sexta-feira, maio 27, 2022

Gripen para o Brasil

Brasil e Uruguai iniciam planejamento de exercício militar

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Uma comitiva da Força Aérea Brasileira (FAB) permanece até o dia 8 de outubro no Uruguai para o planejamento do Exercício Binacional URUBRA I, previsto para o período de 25 a 29 de abril de 2011. As reuniões estão sendo realizadas no Comando-Geral da Força Aérea Uruguaia, na Base Aérea Capitão Boiso Lanza, em Montevidéu, capital uruguaia.

O exercício militar tem o objetivo de treinar medidas de policiamento do espaço aéreo contra tráfegos aéreos irregulares e, como enfoque principal, o emprego de radares e aeronaves de interceptação, além de estreitar relações, trocar experiências e aperfeiçoar procedimentos comuns no que se refere à vigilância e ao controle do espaço aéreo próximo à fronteira dos dois países.

A Operação URUBRA I ocorrerá entre os dias 25 e 29 de abril de 2011, no espaço aérea da fronteira entre o Brasil e o Uruguai. O treinamento terá como bases de apoio as cidades de Santa Maria (Brasil) e Durazno (Uruguai). Estão previstas as participações das aeronaves A-29 “Super Tucano”, do Brasil, e A-37 “Dragon Fly”, IA-58 “Pucará” e PC-7 “Pilatus”; do Uruguai.

A Comitiva da FAB é composta por militares do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER), do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), do Comando-Geral de Operações Aéreas (COMGAR), do Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro (COMDABRA) e do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica (CECOMSAER).

FONTE: Agência Força Aérea

- Advertisement -

6 Comments

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vinicius Kober

Não entendi o motivo de a FAB envolver os Super Tucanos no exercício se no RS não existem esquadrões que operem esses vetores regularmente…

Joker

Vinicius Kober disse:
8 de outubro de 2010 às 22:58

A utilização do ST nesse exercicio se dá pelo mesmo ser o principal e mais adequado vetor do inventario brasileiro a missão que se denomina de Policamento Aereo. A não-existencia de um esquadrão operacional de tal vetor na região do exercicio não exclui a possibilidade de utilização do mesmo, haja vista, em outros exercicios internacionais onde vetores de um pais não-sede participa do mesmo (Salitre, Cruzex, Red Flag,…).

Colt

Eita… festival de laptop!

Raptor

O que o próprio GF tem dificuldades (integração sul americana) as FA’s tem tirado de letra…

Parabéns a FAB…

Abs.

Giordani RS

Junta A-37 “Dragon Fly” + IA-58 “Pucará” + PC-7 “Pilatus” não dá um A-29! Que barbaridade…em relação ao uruguai, estamos alguns anos à frente…

Ronaldo frossard

Em caso de um conflito armado envolvendo Brasil e Uruguai quem levaria o melhor.

Últimas Notícias

Japão permitirá exportações de caças e mísseis para 12 países

Índia, Austrália, Vietnã, Tailândia, Malásia, Filipinas entre destinos TÓQUIO - O governo japonês planeja permitir a exportação de caças, mísseis...
- Advertisement -
- Advertisement -