser aposentados, vendidos ou ir para algum “AMARG” brasileiro.
Poderiam ser substituídos por aviões usados mais modernos:

1) F2000C => Eurofighter EF2000 Tranche 1, em quantidades maiores, para formarmos 3 ou 4 GDA’s (vindos da RAF e/ou Itália);

2) F-5M => SAAB GRIPEN JAS39A (vindos da Suécia);

3) A-1 => PANAVIA Tornado IDS (vindos da RAF e/ou Luftwaffe).

*e também os A-4 da MB por F18C.

Dinheiro não é problema, é solução!

asbueno

Luis, o $$$ é solução desde que bem empregado. A sua sugestão cria três novas linhas de manutenção para a FAB gerenciar. Seria mais razoável escolher um dos modelos apenas para substituir os atuais. Com exceção do Tornado, já um pouco velhinho.

Outra coisa, o $$$ seria solução se a FAB o tivesse, tanto em valores razoáveis, como “estáveis”, ou seja, garantia de seu empenho pelo GF.

Abraços.

Vader

Eu estive a alguns metros de todos eles e posso dizer que são belas aeronaves, apesar da idade (os três primeiros).

Mas o F-5 é a aeronave da minha infância, e tenho especial carinho por ele.

Luis

Criaria 3 linhas e acabaria com 3, portanto continuaria na mesma, com aviões mais modernos e capazes. A maioria das FA do mundo tem pelo menos 2 aviões de caça/ataque ao solo. Poderia ser, no caso da FAB, o EF2000 ou Mirage 2000-9 (dos EAU – esqueci de mencionar) mais o Gripen A. Ainda que fosse só o Gripen já estaria melhor do que hoje. Novos, só Rafale ou F-18 SH, no momento. Ou ainda Gripen C. Aviões russos ou chineses seriam uma zebra. A FAB não tem $$$, quem tem é o GF, mas esse só sabe cada vez… Read more »

asbueno

Não é tão simples assim. Não é -3 +3. A soma não é zero e ainda você tem algo mais moderno na mão. Os Tornado são caros de serem mantidos. Estão sendo desativados e os sobressalentes poderão não estar disponíveis quando necessários. Implicação: custo elevado. Não faz sentido.
Faria sentido uniformizar a frota e não criar outra frota segmentada.

Abraços.

Luis

Pra FAB tudo é caro de ser mantido, menos os aviões do GTE. Nenhum avião que substituirá os que aí estão tem hora de vôo barata como o F-5.

Eliminado o Tornado, ficaríamos com um mix hi-lo:
Hi => EF2000 T1 ou M2000-9
Low => Gripen A

Ou que saia logo a decisão do FX-2!