Saiba como é o trabalho do Esquadrão Flecha, que completou sete anos de serviço

    388
    0
     

    A sirene toca em um hangar na Base Aérea de Campo Grande. Em poucos minutos, um A-29 Super Tucano, do Terceiro Esquadrão do Terceiro Grupo de Aviação (3º/3º GAv), conhecido como Esquadrão Flecha, equipado com metralhadoras, decola. A missão é interceptar uma aeronave que voa sem identificação na região. Após seguir as orientações dos controladores da Defesa Aérea, o A-29 está lado a lado com o avião sem plano de voo. O piloto militar passa instruções para o interceptado e pede para que ele o acompanhe até uma pista, onde autoridades policiais estão prontas para realizar a investigação.

    Missões assim se repetiram inúmeras vezes nos últimos anos. Em sete anos de vida, o Esquadrão Flecha contribuiu para que o tráfego sem controle nesse sensível espaço aéreo diminuísse consideravelmente. Com uma equipe de alerta 24 horas do dia, em todos os dias do ano, os Flechas são responsáveis por guardar e proteger extenso espaço aéreo, que abrange as fronteiras com o Paraguai e Bolívia, além de ser uma unidade de formação de líderes de esquadrilha de Aviação de Caça.

    O Esquadrão faz parte da família dos “terceiros”, que conta com o 1º/3º GAV, Esquadrão Escorpião, sediado na Base Aérea de Boa Vista, e o 2º/3º GAV, Esquadrão Grifo, instalado na Base Aérea de Porto Velho.

    A atuação do Esquadrão Flecha acontece em parceria com outras unidades da Força Aérea. O 2º/6º GAV, sediado na Base Aérea de Anápolis, que opera as modernas aeronaves R-99, equipadas com potente radar que detecta qualquer tipo de voo, a qualquer altitude, num raio de 250 km. Além dele, o Destacamento de Controle do Espaço Aéreo de Jaraguari (DTCEA-JGI), que possui um radar de solo com grande alcance, tem papel decisivo nessa atuação. Essas Unidades auxiliam na interceptação dos tráfegos desconhecidos, orientando o piloto do Esquadrão Flecha.

     No dia 11 de fevereiro, os Flechas comemoraram sete anos de existência, com uma solenidade militar na Base Aérea de Campo Grande. A cerimônia contou, entre diversas outras autoridades civis e militares, com a presença do Presidente do Superior Tribunal Militar (STM), Carlos Alberto Marques Soares; dos Ministros do STM, Almirante de Esquadra Álvaro Luiz Pinto e Olympio Pereira da Silva; do Comandante Militar do Oeste, General-de-Exército João Francisco Ferreira; do Comandante de Defesa Aeroespecial, Major-Brigadeiro Gerson Nogueira Machado; e do Comandante da Terceira Força Aérea (III FAE), Major-Brigadeiro-do-Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez.

    FONTE / FOTOS DE BAIXO: FAB (BACG)

    VEJA TAMBÉM:

    Subscribe
    Notify of
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments