Home Tecnologia Alenia Aermacchi M-346 recebe certificado do Ministério da Defesa italiano

Alenia Aermacchi M-346 recebe certificado do Ministério da Defesa italiano

296
6

A Alenia Aermacchi, uma empresa do setor aeronáutico Finmeccanica liderada por Alenia Aeronautica, recebeu o certificado de tipo militar para a sua nova geração de aeronaves de treinamento M-346.

Esta certificação é um requisito fundamental para todas as aeronaves a serem operadas em um ambiente militar. A Direção-Geral de Armamento Aeronáutico do Ministério da Defesa emitiu o certificado para a Alenia Aermacchi, em Roma, em 20 de junho de 2011.

O processo de certificação e aeronavegabilidade permanente foi realizado pela DGAA, em conformidade com os privilégios concedidos à Alenia Aermacchi com a certificação DOMA (Design Organization Military Approval), emitida em abril de 2009.

Para completar o processo de certificação do programa M-346, foram feitos 180 voos nos últimos cinco meses, com uma duração total de 200 horas, durante as quais mais de 3.300 pontos de teste foram concluídos. A Força Aérea Italiana começará nas próximas semanas o processo de aceitação para as primeiras duas aeronaves de série, que designou T-346A.

6
Deixe um comentário

avatar
5 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
5 Comment authors
NunãoDarkmanObservadorWagnerSoyuz Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Soyuz
Visitante
Member
Soyuz

Este projeto Italiano (M-346), seu irmão russo (Yak-130), o projeto chinese (L-15) além do sul coreano (KAI T-50) ditam uma tendência de aeronaves de grande desempenho para treinamento avançado de pilotos. Se somarmos aos T-38 Talon na USAF que não são aviões novos, mas que tem um grande desempenho (para um treinador), fica a nítida visão de que algumas forças aéreas não estão convencidas de que a transição de um turbohelice ou avião a jato de menor desempenho para um caça de ultima geração, seja a melhor coisa a ser feita. Não existe uma formula única para treinamento de pilotos… Read more »

Wagner
Visitante
Member
Wagner

Sempre achei interessante a idéia de treinadores avançados com capacidade de combate uma boa coisa para qualquer força aérea.

Interessante a enorme cabine desses aviões, deve ser uma visibilidade e tanto.

Observador
Visitante
Observador

Sobre estes treinadores avançados, tem um vídeo de um rasante feito por um FMA IA 63 Pampa que é impressionante:

http://www.gizmodo.com.br/conteudo/o-voo-rasante-mais-louco-que-ja-vi/

A única coisa que falta ao avião dos “hermanos” é capacidade supersônica. Senão, ia ser um concorrente para estes treinadores avançados comentados aqui.

Ou não?

Darkman
Visitante
Darkman

Não vejo a possibilidade destes treinadores pintarem por aqui no Brasil, espero estar errado, mas os T27 vão continuar por muitos anos. Seria uma pena não termos esses treinadores avançados.

Abs.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Darkman,

A eventual função de treinadores a jato M-346 seria bem diferente da desempenhada pelos T-27.

Na verdade, seriam para uma fase de treinamento entre a que é executada pelo A-29 (o qual já vem depois do T-27) e a chegada do piloto a um esquadrão de jatos de primeira linha.

Digitando M-346 no campo busca, você vai encontrar diversas matérias anteriores sobre o jato, com centenas de comentários tratando sobre suas possibilidades, ou não, de emprego na FAB (além de outros modelos).

Saudações!

Darkman
Visitante
Darkman

Valeu Nunão !!!

Abs.