domingo, agosto 14, 2022

Gripen para o Brasil

Confiabilidade do F-35B causa preocupação

Destaques

Alexandre Galante
Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O site Flightglobal informou que preocupações sobre a confiabilidade do caça Lockheed Martin F-35B, versão STOVL (Short Take-Off and Vertical Landing), podem atrasar o programa de testes novamente.

O informe diz que o chefe executivo Robert Stevens da Lockheed Martin, afirma que os esforços recentes para melhorar a confiabilidade do F-35B “ficaram aquém das expectativas”, com os problemas encontrados nos ventiladores térmicos, atuadores das portas e interruptores do sistema elétrico. “Tenho certeza de que vamos ver uma re-introdução progressiva do programa de vôo de testes STOVL, para reconhecer o desempenho real até o momento”, disse ele aos repórteres.

Parece que o programa de testes da F-35B não conseguiu manter o ritmo das metas reduzidas no início deste ano, devido a um déficit grande de horas de testes no ano passado. Originalmente, 1.200 testes de vôo eram necessários em todo o programa F-35 em 2010, mas estes foram reduzidos para apenas 394.

Enquanto isso, a Lockheed Martin produziu um vídeo de atualização do segundo trimestre de 2010 para o programa, que pode ser visto abaixo.

- Advertisement -

82 Comments

Subscribe
Notify of
guest

82 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Asimov

Essa é a versão problemática do F-35, a B, do Marines.

Adler Brediks Medrado

Espero não seja esse o modelo que Israel vai comprar.
Israel precisa muito do equipamento e não pode haver atrasos.

Wagner

tsc tsc tsc… é a indústria americana já não é mais a mesa… apostando nessas pirâmides voadoras…

Vader

Minor troubles… e apenas na versão mais complicada. Totalmente natural haver problemas numa aeronave revolucionária como o F-35B STOVL.

O vídeo é bonito, mas não traz nada muito novo. Bom saber que em breve os britânicos já estarão produzindo as suas próprias aeronaves.

Adler: s.m.j. a versão adquirida por Israel é a CTOL (F-35A). Com esta não haverá atrasos: Israel vai ter o F-35 em tempo, embora talvez não para o bombardeio do Irão.

Sds.

Michel Lineker

Como eu queria umas 200 piramides vodoras dessas na FAB…mas fazer o que vamos de SUPE HORNET mesmo.E essa industria não é mais a mesma visto que esta fazendo agora caças de 5ªgeração ao contrario de outras que não conseguem nem vender uns de 5ªcategoria.

Vader

Michel Lineker disse:
2 de setembro de 2010 às 22:13

Michel: essas “pirâmides” são “demais para nós”…

Jobim estava certo: são mesmo. Com os políticos que temos, simplesmente não merecemos um caça desses… Cada povo tem o governo e os caças que merece…

Ricardo_Recife

Todo VSTOL é mais complicado. Lembrem-se do YAK-38 foi sempre uma tremenda dor de cabeça para os russos. O próprio projeto do Harrier /SeaHarrier vota e meia ameaçava ser fechado.

A solução para todos estes problemas vai ser mais grana e investimento. Se o J do projeto aguentar mais este prejuízo em época de crise tudo bem, mais atraso e no final um avião de primeira.

Vader

Ah sim, quanto às críticas infantis, tem aquela velha história também: “banana madura, na beira da estrada, tá bichada ou tem marimbondo no pé”…

Tradução: quem desdenha quer comprar…

A7X

Mais problema???

Putz…:D

A7X

Brincadeiras à parte, acho que é normal haver problemas numa aeronave complexa como o F-35B. Torço para que sejam resolvidos brevemente.

Será que esses poblemas podem atrasar a entrada em serviço do F-35 nos EUA?

Abs.

Marcelo

Caro A7X,
já está atrasado…

A7X

Marcelo disse:
2 de setembro de 2010 às 23:13

Vlw, Marcelo!

Abs.

Alex

isso é muito salutar para o projeto, devido a preocupação em vender um produto, que pelo menos tenha um padrão de qualidade, pior seria ocultar um erro, e depois fazer cara de paisagem…

cada besteira que leio aqui, maldita inclusão digital….

Cor Tau

一═┳︻ Iiiiiiiiiiiiiiiiiii…………… 🙂

Flávio

Só lá no Tio San as coisas são assim, as claras, pra discussão nacional… tudo aberto… Não estou discutindo produto, só o “jeitão” dos caras

Galileu

O F35 é o Futuro…

Mas será que a versão v/stol vai fazer mais sucesso que o Harrier?? dúvidas e mais dúvidas

Elizabeth

Fosse o F-35 um avião com apenas uma versão, (embarcada C/STOL) com pequenas simplificações para operação em terra (a exemplo do F-4 e F-18). Fosse o F-35 a fusão de uma célula nova porem com sistemas herdados de aviões já prontos, como o Super Hornet e o F-16 Block 60 que possuem sistemas ultra modernos, tal qual a célula do F-16 na sua origem, um projeto de célula revolucionaria (ultra ágil) que herdava itens que a USAF já tinha (motorização e alguns sistemas). Fosse o F-35 um projeto cujo controle de custos fosse realmente exercido, como na concorrência Lightweight Fighter… Read more »

Cor Tau

A se isso fosse no Brasil viu……… 🙂

Cor Tau

Enquanto isso…..No dia 21 de Abril de 2009, o Wall Street Journal revelou que hackers haviam penetrado as redes protegidas da Administração Norte Americana e tinham conseguido retitar centenas de terabytes de informações confidenciais sobre o F-35. Esta informação foi uma bomba na imprensa e na blogosfera especializada. De acordo com relatos iniciais, postos a circular logo de seguida, os hackers são de origem chinesa e embora as autoridades neguem formalmente, estes estariam relacionados com os ataques cibernéticos permanentes contra infra-estruturas da União Europeia e dos Estados Unidos, desde o início do século XXI. Teriam sido retiradas informações referentes aos… Read more »

Daniel Fagundes

Pro que chamou o F-35 de “pirâmide voadora” eu só faço uma pergunta:

A palavra “stealth” faz algum sentido pra vc?!

Se a resposta for “não”, eu entendo o seu comentário, é pura falta de conhecimento mesmo.

Quanto ao F-35B, quando ele estiver pronto e aparecer pairando em frente a uma ponte/monumento durante cenas de filmes de ação hollywoodianos, daí não vai faltar nego falando que esse é o avião mais foda da história da aviação militar…

Daniel Fagundes

Ah, e antes que eu me esqueça, Die Hard 4 é só o começo!

DV

Eu tenho certeza que, no final, sairá um avião fantástico (aliás, já é fantástico hoje).

Mas é impossível afirmar que esse projeto tenha sido bem tocado. Ele deveria ser o irmão simples, barato e confiável do F-22. Ele foi pensado para ser o novo F-16, reduzindo custos através de componentes comuns e adoção por todas as forças e aliados.

Está atrasado, muito (mas muito mesmo) caro que o previsto e a cada revisão do desenho diminui o número de componentes comuns às 3 versões.

Vader

Cor Tau disse: 3 de setembro de 2010 às 5:55 Hehehe, caro Cor Tau: pegaram a “isca” do F-35, deixado lá para que os caras achassem que tinham pego o material correto e parassem de tentar: na verdade pegaram o lixo (garbage). Não se preocupe: a contra-espionagem eletrônica americana é a mais eficaz do mundo. Afinal a internet (e o próprio PC) é invenção deles… _______________ Elizabeth disse: 3 de setembro de 2010 às 0:34 Elizabeth: o JSF não tem apenas uma versão, não é construído sob uma célula antiga, não tem uma preocupação com custos tão apertada, não é… Read more »

Vader

DV disse: 3 de setembro de 2010 às 7:52 “Ele deveria ser o irmão simples, barato e confiável do F-22. Ele foi pensado para ser o novo F-16, reduzindo custos através de componentes comuns e adoção por todas as forças e aliados.” Considero um erro achar que o F-35 deveria ser comparável ao F-22. Não foi essa a idéia de sua concepção, mas sim deixar de lado justamente os paradigmas da Guerra Fria que nortearam o projeto do F-22. No mais, ele foi pensado não para substituir o F-16, mas sim para substituir o F-16, o F/A-18, o Harrier, o… Read more »

Rodrigo

O F35, tem tantos requisitos e versões que no fim resultará da maior quebra de paradigma da história da aviação.

O que esperar para a próxima ?

Operar dentro e fora da atmosfera ?

Nick

Cara Elizabeth,

Belo comentário, como sempre…

O F-35 B poderá atrasar visto esses problemas de confiabilidade. Em fóruns internacionais, dizem que a Royal Navy, já optou pelo F-35 C, o que aliás faria sentido com o envio de pilotos britânicos para treinarem nos F-18 americanos.

Das duas uma: Ou esse caça vai ser realmente um novo paradigma para caças, estabelecendo novos padrões a serem alcançados, (no que eu acredito), ou será um dos maiores fracassos da indústria aeronáutica militar dos Estados Unidos de todos tempos.

[]’s

Tysock

Muito natural estes problemas, ainda mais sendo o F-35B uma máquina revolucionária. Tenho minhas ressalvas quanto a este tipo de elevação. Os gringos sempre desdenharam a simplicidade do Harrier e ridicularizavam os Marines pela compra…depois o AV-8C mostrou seu valor no Golfo… Americano gosta de coisa complicada, o sonho deles era o XFV-12, uma coisa que nem hoje sería capaz de voar! Os soviéticos tiveram tantos problemas com seus YAK-36 e 38 que abandonaram! V/STOL pra mim só tem um nome: Harrier! Mas, desejo todo o sucesso para o F-35B. Pelo menos, algum planejador de gabinete se deu conta de… Read more »

grifo

Em fim, fosse este programa a tradução do que a USAF e USN sempre fizeram de melhor nos últimos 60 anos que é a criação de projetos pragmáticos porem sem abrir mão da liderança tecnológica, ele fatalmente já estaria pronto e a custos aceitáveis.

Cara Elizabeth, diz a antiga piada que o camelo é o cavalo criado por comitê. O F-35 é o caça de comitê…

Fábio Mayer

Lembro que os Harrier e Sea Harrier foram considerados à sua época um milagre da engenharia, que conseguia pairar no ar e decolagem vertical… os problemas continuam os mesmos, o que explica a complexidade do projeto.

Edcreek

Olá,

Sem duvida o F-35 será um divisor de aguas, as três questões importantissimas:

1) Para quando?

2) Qual será o custo real?

3) Será capaz de combater o T-50? será capaz realmente de manter uma superioridade aerea contra ordas de caças inimigos, de baixo custo? será capaz de combater VANTs Stealth já em estagios medianos de desenvolvimento na europa?

Quem viver verá!

Abraços,

Rodrigo

Combater UAV´s desenvolvidos na Europa ?! Só quem tem este pensamento do equip. Europeu x Gringos são _____________ no seu delírio fantasioso do Brasil( apoiado pela França) x EUA, em uma guerra estilo MadMax – A luta pela água potável. ahahahahaaha Não se iludam, o F35/F22 tem endereço, manter a supremacia tecnológica ante China e Rússia. A probabilidade de um embate direto entre os gringos, chinas e russos é zero. Aquilo ali é “big league” e os três sairão tão destroçados, que deixarão de ser potências! Os clientes de China e Rússia não tem a menor chance, contra os gringos.… Read more »

Nick

Caro Edcreek

Os Vants stealth europeus estão ainda no começo de desenvolvimento, que eu saiba só o Taranis voou…..e são demonstradores, provavelmente com uma escala 1/2, em uma versão operacional, serão apenas bomb truckers furtivos, vai demorar ainda para terem plena capacidade ar-ar

[]’s

Theo Gatos

Vixi, vai fica mais caro… Bom, mas independente dos problemas (que certamente serão resolvidos), o pensamento que mais me veio à cabeça enquanto lia a notícia era… “mas que grande aeronave é o Harrier!”. Toda esta dificuldade (que é natural dada a complexidade desta operação) para projetar uma aeronave que faça o que o Harrier fez com um projeto de quase meio século atrás só demonstra a grande capacidade dos engenheiros da época em encontrar soluções para problemas parecidos com os que os americanos estão encontrando… Mas em tempo serão resolvidos, mesmo a indústria militar não tendo um cheque tão… Read more »

Edcreek

Olá, Rodrigo Já te disse não sou comunista, não tenho nada contra, mas passo longe disso. A questão de enfrentamento entre a Europa e os EUA é de -1000%, a minha questão é se ele será tecnicamente capaz para isso, entrando na questão citada por voce, manter a supremacia tecnologica. Financeiramente os orçamentos já estouraram, assim como os prazos, agora temos que ver quando o bixo ficar operacional nas versões mais adiantadas se ele será realmente capaz de enfrentar em especial o T-50 que possuirá uma capacidade muito maior de levar misseis e combustivel, e provalmente terá uma manobrabilidade enorme… Read more »

Rodrigo

Edcreek disse:
3 de setembro de 2010 às 11:05

Eu sei que você não é

Mas eu gosto de te sacanear ahaahah

Vader

Edcreek disse: 3 de setembro de 2010 às 10:08 “Será capaz de combater o T-50?” Evidentemente que sim, embora a pergunta não seja essa e sim: será o T-50 capaz de combater o F-35? Um está na bica para ser produzido em série, o outro ainda é um protótipo. será capaz realmente de manter uma superioridade aerea contra ordas de caças inimigos, de baixo custo? Sim. Mas espero que o amigo não se refira ao T-50 pois este, se for viável operacionalmente, tampouco terá baixo custo. “será capaz de combater VANTs Stealth já em estagios medianos de desenvolvimento na europa?”… Read more »

Vader

Edcreek disse:
3 de setembro de 2010 às 11:05

Ah sim, gostaria de saber se toda essa suposta manobrabilidade” do ac russo superará a de um AIM-9X (40Gs).

Sds.

Edcreek

Olá, Rodrigo eu sei disso 😉 Vader o T-50 será um realidade, queira um critico de produtos de origem não Americana/Inglesa goste ou não. As estimativas indicam que com o preço de 1-F35 será possivel comprar 2-T50. Vale lembrar que o F-35 terá duas baias internas para armas com no maximo 4 misseis, enquanto isso o caça Russo terá na pior das hipoteses 8, com alcançe até maiores que os misseis Americanos. Manobrabilidade é vital ainda hoje, os acertos fora do campo de visão ainda são minoria. Eu sou não creio que um F-35 dará conta de dois T-50, mas… Read more »

Luiz Eduardo

Hehehe, como vc é “exagerado” meu caro Michel Lineker, 48 destes já tava bom demais da conta, sô! 😀 “será capaz de combater VANTs Stealth já em estagios medianos de desenvolvimento na europa?” Até lá o Ghost Ray estará plenamente operacional e certamente superior a qualquer Vant europeu 😉 – e olha q eles já tem o predator… Não sei se entendi bem seu comentário, Elizabeth – mas se essa foi a idéia, tens razão: se ainda estivéssemos na Guerra Fria o “bixo” já tava pronto e operacional (antes do tempo até) – como disse o Vader, não há necessidade… Read more »

Gabriel T.

Vader : “Evidentemente que sim, embora a pergunta não seja essa e sim: será o T-50 capaz de combater o F-35?” O Vader acertou o ponto. Os EUA estão a décadas na frente na tecnologia stealth e somente agora os outros países começam a engatinhar nessa direção. O que eles estão apanhando para aprender os EUA já tinha aprendido nos anos 80. O F-35 não é uma invenção de uma tecnologia recém descoberta. É uma evolução de uma tecnologia que já vem sendo maturada por décadas pelos EUA. O T-50 foi feito de forma muito rápida e os russos não… Read more »

Klevston

Vader simplesmente tirou as palavras da minha boca. Concordo com você plenamente.

Colt

Os caras querem fazer um super caça.
Problemas, haverá. Como em todo projeto, aliás.
A diferença, é que não vão cair de pau em cima dele, por não ser francês.

Vader

Colt disse:
3 de setembro de 2010 às 15:27

“A diferença, é que não vão cair de pau em cima dele, por não ser francês.”

Hahaha caro Colt, não se preocupe: a marcação em cima “duzamericanu feiu, bobu i cumedô de criancinha” é tremendamente mais cerrada do que em cima do Rafaleco…

Mas bom saber que o amigo considera o ac francês um “projeto”… engraçado que muitas das críticas a um certo avião sueco são por conta disso…

Wagner

Dinheiro jogado fora. Mas é problema deles… se querem pirâmides voadoras…até a hora em que alguem conseguir um sistema de detecção que torne as linhas piramidais dele obsoletas, e daí, grana pro lixo… É caro demais. Fiquem com os F16, ta mais que bom. Além disso, quanto tempo vcs acham que vai levar para a China construir seu Ping Pong stealth ? Daí os norte americanos vão vomitar 3 trilhões de dólares para produzir o radar anti-stealth…e grande ! Adeus grande tecnologia ” revolucionária” . O F35 pode ser revolucionário agora, mas daqui a 20 anos será mais um qualquer,… Read more »

Colt

Wagner disse:
3 de setembro de 2010 às 15:47

Ping Pong chinês é boa. rs

Cor Tau

“Vader disse:
3 de setembro de 2010 às 8:08”

E o sujeito que entregou os segredos dos submarinos deles aos sovieticos?!….Um unico sujeito………..Esculhambou com toda a marinha daquela gente na epoca……..Gerando um dos maiores prejuizos de sua historia……….Não apenas pela exposição dos seus segredos tecnologicos/militares vitais….Mas tambem por ter obrigado/forçado o pais deles a desenvolver o que saiu/foi o programa mais caro e enrolado de submarino subistituto de sua historia……..A se essas prezepadas fossem no Brazil viu…Quando é La…Essas prezepadas como superfaturamentos e prolongamentos “Mal Intencionados e propositais”…São sempre colocadas como “equivocos” ou “Coisas naturais” por esse povo daqui……

http://www.youtube.com/watch?v=4Yxid43Dnh0

Cor Tau

“subistituto”

substituto………

Cor Tau

” a contra-espionagem eletrônica americana é a mais eficaz do mundo” Espiões lançaram ataque digital a EUA em 2008, diz subsecretário Uma agência estrangeira de espionagem comandou o ataque digital de 2008 a computadores militares dos Estados Unidos, disse uma alta fonte do Pentágono, lançando uma luz sobre o que ele disse ser a mais significativa violação já ocorrida na segurança digital das Forças Armadas norte-americanas. O subsecretário de Defesa William Lynn afirmou que o ataque ocorreu depois de um pendrive contaminado ser inserido em um laptop dos militares, em um quartel do Oriente Médio, carregando um código maligno na… Read more »

Cor Tau

Ex-hacker acusa estudantes do MIT de ajudar a vazar documentos secretos, diz CNN Massachusetts Institute of Technology (MIT), localizado em Boston, nos EUA, de colaborar no vazamento de documentos militares sobre a guerra do Afeganistão para o site WikiLeaks, informou a “CNN” em sua página na internet. A acusação foi feita por Adrian Lamo, cujas denúncias anteriores levaram à detenção do principal suspeito da publicação de documentos secretos, o analista de inteligência Brian Manning. Saiba o que revelam os arquivos secretos da guerra no Afeganistão Pentágono pede ajuda a FBI para investigar vazamento do WikiLeaks Vazamento de dados põe vidas… Read more »

Cor Tau

Pirata virtual acusado de invadir o Pentágono será extraditado para os EUA O britânico Gary McKinnon, 42, acusado de invadir o sistema de informática do Pentágono, será julgado nos Estados Unidos porque perdeu nesta quarta-feira um recurso na Justiça. Conhecido como “Solo”, o pirata virtual apelou na Justiça britânica para não ser extraditado para os Estados Unidos, levando seu caso ao máximo tribunal britânico, a Câmara dos Lordes. Nos EUA, ele é acusado de ter entrado nos computadores do Pentágono e da Nasa. No entanto, cinco juízes rejeitaram nesta quarta-feira o recurso de apelação. Sendo assim, McKinnon será extraditado para… Read more »

Últimas Notícias

Grécia enviará uma carta de solicitação para atualizações de 38 caças F-16V em breve

Segundo informações, é apenas uma questão de alguns dias até que o Estado-Maior da Força Aérea Helênica envie a...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -